História As Amazonas de Ouro - Capítulo 18


Escrita por:

Postado
Categorias Saint Seiya
Personagens Afrodite de Peixes, Aiolia de Leão, Aioros de Sagitário, Aldebaran de Touro, Ártemis, Atena (Sasha), Dohko de Libra, Hyoga de Cisne, Ikki de Fênix, Ionia de Capricórnio, Kanon de Gêmeos, Marin de Águia, Miro de Escorpião, Mu de Áries, Pandora, Personagens Originais, Poseidon, Saga de Gêmeos, Saori Kido (Athena), Seiya de Pégaso, Shaina de Cobra, Shaka de Virgem, Shiryu de Dragão (Shiryu de Libra)
Tags Cavaleiros Do Zodiaco
Visualizações 67
Palavras 1.212
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Ficção, Sci-Fi, Sobrenatural
Avisos: Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Boa noite,
espero que gostem.
Boa leitura!

Capítulo 18 - O inicio da grande batalha. Capítulo 17.


Fanfic / Fanfiction As Amazonas de Ouro - Capítulo 18 - O inicio da grande batalha. Capítulo 17.

Angel havia adormecido a pouco tempo e caminha em seus sonhos pelo salão principal do Santuário. A guerreira viu o Mestre sentado em seu trono e viu Aiolia entrar pelo salão. Ela tentou correr em sua direção e percebeu que ele não a via. Ele dirigiu-se ao mestre e parou em sua frente.

– Como ousa retornar sem cumprir sua missão. – O grande Mestre gritou.

– Exijo falar com Athena. – Aiolia disse.

– Ninguém pode entrar na câmara da Deusa. – Ele respondeu.

– Eu entrarei mesmo assim. – Leão falou e o mestre o impediu. – Eu sei a verdade ela não está ai. Meu irmão e Angel são inocentes.

– Você descobriu. – Ele disse e riu. – Então agora terá que morrer.

O cavaleiro tentou ataca-lo, mas teve seu golpe detido. Angel na mesma hora assim como o amado entendeu que aquele só poderia se tratar de um cavaleiro de ouro. Ele lançou um novo golpe e conseguiu retirar a máscara do mestre que logo a recolocou. A morena percebeu a surpresa no rosto do amado. Aiolia preparava-se para lutar quando Shaka chegou.

– O que pensa que vai fazer Leão? – Virgem pergunta. – Como ousa atacar o Grande Mestre.

– Não tenho tempo para explicar agora. – Ele respondeu. – Não me atrapalhe.

– Aiolia se aliou aos traidores Shaka. – O mestre gritou. – Mate-o.

– Não permitirei que desrespeite este local sagrado. – Shaka disse.

– Sabe muito bem o que pode acontecer. – Leão o advertiu. – Ou vamos morrer os dois ou começaremos uma guerra de cem dias.

Os dois começaram uma batalha e Angel via o equilíbrio em seus. Havia um certo desquilibrio e a energia fez com que ambos fossem arremessados para longe. Assim que viu Aiolia com a guarda baixa o Mestre o atacou com um golpe que ela reconheceu o que a fez gritar no mesmo momento.

– Libra. – O mestre disse enquanto Amanda entrava no salão.

– Impossível. – A loira respondeu.

– A não ser que... – Ele ponderou.

...

– Aiolia. – Angel gritou no quarto acordando a todos.

– O que houve? – Seiya perguntou entrando correndo.

Todos já haviam entrado no quarto e Saori tentava acalma-la. A amazona contou detalhadamente o seu sonho, porém não conseguia recordar de onde conhecia aquele golpe.

– Deve ter sido apenas um sonho. – Shum a tranquilizou.

– Ele está certo. – Pégasus concordou. – É melhor você descansar amanhã cedo nos reuniremos com os outros e iremos ao Santuário.

– Tudo bem vou tentar descansar. – Ela disse. – É melhor vocês irem dormir também.

Quando o dia raiou os demais cavaleiros chegaram e logo todos estavam no avião a caminho do Santuário. Yoga contou do seu encontro com o cavaleiro de Aquário e que ele lhe pediu para não ir até lá. O cavaleiro de Dragão contou um pouco do que houve com Máscara da Morte.

– Angel acha que teremos dificuldade em chegar ao Mestre? – Saori perguntou.

– Apenas em duas casas os outros quando sentirem seu cosmo a deixaram passar. – A morena respondeu. – Shiryu como está o meu pai?

– O Mestre ancião está bem e pediu para que você tivesse força e que muitas vezes a sabedoria será sua maior arma. – Ele respondeu.

– Você é filha do Mestre Ancião? – Seiya perguntou surpreso. – Pensei que seu pai era o Cavaleiro de Libra.

– Meu mestre é o Cavaleiro de Libra. – Dragão respondeu.

– Mas quantos anos ele tem? – Pégasus perguntou.

–  Acho que 200 anos. – Ela respondeu e ao ver o olhar de todos riu.

Todos no avião riram como se ela tivesse feito uma piada, porém ela e Athena sabiam muito bem que Doko havia lutado na famosa Guerra Santa. Assim que desembarcaram no aeroporto a garota e Pégasus guiaram o grupo até o Santuário e ela os levou até a escadaria das doze casas.

– Não consigo nos teleportar para a sala. – Angel informou. – Vamos fazer do jeito mais divertido.

– Vamos então... – Shiryu disse. – Que cosmos é esse?

Um homem apareceu oferecendo ajuda e logo se revelou ser o Cavaleiro de Sargita, o ultimo cavaleiro de prata vivo. Ele golpeia a todos com suas flechas e infelizmente uma atingi Athena. Seiya o golpeia com seus meteoros.

– Vou retirar a flecha. – Shum diz, mas Angel o impede. – O que foi?

– Seria fácil de mais. – Ela respondeu e foi até o cavaleiro de prata. – Me conte tudo sobre aquela flecha.

– Acha mesmo que eu faria isso? – Ele a perguntou rindo.

– Sabe muito bem quem sou e se não quiser uma morte lenta e dolorida me diga a verdade agora. – A morena exigiu elevando seu cosmos.

– Ela só tem doze horas antes que a flecha perfure o seu coração. – Sargita disse tossindo sangue. – Somente o Mestre Ares pode retirar a flecha dela. Quando o relógio das doze casas se apagar o fogo da vida dela se apagará junto. – Foram suas ultimas palavras.

– Vistam suas armaduras. – Angel disse. – Sem ela somos todos traidores e teremos que lutar para passar.

– E quem a protegerá? – Shiryu perguntou.

– Eu cuidarei da senhorita Saori. – O mordomo disse. – A protegerei com a minha vida.

– Pedirei a uma amiga para vir ajudá-lo. – A morena disse. – Vamos logo precisamos chegar na casa de Áries.

Eles correram pelas escadas e encontraram Mu e Flay na entrada da casa.

– Não acredito que está sem a sua máscara? – Flay disse correndo para abraçar a amiga.

– Precisamos salvar Athena. – Angel explicou e foi interrompida.

– Não posso deixar que passem. – O cavaleiro disse.

– Qual parte da minha explicação você não entendeu. – Ela respondeu ficando irritada.

– Não é isso as armaduras deles estão mortas. – Mu explicou. – Eles morreram se passarem assim. – Ele disse e com um dedo destruiu o escudo de Dragão.

– Não posso atravessar as doze casas sozinha. – A morena comentou. – Pode fazer algo pelas armaduras, por favor.

– Posso sim, enquanto isso você precisa ensiná-los sobre o sétimo sentido. – Ele pediu.

– Flay você pode ir cuidar do corpo de Athena? – Libra perguntou.

– Sim minha líder. – Ela respondeu rindo. – Eu obedeço a você e a casa de Áries abre passagem para você.

– Bem enquanto ele concerta vou falar sobre o sétimo sentido. – A morena disse.

– Sétimo sentido? – Todos a questionaram confusos

– Os seres humanos possuem cinco sentidos, os cavaleiros possuem um sétimo sentido. – Ela explicou. – Um cavaleiro alcança seu verdadeiro potencial quando explode seu universo interno, atingindo o sétimo sentido e superando todos os limites humanos, podendo até mesmo mover-se à velocidade da luz. Vocês precisaram alcançar o sétimo sentido para atravessarmos as doze casas.

Eles conversaram durante uma hora até que as armaduras ficaram prontas. Todos viram a primeira chama apagar e com a promessa de que ia enviar Kiki para ajudar Flay eles correram para a próxima casa.

Na entrada dos portões de Touro Aldebaram os aguardava junto com Thatia.

– Vejo que passaram por Mu. – O homem disse. – Não será tão fácil passarem por mim.

– Angel tem passagem livre pela casa de Touro. – A amazona disse. – Não vou lutar contra uma irmã, mas deixarei os outros para você se divertir.

– Espere Aldebaram quero propor um trato. – Angel sugeriu. – Se eles alcançarem o sétimo sentido, eles passaram.

– Por mim ok. – Ele disse. – Tenho muito carinho por você para impedir a sua passagem, mas os outros não farão o mesmo.

...

O Mestre conversava com Amanda antes dela partir para sua batalha em Gêmeos.

– É imprescindível que você a mate– Ele disse. – Ela não pode saber que ficou conectada a minha mente depois que lutei contra ela.


Notas Finais


Obrigada e até o próximo capítulo


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...