História Artificial Love ;; Imagine Kim Seokjin (long fic) - Capítulo 124


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jeongguk (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin)
Tags Imagine, Jihope, Jin, Seokjin, Seokmin, Taehyung
Visualizações 45
Palavras 517
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 10 ANOS
Gêneros: Fantasia, Ficção, Ficção Adolescente, Fluffy, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 124 - Minha identidade


— Voltei.— em alguns segundos o doutor Im estava de volta.

— Oi doutor.

— Pode me chamar de Jaebum, nos vemos a mais de um mês, quer dizer eu ao menos.

Ri.

— Então o que você queria falar comigo?

— Meu irmão achou algumas coisas que estão ligadas à suas digitais mais que foram meio que excluídas de sua identidade.

— Como por exemplo?

— Uma ficha escolar.— ele pregou seus olhos em su prancheta.— Aqui diz que você estudou em Seul e que terminou o ensino médio lá, e também que você teve que fazer algumas provas extras para adicionar pontos e anos perdidos por causa de um coma que teve durante alguns anos de causa desconhecida.

— Estranho.

— Seu responsável legal é ou era, Kim Seokjin na época com vinte e dois anos, Min Yoongi era seu segundo responsável também com vinte e dois anos. Você passou a morar com Seokjin depois de acordar de seu coma. Conhece algum desses?

Assenti positivamente.

— Você foi dada como desaparecida no dia trinta de janeiro de dois mil e dezoito em Seul, sua última aparição por lá foi através das câmeras de segurança correndo de um homem não identificado em um beco próxima à uma fabrica. Seu funeral foi feito à dezesseis meses atrás, seus amigos que fizeram tudo já que a polícia havia desistido de te procurar alegando que você já havia sido morta.

Sabe quando sua mente vai juntando as coisas e parece que tá quase lá e tudo broxa do nada? Minha mente agora.

— Meu irmão cavou bem fundo para encontrar isso e admito que é bem curioso, o que houve para você morar em Ulsan agora e sem memória?

— Foi meu pai, quer dizer Sangwoo, ele é estranho tenho certeza disso. Mas muito obrigada Jaebum.

— De tudo pelo bem dos meus pacientes.

— Eu já posso ir?

— Aparentemente você está bem, já recebeu suas visitas, acho que já pode ter alta, aguarde que já irei liberá-la.

Ele saiu do quarto e eu fiquei lá com uma imensa vontade de chorar.

Deixa eu ver se eu entendi.

Eu morava em Daegu? Tinha meus pais que brigavam, aí minha mãe morreu — ou foi morta pelo meu pai mesmo — e eu entrei em coma — como eu entrei nesse coma? —, acordei de um coma e fui morar com um tal de Seokjin, e o Yoongi em Seul, terminei meus estudos, fui aparentemente sequestrada, acordei de um coma em Ulsan, com um pai possessivo e inseguro sobre algo, encontrei meu amigo de infância e ele me diz coisas absurdas, meu pai me diz coisas absurdas, eu desmaio frequentemente e agora eu descubro minha vida pós primeiro coma.

Ou não,  tenho certeza de que falta algo. Falta muito.

— Ok liberada.

— Nem acredito.— esperei o doutor tirar o tubo de soro do meu braço, e chegar o que faltava.

— Ok, você realmente parece bem.

— Eu só quero ir pra casa.

— Onde seu pai está? — ele automaticamente olhou para mim.

— Eu me viro.— sorri tentando lhe passar segurança, eu não queria gritar para o mundo inteiro que iria fugir para Seul.

— Tome muito cuidado.

— Sim senhor e muito obrigada.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...