História Arte - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias EXO
Personagens D.O
Tags Wegotthatpowerkyungsoo
Visualizações 49
Palavras 290
Terminada Sim
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Fluffy

Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Para ele,
que sempre nos faz sorrir e que é um verdadeiro anjinho.
Boa leitura!

Capítulo 1 - Aquarela


Pega pincel, pega tinta. Nem guache, nem óleo, aquarela. Aquarela porque é a técnica que pode fazer com perfeição a sutileza e bondade por detrás de todas aquelas características.

Os olhos seriam o mais marcante. São as janelas para uma alma bondosa e cheia de histórias boas para contar; são expressivos e donos de uma incrível capacidade para atuar e tocar os outros por meio de inúmeros personagens.

A tela onde se pintava Kyungsoo era clara e aparentemente macia. Vez ou outra o pincel deixava respingar as manchinhas marrons, que eram as estrelas do céu dele. Decoravam a pele levemente bronzeada, para galáxia alguma colocar defeito.

É um e setenta e três, é doze de janeiro, são ombros pequeninos e sorriso reconfortante de felicidade velada. É discreto, cabelos negros e um pavio curtinho, mas que esconde toda uma preocupação.

Kyungsoo é e sempre será um trabalho não finalizado e indescritível, com data de começo e sem previsão de fim, que atrai olhos curiosos e sorrisos que já o conhecem, que cativa e apaixona sem fazer o menor esforço.

Dizem que são estes os mais iluminados.

Foi um dentre milhares que poderiam ter causado este sorriso em nossas faces, e não tem nada ruim em constatar isso. É uma obra especial.

De edição limitada, jogaram os pincéis fora para nunca mais vê-los de novo; como equilibrar o universo depois de conceder-nos algo tão sublime? Como esquecer aquele riso, aquele sorriso?

Por fim, a voz.

Tom dentro, tom fora, tom baixo ou tom alto, não há timbre que decepcione em Do Kyungsoo. A música faz milagres, e é um prazer ter a alma curada por ele.

É um prazer ouvi-lo, vê-lo. É vontade de se estar perto, e mais perto, se perto.

 

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...