História As amigas nada populares - Capítulo 11


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Black Pink, Magcon, Shawn Mendes
Personagens Aaron Carpenter, Cameron Dallas, Jennie, Jeon Jungkook (Jungkook), Jisoo, Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Lisa, Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais, Rosé, Shawn Mendes, Taylor Caniff
Visualizações 5
Palavras 2.629
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Bishoujo, Bishounen, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Festa, Ficção Adolescente, LGBT, Luta, Musical (Songfic), Romance e Novela, Saga, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Shoujo-Ai, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Pansexualidade, Sadomasoquismo, Suicídio, Transsexualidade, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 11 - Acampa part. 2


Fanfic / Fanfiction As amigas nada populares - Capítulo 11 - Acampa part. 2

~Gabriela~

- andem logo 

-ai calma Isa já estamos indo, espera só eu pegar minhas coisas - falei, com dificuldade de pegar minha mala, que não estava nada leve.

- aqui deixa que eu te ajudo - a pessoa falou pegando a mala de costas para mim, que consequentemente não dava para ver quem era.

- aahh, obri... - quando eu olhei quem era eu não podia acreditar. o Nanjoom estava na minha frente, eu não conseguia me mover, eu simplesmente paralisei. 

- er, obrigada professor vamos Gabs - Klaudia me puxou, indo para o unico quarto vazio que tinha. As meninas vieram atras de nos, com caras de confusas. acho que vou ter que realmente abrir o jogo com elas.

Chegamos no nosso alojamento, lá já se encontrava a Juliana e a Bia, que já estavam de saida, falando que iriam encontrar seu namorados. Mas resumindo ja tinhamos escolhidos nossas camas, e já arrumamos nossas coisas, mas todas as meninas menos a Klaudia, me olhavam querendo explicações, do que aconteceu com o Namjoon mais cedo.

- Tá, agora fala - isabela parou na minha frente de braços 

- Falar o que criatura ? - falei me fazendo de desentendida 

- Não se faz de desentendida - Sofia falou irritada, acho que hoje não era um bom dia pra ela.

- Conta logo, já ta na hora - é a klaudia esta certa eu tenho que contar

- Contar o que? O que vocês estão escondendo de nós ? - Duda falou tirando alguns  mangas da mala

- tá vou contar tudo, mas por favor me prometam que não vão falar nada, e nem fazer nada 

- tá a gente promete - as meninas falaram juntas. Então contei tudo o que aconteceu comigo e com o professor.

Depois de contar tudo, dava para ver na cara delas que elas não sabiam se surtavam ou se tentavam me matar por não ter falado antes ou se matava o Namjoon por tentar fazer isso 

- meu deus Gabi, você tinha que ter falado pra alguém sobre isso

- ah claro Sofia, ela chega pra pessoas e fala '' então eu e as minhas amigas invadimos a escola, e o Namjoon e eu nós pegamos e quase fizemos coisas indecentes.''

- Nossa Isa não precisava ser tão grossa

- Mas a Isa tá certa eu não podia contar para as pessoas, o que elas iriam fazer ou pensar.

- Não importa você deveria ter pelo menos falado pra gente, poxa somos suas amigas. - duda falou meio desapontada 

- eu sei que deveria ter falado pra vocês, mas poxa eu fiquei com medo, e o que vocês iriam pensar de mim 

- NÃO IRAMOS PENSAR NADA, SOMOS SUAS AMIGAS IRIAMOS TE APOIAR - Duda começou a gritar

- Duda se acalma - falei, e as meninas pareciam meio assustadas.

- Desculpa, me alterei um pouco

- você tem certeza que foi só um pouco - Isa falou sarcastica 

- gente vamos para de brincar. o que você vai fazer agora Gabi ? 

- Não sei Sofi, acho que deixar rolar e ver no que vai dar.

- ok, mas estamos sempre aqui com você.

- tá agora vamos nos divertir e esquecer isso, afinal estamos no acampamento, vamos nós divertir. Mas Gabi não suma da nossa vista.

saimos da cabana para almoçar, e logo depois poderiamos explorar por ai o lugar, ir nos divertir nas tirolesas, na piscina, na lagoa,entre outras coisas. Tinha muito o que se fazer lá.

- Então vamos fazer o que agora?

-sla, vamos dar uma volta por ai, soube que tem um jardim incrivel por aqui - a Sofi deu a ideia

- A não mo programa de gente velha. Podemos ir nadar no lago - Klaudia falou enquanto mexia em algo no celular

- eu topo - Isa falou animada

- por mim tanto faz - Duda deu de ombros

- Gabi ?

- quer saber eu vou, estou aqui para me divertir foda-se o passado

- essa é a minha menina, como eu sempre digo '' manda um pelo foda-se pra geral e vai curtir ''

- mas Klaudia você nunca falou isso - falei, o que era pura verdade

- foda-se, vamos logo se trocar para ir no lago

- gente não to afim de me molhar, vou dar uma volta no jardim mesmo.

- ok então, mas ve se não se perde que eu saiba lá é muito grande, e parece um labirinto.

- sim mamãe pode deixar. - Sofi falou andando.

fomos ao dormitorio, nos trocar, coloquei um biquini rosa florido, a Isa colocou um branco, Duda colocou um biquini colorido, e a Klaudia colocou um preto com branco.

 

~Sofia~

Fui andando até o jardim, que tenho que falar era lindo. Andei um pouco até achar um banco onde sentei, que tinha na frente um pequeno lago. era um otimo lugar para pensar, escrever algumas coisas sim, eu gosto de escrever poemas que na maioria das vezes poderiam se tornar letras de musicas, mas eu não acho que meus poemas/letras de musica, bons.

peguei meu mini caderno de poemas e letras de musica, e comecei a escrever enquanto pensava no que o João, meu melhor amigo, que eu tinha sentimentos, escondidos. Havia me pedido, mas o que eu posso fazer se meus sentimentos por ele não são correspondidos. A unica coisa que eu posso fazer é esquecer ele e escrever, por que escrever me acalma, o que eu acho meio estranho mas tudo bem né.

depois de ficar um tempo pensando em tudo que havia acontecido hoje, tando sobre o João quanto sobre a Gabi comecei a escrever, 

Eu odeio o seu sorriso
E seu jeito de falar
Eu odeio quando você me olha e dou risada sem pensar
Eu odeio quando você me chama para conversar
Eu odeio quando você vem, odeio mais ainda te esperar

Eu não sei o que fazer
Não tem ninguém aqui pra me impedir de te escrever
Outra canção pra me fazer entender
Que eu te odeio tanto porque gosto de você

(musica- Odeio = Manu Gavassi) 

estava escrevendo quando sinto mãos tamparem meus olhos, e eu o reconheci pelo seu cheiro que, conheço muito bem.

- Quem é !?- perguntei, mas já sabia a resposta.

- o cara mais lindo e gostoso desse mundo.

- mentira,  Ian Somerhalder é você ?!

- Então eu não sou lindo e gostoso- falou tirando as mãos dos meus olhos e sentando ao meu lado

- Você é bonitinho

- Bonitinho ?! 

- Ah, só falei a verdade João 

- tá tanto faz, mas o que você ta fazendo aqui sozinha ? Cade as meninas ?

- bom as meninas devem estar no lago se divertindo, e bom eu vim pra cá para pensar.

- Entendi, você tava pensando no que, posso saber ?

- Nada de mais, só pensando na vida, nas coisas que eu fiz, essas coisa

- Ata, pera que caderno é esse - antes de eu falar qualquer coisa, ele pegou o caderno das minhas mãos e começou a ler.

- Não é nada de mais, só umas coisas boabas que eu escrevo de vez em quando.

- coisas bobas, cara essas letras de musicas são otimas

- eu não acho, sla só escrevo por escrever o que vem na minha cabeça.

- vem cá - falou me fazendo ir para mas perto dele,  passando seu braço em volta pelo meu pescoço, encostando minha cabeça em seu ombro - posso ler o resto do seu caderno ?

- pode, falei com um pouco de receio, afinal, quase sempre que eu escrevia estava pensando na gente.

passamos um bom tempo juntos enquanto ele lia o meu caderno, e fazia caafune no meu cabelo. Como eu gostava disso, de ficar assim com ele. Pode parecer meio clichê, mas com ele, com seus braços me envolvendo, eu me sentia segura. ele me passava paz, segurança, calma e eu adorava isso, com ele até dias ruins se transformavam nos melhores dias da minha vida.

- princesa - eu adorava quando ele me chama pelo apelido - cara você é incrivel 

- Ata, com certeza - falei ironicamente 

- to falando serio, eu amei suas musicas, por que você nunca mostrou isso para mim. Poxa sou seu melhor amigo

- Eu não sei, é só uma coisa que eu faço para passar o tempo. Mas gostou de alguma em especial ?

- Sim essa aqui - me mostrou a musica, era uma das musicas que eu tinha escrito para ele.

Eu te vi passar
Em um olhar me apaixonar
Por um alguém que eu não sabia quem era
Espera, a história vai começar
Vou te encontrar e falar tudo que eu quero

Já era, você me tem
Não importa como é que vem
O sentimento que me prende a você
Imagino conversando contigo na beira da praia
O tempo passando

E mais, por mais

Que seja difícil de entender
E mais, por mais
Eu sei eu preciso te dizer

Passe o tempo
Eu vou te esperar
Na cabeça o momento eu posso imaginar
Eu vou jogar ao vento
Eu posso te trazer
Eu sei que aqui é o seu lugar
Sei que aqui é seu lugar

( musica - fly   te vi passar)

 

~Maria Eduarda~

depois de estarmos trocadas, fomos ao lago chagando la tinha uma menina ruiva de cabelos longos, e mas dois meninos um deles também era ruivo provavelmente o irmão dela, o outro menino era alto moreno de olhos pretos. com isso as três meninas ao meu lado só faltava pular neles, olhavam pros dois como pedaços de carne 

- querem um pano pra limpar a baba ?

- Que nada haver, não estou babando ok 

- ta bom isa vou fingir que eu acredito - falei estalando os dedos na cara das duas que pareciam estar em outro mundo - você vão ficar aqui admirando ou vamos lá

- É obvio que vamos lá né - Klaudia falou, apreçando os passos 

chegamos lá e a logo se apreçaram em tirar a roupa e ficar só de biquini, logo entrando na água, e nos quatro temos um gritinhos por conta da água fria. Chamando a atenção dos três que já estavam na água, que vieram até nos.

- oi - falou a menina ruiva - meu nome é Celeste, esse é o meu irmão Celso, e o nosso amigo Rômulo 

- Prazer, meu nome é Isabela , e essas são Duda, Klaudia e a Gabriela - falou apontando pra gente

- Então sem querer ser chata nem nada mas, vamos nos divertir né estamos aqui pra isso - Klaudia falou sem mais nem menos

- Ta pensando no que ? - Gabi falou 

- sla gente eu la vou saber, to asseitando ideias.

- que tal marco polo ? - eu e Gabi topamos 

- Serio isa, isso é chato. - Klaudia falou 

-mas vamos jogar isso, já que você não tem outra ideia do que fazer.

- Não tenho escolha né - negamos com a cabeça - então ta né querem jogar 

- nos ? - pergunto Rômulo 

- Não, não o papai noel , logico que são vocês 

- Klaudia sendo doce como limão 

- mas vocês me amam assim. vamos jogar logo.

E assim passamos a tarde, brincando, conversando, rindo até do nada. Foi incrivel,  por um tempo esquecemos os nossos problemas, principalmente o da Gabi. Eu realmente não sabia o que fazer ou o que pensar, por um lado eu entendo ela, mas por outro eu acho que ela deveria ter contado pra gente. Mas vamos evitar pensar nisso, já que não podemos fazer nada. Por que se falarmos algo nos poderia-mos ser expulsas, por ter invadido a escola anoite. 

 

~Gabriela~

Já tínhamos voltado do lago, estavamos nos arrumando para ir jantar. Todas estavam no dormitorio menos a Sofi, o que estava nos deixando preocupadas, por não ter dado noticias o dia inteiro.

- Vamos, Gabriela só falta você - falou Isa já impaciente, como sempre - a gente tem que ir mais cedo para procurar a Sofi

- podem ir indo na frente, encontro vocês daqui a pouco - falei escolhendo uma roupa, sim demoro um seculo pra me arrumar.

- ta podem ir meninas eu fico aqui com a Gabi 

- Não Klaudia, pode ir, eu posso me virar sozinha

- tem certeza, não tem nenhum problema eu ficar aqui com você 

-Klaudia, não sou mas criança posso ficar sozinha. Agora vaza 

- ta bom então, vamos meninas

estava quase pronta, só faltava fazer a make basica né, estava pegando as maquiagens quando escuto a porta abrindo achei que era a Sofi

- Sofi geral tá te procurando, onde você estava ? - Falei

ninguém respondeu o que achei estranho. Quando cinto uma mão, me viro rapidamente com o susto. Dando de cara com ele, meu corpo todo tremeu e gelei sem reação.

- Sabe baby, fiquei muito irritado por você ter me evitado essa semana, você merece um belo castigo. - ele fala me prendendo pelos pulsos

- Por favor Namjoon, me deixa em paz - falei com os olhos marejados 

- fala a verdade, admita que você me quer, que quer todas as partes do meu corpo.

- SOCORRO!! SOCOR... - ele tampou minha boca com a mão me impedindo de gritar.

- calada princesa, não negue o obvio.

- SOLTA ELA AGORA ! -escuto uma voz, logo olhando pra porta vendo, Celeste e seu irmão Celso, que logo partiu pra cima do professor.

- Ei calma ta tudo bem agora - Celeste me segura depois que Namjoon me solta - meu irmão vai levar o Namjoon pro pessoal do acampamento, você nunca mais vai ver ele, tá!?

- Tá - falei com a voz tremula

- vem, deita aqui - ela me levantou do chão me colocando na minha cama, colocando minha cabeça em seu colo, fazendo cafune em meu cabelo, e com o tempo adormeço.

 

~Sofia~

Acordo, percebendo que adormeci nos braços do João, no jardim. Sorri ao ver ele dormindo, lembrando da nossa tarde juntos nesse banco. Pera calma não fizemos nada de mais nem rolou beijo, chateada. pera, caralho só agora que eu percebi que escureceu, ferrou devem estar preocupados com a gente.

- am... er... João acorda, vai acorda João. - falei chacoalhando  ele mas nada - JOÃO ACORDA MENINO

- AI!! Caralho Sofia, você me assustou - falou colocando a mão no peito, me fazendo rir pelo susto que tomou.

- Desculpa, eu tava te chamando faz tempo,mas você não acordava.

- Tá bom, eita já escureceu

- pois é, vamos devem estar preocupados com a gente.

- hhhaaaa, vamos ficar mais um pouco aqui - falou manhoso fazendo biquinho

- Não, já ficamos tempo de mais aqui.

-ACHEI ELES !!! - Klaudia como sempre discreta 

- Finalmente, pera vocês estavam se comendo.

- O QUE !!!  a gente preocupada com vocês, e estão ai se comendo que feio podiam ter dado sinal de vida pelo menos

- Klaudia e Isabela, calem a boca. Nos estava-mos conversando e adormecemos, só isso. - falei sentindo minhas bochechas queimarem.

- Bom eu vou indo tá gente

- blz, falou João, só espero que tenham usado camisinha

- Da pra calar a boca Klaudia.

- Ta mas depois você vai me falar tudo o que aconteceu.

...

já tinhamos jantando, estavamos voltando pro dormitorio. Quando vimos a sena mais fofa do mundo a Gabi dormindo abraçada com uma outra menina que eu não sabia quem era.

- pelo jeito não foi só a Sofia que se divertiu hoje.

- Cala a boca Klaudia, vai dormir, vai. Nunca te pedi nada

- ai tá, boa noite gente.

 


Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...