1. Spirit Fanfics >
  2. As aventuras de Kate Harper >
  3. Será o meu feliz para sempre?

História As aventuras de Kate Harper - Capítulo 84


Escrita por:


Capítulo 84 - Será o meu feliz para sempre?


Fanfic / Fanfiction As aventuras de Kate Harper - Capítulo 84 - Será o meu feliz para sempre?

ALGUMAS HORAS DEPOIS…

- KATHERINE – Allison grita

- Oi? – corri pro anda de cima                      

- Vem já tira isso daqui da sala – ela disse bravejando

- O que? – perguntei confusa

- Isso sua lerda – ela levantou o meu projeto de psicologia – se a âmbar pega alguns desses trecos pequenos e engulhe eu juro que te mato – fui com calma e peguei – para de deixa coisas assim for ai – avisou e saiu pra cozinha

Suspirei e fui pro quarto, o coloquei em cima da cama. Eu preciso fazer um escritório pra mim, sem condições. Voltei pra sala e âmbar dormia no chão com os lenções e travesseiros e sem tira seu pupito.

- Eu vou sair – All avisa

- Pra? – eu não sei porque eu pergunto se eu sei pra onde

- Alex – disse e saiu. Deitei do lado de âmbar e liguei a televisão, coloquei num filme qualquer e prestei atenção, a campainha toca no final do filme me fazendo levanta

- Oi pequena – num quedito eu ele voltou de viagem

- Jack – o abracei

- Também senti saudades – disse rindo – minha princesinha ta?

- Dormindo – disse e ele entrou

- Não mim diga – ele riu e sentou no sofá

- Como foi a viagem?

- Ótima – disse animado, ele mim contou tudo do que aconteceu

- Mama – uma voz rouca e fina fez presença

- Oi meu anjo – levantei e a peguei

- Dês de quando ela ta falando? – perguntou incrédulo

- Começou ontem – disse rindo leve – filha o titio veio te ver – disse e ela pediu colo dele

- Ela e sempre manhosa assim? – perguntou a pegando

- Pior que sim – rir – pode ficar com ela enquanto faço o leite cor de rosa? – ele riu

- Claro, tenho muito coisa pra conversa com ela – assenti e sai

Na cozinha eu coloquei a agua para ferve e escutei os risos da âmbar, peguei a mamadeira e a lavei. Depois de pronto eu voltou pra sala encontrando âmbar com um coelhinho enorme do lado. (foto de capa)

- Quando foi que esse coelho apareceu aqui? – perguntei espantada

- Eu comprei pra ela de presente – ele disse – já que eu não fui pro aniversário dela, eu comprei o que ela mais gosta – disse rindo

- Coelho?

- Não, pelúcia – assenti rindo – estamos decidindo o nome dele ne âmbar? – ela encarou o bixinho

- Cueio – ela disse rindo

- Jackson seu filha da mãe – uma diversão com esses dois – vem toma seu leite cor de rosa – avisei e ela levantou do chão, a peguei e ajeitei junto do coelho

- Que tal almoçarmos juntos? – Jack deu a ideia – igual a antigamente, só que agora com o biel e a âmbar – sorri

- Amei a ideia – falei sorrindo

- Vou liga pro pessoal – assenti e ele levantou

Depois de uns minutos âmbar terminou o mingau, a coloquei no chão brincando e eu fui pra cozinha. Ao chega vejo Jack sorrindo pro vento

- Deixa eu adivinha?! – ao fala ele coloca a mão no coração e fez cara de assustado – tem mulher no meio?!

- Também – disse rindo – ela é divertida, sabe conversa, é ótima cozinheira e além do mais, rir das minhas piadas – não aguentei e rir

- Achou a mulher perfeita, casar logo filho – disse lavando a mamadeira da âmbar

- Meu plano primeiro e fazer o pedido de namoro – assenti

- Super apoio, e dou super força – ele sorriu

- Eu posso convida-la para almoça com a gente? – pediu manhoso

- Pode meu bem – disse o fazendo sorri

Duas horas depois eu mim encontrava no carro com Jack e âmbar, agora pense na palhaçada que o carro se encontrava. Âmbar rindo de um lado, Jack rindo de outro e eu mim segurando pois estava dirigindo. Quando chegamos, Jack mim ajuda com a âmbar e eu reparo que viemos para um restaurante de massa italiana

Fizemos reserva em cima da hora, mas dei tudo certo, pegamos uma mesa grande pois vai vim o bonde completo, não demorou muito e o povo começou a chega.

- Oi pessoal – Sofhi foi a primeira a chega

- Oi meu anjo de olhos azuis – Jack a abraça

- Que saudade você fez lá em casa – ela disse se sentando – oi coisinha feia – ela se direcionou a âmbar

- Liga não filha, ela tem inveja de você – ela apenas riu

- Oi família – Beth entra com Victor – oi solzinho – beijo a cabeça da âmbar – seu filho de um puto que mim abandonou – ela abraça Jack

- Ela continua um amor de pessoa – ele diz rindo

- Oi Kate – Victor mim abraça – oi filho de cruz credo

- Vem cá, eu fiz tanta falta assim pra vocês mim tratarem como um amor – diz rindo

- Você nem imagina – Sofhi fala suspirando

- Am, am, am – olho pra trás e vejo um Gabriel loco para fala com a minha filha, ela deu um sorriso lindo ao ver ele

- Te acalma muleke – Noah o coloca sentando do lado dela – oi família

- Oi noah – falamos em uníssono

- Oi gente linda – veh como sempre animada – oi titia – beijei a testa da âmbar

- Cadê a bella? – veh pergunta sentando do meu lado

- Ainda não chegou – Sofhi disse

- Falando no diabo, olha quem chegou – bella entra com Luan

- Olha a advogada do diabo ai – disse e ela riu

- Posso fazer nada se ninguém resiste aos meus encantos – disse jogando o cabelo para trás – olha que voltou, achou o caminho de casa foi – ela cutucou Jack e em seguida o abraçou

- Eu estava ótimo longe de vocês – ele disse

- Então volta caralho – Sofhi disse, a algo de errado com ela hoje

- Não quero – fez birra

- Eai irmão – Luan o abraça

- Falta só o arrasa corações – disse rindo

- Então prepara o teu porque eu cheguei – ele aparece com Mary e Lívia no colo – oi família – ele cumprimentou e colocou Lívia na cadeirinha – oi vida – ele beijou a cabeça de âmbar, mas o que eu achei entranho e que ele sempre chama ela de MINHA vida, e hoje ele não falou – oi bibi

- Oi gente – uma Mary visivelmente agoniada sentou de frente para mim

Fizemos os pedidos, e eu como uma boa ‘’americana’’ pedi macarrão com queijo. Quando chegou conversamos diversos assuntos, rimos, contamos histórias do passado e muitas outras coisas.

- Kate posso ir pra sua casa depois daqui? – Mary pediu e eu assenti – meninas, ia ser bom vocês irem também – elas assentiram

- Pessoal, eu queria apresenta uma pessoa para vocês – Jack levanta chamando a atenção de todos – quero apresenta minha namorada – ao olha pra porta vejo uma mulher, loira oxigenada com silicones enormes e uma cara de nojenta – essa e a Sasha Mores

- Oi gente – sua voz e enjoativa – e um prazer conhece vocês – disse olhando diretamente pro Matt o comendo com os olhos

- Isso só pode ser brincadeira – Sofhi diz baixo mais eu escuto, ela levanta – licença – e sai

- Já volto – levanto também e a segui – Sofhia – a chamei vendo ela entra no banheiro – quer mim explica o que aconteceu?

- Nada Kate – diz se olhando no espelho

- Ei, eu sou sua amiga, confia em mim – disse tocando em sua mão que estava em cima da pia

- Tanta garota pra ele escolhe, e ele escolheu ela – disse mim encarando e eu percebi suas orbes azuis marejadas

- Ohhhh não anjo – agora eu mim toquei, ela gosta dele. A puxei e senti suas lagrimas caírem e molharem meu ombro, já que eu estava com um vestido de alça

- Eu não entendo Kate, eu sou natural, e ela é toda artificial. O que ele viu nela que não viu em mim? – ela limpava as lagrimas – será que eu sou tão insuficiente assim?

- Não anjo, você é linda. Se ele não enxerga isso, o problema está nele e não em você – expliquei

Fiquei um bom tempo conversando com ela, falei de experiências minhas e contei umas das meninas. A ajudei a limpa o rosto e ergue a cabeça, quando saímos do banheiro o pessoal nos olhou preocupados

- Está tudo bem Sofhi? – Jack pergunta

- Estar sim – sorriu – poxa vocês já pediram a sobremesa – ela resmungou – nem mim esperaram – disse brava

- Não seja por isso anjo, eu pedi o seu mousse favorito – Jack a avisa

- Frutas vermelhas? – seus olhos brilharam

- Sim anjo – ela sorriu e ficou corada

- Obrigada – agradeceu

- O que você ta comendo? – perguntei a âmbar que estava toda melada

- Pedi um mousse de morango pra ela – Matt mim fala – tinha algum problema?

- Não amor, obrigada – ele assentiu

- Então você que é a Kate?! – Sasha pergunta

- Sou sim – disse sem dá muita atenção

- Ouvi fala muito bem de você – sorri mínimo – psicóloga ne?

- Isso, esse ano já estou mim formando – disse

- Parabéns – disse – já sei pra quem corre – ela riu e eu sorri

- Poiser

- Não é por nada não, mas a Kate é ótima com que faz. Essa profissão e perfeita pra ela – Veh fala

- Deixa eu advinha?! Você e a Verônica, a estilista de moda – Sasha diz a encarando

- Sou sim, e vai por mim amor, ganho muito dinheiro – veh como sempre debochada

- Já conheceu a advogada do diabo? – perguntei e ela ergueu a sobrancelha

- Não

- Sou bella – ela diz do outro lado da mesa – mas conhecida como Isabella Albuquerque a advogada do diabo – diz se gabando – nunca perdi um caso querida

- Você já pegou todo tipo de caso? – perguntou encarando ela

- Já sim, dês de atropelamentos dolosos, à traficantes culposos – disse colocando uma colhe de bolo na boca – jamais perdi um julgamento

- Deixa eu vê se entendi – bella assentiu – então você liberta ladrões, estrupadores, assassinos – diz debochando

- E o meu trabalho, eu não faço de graça, ganho dinheiro com isso. E outra eu não tenho o direito de juga meu cliente, se ele fez ou não, eu tenho que o defende – disse seria – e o meu trabalho não se encaixa somente nisso, já libertei pessoas inocentes também

- Grandes coisas, a maioria foi bandido – disse e bella mim olhou pedindo calma. Encarei seus olhos e fiquei assim uns dois minutos – e você ruiva?! O que faz? – se direcionou a Mary – seu cabelo é natural?

- Faço administração, e sim, meu cabelo é natural – Mary revirou os olhos

- E você? – apontou para Beth – tem cara que faz coisas de nerd – ela riu

- Não querida, sou formada em artes plásticas, numa das melhores faculdades de Manhattan – Beth se gaba

- Nossa, meus parabéns – disse seria – nerd – ela riu e eu jurei mata essa mulher – você tem cara de que não faz nada – disse pra sofhi

- Muito pelo ao contrário – sofhi coloca os braços na mesa – esse ano eu mim formo em mecatrônica junto de Luan – sorriu orgulhosa – e você? E formada em quer? – sofhi a encarou

- Eu sou formada em ser milionária – ela joga os cabelos pro lado – sabe como é ne?! Herança de família – diz se gabando

- Oh lá gente, a piranha e formada em ser milionária – diz sofhi arrancado risadas nossa

- Amor você não vai fazer nada – ela olhou pro Jack

- Elas só estão brincando querida – ele disse

- Bom gente, o almoço foi maravilhoso, e sempre bom estar em família – levantei – mas eu tenho que ir pra casa – tirei da bolsa uma nota de cem dólares – pra ajuda na conta – entreguei a Jack

- Não precisa – ele disse

- Eu trabalho pra isso querido – disse alfinetando a queridinha dele – meninas espero vocês lá em casa – peguei âmbar – beijo na bunda linda de vocês – disse e sair

Já em casa, âmbar dormiu e eu a coloquei no quarto. Troquei de roupa colocando um conjunto moletom e fiquei na sala, não demorou e as meninas chegaram

- Estamos invadindo – Bella avisa e eu rir

- Como se a casa não fosse de vocês também – disse fechando a porta

- Meninas rápido, novidade – Mary avisa e todos sentamos – fui hoje de manha bem cedo no laboratório do meu amigo, peguei um fio de cabelo do Matt e dá Lívia daquele dia. Ele fez o exame e mim mandou mensagem quase ainda agora – disse rápido e dando uma pausa pra respira – o resultado nos já sabemos

- Então não é mesmo filha dele? – Beth pergunta chocada

- Não, ele disse se quiser eu posso busca o resultado em papel lá com ele – ela avisa – eu vou lá depois, quero esfrega na cara da Gabriela isso – senti meu coração doe pelo meu loirinho

- Amiga tudo bem? – Sofhi pergunta por eu esta em silencio

- Estar sim, só to preocupada com a reação dele – disse e suspirei – não quero ele sofrendo

- Mas eu preciso fazer isso cunhada – Mary diz – e pelo bem da minha família – eu concordei – to indo lá, quando eu chega em casa eu solto a bomba de uma vez – ela se levantou e se despediu

- O Mathew vai pira – Veh disse

- Ele tinha consciência – Bella fala

- Só não quero que ele sofra tanto – disse

- Ele vai amiga, ele se apegou a criança – Beth fala

- Temos que dá apoio a ele nesse momento – Sofhi diz e eu escuto âmbar chora

- Posso? – bella pergunta e eu assenti

- Agora e só espera a bomba explodi – Veh disse

Mim afundei no sofá, as meninas passaram a tarde comigo e eu amei ter a companhia delas. Hoje eu senti um ciclo da minha vida estava se fechando, e eu estou feliz.

Estou aberta para coisas novas, estou vivendo e aproveitando minha filha. Tudo tem seu tempo, tudo vai acontece devagar e no seu devido momento, eu estou em paz finalmente.

Será o meu feliz para sempre?



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...