1. Spirit Fanfics >
  2. Arraste-me (Jenlisa G!P) >
  3. Capítulo 34

História Arraste-me (Jenlisa G!P) - Capítulo 34


Escrita por:


Capítulo 34 - Capítulo 34


Era inútil tentar dormir, como eu iria dormir?

E parece que não era só eu que estava naquele estado, vi Trovão pulando e deitando em minha cama, e logo Yon se deitar ali comigo. Ela tinha os olhinhos vermelhos, e o seu rosto era depressivo, ela estava igual a mim em dois estados.

- Quem a levou, mamãe...?

- Eu não sei, princesa...

- Você vai ser tipo um príncipe? Vai salvá-la da torre alta?- eu ri baixo e sem muito vontade, apenas por amar o seu jeito de ver as coisas, mesmo tão ruins, ela era uma menina tão iluminada, e se alguém a tirasse de mim, levaria o meu coração junto.

- Hum, um príncipe teria que ter um Dragão, não?

- Você é o príncipe moderno, você tem carro, pode falar que o seu carro é um Dragão, e trazer a mamãe em segurança pra nós...

- Eu vou trazer ela, minha princesa, isso é uma promessa.

- Eu gosto quando faz promessas... pois você sempre cumpre...

Ela se aninhou em meu colo e logo a sua respiração pesou. Trovão, o nosso Golden, choramingava as vezes, parado na porta, esperando Jennie entrar a qualquer momento, eu também queria que ela entrasse e falasse 'oi meus amores, isso tudo foi uma brincadeira!'

Mas isso não aconteceu.

Ao amanhecer, tive que ligar para Chaeyoung, já que no começo do ano havia sido promovida para diretora, eu não tinha a menor condição de ir trabalhar, não até conseguir salvar Jennie.

- Lisa?

- Oi, Chae...

- Está chorando? O que aconteceu?

- Não vou poder ir trabalhar hoje...

- Yon está doente?

- Não. Não é a Yon, e a Jennie...

- Ainda não voltaram? Esquece ela, Lisa, posso te levar em uma boate que abriu-

- A Jennie foi sequestrada, Chaeyoung! Ela sumiu! Alguém a levou!

- Ai meu Deus... quando isso?

- Ontem. Fomos a delegacia, Minnie vai fazer o possível para achá-la, mas eu não consigo ficar parada, eu preciso dela, eu preciso salvá-la! Sabe lá Deus como ela está! Aonde ela está! Com quem ela está! Eu não posso fazer nada! Ela pode estar bem, mas também ela pode...

- Lisa, calma. Não pensemos no pior. Você pode tirar licença não há problema nenhum. Você irá a delegacia hoje?

- Óbvio, eu e Jisoo vamos daqui a pouco.

- Ok, me avisa quando sair, quero ajudar vocês.

- Obrigada, Chae...

- É o que melhores amigas fazem, Liz, até.

Eu prendi meus fios em uma rabo de cavalo e esperei Jisoo ligar, saindo dos meus pensamentos quando Yon voltou, ainda de pijama.

- Porque não está pronta? Já são quase oito horas, Yon.

- Eu não vou para a escola, mamãe.

- Hey, você vai sim!

- Não! Eu quero ficar aqui! Eu quero esperar a mamãe voltar!

Pela primeira vez vi Yon desesperada, chorando tanto de um modo que eu vi quando ela ainda era bem pequena. Ela se sentou no chão, no meio do meu quarto, e abraçou as suas pernas, e eu vi Jennie, quando a sua avó estava sendo levada para o necrotério.

Eu me abaxei ao seu lado, e passei a mão em seus fios.

- Me deixa ficar, mamãe... por favor...

- Tudo bem, minha princesa. Vou pedir para Seok ficar aqui com você.- eu pensei melhor, eu não confiava nele.- Vou pedir para a tia Chae ficar aqui com você.

- Vai trazer notícias boas?

- Eu vou tentar...

...

- WISCONSIN? ELA ESTÁ EM WISCONSIN?

- Rastreamos o celular dela, e apareceu em um lugar ao leste de Wisconsin. Já comunicamos a polícia local, vamos até lá.

- Eu vou também.

- Lisa, espera. Você tem uma filha pequena, você não pode deixá-la aqui.

Eu coloquei as mãos em meus cabelos, pensando, pensando nela, pensando no que faria.

- Jisoo, eu tenho que estar lá, ela é a minha namorada!

- Até três dias atrás você era um mentirosa pra ela.

- Ok, aqui não é lugar para conflitos familiares.

- Posso levar Yon comigo.

- Lisa! Meu Deus pensa um pouco. Ela é só uma criança, e não seria nada legal você levá-la. Eu e Chaeyoung ficamos com ela.

- Muito obrigada Jisoo...

- Partimos em duas horas, nos encontre aqui, Lalisa.

Cheguei em casa subindo diretamente para o meu quarto, arrumando uma mochila simples. Olhei mais uma vez para a foto de Jennie em meu criado mudo e senti a obrigação de trazê-la de volta pra Jisoo, pra Yon e pra mim.

- Eu vou voltar com a sua mãe ao meu lado, tudo bem?- ela assentiu secando as lágrimas e me abraçando.

- Volte logo, mamãe...

- Cuida dela pra mim, por favor. E não a deixe perto desse tal de Seok.

- Por-

- Eu não confio nem um pouco nele. Ela tem crises as vezes, a bombinha está no meu criado mudo, e não esqueçam o remédio para amenizar a falta de ar. Vou trazer Jennie de volta.


Notas Finais


Oq acharam??
Espero que tenham gostado!!!
Desculpem qualquer erro e até mais!!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...