1. Spirit Fanfics >
  2. As Barreiras do Amor(YeonBin) >
  3. "O intervalo do plano"

História As Barreiras do Amor(YeonBin) - Capítulo 6


Escrita por:


Notas do Autor


sim, esse capítulo saiu mega tarde, mas hoje o dia foi bem corrido me desculpem.

Capítulo 6 - "O intervalo do plano"


[...]

Então você gosta de mim, né? - Soobin encostou  na geladeira.

Quer que eu seja sincero?

- Ok, agora eu fiquei com medo, mas...seja sincero comigo.

- Ok - Suspirei - Eu não sei se gosto de você, eu não sei o que eu sinto,e por favor, não fale mais sobre isso. 

Saí de volta para a sala e ele veio atrás. Me sentei encolhido no sofá e fiquei vendo olhares de Soobin e  Taehy direcionados a mim, mas fingi não me importar. 

[...] 

Yeonjun on

- Taehy... - falei baixinho, e fiz isso na primeira oportunidade que tive, foi quando Soobin saiu da sala pra ir tomar banho. 

- Oi? - Ele me olhou sorrindo e fez meu coração palpitar com força, bem forte.

- É possível alguém gostar de uma pessoa que é implicante, idiota, agressivo e irritante? - Exagero? claro que não!

Taehy soltou um risinho e balançou a cabeça. 

- Está falando sobre...você e o Soobin Hyung, não é?

E o que eu falei? Nada! Eu fiquei calado esperando a pergunta se responder sozinha. Não ia mentir pro Taehy, então fiquei quietinho, afinal, ele não estava 100% errado. 

[...]

Outro dia(porquê né)

Soobin on

O clima estava estranho dentro da sala de aula, Yeon não falava comigo, e ele costumava ser bem tagarela, e não pensativo, que é como ele está nesse momento. Resolvi não falar com ele, se ele pode ser orgulhoso...porquê eu também não posso?

E assim foi, por toda a aula, sem ninguém pra falar comigo e Yeonjun na mesma. Na verdade isso não durou muito tempo, logo que o intervalo começou uma garota de cabelos longos e escuros se aproximou de mim, percebi que Yeonjun me olhava, então só de pirraça falei com a garota em um tom que fosse suficiente para Yeon ouvir. 

- Oi! Soobin né? - Ela estendeu a mão e eu logo a cumprimentei.

- Oi! E...você é a...? - Perguntei o nome dela com um sorriso nada discreto. 

- Monbyeol, mas me chame só de Yeol! - Ela foi simpática, e eu pedi para que ela se sentasse ao meu lado, Yeonjun ainda nos encarava sério, e eu não parava de sorrir.

Abraçei Yeol de lado, um abraço apertado, tipo aqueles abraços super apaixonados dos doramas. Mas nesse caso, não foi paixão não, foi só pra chamar a atenção de Yeonjun mesmo, porquê sinceramente, achei essa tal se Monbyeol muito assanhada, se jogando em cima de mim toda hora, parecia que quando isso acabasse, eu daria dinheiro pra ela. E pra completar, ainda troquei meu número de telefone com Yeol, me senti estranho, porém não podia deixar de irritar o Yeon...só um pouquinho.

[...]

Bom...agora parando pra pensar, foi um "pouquinho" meio importante, Yeonjun mal olhou pra mim o resto da aula, ficou escrevendo o >>tempo todo<< sem   brincadeira, como alguém consegue esvrever tanto assim? qualquer pergunta que eu fazia pro Yeonjun, era respondida com "sim" ou "não", apenas. Se eu contasse algo pra ele ele me respondia com um "Ah..." ou "Nossa."       Mas com os outros alunos ele se deu super bem, será que Yeonjun tem ciúmes de mim? bom, ele já me disse que talvez sinta algo por mim, então...

Yeonjun on

Eu não estava suportando olhar na cara de Choi Soobin, evitei ao máximo contato visual, então decidi revidar...Soobin não gostava de mim, mas...ah, quer saber? eu vou jogar esse rostinho egoísta e esse deboche no lixo.

Precisava de alguém para realizar o meu "plano", o Taehy nem pensar, o Kai era muito inocente, mas o Beom...ah, ele me pareceu perfeito.

- Beomgyu! - Gritei o nome dele mesmo nós estando próximos. 

- O que foi, teve briga? - Ele pergunta sério. 

- Que? você pergunta isso pra todo mundo? 

- Não, mas e aí, o que tanto você quer falar? - perguntou "desinteressado", mas assim que eu falei do plano de provocação de ciúmes em alguém, ele se animou. - E quem seria...'alguém'?

Eu não ia falar "Ah, eu quero provocar o Soobin por que senti ciúmes dele e nem sei se gosto mesmo dele, olha só que legal." então eu disse que era anónimo, Beom quase me matou, mas é isso aí. 

10 minutos depois

Como é que o Beomgyu achou alguém pra "atuar" comigo??? E como foi tão rápido?! 

O nome dele é Lee Seunghyun, um gato, é sério, muito lindo mesmo, seria perfeito.

[...] 

Tive que aguentar ainda mais aulas sem falar com o Soobinnie, mas estou aqui, pra contar história. 

Esse era "o intervalo do plano", foi como Beom apelidou. Estavamos todos prontos, então começamos a atuar. Eu vi Soobin no banco e caminhei até lá, me sentando do lado dele. 

- Olha, nós precisamos... - Comecei a falar, essa era a parte em que Seung aparecia, e assim ele fez, exatamente como combinamos. 

- Olá Hyung!

- Ah, oi! - Fingi demência, óbvio. 

- Hyung, preciso te dizer uma coisa muito importante, mas...você prefere que seja aqui? perto...do seu amigo? - Ele se saiu muito bem, muito mesmo.

- Tudo bem, binnie pode ouvur o que tem a dizer - estava tudo indo bem, até que Seung resolveu ser mais realista, eu não reclamei, ficou uma ótima cena, ele se sentou do meu lado e passou seu braço por trás de mim colocando sua mão no meu ombro que estava virado para Soobin, que estava com uma expressão neutra até agora, mas que depois dessa ceninha, ficou vermelho, MUITO...vermelho. 

- Hyung... - Seung abaixou um pouco a voz, mais um pouquinho e eu me apaixonava de verdade. 

- Ok, o que é isso aqui Yeonjun?! - Soobin finalmente estendeu seus atos silenciosos e se pronunciou. 

- Hyung...você me disse que não tinha namorado... - Seung fez uma expressão decepcionada, como treinamos.

-  E não tenho, o que deu em você Soobin?

- Não, por quê se for uma brincadeira, pode parar por aqui, tá me ouvindo? - Eu não fazia ideia do porquê de ele ter feito isso, mas eu gostei...muito.

- Ninguém está brincando. - Disse isso tão sério, que acreditei na minha própria mentira - Ele gosta de mim, e você não pode fazer nada, não sente o mesmo que eu sinto. Já que não posso ser correspondido...não vou me prender em você. - Senti que fui muito bem, quase levantei pra bater palmas pra mim mesmo.

- Yeonjun...eu... - Soobin não terminou de falar, e me deixou super agonoado, ele só saiu correndo com os olhos grudados em Seung, que me puxou e me levou até onde os garotos estavam, bem naturalmente, por sinal. Quando chegamos lá eu quase surtei, tinha mesmo dado certo. Mas...estava preocupado com o Binnie, ele não era de engolir as palavras, e nem de cortar frases no meio.

Na sala de aula ele ficava de cabeça baixa, estava muito preocupado, e então fui falar com ele.

- Soobinnie... - Disse baixinho perto do ouvido dele.

- Hm? - Me parecia um tom choroso, uma voz mais grave e abafada.

- Soobin olha pra mim! - Ele esrava chorando, e eu não sei porquê, então perguntei o que qualquer pessoa normal perguntaria. - Soobinnie...o que houve?

- Yeon...eu gosto de um garoto, sabe? Mas ele não sabe, e eu não sei se vou ter coragem de falar com ele, por quê...ele já namora um menino muito mais bonito do que eu. - Deus! ele não parava de chorar! assim iria chorar também. 

- Quem é esse menino Soobin? - Segurei as mãos dele e o olhei nos olhos. 

- O Seunghyun...

- Mas você deve ser mais bonito do que o namorado dele, com certeza.

- Não Yeon...o Seunghyun é o namorado do garoto que eu gosto. 

A essa altura do campeonato eu já não entendia mais nada do que ele falava, se o Seung estivesse namorando, ia ferrar todo o plano...

[...]


Notas Finais


ok, eu me animei
muito nesse capítulo aa.
deixem o feedback e desculpa os erros ortográficos ❤❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...