1. Spirit Fanfics >
  2. ."As cegas" - NoRen >
  3. Ponta do pés

História ."As cegas" - NoRen - Capítulo 1


Escrita por:


Capítulo 1 - Ponta do pés


─ Por que eu aceitei isso mesmo? ─ Renjun perguntou resmungando, Donghyuck apenas suspirou após terminar de arrumar o cabelo do chinês. 

 

─ Por que você não beija na boca a dois anos e já deve ter teia de aranha em outras partes do seu corpo. ─ Respondeu simples, recebendo um tapa do Huang. ─ Eu te arrumo um encontro com um cara perfeito e você me agradece assim? Você não merece eu e Mark, Huang. ─ Fez uma voz de drama, Renjun apenas revirou os olhos antes de se olhar no espelho. Estava apresentável. 

 

─ Da última vez que eu sai com uma pessoa que você disse ser perfeito, eu fiquei a noite toda ouvindo sobre jogos! 

 

─ Mas Jeno é legal, é só você dar um jeitinho de conquistar ele. ─ Fez um bico antes de continuar. ─ Vai Jun! Eu e Mark praticamente entrevistamos todos nossos amigos solteiros, ele é o cara, entendeu? ─ E novamente o chinês revirou os olhos. ─ Vai! Você precisa namorar 'pra perder esse mau humor constante, isso é falta de sexo. ─ Se arrependeu de ter dito aquilo ao que o mais velho começou a o estapear. 

 

─ Eu vou, seu chato, já 'to pronto mesmo. 

 

─ Assim que se fala! 

 

❲“...❀

 

─ Ele é agressivo?! ─ Jeno perguntou assustado para o canadense. 

 

─ Renjun é um amorzinho de pessoa, só que se irrita fácil, ai fico difícil aguentar. ─ Segurou nos ombros do Lee mais novo antes de prosseguir. ─ Você aguenta! 

 

─ Ele é bonito? ─ Mark assentiu. ─ Por que não posso ver uma foto? 

 

─ Porque a graça é só saber quem é quando chega lá. ─ Disse óbvio. 

 

─ Se eu passar a noite com um cara chato, eu faço da sua vida um inferno. ─ Avisou, Mark apenas riu. 

 

─ Relaxa, se ser errado, você ao menos vai ter beijado na boca, eu espero. ─ Pegou o celular ao ouvir uma notificação, vendo que Donghyuck tinha dito que estava tudo pronto. ─ Vamos? 

 

─ Aham, só me diz algo que só ele tenha para que eu possa saber? 

 

─ Ele tem uma manchinha na mão. ─ Pensou mais um pouco. ─ E cabelo rosa. 

 

─ Isso é raro de se ver. ─ Os dois concordaram. 

 

❲“...❀

 

Já dentro da cafeteria, Renjun estava com o rosto apoiado no braço enquanto olhava em volta. Jeno não estava atrasado, mas fazia tempos desde que o chinês ia em um encontro, isso deixava ele nervoso. 

 

Arrumou a própria postura ao ver um homem entrar no local, tentava se lembrar da descrição de Donghyuck. Como iria enxergar se o homem tinha um pintinha perto do olho se estava longe e seu óculos já não estavam funcionando muito bem? 

 

Apenas ignorou isso ao ver ele se aproximar um pouco, sorrindo mínimo para o chinês. Agora conseguia ver a pintinha, e que Donghyuck não estava mentindo quando disse que ele era bonito. 

 

─ Huang Renjun? ─ Assentiu quando a pergunta foi feita para si, vendo o rapaz se sentar. 

 

─ Lee Jeno? ─ Perguntou só para confirmar, recebendo uma resposta positiva. 

 

Ambos ficaram em silêncio por um tempo, mas não desconfortável, apenas estavam admirando um ao outro, talvez julgando para tirar satisfações com os amigos depois. 

 

─ Acho que Mark não estava mentindo quando disse que você era bonito. ─ Renjun corou minimamente, desviando os olhos do Lee quando ele começou a sorrir. ─ E fofo. 

 

─ Mark disse que eu sou fofo? ─ Perguntou assustado, onde já se viu uma coisa dessas. 

 

─ Essa conclusão eu tirei por mim mesmo. ─ Sorriu, fazendo seus olhinhos se fechar, Renjun ficou encantado com a cena. 

 

─ Seu sorriso é fofo. ─ Os dois riram, estavam parecendo dois adolescentes. ─ Ok, isso é estranho. 

 

─ O que, eu? 

 

─ Não, você é... Bonitinho. ─ Disse tímido, fazendo Jeno rir. ─ Estranho é o fato do Hyuck e do Mark terem feito algo certo, estava esperando um cara chato que falasse sobre assuntos chatos. 

 

─ Foi o primeiro encontro que eles me arrumaram, então estava esperando um chinês, baixinho, estressado com cabelo rosa. ─ O mais velho fez uma cara de ofendido. 

 

─ Primeiro, me lembre de ter uma conversinha com Minhyung depois, segundo... Eu não sou baixinho. ─ Disse tudo com um ar divertido, fazendo Jeno rir novamente. Ele ria demais, mas Renjun tinha gostado daquela risada. 

 

─ Você é baixinho, isso é fofo. 

 

─ Me da um motivo para ser fofo. ─ Cruzou os braços, apoiando ambos na mesa. Jeno fez o mesmo antes de responder. 

 

─ Ficar na ponta dos pés para beijar alguém mais alto? ─ Sorriu quando Renjun voltou a se escorar na cadeira, olhando para todos os lugares, menos para o Lee. ─ Quer pedir algo? ─ Mudou o assunto ao ver que o chinês não iria responder. 

 

─ Acho melhor, certo? ─ Abriu o cardápio, colocando ele em frente a seu rosto vermelho, fazendo Jeno rir, achando fofa a cena. ─ Escolha seu pedido, Lee. 

 

─ Sim senhor. ─ Renjun levantou um pouco o rosto, mas voltou a esconde-lo ao ver que Jeno ainda olhava para si. 

 

❲“...❀

 

Nós estavam a praticamente um hora ali, falaram sobre muitas coisas, eu já havia perdido a vergonha, tanto que rolaram alguns flertes um poucos discretos vindo de minha parte, diferente de Jeno que não se importava em ser o mais aberto o possível, só para me ver corar. 

 

Em meio a uma conversa sobre algumas coisas da adolescência de ambos ─ não sabiam quando chegaram naquele assunto ─ a garçonete chegou com um copo de milkshake de morango, com dois canudinhos, um de cada lado. Os dois se encararam confusos, não tinham pedido isso. 

 

─ Não pedimos isso. ─ Jeno disse para a mulher, essa que sorriu simples. 

 

─ Um homem, de cabelos roxos havia pedido para entregar caso vocês passassem mais de meia hora aqui. ─ Jeno e Renjun riram, desacreditados. ─ Querem que eu leve de volta? ─ Jeno segurou a taça, dizendo que ela já poderia ir. 

 

─ Acho que o Hyuck quer mesmo que a gente fique juntos. ─ Ele brincou, eu apenas concordei antes de cada um tomar um pouco do milkshake. ─ Posso te fazer uma pergunta? ─ Balancei minha cabeça de uma forma positiva. ─ Por que seu cabelo é rosa? 

 

─ Acabei caindo em uma lata de tinta durante o caminho, quem nunca? ─ Ele riu, eu apenas sorri enquanto mexia no canudinho. ─ Mas falando sério, não acho que tenha um motivo, eu só queria mudar? Acordei em um dia e falei "Hoje eu vou pintar meu cabelo de rosa", ai eu chamei o Hyuck e aconteceu. 

 

─ Você deixou Lee Donghyuck pintar o seu cabelo? ─ Ele arregalou os olhos, me olhando surpreso. ─ Eu te idolatro. 

 

─ Eu sou meio doido as vezes. 

 

❲“...❀

 

Nós já estávamos no lado de fora, conversando um pouco, antes de irmos embora. 

 

─ Eu sei que pode ser um pouco precipitado... Mas você topa ir para à minha casa? ─ Jeno perguntou, sorrindo tímido. 

 

Pensei um pouco, não era do tipo de pessoa que gostava de enrolar, então por que não? 

 

─ Claro, só preciso avisar o Hyuck, tinha combinado de falar com ele depois que a gente acabasse. ─ Ele concordou, e antes de eu consegui pegar o celular, senti um beijo ser depositado na minha bochecha, perto da boca. Olhei para o Jeno que estava olhando em volta, apenas sorriu tímido quando olhou nos meus olhos. 

 

Olhei em volta, não tinha muitas pessoas, já era quase noite, já que a gente passou praticamente a tarde inteira ali. Suspirei antes de ficar na ponta dos pés, dando um selinho simples nele, que sorriu, me fazendo sorrir também. 

 

─ Talvez eu goste mesmo de ficar nas ponta dos pés para beijar... ─ Falei baixo, pegando o celular para não ter que encarar ele. 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...