História Artificial Love...? - (Imagine Sehun) - Capítulo 24


Escrita por:

Postado
Categorias EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Chen, Kai, Lay, Sehun, Suho, Xiumin
Visualizações 106
Palavras 1.996
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Então eu postei esse capitulo ontem, mas eu acabei apagando hoje pois nao consegui ficar satisfeita e refiz acrescentando umas partes, entao quem leu, leiam de novo
Boa leitura e espero que gostem

Capítulo 24 - 09 - 2 temporada (Repostando)


Fanfic / Fanfiction Artificial Love...? - (Imagine Sehun) - Capítulo 24 - 09 - 2 temporada (Repostando)

09 - 2º temporada


 

Park Soo Min

 

Acordei e percebi que ainda estava de tardezinha, senti minha barriga roncar, creio que nem almocei hoje, olhei para o lado e vi que Sehun ainda dormia, parecia um anjo de tão sereno, poderia passar horas aqui olhando ele dormindo, mas a minha fome falava mais alto. Olhei a hora e era umas cinco e quinze, me levantei e fui tomar um banho, vesti uma calcinha e peguei o blusão que Sehun usava hoje mais cedo e vesti.

 

Peguei meu celular e meu notebook levando direto para cozinha precisava checar umas coisas. Resolvi fazer chocolate quente e torradas, apesar da fome tava com muito sono ainda pra preparar algo pra comer.

 

Peguei um copo d’água e fui dar uma olhada no meu notebook fui checar uma coisa que era pra ter visto a muito tempo, mas como fui desligada não olhei. Chequei as imagens de segurança pra ver quem foi o desgraçado que cortou os fios.

 

Apesar de estar de noite dava pra ver algo, agora tentar reconhecer seria difícil, bom era o que eu achava. A pessoa que fez isso me viu saindo naquele dia foi bem na hora em que eu tinha ido comprar sorvete, aproximei mais e consegui reconhecer.

 

- Não acredito…

 

Meu corpo gelou e senti o copo cair da minha mão se espatifando todo perto do meu pé.

 

- DESGRAÇADO - gritei, nem ligava pro meu pé até pisar no caco - AÍ AÍ AÍ… puta merda eu não to acreditando nisso que ódio… Ah mas ele me paga

 

Liguei para o Chen pra saber se as fotos tinha saído o mesmo confirmou dizendo que ficaram ótimas, falei que não queria mais ele e disse que conversaria amanhã explicando com mais calma e assim que desliguei vi o Sehun entrando na cozinha.

 

- o que aconteceu amor? que gritos foram esse? - a sua cara de quem acabou de acordar o deixava mais sexy e ainda tava só de de cueca samba canção mostrando seu belo corpo definido. Sehun soube bem cuidar do seu corpo.

- nada não, só deixei o copo cair e pisei no caco de vidro… aí meu Deus o chocolate - desliguei o fogo e por sorte não queimou - aí meu pé - disse assim que senti pisando co caco de vidro.

 

Eu ainda tava com tanta raiva que mal sentia a dor, mas precisava disfarçar, não quero que Sehun fique sabendo disso.

 

Vejo sangue pingando no chão então Sehun acorda de vez me pegando no colo e colocando sentada na pia. Pegou a pá e a vassoura para limpar o local e depois disso saiu e quando voltou estava com a maleta de remédios.

- coloca o pé debaixo da torneira para limpar - Sehun disse e tentei fazer isso.

- caramba com isso arde - disse enquanto sentia a água derramando no meu pé.

 

Sehun enxugou com cuidado e pegou uma pinça, eu tava morrendo de medo não gosto de ver essas coisas, se algo der errado eu ligo pro Chanyeol ou pro Kai já que os dois são médicos.

 

- aí tá doendo sabia - disse enquanto observava Sehun tirando os pedacinhos de vidro.

- fica quieta, falta mais um

 

E era o que mais tava doendo, com certeza era um pedaço grande.

 

- AÍ CARALHO - gritei - porra poderia ser mais delicado - acho que tô de tpm só pode.

- pronto tirei, dramática, passar o remédio e colocar os esparadrapos nisso.

 

Observava a delicadeza dele com o meu machucado, tava doendo é claro, mas eu tava com cabeça tão nas nuvens olhando pra ele que nem percebi que o mesmo tinha parado e ficou me olhando.

 

- o que foi? - perguntou.

- hum nada não - sorri.

 

Coloquei minhas pernas em volta de sua cintura fazendo o mesmo ficar bem perto de mim. Abracei ele e sussurrei em seu ouvido.

 

- por que não aproveitamos e fazer o terceiro round agora? o que me diz… daddy - me afastei e vi sua expressão.

- você me chamou de que?

- daddy.

 

Sehun sorriu e mais depressa atacou meus lábios, seu beijo era urgente, senti ele apertando minha cintura enquanto eu só faltava arrancar seus cabelo. Estávamos parecendo que não tínhamos feito já algum tempo pois sentíamos que estávamos necessitados um do outro.

 

Tirou o blusão e jogou em algum canto da cozinha e logo senti sua língua passando pelo meu pescoço e depois um chupão no local. Parou e olhou para trás e saiu de perto, pegou meu notebook fechando o mesmo e colocou no balcão que separava a sala da cozinha e logo voltou. Me pegou nos braços colocando em cima da mesa.

 

Ele continuou os beijos e senti suas mãos tentando tirar a minha calcinha e quando se livrou jogou em algum lugar.

 

Narradora

 

Os beijos eram cada vez mais necessitado dos dois, Sehun brincava com os dedos na entrada da garota fazendo a mesma arfar várias vezes.

 

Soomin mandou-o sentar na cadeira e ela sentou no colo dele que o mesmo já apresentava sem a cueca, rebolava nele enquanto distribuía chupões pelo pescoço.

 

A garota jogou a cabeça pra trás quando sentiu a língua de Sehun passando pelo seu peito que se encontrava arrepiado, lambeu e deu uma mordida e chupou , Soomin arqueou as costas gemendo pelo prazer que estava sentindo no momento.

 

- vamos para o quarto - pediu.

 

Mais depressa segurou na cintura e entre os beijos tentaram não cair da escada. Assim que chegaram Sehun deitou-lá na cama. Distribuiu beijos pelo corpo todo e com isso deixava as marcas do chupões pelo corpo.

 

Soomin soltava gemidos no ouvido do rapaz o que deixava cada vez mais excitado e aumentava a velocidade. Os dois já se encontrava bastante suados, mas nenhum queria parar  e aproveitaram cada quatro canto do quarto e finalizaram no banho.

 

[...]

 

Já no outro dia Kai acordou e viu que a garota ainda dormia. Se levantou e foi para o banheiro, tomou um banho e escovou os dentes. Vestiu uma cueca e depois uma bermuda de moletom e saiu do quarto sem fazer barulho.

 

Foi pra cozinha e começou a preparar o café da manhã e enquanto cozinhava sentiu um braço envolver sua cintura e um beijo nas costas.

 

- bom dia amor

- bom dia princesa, dormiu bem? - perguntou se virando pra ela e deu um selinho.

- dormi sim, obrigada pela massagem, dormi tão bem.

- que bom que você conseguiu, lembre-se não fique carregada, você precisa descansar também viu mocinha.

- sim senhor - sorriu - vou tomar meu banho e volto já.

- tá bom, é o tempo que termino aqui.

 

Yujin voltou pro quarto, pegou sua roupa e foi para o banheiro e quando tirou o blusão que estava vestida viu seu reflexo no espelho, além das marcas que Kai deixou na noite anterior, Yujin notou que seu corpo estava diferente, nunca foi de ficar reparando, mas dessa vez percebeu que algo tinha mudado, como se tivesse ganhado mais corpo.

 

Tomou um banho de água gelada para despertar e aproveitou lavou o cabelo. Quando saiu, passou creme no corpo todo e depois vestiu uma roupa confortável e logo desceu.

- demorou em

- lavei o cabelo, já tomou o café?

- não, fiquei esperando por você, vamos?

 

Yujin assentiu e os dois foram pra cozinha.

 

- ovos, bacon, suco de morango, café, torradas, hum a mesa tá bonita - sorriu e deu um selinho.

- obrigado, café da manhã tem que ser reforçado, então tava pensando que tal a gente sair? vamos pra praia? aproveitar que não temos trabalho hoje.

- aceito, faz tempo que não vou a praia.

 

Os dois comiam e conversavam sobre assuntos aleatórios, mas Kai notou que ela tava diferente, bocejou mais de quatro vezes e comeu bem pouco.

 

- Yujin tá tudo bem? - perguntou preocupado.

- sim,porquê?

- você disse que dormiu bem, mas ainda parece que está com sono e você mal tocou na comida, tá ruim assim?

- só me sinto um pouco cansada ainda e não to com muita fome, meu estômago anda sensível.

t- á se sentindo doente?

- não.

- quer ir no hospital fazer exames? - Kai não conseguia esconder a preocupação.

- não vou desperdiçar nossa folga pra ir no hospital, Kai.

- tudo bem, mas qualquer coisa se não se sentir bem , me avise entendeu?

- sim, entendi!

 

[...]

 

Chegando na praia, Kai tirou a roupa ficando só de sunga e Yujin também tirou ficando só de biquíni.

 

- você fica tão linda de biquíni - puxou pela cintura e deu um beijo.

- sei disso - sorriu.

- vamos pro mar?

- vamos.

 

Kai pegou a garota nos braços e foi pro mar e começaram uma guerra de jogar água um no outro.

 

- eu acho que aumentei uns quilinhos - Yujin comentou quando voltaram pra areia.

- por que acha isso?

- minha barriga tá um pouco maior tá parecendo que tá inchada.

- não to vendo diferença nenhuma.

- eu e a Soomin herdamos da nossa mãe o metabolismo, ela comia muito porém não engordava nem a barriga aumentava, por isso que estranhei já que esses dias não to comendo muito.

 

Kai desconfiou de algo, mas preferiu ficar calado e ter a certeza só depois.

 

- olha não acho que você ganhou uns quilinhos, mas se tiver, qual problema? eu vou sempre te achar linda, você é maravilhosa e mesmo que se daqui alguns meses você tiver ganhado mais vai continuar linda.

- por que daqui alguns meses? - Kai gelou e precisou pensar em algo rápido.

- porque pretendo levar em todos lugar e comer em vários restaurantes - sorriu pra disfarçar.

- se for assim tudo bem - sorriu.

 

Os dois passaram a manhã aproveitando a praia, mas o Kai não tirava da cabeça a sua desconfiança e iria fazer uns testes com ela.

 

[...]

 

Já no outro dia Soomin acordou um pouco dolorida, afinal os dois ontem a noite só parava pra recompor o ar e logo voltavam com tudo.

 

Foi direto pro banheiro e assim que se viu no espelho deu um grito, viu seu corpo completamente marcado do pescoço até às coxas.

 

- puta merda, tô toda marcada - bufou irritada.

- que foi isso? - Sehun apareceu na porta.

- olha isso - se virou pra ele.

- to tendo a melhor visão - sorriu.

- idiota - revirou os olhos - tô falando disso aqui, tu me deixou toda marcada caralho, agora tenho que vestir uma roupa que cobre o corpo todo e detesto me vestir assim.

- tá reclamando de que? você me deixou do mesmo jeito, querida - riu.

 

Soomin revirou os olhos e entrou no box logo tomando banho de água gelada e minutos depois sentiu uma presença. Sehun também tinha entrado no box. Rolou só uns beijos e carícias.

 

[...]

 

Depois do café da manhã, Soomin saiu avisando que precisava resolver umas coisas, apesar de ser sábado e não precisar ir trabalhar, porém precisava tirar uma história a limpo. Ligou para o Chen marcando o local de encontro.

 

- então qual o motivo de ter me ligando dizendo que não queria mais o Luhan para campanha? ele é um ótimo modelo - disse assim que se sentou no banco da lanchonete.

- por isso - disse e mostrou o vídeo no notebook.

 

Chen viu o vídeo e ficou chocado.

 

- mas que desgraçado, como ele…

- não sei o motivo meu irmão, mas vou descobrir e agora vou precisar de outra pessoa… - Soomin parou de falar assim que viu duas pessoas entrando no estabelecimento - eu não acredito - disse surpresa.

- o que? - perguntou e olhou pra trás onde a garota apontou - quem é ela? será que é a namorada dele?

- não sei, mas vou descobrir agora - deu um pequeno sorriso.


Notas Finais


é isso, espero que tenham gostado e comentem o que achou do capitulo
beijos até o próximo 😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...