História As aventuras de Thaemy - Capítulo 11


Escrita por:

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Amor, Aventura, Romance
Visualizações 4
Palavras 879
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Aventura, Ficção, Ficção Científica, Mistério, Romance e Novela

Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 11 - Festa a fantasia


O grupo do whatsapp do colegial estava agitado naquela manhã. O pessoal queria a confirmação dos colegas que iriam comparecer a festa. Thaemy ainda não tinha decidido, mas achou que deveria ir, afinal já tinha um bom tempo que não tinha se reunido com eles.

-  " podem contar comigo"  - Escreveu ela

- " Oba!! Até que fim vamos ver a nossa mascotinha" -  O Alan respondeu no whatsapp.

- "Amore! vou te enviar o convite com endereço e horário para o seu e-mail!  Estou ansiosa pela nossa reunião." - Escreveu a Jessyka

- "Ficarei esperando o e-mail,  a festa será amanhã? "- indagou a Thaemy 

- "Não, gatinha. A festa é hoje a noite"-  informou o Saulo

- Obrigada, Estarei lá com vcs. Um bj, saindo aqui" - despediu -se ela.

Thaemy pegou a toalha e seguiu para seu banho. Entrou na banheiro, relaxou e ficou imaginando o Jason alicom ela. Era estranho mas, naquele momento, sentia muita falta dele, queria sentir o aroma da sua pele e maciez dos seus cabelos. Estava ela apaixonada??

Ela saiu do banho e se preparou para aproveitar o dia com os pais e irmãos.  Ainda iria escolher a fantasia para a festa logo mais.

Chegara a hora de se arrumar, ela não levava jeito para fazer penteados e maquiagem então estava ali no salão de beleza para passar por esse processo.  Ela tinha escolhido a fantasia da Cleópatra. Queria impressionar. Sabia que iria.

A chegar no salão de eventos, Theamy foi recebi pelo Saulo.

- Uau, minha gatinha!! Como você está linda!! Há muito tempo que não te vejo. Venha aqui para te dá um abraço. 

Ela se aproximou dele, deixou-se ser envolvida naqueles abraço.  O Saulo era alto, forte, moreno e muito simpático. Tinha uma cicatriz no rosto que lhe dava um certo charme e esbanjava sedução. Ele tratava as pessoas de forma carinhosa, não tinha quem não gostasse dele.

- Como é bom te ver!! -  Thaemy sussurrou para ele.

Saulo pegou ela pelo braço e a levou para a área de dança, lá a turma toda já se concentrava. Tocava uma música animada, com jogos de luzes e fumaças. E naquele momento a festa começará para ela. 

A festa estava bem divertida, ela encontrou com varios colegas, conversava sobre os tempos bons. Jessyka e Alan haviam se juntado ao eles. Ali  eles bebiam, riam, contavam historias. Finalmente havia chegodo o momento da valsa. Saulo a convidou para dançar, ela aceitou.

A dança começou os casais tomaram a pistas, mas dava para ver que muitos dos colegas estavam apenas observando alguns deles dançarem. Saulo abraçava ela pela cintura e encostou seu rosto no dela.

- Minha gatinha, sonhei muito com esse momento. Faz muito tempo que queria te falar. Eu sou apaixonado por você. 

Thaemy ficou sem fôlego,  não sabia como agir naquele momento. Ela não estava namorando o Jason mas sentia como se estivesse.  E ali estava um homem lindo e interessante se declarando para ela. Antes que ela falasse algo, sentiu uma mão firme a pegando pelo braço e puxando -a.

- Agora é minha vez de dançar com ele. - um garota falou, lançando um olhar fulminante para ela.

- O que é isso Ângela? ? Cadê seus modos?? - Saulo a repreendeu

- Já te disse você é meu! - Ela resmungou 

Thaemy voltou a se juntar ao Alan e Jessyka. E eles explicaram que aquela fúria vivia atormentando o Saulo. A valsa acabara e os casais dispersaram. Ela foi ao banheiro, precisava aliviar a bexiga e retocar a maquiagem.

- Sua vagabunda! - ela ouvou uma voz logo atrás e uma mão falou a sua boca. O que se seguiu foi muito rápido.  Ela foi arremessada contra a parede, a cabeça machucou e ela sentiu o sangue escorrendo pela testa.

 -Por sua causa, ele não me quer, mas se você não existir não terá mais impecilhos para mim - aquela pessoa continuou a falar

Thaemy vou de relance que a pessoa estava com uma tesoura nas mãos e veio em direção a ela,  Ela teria que lutar não via o porque daquilo e a tamnha loucura de uma pessoa que ela nem conhecia. Ia entrar em luta corporal por sua vida. Ela olhou para frente e viu um caso de flores na bancada da pia, correu para lá e pegou-o . A jovem no banheiro correu para cima dela mirando a ponta da tesoura em seu pescoço,  Ela se desviou e rapidamente quebrou o caso na cabeça da sua agressora. Isso fez a jovem desmaiar. Thaemy tremia, mas mesmo assim começou a gritar. Pessoas correram para ver o que estava acontecendo. Thaemy queria sair dali o  rápido possível. Ela chorava e suas lágrimas misturavam com o sangue que estava no seu rosto.

- Venha comigo, você tem fazer um ocorrência.   -  Falou Jessyka

- Eu quero ir para casa.- Ela respondeu entre soluços. 

A Polícia chegou ao local, tomou os depoimentos e levou a garota sob custódia. Thaemy prometeu ir no dia seguinte prestar queixa. Naquele momento queria o cuidado da família. 

As pessoas começaram a deixar o local. Na porta da saída estava o Saulo.

- Me perdoe, eu não sabia que ia acontecer isso.  - Ele falou desviando o olhar. 

- Tudo bem, depois a gente fala sobre isso. Agora eu não tenho cabeça. - Thaemy respondeu entrando no carro e partindo dali.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...