1. Spirit Fanfics >
  2. As Cabeleiras de Berenice >
  3. Fui tapeado!

História As Cabeleiras de Berenice - Capítulo 4


Escrita por:


Capítulo 4 - Fui tapeado!


A noite rolava tranquila e animada, era sexta a noite e no dia seguinte ninguém iria trabalhar mesmo, então não tinham pressa de nada. O restaurante italiano para onde ligaram não estavam servindo pizza naquele dia, mas ofereceram uma opção de massas irresistível de recusar que beberam junto de um vinho maravilhoso. Podia-se ouvir as risadas ao longe, animadas, mas ninguém ali se importava se estavam ou não incomodando alguém, que no caso, seriam apenas os vizinhos.

 

- De verde? Sério?- ria enquanto ouvia o desespero do jovem dentista.

 

- Sim, sério. Já pintei o cabelo umas duas vezes por causa daquelas garotas. Juro que não sei como elas me acham, e não param de falar do meu cabelo. Sabia que até página em rede social já fizeram? Precisei acionar advogado e tudo. – quanto mais falava mais causava risada no homem que estava de quarentena ali consigo.

 

- Às vezes as pessoas fazem umas coisas muito loucas – ria e falou até que algo o fez lembrar que ele estava ali por bancar o stalker, e que não era muito diferente daquelas garotas. Certamente se o jovem loiro descobrisse nem iria querer saber dele.

 

- O que houve? – estranhou que de repente o homem mais velho havia parado de rir e ficado com um olhar arregalado, como se estivesse espantado com algo.

 

- Nada! – balançou a cabeça e voltou a olhar para Isaak – lembrei de você falando que esteve no casamento do meu irmão, mas juro que não tinha te visto.

 

- Eu cheguei bem tarde, já te falei isso. – sorriu, servindo mais vinho nas duas taças.

 

- Sim, mas eu achei que me lembraria. Tenho uma memória muito boa – respondeu levando a taça aos lábios.

 

- É que foi tarde mesmo, quase não chego, e nessa altura você já estava bem bêbado – levou instantaneamente a mão à boca. Estava tão distraído colocando a garrafa de lado que acabou falando demais.

 

- Como é? Você me conhecia?

 

Tudo foi por água abaixo.

 

Muito envergonhado e com o rosto bastante vermelho, o jovem dentista se voltou pro homem a sua frente e acabou revelando tudo.

 

- Eu desde o casamento que falava com meu primo sobre você, mas ele dizia que você era muito difícil de aproximar pra falar de mim. Tentei algumas aproximações, mas nenhuma deu certo, até que ele me ligou dizendo que você precisava de um dentista e havia me indicado. Enfim minha chance. Achei que semana que vem criaria coragem pra falar algo com você, mas bem... Estamos aqui...

 

Realmente Kanon se lembrava de algumas tentativas do cunhado de aproximar, mas sempre acontecia algo e desistia em cima da hora.

 

- Eu sempre quis uma chance com você, mas nunca tive a oportunidade. Quando vi o Ajax te atacando, não pensei duas vezes. – fez uma pausa e refletiu o que havia acabado de falar e logo se corrigiu – Não que eu não prestaria socorro a outra pessoa, óbvio que sim, mas não a chamaria pra comer uma pizza... – terminou abaixando o rosto e falando pra dentro. Já não sabia onde enfiar a cara de tanta vergonha. – Por favor, não pense mal de mim, nem que sou um oportunista barat...

 

Taça no chão, vinho derramado e lábios selados com lábios. Kanon sabia naquela história quem estava errado era ele e não Isaak, e que naquele momento se o rapaz descobrisse como tudo começou há algumas semanas, provavelmente aquela pequena oportunidade seria a última. E não a perderia nem que fosse a última coisa a fazer em vida.

 

- Eu também estava desesperado pensando no que poderia fazer semana que vem pra manter contato com você – disse se afastando o suficiente apenas para falar, arrancando um sorriso animado de sua companhia.

 

- Então acho que podemos adiantar nossos planos em uma semana, pelo menos – falou o jovem dentista, mordiscando os lábios em um discreto e sinuoso convite.

 

- Pode ser – sorriu Kanon, tomando novamente os lábios do jovem para si em um beijo mais intenso, que prometia bem mais.

 

Depois ele tiraria aquela história a limpo com o cunhado.

 

E contaria a verdade para Isaak em outro momento.

 

Por hora, só iria aproveitar a chance que enfim se fez real.

 

 

 

~FIM~



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...