1. Spirit Fanfics >
  2. Arranged Marriage - Jeon Jungkook - >
  3. Chapter thirteen

História Arranged Marriage - Jeon Jungkook - - Capítulo 13


Escrita por: WooSan_Nanda

Notas do Autor


Capítulo+🔞

Boa leitura.

Capítulo 13 - Chapter thirteen


Fanfic / Fanfiction Arranged Marriage - Jeon Jungkook - - Capítulo 13 - Chapter thirteen



Assim que chego na casa dos meus pais, saiu do carro indo até a campainha. SN havia ficado na empresa trabalhando então não trouxe ela; tinha vindo para falar com meu pai sobre o desfile da próxima semana que aconteceria no Havaí. Depois de três segundos, a porta é aberta pela empregada, sorriu para ela e entro caminhando até a sala. 

— Onde está meu pai? – pergunto a empregada.

Está tomando banho, senhor – assinto com a cabeça.

— Quando ele descer, avise que estou em seu escritório – ela concorda e saio da sala indo até o escritório do meu pai. Essa casa mudou tanto... Quando eu iria abrir a porta, parei assim que ouvir alguém falando no celular

~ Por favor, eu sei que ele é estourado, mas aguente ele mas um pouco, querido.

Era a voz da minha mãe, com quem ela estava conversando? Seguro a maçaneta da porta e abro uma brecha da mesma, vendo minha mãe com o celular na orelha de costas, observando um dos quadros que tinha naquele escritório.

— Você verá o quanto ele é bom e legal...com certeza se darão bem, Park Jimin! 

Espera. Jimin? Ela estava conversando com Park Jimin? O homem que quer tirar a minha esposa de mim? O homem de quem odeio? 

— Ok, querido. Não tudo bem, te entendo...

Abro a porta da sala por completo fazendo a mais velha se assustar, virando rapidamente em minha direção, será que ela estava traindo meu pai? 

— Vou desligar agora, tchau! – ela desliga o celular e guarda me olhando espantada. Entro dentro da sala e encaro ela com os olhos semicerrado. 

— Com quem estava conversando? – pergunto, arqueando uma sobrancelha. 

— C-Com uma amiga minha filho, por quê? – ela pergunta, nervosa. 

— E essa sua amiga se chama, Park Jimin? – ela fecha a cara, engolindo em seco e o nervosismo toma conta de seu rosto. – É isso, mãe? 

— D-Do que está falando, JungKook? 

— Mãe, não tente me enganar porque te conheço bem – ela se aproxima de mim, e pude ver o medo em seus olhos. 

— Não estou mentindo. 

— Eu ouvir muito bem quando você falou ' Park Jimin! Porque a senhora tem o número dele? Está traindo meu pai? 

— Não é nada disso, JungKook! – ela fala apressadamente. Poderíamos ter continuado nossa pequena discussão, mas meu pai apareceu, o que nos fez parar. 

— Como vai filho? – ele me abraça.

— Bem, e o senhor? – sorri. 

— Também, filho – nos sentamos e começamos a conversar, enquanto minha mãe abaixou a cabeça e saiu do escritório.

De uma coisa eu tenho certeza: Eu irei descobrir o que minha mãe tem com o Park. 




~ ••• ~        





Desço as escadas e vejo SN sentada no sofá lendo um livro. Sorriu e caminho até ela, já eram exatamente 20:00 da noite e os empregados já tinham se retirado. Me aproximo dela e me sento ao seu lado, beijando sua bochecha, o que fez com que a mesma levasse um pequeno susto, o que foi fofo. 

— Que susto, JungKook – ela ponhe a mão no peito. 

— Desculpa – seguro sua mão. – Que tal assistirmos um filme? Você escolhe...

— Ok – ela fecha o livro, animada. – Que tal assistirmos Como Eu Era Antes de Você? 

— Romântico de mais – bufo, mas vejo a mesma suspirar triste, e acabo cedendo. – Tudo bem, tudo bem. Vamos assistir Como Eu Era Antes de Você. 

— Obrigadaaaaaaa – ela pega o controle ligando a TV, colocando o filme. 

Fico encarando a mesma assistir o filme. Tão fofa e linda, engulo em seco apertando sua mão, o que fez com que a mais nova me olhe com um sorriso lindo. 



~ SN ~             



Percebo que JungKook me observava e apertou minha mão o que me fez o olhar sorrindo, seus olhos estavam muito brilhantes o que me deixava nervosa. Ele olha para meus lábios e morde os dele se aproximando. Assim que seus lábios se encontraram nos meus, cedi completamente agarrando seu pescoço, sua língua invade minha boca nos beijando com desejo e intensidade, eu queria mais, mas que isso, só que estava cedo... será? Ele levanta minha perna me fazendo rodear sua cintura fazendo com que ele ficasse por cima de mim, sorrimos um para o outro e voltamos a nos beijar seus lábios eram muito deliciosos, eu poderia ficar o beijando para a vida inteira.

— Você não sabe o quanto já me imaginei te fodendo – ele sussurra no meu ouvido, me arrepiando por inteiro, senti minha calcinha ficar molhada. – Em todas as posições possíveis...

— J-jungkook... – fecho os olhos suspirando.

— Não sabe o quanto que estou me segurando para não te deixar sem andar – abro meus olhos, encarando os seus olhos negros. 

Vi em seus olhos o quanto ele me desejava e queria. 

SN! O que você vai fazer agora? 

— JungKook...

— Shiii – ele beija meus lábios. – Quero te ver gemer meu nome...

Ele tira meu short junto a calcinha, jogando as duas peças em qualquer lugar da sala de estar, ele beija e morde meu pescoço descendo até meus seios ainda cobertos pela blusa. Soltei um gemido baixo quando ele levantou minha blusa e mordeu o bico dos meus seios. Senti sua mão ir até minhas partes íntimas colocando dois dedos em minha entrada, me fazendo gemer um pouco alto o que o fez dar um sorriso safado. 

— Será que posso por mais um – ele fala inserindo mais um dedo em mim. 

— JungKook....! – fecho meus olhos mordendo os lábios, seus dedos me faziam ver estrelas. 

Ele se abaixou até minha vagina e soprou a mesma, passando sua língua em seguida, o que me fez estremecer. Logo ele começa a movimentá-la dentro de mim, brincando com meu clitóris.

— Ahhhh! – puxo os cabelos do Jeon o fazendo rir contra mim. – J-Jungkook... 

Reviro os olhos tentado fechar as pernas, mas ele segura minhas coxas abrindo-as ainda mais. Não conseguia mais me segurar, comecei a gemer mais alto o nome de JungKook, tentei algumas vezes tampar minha boca, mas foi uma tentativa falha. Senti meu orgasmo se aproximando e o Jeon começar a movimentar seus dedos em mim, enquanto chupava meu clitóris. 

— Goza para mim, amor – ele fala me olhando nos olhos. – Goza pro seu marido, vai – suas palavras fizeram efeito sobre mim, me fazendo tremer enquanto chegava em meu clímax e ele sugou todo meu liquido sem deixar uma gota sequer. Suspiro cansada e abro meus olhos vendo JungKook chupar seus dedos e passar a língua sobre os lábios me dando um sorriso malandro.

— Você tem um gostinho bom, amor – ele me beija, dessa vez, com carinho fazendo com que eu sentisse meu próprio gosto. Nós separamos e ele se levantou para pegar minhas peças de roupas, que estavam jogadas no canto da sala; assim que ele volta, me levanto vestindo minha calcinha e meu short me sentando novamente no sofá, vendo que o filme estava quase acabando.

— Acho que deveríamos ir dormir – senti minhas bochechas vermelhas lembrando-me do que acabamos de fazer. 

— Também acho – ele sorri, desligando a TV. – Vem... – ele me pega no colo nos levando até o andar de cima. 

— Você é muito bonito, sabia – beijo seu pescoço e ele solta um riso. 

— Você também, sabia? – ele me dar um selinho abrindo a porta de meu quarto.

— Obrigada – ele me deita na minha cama, me dando um beijo rápido. 

— Não precisa agradecer, amor – ele sorri se afastando, mas seguro em sua mão o fazendo me olhar. 

— Dormi comigo, Kook – faço um pequeno bico e ele ri se juntando a mim na cama.

— Acho que deveríamos começar a dormir juntos – enrolo nós dois, nos abraçando.

— É... – começo a rir. – Boa noite.

— Boa noite, minha princesa – ele me dá um selinho e encosto minha cabeça em seu peito com um sorriso.



" O que há de admirável no amor é que quando um se dedica ao outro esquecem-se de si mesmos. " 

M CORDAY 







Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...