1. Spirit Fanfics >
  2. Árvore dos Amantes >
  3. Árvore

História Árvore dos Amantes - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Drarry: a
Eu: NECESSITO DE ESCREVER 😔✊

Enfim, contarei todas as coisinhas nas notas finais, então leiam!! Tem informações legais haha

Boa leitura! ❤️

Capítulo 1 - Árvore


O vento gélido da noite soprava pelas terras da Escola de Magia e Bruxaria de Hogwarts; a lua minguante refletia sobre as águas escuras e misteriosas do Lago Negro, que tal profundidade era um mistério para muitos.

Ali perto, ouvia-se o costumeiro barulho de passos no gramado verde, entretanto — aos olhos de muitos —, não havia ninguém no local. Somente poucas pessoas possuíam a proeza de conseguir ver, escondido embaixo da lendária capa da invisibilidade, o franzino Harry Potter; o-garoto-que-sobreviveu.

— Droga de frio — murmurava ele, tremendo. — Isso é tudo culpa daquele Malfoy ridículo. Quando eu encontrar ele juro que…!

Mas a frase ficou inacabada. Quando viu Draco Malfoy, sentado no pé da árvore, logo seus olhos brilharam e sua boca secou. O sonserino tinha esse efeito inebriante no grifinório.

Harry aproximou-se da árvore e tirou sua capa. Dando um pequeno susto no outro.

— Harry?! — exclamou ele, alto demais. Harry lançou-lhe um olhar de censura e ele continuou, baixinho: — Você demorou! Estou aqui já faz meia-hora!

— Desculpa! — sussurrou ele, sentando-se ao lado de Draco. — Hermione me prendeu no Salão Comunal até eu terminar o dever de Poções.

Draco revirou os olhos.

— Aquela sangue-ruim ridícula — falou, baixo o suficiente para Harry não escutar, ele não estava afim de levar bronca do “amante”. Continuou em voz alta: — Ela sempre estraga nossos encontros noturnos, tem certeza de que ela não está afim de você?

— Claro que não! Ela gosta do Rony, esqueceu?

— Ah sim, o cabelo de fogo.

— É, os dois gostam um do outro, mas não admitem. Eles vivem com ciúmes um com o outro, mas nunca namoram, é bem irritante.

— Parece a gente antigamente — riu-se Draco.

Harry acompanhou a risada, assentindo devagar.

— Realmente.

Ele aninhou-se com Draco, que abraçou-o e beijou o topo de sua cabeça.

— Você sabe que dia é hoje, certo? — perguntou Harry, em um sussurro.

— Hum… Hoje é… — Ele parecia fazer um verdadeiro esforço para lembrar. — Nosso aniversário de 2 anos de namoro?

— Você lembrou, que milagre.

— Como eu esqueceria algo assim?

Harry deu de ombros e remexeu-se, deitando-se no colo do namorado.

— Você esqueceu meu aniversário no ano passado.

— Esqueça isso, Harry! Não me lembre desse erro!

Harry riu dele, que parecia frustrado.

— “Meu passado me condena” — citou Harry.

— Hum?

Harry balançou a cabeça.

— É um filme trouxa brasileiro.

— Brasileiro? Desde quando você assiste filmes brasileiros?

— Desde sempre, mamãe gosta deles, acha engraçado.

— Sua mãe é realmente peculiar.

— Peculiar do jeito bom ou ruim?

— Muito bom. — Draco sorriu.

Harry sorriu, olhando os olhos cinzentos de Draco. Ele levantou-se lentamente e beijou-o, surpreendendo Draco.

— Harry, — chamou Draco, quebrando o beijo — não me provoque.

O outro somente deu um sorrisinho de canto.

— Desse jeito, seria preso por atentado ao pudor — sussurrou Malfoy, no ouvido dele.

Harry fitou-o e iniciou uma série de beijos apaixonados nele.

— Harry, aonde está sua inocência? Lembro que você era super inocente.

— Sumiu quando transamos pela primeira vez.

— Que indecente, Harry James Potter! Acho que terei que puni-lo… — Draco lançou seu típico sorriso de canto.

— Puna-me o quanto quiser, Draco Lucius Malfoy


Notas Finais


Antes de tudo, agradeço a LINDA, MARAVILHOSA E PERFEITA da @_flokisby que fez essa mais que perfeita capa! OBRIGADA NOVAMENTE ❤️❤️

Sobre a one: ela foi feita há MUITO tempo! Acho que faz meses até! Enfim, eu amo ela demais e não aguentei e postei (mesmo sem betagem, então desculpa!)

Espero de coração que tenham gostado da one, fiz com carinho!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...