História Arrepender-se - Capítulo 10


Escrita por:

Postado
Categorias Naruto
Personagens Hinata Hyuuga, Ino Yamanaka, Itachi Uchiha, Kakashi Hatake, Karin, Kiba Inuzuka, Naruto Uzumaki, Neji Hyuuga, Rock Lee, Sai, Sakura Haruno, Sasuke Uchiha, Shikamaru Nara, Shisui Uchiha, Shizune, Suigetsu Hozuki, Temari, TenTen Mitsashi, Yahiko, Yamato
Tags Drama, Kibahina, Narusasu, Naruto, Romance, Sasunaru, Sasunarusasu, Shiita
Visualizações 1.250
Palavras 4.706
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Musical (Songfic), Romance e Novela, Shonen-Ai, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 10 - Se a vida te der limões...


Fanfic / Fanfiction Arrepender-se - Capítulo 10 - Se a vida te der limões...

Sou de momentos, sem nada depois.

   ( nada depois)

    

 

    Sasuke estava nervoso. Estava no carro com o Uzumaki e estavam indo para o antigo apartamento dos dois. Tentava se convencer que não havia motivos para isso, que era apenas Naruto. Aquele mesmo loiro barulhento que quando eram pirralhos, nunca devolvia seus cartuchos de Street fighter. O mesmo Naruto que apanhou junto de si daquele quarteto de encrenqueiros no colégio, assim que descobriram que Sasuke era gay e ele começou a sofrer bullying. Aquela foi uma briga e tanto, foi assunto durante um bom tempo na escola. Eram três caras e uma menina, eles encurralaram Sasuke no corredor e Naruto entrou na briga para defender o amigo. Os dois nunca apanharam tanto na vida. Sasuke sorriu ao lembrar disso.

 

- Tá rindo sozinho Suke? - Naruto desviou os olhos da direção do veículo e olhou rapidamente para o Uchiha sentado ao seu lado.

 

- Estou lembrando da surra que a gente tomou no primeiro ano. Assim que o idiota do Kabuto explanou para a escola toda que eu era gay. Lembra?

 

-  Ganhei um olho roxo graças a isso, claro que lembro. - deu um sorriso brincalhão. - Te falei que se pegar com aquele Genma na biblioteca era uma péssima idéia.  Sabia que uma hora aquele quatro olhos ia flagrar vocês.  - Sorriu abertamente ao ver o bico que Sasuke fez.

 

- Foi uma coça e tanto. Até o Kiba veio ajudar a gente depois, lembra? Ele nem estava falando comigo na época, tinha ficado com raiva quando descobriu que eu gostava de meninos. Foi só depois disso que voltamos a nos falar. - Falou em tom nostálgico.  

 

- Pelo menos pra isso essa briga serviu. - disse animado. - Mas a melhor parte foi o Itachi fazer plantão na frente da escola uns quatro dias seguidos, com uma barra de ferro na mão, para quebrar a cara dos moleques.

 

Sasuke gargalhou ao lembrar da cena.

 

- Foi mesmo. Se não fosse Shisui ter voltado da viagem que fez ao Japão naquela semana, Itachi estaria lá até hoje. - Olhou para o loiro e dividiram um sorriso.

 

- Em falar nisso, Shisui começou a malhar lá comigo tem umas duas semanas. Ele e seu irmão estão juntos né? Quase caí pra trás quando o Sui me contou. Juro que eu nunca desconfiei.

 

- Se você ficou surpreso com ele te contando, imagina chegar mais cedo do trabalho e flagrar Itachi brincando de cavalinho no Shisui. - Sua voz saia com asco e o moreno fazia uma careta de nojo, arrancando gargalhadas do loiro. - Tenho pesadelos frequentes depois daquilo. Também nunca desconfiei de nada.

 

- Eles esconderam bem. Os dois parecem estar felizes e isso é bom. Eles se amam desde a adolescência, pelo o que Shisui me disse. É bom finalmente terem assumido.

Sasuke concordou enquanto procurava uma estação de rádio no carro que tocasse algo que o agradasse.  Achou uma rádio que estava tocando a música One do Metallica e suspirou satisfeito.

 

- Ouve isso Dobe, sei que você não curte rock, mas olha que arranjo músical lindo, puta que pariu. - Exclamou e fechou os olhos para sentir melhor a música.

 

- Lindo é você. Fiquei um tempão olhando aquela foto que o Nara me mandou. Essa sua carinha emburrada me faz querer te morder por inteiro. - Piscou para o Uchiha e sorriu ao ver o rosto de Sasuke se tingir em um vermelho intenso.

 

“Que desgraçado mais fofinho” - Pensou ainda olhando o moreno, que agora fingia que algo muito interessante acontecia na estrada,  só para não olhar Naruto.

 

- Você ainda fica corado quando eu te elogio. - Sorriu de orelha a orelha. - Por isso digo que você é um menino Suke, você é meu menino.

 

    Sasuke se sobressaltou e olhou para o Uzumaki com os olhos levemente arregalados. O Uchiha estava embriagado pela paixão e a surpresa que o atingia naquele momento. Desde o término Naruto não o chamava assim.

 

- Usuratonkachi. - Respondeu em um falso mal humor.




 

                 ☆ ♡ ☆ ♡ ☆




 

   Assim que entraram no apartamento, Naruto foi para a cozinha preparar algo para comerem. Decidiu fazer macarrão ao molho de tomates. Estava distraído com a preparação do jantar quando Sasuke se aproximou.

 

- Olha só quem aprendeu a cozinhar. - Brincou e sentou na cadeira que estava na cozinha.

 

- Tive que aprender a me virar depois que meus pais se mudaram para Minas Gerais e você foi morar com Itachi. Não aguentava mais comer macarrão instantâneo. Todo mundo resolveu me abandonar na mesma época ttebayo, coitado de mim. - Fez bico e Sasuke riu do drama que o loiro fazia.

 

- Já estava na hora de aprender né dobe. - Sorriu para Naruto que emburrou mais o bico. - E sua conversa com o esquisitinho, como foi?

 

- Resolvemos tudo. - Acabou de colocar a comida no fogo e se sentou com Sasuke.

 

- E quando você fala que se resolveram, você quer dizer… - Perguntou temendo a resposta.

 

- Quero dizer que minha resposta foi não. Eu ainda sou um rapaz solteiro. - recebeu um sorriso ladino de Sasuke.

 

- Bom saber, aturar aquele cara todas as vezes que nos reunimos com o pessoal, era mais incômodo que um chute no saco. - Seu tom de voz ácido fez Naruto sorrir.

 

- Olha só quem está com ciúmes agora. - Provocou.

 

   Sasuke revirou os olhos. Pegou a Amaterasu no colo e ficou brincando com a gata até Naruto levantar e desligar as panelas, anunciando que o jantar estava pronto.

 

- Vou ir tomar um banho enquanto a comida esfria. Me empresta uma peça de roupa?

 

   Naruto concordou e o Uchiha caminhou para o banheiro. Estar ali naquele apartamento trazia uma sensação tão boa para o seu coração.  Viveu tantos momentos com o Uzumaki ali. Tantas alegrias, tristezas, brigas, beijos  e promessas de amor eterno confessadas ao pé do ouvido. Ele estava verdadeiramente feliz por estar ali.

   A água morna caia do chuveiro e relaxava os músculos do seu corpo, enquanto ele lavava os cabelos negros. O cheiro do Shampoo de camomila que pertencia a Naruto, trazia um turbilhão de memórias felizes. Sasuke estava tão imersos em seus pensamentos que nem ouviu o Uzumaki tirar as roupas e entrar no banheiro. Quando deu por si, o loiro estava abraçado às suas costas, com o nariz colado na sua nuca, enquanto também entrava em baixo do chuveiro.

 

- Sua bunda é uma delícia sabia? - Naruto sussurrou ao pé do seu ouvido fazendo o pelo da sua nuca arrepiar. - Ainda mais com essa marquinha de Sol.

 

- Resolveu vim me fazer companhia? - Se aconchegou no abraço do Uzumaki, sentido o pênis ereto do loiro roçar entre sua bunda.

 

- Se você quiser posso fazer bem mais do que uma simples companhia. - seu tom de voz rouco fez Sasuke suspirar e empinar mais o quadril.

 

   Naruto beijou a nuca e o pescoço do Uchiha arrancando gemidos baixinhos do moreno. A mão do loiro passeava pelo abdômen nu do amante, subia até o peitoral magro e descia novamente, arranhando suavemente a pele molhada.  Sasuke inclinou a cabeça para o lado, no objetivo de alcançar a boca carnuda do loiro. Se beijaram de forma lenta e erótica, enquanto o mais novo envolvia o pau do parceiro com a mão e iniciava um vai e vem ritmado. Sasuke puxou o ar entre os dentes, fazendo um chiado pelo prazer que a mão do outro estava causando em seu corpo. Depois de alguns minutos nessa carícia quente, Naruto rompeu o beijo e apertou o Uchiha novamente em seu abraço.

 

- Isso quer dizer que a gente voltou Sasuke? - Naruto parou com o que fazia e olhou confuso para o moreno. - Quer dizer, porque temos que conversar sobre isso né?

 

- Se concentra aqui amor, me curte e deixa eu te curtir. O que você decidir depois disso eu aceito. - Acariciou os braços do loiro que estavam ao redor do seu corpo e lhe beijou o queixo. - Mas agora só pensa em nós aqui nesse momento.

 

 Naruto o virou de frente, o encostou na parede e começou a roçar seu corpo no corpo do outro. Os movimentos fizeram o falo do loiro se esfregar no do moreno e ambos gemeram com o atrito. O Uzumaki envolveu os pênis dos dois numa espécie de punheta dupla, enquanto beijava e mordia a boca do amado. Sasuke estava indo a loucura com tudo aquilo.

 

     Uma das mãos do Uchiha segurava os fios loiros e molhados de Naruto, enquanto a outra mão explorava o peitoral e o abdômen definido. Apertou um dos mamilos rosados e massageou com os dedos, fazendo o loiro gemer em meio ao beijo.

 

- Vamos para a cama. Quero fazer isso direito. - Naruto fechou o registro do chuveiro e ainda aos beijos, guiou o moreno para o quarto.

 

 Sasuke deitou na cama e observou Naruto pegar os preservativos e o lubrificante na gaveta da cômoda que ficava no quarto. O loiro estava ainda mais bonito do que a última vez que dividiram um momento assim. Naruto era uma tentação, sem a menor dúvida. O Uchiha lambeu os lábios ao ver a expressão de lascívia que o outro o olhava.

 

- Só a visão de você pelado assim na minha cama, já é o suficiente pra me deixar maluco. - Engatinhou sobre o colchão e mordeu o lábio inferior do Uchiha. - Quero te fazer meu essa noite. - sussurrou ao pé do ouvido do amante.

 

- Como você quiser meu anjo. - Sorriu malicioso. - Me dá um puta tesão vê você safado assim. Faz o que quiser comigo agora, porque quando for a minha vez de brincar, eu não vou pegar leve com você. - Sussurrou com a voz rouca recebendo um gemido do amante em resposta.

 

 Naruto deitou por cima de Sasuke iniciando um novo beijo recheado de desejo. O Uzumaki mexia o quadril em cima do moreno, simulando uma penetração, os pênis roçavam um no outro, fazendo ambos gemerem entre o beijo e fazendo a temperatura do quarto subir. As mãos de Sasuke passeava pelas costas definidas e apertavam a bunda do loiro, enquanto as mãos de Naruto seguravam com firmeza sua cintura.

 

         Estava quente, muito quente.

 

- Vira de bruços amor, vira essa bunda gostosa pra mim. - Sussurrou enquanto mordia o lóbulo da orelha do Uchiha.

 

     Sasuke obedeceu sem reclamar, ganhando um sorriso de satisfação de Naruto.  As mãos do loiro caminharam pelas suas costas até chegar na bunda arrebitada, apertando a parte carnuda com desejo.  Se debruçou sobre o corpo abaixo de si e distribuiu beijos molhados desde a nuca até o cóccix.  Sasuke gemia baixinho com o contato dos lábios do Uzumaki em sua pele. Naruto separou as bochechas das nádegas do moreno e umedeceu os lábios com a visão da entrada rosada que parecia piscar para hipnotizá-lo.

 

- Você é uma delícia Uchiha. Puta que pariu.

 

Sasuke gemeu rouco ao sentir a língua quente do Uzumaki acariciar sua entrada. O beijo molhado e a penetração que a língua fazia em sua fenda, fazia o moreno se empinar mais e rebolar de forma obscena na boca do amante. Naruto abria a bunda do moreno com uma mão enquanto a outra masturbava o pênis rígido de Sasuke.

- Vai logo Naruto, tá me deixando louco. - Suplicou com a voz embargada de prazer.

 

O Uzumaki enfiou um dedo e dessa vez um gemido erótico escapou dos lábios do Uchiha. O moreno parecia inebriado pelo desejo e quando o segundo dedo entrou, sentiu que poderia gozar só com aquele contado.

 

- Naru… - Choramingou. - Anda logo com isso.

 

  Sem esperar mais, Naruto vestiu a camisinha, lubrificou seu pênis e o ânus do moreno e posicionou a cabeça do falo na entrada apertada do Uchiha. Sasuke franziu o cenho pelo desconforto de ser invadido e o loiro distribuiu beijos pelo seu ombro e sua nuca, a fim de amenizar o incômodo.

 

- Você é sempre tão apertadinho Suke - Rosnou de prazer, enquanto se enfiava lentamente dentro do outro.

 

  Quando sentiu que estava completamente dentro, começou a se mover devagarinho, ouvindo Sasuke gemer baixinho. Mas foi quando o moreno rebolou no seu membro, que todo seu autocontrole foi para o espaço e ele começou a investir com mais força.

 

- Ai  Dobe... devagar… seu pau é muito grosso. - Pediu em meio aos gemidos. - Vai me…  arrombar todo desse jeito.

 

- Se ficar falando assim, vai ficar difícil me controlar. - Mordeu o ombro do amante e ele gemeu em resposta.

 

  Bombeou com mais precisão, acertando a próstata do moreno e o ouvindo gemer alto pelo prazer. Segurou os cabelos negros e puxou a cabeça de Sasuke até alcançar a sua boca. Beijava os lábios macios, enquanto metia o pau com vontade, fazendo Sasuke revirar os olhos com o sensação de ser preenchido.

    Saiu de dentro do moreno e o virou de frente pra si. Apoiou os pés do Uchiha sobre o seu ombro e enfiou o pau inteiro de uma única vez. Sasuke urrou rouco e Naruto o beijou para evitar que os vizinhos ouvissem os sons luxuriantes que escapavam da boca dos dois.

    A sensação da cabeça do seu pênis roçando no abdômen do loiro em cima de si, enquanto era preenchido pelo pau alheio,  fazia o Uchiha apertar o lençol da cama com as mãos. Ele estava em êxtase.

 

- Ai porra Sasuke…  Eu te amo tanto. - o loiro falou em meio aos beijos e os gemidos. - Eu amo tanto você meu menino.  Amo demais.

 

   Aquele foi o ápice para Sasuke. Antes que pudesse avisar, o jato de esperma sujou o abdômen e o peito do loiro. Inebriado pela cena erótica do Uchiha gemendo o seu nome e gozando embaixo de si, Naruto preencheu o moreno com seu líquido espesso.

 

  Deitou ao lado do amado, ainda ofegante e com um sorriso bobo na cara. Olhou para o Uchiha que também parecia cansado e recebeu um sorriso de canto de boca seguido por um beijo na ponta do nariz.

Naruto chegou à conclusão que aquele homem nu, ofegante, com o rosto corado, a boca entreaberta e o cabelo negro grudado na testa suada era a cena mais erótica e mais bonita que seus olhos azuis já viram na vida.

 

- Eu também te amo amor. - Sasuke confidenciou o olhando com carinho. - Eu senti muito a sua falta.

 

- Eu também senti sua falta. Você é um tesão sabia? - Olhou sacana para Sasuke que sorria ladino com o elogio.

 

- Você também é. Parece que cada vez que eu te vejo, você tá mais gostoso.  Sabe o que eu quero agora Uzumaki? - Indagou com a voz rouca.

 

- O que você quer Uchiha? - Naruto mordeu o lábio em expectativa.

 

- Quero comer aquela macarronada que você fez, tô morrendo de fome. - Sorriu e ouviu Naruto gargalhar. - E depois eu quero comer você.  - Beijou o lábio do loiro e levantou para tomar outro banho.


 

                 ♡ ☆ ♡ ☆ ♡


 

     Acordou naquela manhã de domingo com os raios de Sol esquentando seu rosto. Abriu os olhos de vagar e percebeu que Sasuke não estava na cama com ele. Se espreguiçou e sentou, sentindo o corpo dolorido, principalmente seu traseiro. Sasuke realmente tinha pegado pesado, suas costas estavam arranhadas e sentia uma dor no ombro que com certeza deveria ser alguma mordida. Quando finalmente a maratona de sexo da noite passada acabou, depois de revezarem as posições de dominado e dominador, já passava das seis da manhã.

    Levantou e foi escovar os dentes. Iria ir até a cozinha, mas resolveu deitar mais um pouco.  Naruto estava cansado, porém estava feliz.

     O loiro nunca foi do tipo de demonstrar o que sentia ou se permitir ficar triste, mas só ele sabia a falta que sentiu do Uchiha nesses meses da separação. Mesmo sorrindo o tempo inteiro e desconversando quando Ino, Kiba e Sakura tentavam falar sobre o assunto, só o loiro sabia o vazio que o bastardo deixou.

     Foi retirado dos seus pensamentos pelo barulho da porta abrindo e Sasuke entrando com uma bandeja de café da manhã. Naruto sorriu divertido com a cena.

 

- Agora você faz o tipo romântico ttebayo?  - Colocou a bandeja no colo e puxou o moreno para um beijo rápido. - Posso muito bem me acostumar com isso.

 

- Tô querendo ser gentil usuratonkachi, não estraga o clima. - Estalou a língua e sentou na cama ao lado do loiro.

 

   Pegou uma xícara de café da bandeja e para  implicar com o outro, enfiou três uvas de uma única vez na boca do loiro, fazendo ele rir enquanto tentava cuspir as frutas.

 

- Obrigado pelo café da manhã amor. - Deu um sorriso radiante.- Fiquei feliz com a surpresa, não precisa tentar me matar engasgado.

 

 Sasuke sorriu com o canto da boca e emendou algum assunto relacionado ao longa metragem que estava editando. Passaram a manhã conversando sobre coisas sérias e banais. Aproveitaram para botar todos os assuntos atrasados em dia. Mas nem o Uchiha e nem Naruto perguntaram se agoram eram ou não eram um casal novamente. E aquele dúvida fazia o estômago de Sasuke revirar em ansiedade.

   O som da chamada do celular de Sasuke invadiu o quarto e pelo toque do celular, ser a música tema do Darth Vader, vilão de Star Wars, os dois sabiam que era Itachi que estava ligando. Sasuke levantou para atender e voltou alguns minutos depois.

 

- Dobe, Itachi nos convidou para almoçar, mas se você achar que estamos indo rápido demais eu não vou ficar chateado. - Falou tentando se manter indiferente,  mas Naruto o conhecia como ninguém.

 

- Tudo bem.  Eu vou tomar um banho. - Levantou da cama e caminhou até o banheiro - Quero ver a cara deles quando descobrirem que nós voltamos.

 

Bateu a porta do banheiro sem olhar para trás e ver o maior sorriso que Sasuke abriu na vida. Maior até do que o sorriso que abriu quando ganhou seu primeiro Master System.  Era tão grande que fez suas bochechas doerem.

 

- Nós voltamos. - Balbuciou em meio ao sorriso.


 

                         ♡ ♡ ♡


 

   A cara de surpresa de Itachi e Shisui quando Sasuke e Naruto entraram de mãos dadas no restaurante, foi  realmente hilária. Shisui abraçou o casal e Itachi parabenizou de uma forma mais contida, porém compartilhava da mesma felicidade do primo.

   O almoço foi divertido e parecia que agora as coisas estavam onde sempre deveriam estar. Itachi e Shisui se tratavam como o casal apaixonados que eram. Sasuke riu de como Itachi era meloso com o primo e Itachi riu quando Naruto mostrou a foto do café da manhã que recebeu na cama.

Shisui ficou chateado porque Itachi nunca fez algo assim e foi a vez de Sasuke rir da saia justa do irmão.

Naruto e Shisui ficaram reclamando do mau humor dos namorados e os irmãos reclamaram das bagunças desnecessárias que Naruto e Shisui faziam em casa.

 Naruto e Sasuke brigaram outra vez porque o Uchiha colocou sal demais nas batatas fritas e Sasuke ficou de cara feia para uma menina na outra mesa, que não tirava os olhos de Naruto. Tudo estava onde deveria estar.



 

   

                  ♡ ☆ ♡ ☆ ♡

 

   Assim que chegaram em casa,  Naruto quis assistir filme e Sasuke deitou com ele na sala. Mas como a noite passada foi bastante agitada, o moreno dormiu sem ao menos perceber.  Quando acordou já era oito da noite e um cheiro que parecia ser chocolate, vinha da cozinha.  Levantou e foi conferir o que Naruto estava fazendo. Observou o loiro que cantarolava um pagode qualquer, enquanto jogava uma espécie de cobertura em cima do bolo de cor laranja que estava em cima da pia.

  

-  Tá fazendo o que Dobe? - Abraçou Naruto por trás e apoiou o rosto na curva do pescoço do amado.

 

- Tô cobrindo o bolo com a calda. Fiquei com vontade de comer bolo de cenoura com cobertura de chocolate. Quer um pouco?

 

- Quero não anjo, sabe que não gosto muito de doce. - Se afastou e iria voltar para a sala quando viu que Naruto retirava  a camisa.

 

- Nem assim você quer? - O loiro espalhou um pouco da calda pelo pescoço, lambuzou o peito e o abdômen. Encarou o moreno com uma cara sacana.

 

 Sasuke arqueou uma sobrancelha e mordeu a boca com desejo. Se aproximou a passos lentos até Naruto e falou com volúpia  - Olha a sujeira que você fez. Garoto mau, vou ter que te castigar por isso. - Lambeu o pescoço lambuzado de chocolate e ouviu o loiro gemer em seu ouvido. Beijou a boca carnuda com desejo enquanto levantava Naruto e o sentava na mármore da pia.

Foi descendo com a língua pelo pescoço, passando pelo peitoral, limpando cada gota de chocolate que cobria a pele bronzeada. Olhou para o rosto do loiro e ele estava com a cabeça inclinada para trás, com os olhos fechados, enquanto mordia a boca para evitar que algum gemido escapasse. Circulou os mamilos rosados com a língua e Naruto sugou o ar entre os dentes, fazendo um chiado. Sasuke gostou do som que ouviu e mordiscou com carinho a pele sensível.

 

´- Ah Suke… isso é tão gostoso. - a voz saia arrastada pelo tesão.

 

O Uchiha continuou passando a língua pelo corpo quente de Naruto, lambendo cada gota de chocolate enquanto massageava o próprio pau que latejava de desejo.

- Ah Naru, você foi um menino tão mau. - rosnou com a voz rouca - Me fazendo te lamber para limpar todo esse chocolate, olha como você me deixou duro.

 

Colocou a mão do loiro em cima do seu pau e Naruto apertou o pênis ereto, arrancando um gemido rouco do moreno. O Uchiha puxou o cabelo de Naruto e beijou a boca do mais novo com desejo e luxuria. Mordeu a orelha do loiro e sugou a pele fina do pescoço, deixando uma marca arroxeada.

 

- Vou te punir por ter sido um menino levado. Vai pra sala.

 

- Sim senhor. - Respondeu em um fio de voz.

 

 Sasuke despiu Naruto, o jogou no sofá e o loiro o olhou com desejo. O moreno ficou em pé a sua frente e tirou a própria bermuda e a blusa ficando só com a boxer vermelha. Naruto roçou o rosto no volume sobre a cueca como se fosse um gatinho e ouviu uma risada satisfeita do Uchiha.

 

- Você é um puto sabia? - Segurou o rosto do loiro com a mão e passou a língua na sua boca de forma obscena. - Vem, agora me chupa!

 

Tirou a boxer, colocou o pau na boca do loiro e o fez engolir o máximo que podia. Os olhos azuis de Naruto estavam marejados pelo tamanho avantajado do pênis do amante, que cutucava a sua garganta em cada movimento de vai e vem que ele fazia.  Mas sentir o gosto de Sasuke era tão bom, que ele não sentia a mínima vontade de parar. O Uchiha tirava o pau da boca do outro, batia com ele no rosto do loiro e depois fazia Naruto engolir de novo. Quando viu que já tava perdendo o controle, se retirou de vez de dentro da boca do amante, ouvindo um muxoxo descontente de Naruto.

 

- Sua boquinha é gostosa demais. E eu ainda tenho que punir você.  - Sorriu ladino. - De quatro, empina esse rabo pra mim. - ordenou.

 

Naruto apoiou o peito no encosto do sofá e separou bem as pernas. Gemeu quando o Uchiha deu um tapa estalado na sua bunda. Sasuke abriu bem as bochechas da nádega do loiro e lambeu a entrada de forma gulosa. Mordendo e enfiando um dedo junto com a língua, fazendo Naruto se contorcer de prazer. Sasuke se afastou e Naruto sentiu outro tapa. Quando ia reclamar pela falta de contato, sentiu dois dedos o invadindo de uma única vez e o seu pau latejou escorrendo o pré gozo em resposta.

 

- Isso Sasu… assim…  desse jeito - Gemeu enquanto rebolava nos dedos do Uchiha. - Me come Suke… quero sentir seu pau… tô enlouquecendo já.

 

Sasuke puxou o cabelo do loiro, fazendo seu corpo levantar e sua orelha ficar perto da boca do moreno. -  Quer que eu foda seu cuzinho? Quer que eu meta em você Uzumaki? Sabe o que você tem que fazer, não sabe? Você foi um menino mau Naruto. Existem regras nessa casa.

 

Soltou o cabelo do Uzumaki e Naruto se debruçou ainda mais no sofá. Mordia o estofado em uma tentativa de não gritar de prazer. Iria usar a mão para tocar em seu próprio pênis, a fim de amenizar a tortura, mas Sasuke o impediu. Era assim que ele queria,  Naruto tinha que gozar só pela expectativa de ser fodido, esse era o castigo. Chegar ao limite da loucura.

       Sasuke retirou os dedos e enfiou a língua na entrada apertada do loiro. Naruto sentiu que não aguentaria mais, virou o corpo de frente e teve o pau engolido pelo Uchiha. O jato de porra desceu quente pela garganta do moreno e ele sorriu em satisfação.  Naruto deixou o corpo cair no sofá e fixou os olhos no olhar luxuriante do Uchiha.

 

- Não tá achando que acabou né Usuratonkachi? - Arqueou a sobrancelha e sentou no sofá ao lado do loiro. - Vem, cavalga em mim, daquele jeitinho que só você sabe fazer.

 

Naruto mordeu os lábios em desejo e sentou de frente para o moreno, passou  uma perna em cada lado do corpo do amante, posicionou a cabeça do falo na entrada do ânus e sem lubrificante ou saliva, sentou de uma só vez. Sasuke urrou em um grito abafado e cravou as unhas na cintura do Uzumaki. O loiro quicava e rebolava, tendo a dor da penetração como um estimulante a mais.

 

- Caralho, você é um filha da puta Naruto. - Gemia enquanto enchia o pescoço do loiro de beijos e mordidas. - Isso rebola gostoso no meu pau,  rebola igual o puto que você é.

Os gemidos de ambos enchiam o cômodo da casa, o cheiro de sexo impregnava o local. Sasuke bombeava o pau latejando dentro de Naruto e acertava sua próstata inúmeras vezes. O atrito da pele na pele, a temperatura febril dos corpos dos dois e as mordidas que Sasuke deixava no ombro de Naruto, em cada estocada mais intensa que seu pau dava no amante, era um convite a mais para o delírio. Foi no meio dessa atmosfera pecaminosa que o segundo orgasmo de Naruto chegou, sujando a barriga de ambos.

     Sasuke levantou com Naruto no colo, apoiou as costas do loiro na parede e começou a comer Naruto em pé. As pernas do loiro abraçavam as suas costas, enquanto suas mãos seguravam no pescoço do Uchiha. O suor dos corpos e o calor do desejo deixava Naruto com uma aparência erótica demais para Sasuke se segurar por muito mais tempo.

 

- Goza pra mim Suke. - Pediu com a voz arrastada. - Goza na minha boca, deixa eu beber sua porra.

 

Ouvir o pedido de Naruto foi o ponto alto daquela noite. Sasuke desceu Naruto do colo, colocou ele de joelhos e se derramou dentro da boca quente do loiro. A cara de prazer que o loiro fazia enquanto bebia seu esperma, já era o suficiente para o moreno emendar em um segundo round, mas Naruto lhe embarreirou na hora.

 

- Nem por um caralho tu me come de novo hoje, desse jeito vou trabalhar de cadeira de rodas amanhã ttebayo. - Levantou e foi para o banheiro tomar um banho.

 

Sasuke sorriu com a cena. Estava suado, cansado, com tesão e Naruto fugiu de mais uma rodada de sexo. "É, agora voltamos ao normal". O sorriso aumentou e ele correu para o banheiro para tomar banho com Naruto, depois de prometer que não tentaria agarrar o loiro no chuveiro. Levou uns dois os três socos, por não cumprir a promessa e tentar agarrar o namorado lá dentro.


 

                 Definitivamente tudo estava onde deveria estar.

 


Notas Finais


Pega fogo, cabaré <3

Nossos bebes se entenderam finalmente aeeeeee
Vim agradecer a vocês de novo, pelos comentários e pelos favoritos. Muito , muito obrigado.
Vejo vocês no próximo capítulo.
Beijos, beijos.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...