1. Spirit Fanfics >
  2. As Barreiras do Amor(YeonBin) >
  3. Talvez amigos

História As Barreiras do Amor(YeonBin) - Capítulo 5


Escrita por:


Notas do Autor


sim, eu achei essa live linda e esse moment de YeonBin muito lindo, não me julguem.

O que está entre esse símbolo: **
São os pensamentos deles.

Capítulo 5 - Talvez amigos


Fanfic / Fanfiction As Barreiras do Amor(YeonBin) - Capítulo 5 - Talvez amigos

Já tem um tempo que Tae e Yeon dormiram, Tae parecia um gatinho, e Yeon...sei lá, ele só era bonito. Yeonjun era uma pessoa bem legal e bem divertida, eu gostava de estar com ele, só que ele parecia se incomodar um pouco então mantive distância.

Yeonjun se levantou e sentou no sofá, estava com o cabelo bagunçado e com os olhos pequenos, bem sonolento.

Soobinnie - Ele me chamou assim pela primeira vez, mas sabia que era maior que eu, por uns meses.

Oi, o que foi? - Olhei para a TV. 

Ele não me respondeu, mas chegou perto de mim e deitou a cabeça no meu colo. Eu não reagi no começo, só fiz carinho nele por uns minutos, e acabei dormindo.

[...]

Yeonjun on

Tinha acabado de acordar de um sono profundo, estava deitado no colo do Soobin, eu nem lembro como cheguei aqui, e olha que eu não bebi nada. Me levantei de fininho e peguei meu celular olhando o relógio, não conseguia focar muito bem, ainda estava com sono, e tinha esquecido completamente da aula, sim, estávamos atrasados, e não era como se estivessemos cinco minutos atrasados, ESTAVAMOS 3 HORAS ATRASADOS.

Eu quase surtei, Soobin e Taehy dormiam como bebês, fiquei com dó de acordar eles, e deixei eles dormindo, já que tínhamos perdido a aula.

Tentei voltar a dormir junto com os meninos, mas o susto que levei quando vi o horário foi tão grande, que não consegui nem fechar os olhos muito bem, então fiquei assistindo TV, até os garotos acordarem.

Soobin on

Acordei calmamentecom um sorriso no rosto, a primeira visão que eu tive quando abri os olhos, foi a de Yeonjun com os cabelos bagunçados e os olhos quase fechados assistindo a um desenho animado que Tae também curtia, e eu me perguntei "como ele tem 20 anos?". 

Ele se virou ou para mim e disse preocupado. 

- Perdemos o dia de aula. - suspirou baixo e fechou os olhos. 

Eu sorri tentando parecer calmo.

- Tudo bem, é só uma vez

- Como iremos explicar o que aconteceu na escola amanhã?

- Vou pensar em algo, não se preocupe. 

- Ah...

Ele abriu os olhos e me olhou sorrindo sem graça. 

- Então o que vamos fazer o dia inteiro?

- Podemos jogar alguma coisa, ou...simplesmente conversar.

- Isso é entediante! - Resmungou.

- Então fique dormindo, eu em!

Dei um tapa no ombro dele, nem foi tão forte mas ele soltou um gemido de dor bem baixo.

*Para Soobin, para para.*

- Você ficou manhosinho, assim, do nada? - Sorri e fiz carinho onde tinha batido.

- An?! manhosinho?

Eu ri baixinho e ele ficou me encarando com uma carinha de desconforto, com um sorrisinho desajeitado. 

Ficamos conversando sobre coisas mega aleatórias, até que ele começou a ser um pitico chato.

- Soobin, vamos brincar de pedra, papel e tesoura?

- Eu tenho cara de brinco de brincadeiras infantis por acaso? - Confesso que fui meio arrogante. 

Yeonjun me imitou e eu fiquei com um pouquinho de raiva. Eu dei um tapa nele, dessa vez bem forte. Os olhinhos dele se encheram de lágrimas e eu podia me espancar nesse momento. 

- Meu Deus, me desculpe! - Tentei abraçar o Yeon mas ele se afastou de mim. 

Caiu uma lágrima do olho dele e ele se afastou ainda mais, se sentando do lado do Tae e abraçando ele.

Eu cheguei perto dele e abraçei a sua cintura, mas ele escondeu o rosto no corpo de Tae e apertou o abraço. 

- Olha...

- Não! sai de perto de mim! - Ele nem deixou eu terminar de falar.

- Me desculpa! - eu disse em tom alto, e não tive resposta nenhuma.

Yeonjun on

Porquê ele?? eu pensei que fossemos amigos, pensei que talvez ele não fosse tão ignorante, mas eu errei, errei de verdade, ele não pensou se iria me machucar, ele só me bateu, e eu não queria desgrudar do Tae, e acabei dormindo com ele.

[...]

Acordei vendo o Soobin jogar no celular, e o Tae assistindo TV, fazendo carinho em mim.

- Acordou é? - Soobin perguntou sem tirar os olhos do celular.

- Não, ainda estou dormindo. - Revirei os olhos e ele se aproximou apagando a tela do celular. 

- Te fiz algo pra ser ignorante comigo? - Ele só podia estar ironizando.

Eu apenas olhei para o meu braço e ele soltou um risinho.

- Tá bravo por causa disso?

- Ainda dói - fiz um bico

- Fica assim não neném, já já passa. - ele riu.

Ele tava debochando ou era desgraçado assim mesmo? ele me bate e depois ri da minha cara, o que eu fiz pra merecer isso?

Aquela casa tava' um tédio, eu e o Taehy não paravamos de assistir desenhos, agora eu sei por que algumas pessoas preferem ficar na escola do que faltar.

Soobin resolveu assistir TV conosco e se sentou junto comigo me agarrando.

- Me solta, vai.

- Me desculpa primeiro, ai eu te solto.

- Não estou bravo com você - sim, eu estava.

- Então tá - Ele me soltou, ah, ele podia me agarrar mais um pouquinho, mas tudo bem. Me ajeitei no sofá e ele encostou a cabeça no meu ombro, mas dessa vez eu não fiz nada, pra não me arrepender depois.

[...]

Nós comemos o bolo que Taehy fez, estava péssimo, mas ele adorou, então Soobin e eu fomos na onda.

Ficamos duas horas assistindo "As Meninas Super Poderosas", e...uau, que desenho maravilhoso.

- Você gosta do Soobin? - Tae perguntou e eu gelei, Soobin estava ouvindo tudo, e me encarando. 

- O que?! não, não! - Sorri nervoso, era evidente. 

- Se você realmente não gostar dele  não vai se importar de o beijar na bochecha, né'? - Eu fiquei bem vermelho, eu sabia disso.

- H-hm...?

- Para Tae, ele não pode gostar de mim, ele não pode ser tão iludido de pensar que eu gosto dele - Eu não acreditei quando ouvi isso, mas não deixava de ser verdade, eu acho.

- É...é isso Taehy.

- Então vai lá. 

Eu me levantei e andei em direção a cozinha cabisbaixo. 

- Eu não vou beijar ele Taehyun. 

Taehy arregalou os olhos, talvez nunca tivesse ouvido eu chamar ele pelo nome, não depois que pegamos intimidade.

Soobin me seguiu por todo o caminho até a cozinha, enquanto Taehy raciocinava o que tinha acabado de acontecer. 

- Então você gosta de mim, né? - Soobin encostou  na geladeira.

- Quer que eu seja sincero?

- Ok, agora eu fiquei com medo, mas...seja sincero comigo.

- Ok - Suspirei - Eu não sei se gosto de você, eu não sei o que eu sinto,e por favor, não fale mais sobre isso. 

Saí de volta para a sala e ele veio atrás. Me sentei encolhido no sofá e fiquei vendo olhares de Soobin e  Taehy direcionados a mim, mas fingi não me importar. 

[...] 



Notas Finais


haha, será que ele não sabe mesmo?
deixem comentários por favor, até amanhã 💖


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...