1. Spirit Fanfics >
  2. As Aventuras de Boruto Uzumaki "UM triângulo Diferente" >
  3. Colapso ( Capítulos finais)

História As Aventuras de Boruto Uzumaki "UM triângulo Diferente" - Capítulo 12



Notas do Autor


Desde já agradecendo todos que estão lendo a fanfic.

Capítulo 12 - Colapso ( Capítulos finais)


 Dois anos depois.......


As coisas evoluíram e como posso dizer a todos que tenho duas namoradas. Sarada e Himaware são garotas incríveis das quais tenho muita sorte de tê-la ao meu lado, e me ajudaram a superar um momento difícil na minha vida, a morte de Mitsuki veio como uma bomba relógio do qual eu não estava preparado. Talvez eu pudesse ter feito alguma coisa. Mais a vida nem sempre é como esperamos que ela seja.

Lembro daqueles dias como se fossem ontem.....



Flashbacks dois anos antes


Dormi na casa de Mitsuki, em a experiência foi realmente boa, porém meu coração ainda o ama como meu melhor amigo, aquele a quem posso confiar guardar segredos.

-No que está pensando Boruto? Não precisa levar isso a sério. Foi a nossa despedida. _ Ele falou sério enquanto pegava o cigarro e levava a boca.

- Isso ainda vai te matar. _ Brinquei apontando para o cigarro que ele tragava calmamente.

- Não faz tanta diferença. _ Ele falou e eu quis perguntar o porque mais não queria invadir sua privacidade.

-Então vou tomar banho? E você providencia o jantar, tô cheio de fome. _ Falei já levantando. Com certa dificuldade, mais me sentia ótimo.

Mandei mensagem para Sarada e Himaware dizendo que pela manhã estaria em casa e conversariamos a respeito dos últimos acontecimentos.

.

.

.

Ele pediu pizza de cinco queijos e calabresa, minha favorita, e assistimos a um filme juntos. Era agradável a companhia dele ali.

-Mitsuki você disse que era nossa despedida. Você vai viajar novamente? _ tomei coragem e perguntei.

-É quase isso._ Ele falou passando as mãos nos cabelos demonstrando certo nervosismo. Porque será que eu fiquei mais preocupado agora?!

- Tem algo errado? _ perguntei novamente.

- Não tem nada errado Boruto. Tudo bem! Vamos apenas nos concentrar no hoje. No agora. _ Ele falou e eu o abracei. Sabia que tinha algo errado porém confiei nas palavras dele.

Eu poderia ter feito algo mais. Esse foi meu pensamento dois dias depois. E até hoje ainda não superei.

Fui para casa ao amanhecer, Mitsuki veio me deixar ele estava sorridente, entrei em casa me despedindo dele, até porque ele iria viajar e demoraria para nos vermos novamente. Ele acenou para mim e balbuciou algumas palavras que não entendi.

Subi as escadas lentamente e quando abro a porta do meu quarto Sarada e Himaware estão dormindo de conchinha, vou levemente até a cama e me enfio no meio das duas que se aninharam em mim, e assim dormi a manhã inteira com as mulheres da minha vida.

Senti uma mordida de leve no meu pescoço e sentir alguém chupar meus mamilos e ir descendo até chegar no meu membro, e abocanhar sem cerimônia.

-O que está acontecendo? _ Falei meio bêbado de sono.

- Não se preocupe one-cham e apenas um sonho. _ Ouvi a voz de Himaware. Sonho ou não aquilo realmente estava bom e então porque não aproveitar.

Pelos movimentos Sarada que estava me dando assistência nos países baixos, os seus movimentos com a língua eram sem dúvida os melhores que já tive, ela passava delicadamente por toda extensão da glande antes de sugar meu pênis de volta para a sua boca e o mover com uma velocidade fenomenal e eu só  ouvindo a discussão das duas.

Sarada disse que como namorada, tinha direito a sentir meu membro primeiro, e passou a fazer um delicioso boquete, enquanto Hima veio e após um selinho, me ofereceu seus melõezinhos para chupar...Sarada como sempre caprichava na chupada, e Hima abraçava minha cabeça, forçando minha boca na chupada de seus deliciosos seios... Como se cronometrassem tudo, minha morena montou, enfiou meu membro enrijecido e melado por sua bocetinha, e começou a galopar gostoso, enquanto Hima sentou e me ofereceu sua bocetinha melada para ser chupada... As cavalgadas de Sarada eu já conhecia, ela era uma amazona que me deixava louco... Por outro lado, como era pequeninha, firmei pelos braços as coxas de Hima, dando um banho de língua em seu clitóris, dedilhando sua bundinha, e por fim, enterrando minha língua em sua boceta, fazendo movimentos intensos... Não demorei para gozar na boceta inchada e carnuda de Sarada que se deliciava com meus movimentos finais dentro dela. Himaware uivava, gemia, xingava, e gozava alto, praticamente berrando que era a melhor chupada da vida dela... Enfim, orgasmo a três, simultâneo, sensacional...

Elas foram tomar banho, me deixando largado na cama... Quando retornaram e viram meu membro, resolveram inverter. Agora Hima, segurando meu cacete com sua mão pequenina, abocanhou meu pau, lambeu e mamou como se estivesse faminta, e Sarada tomou minha boca num beijo delicioso, me abraçando de um jeito que eu quase não conseguia me mover... Pouco antes de eu gozar novamente, minha preciosa irmã sentou em minha vara, mostrando como sua bocetinha era apertadinha, ao passo que Sarada me ofereceu sua boceta melada... Novamente um senhor orgasmo de todos os envolvidos, em que dessa vez, aquelas safadas tombaram ao meu lado. Porém  não  demorou muito e elas já estavam prontas para mais uma rodada.

Himaware por sua vez, me dava beijos calorosos , quando foi que ela aprendeu a usar a língua dessa forma? E que mordidas deliciosas? Parecia até que eu estava me redescobrindo com elas, e todo meu corpo estava sensível. Abri meus olhos e pude contemplar a visão.

-Perfeitas. _ Falei e elas sorriram.

- Como você deseja que façamos mestre? _ Sarada perguntou travessa.

Naquele dia eu nem podia imaginar o que enfrentaria a seguir. .......

Senti sarada se encaixar sobre meu corpo,uma perna de cada lado e Himaware sentou no meu rosto, seu cheiro era agradável comecei a fazer movimentos com minha língua chupando sua intimidade encharcada, enquanto eu via a cena érotica de Sarada e Himaware se beijando de maneira intensa, com direito a puxões de cabelo.

Aquilo me deixava excitado ao extremo. Senti Himaware se contorse e gemer de prazer, arcando violentamente, investi as posições colocando Sarada embaixo e Hima em cima dela, mordi os lábios contemplando aquelas bundas carnudos, mordi a bunda de Hima e penetrou sua boceta encharcada, vendo Sarada a beijando de maneira doce. 

Naquele dia o quarto foi invadido pelo forte cheiro do sexo e das nossas transgressões. Mais amar não  era  pecado, e eu amava as duas de  maneira avassaladora.

.

.

.

Acordei  no final da tarde sentindo uma dor no peito, era  estranho, como se fosse um presságio de que algo ruim estava para acontecer, fiquei incomodado com esta sensação  que  não  queria  desaparecer.

Recebi uma  mensagem de Mitsuki e mandei alguns áudios, ele estava novamente estranho, perguntei se podia  ir até ele, e se disse que não  estava no apartamento. Ficamos horas conversando e no final ele mandou uma mensagem que eu fiquei intrigado. 

Adeus Boruto. Você  sempre será o meu sol.

Mandei mais mensagens a ele mais ele não  respondeu mais.

Himaware entrou no quarto aflita também, ela tinha  recebido uma mensagem estranha  de Mitsuki e Sarada também. Ambas com Adeus no final. Meu peito apertou, e senti lágrimas escorrendo.

-Algo está  errado. _ Falei já colocando rapidamente roupas, as garotas me acompanharam, eu iria  ao apartamento dele , mesmo ele dizendo que não estava lá a sensação ruim aumentava e em meu íntimo eu tinha que  ir o mais rápido possível ao encontro dele.

.

.

.

.

Chegamos ao prédio,  a  chuva que antes estava fina, trasnformou-se em uma  chuva  intensa, as árvores balançavam ameaçando  cair, reunir toda coragem que tinha e entrei no prédio,  fui até o elevador ele estava em manutenção, deixei as meninas lá  e fui pelas escadas, pulando de dois em dois degraus, sentindo o ar rasgando meus pulmões, e quando parei em frente à porta do apartamento dele, senti um arrepio, puxei o ar para  recuperar o fôlego e o chamei... tinha  certeza que ele estava ali.

-Mitsuki por favor abra, preciso falar com você.  _ Falei em uma altura razoável.

- Eu sei que você  está aí!  Me fala o que  está acontecendo. Somos  amigos eu posso ajudar.  _ Falei já desesperado e sem esperar resposta eu me afastei até a porta da frente e corri indo com tudo em direção  a porta dele, na terceira tentativa ela foi abaixo e a visão  do que vi quando entrei me fez perder o ar , meus olhos saltaram, e a  dor que senti foi insuportável,  como se tivessem me  furando com lâminas afiadas e perfurando meu coração.  


Daquele dia em diante eu teria de reaprender a viver.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...