História As cinco faces de Vegeta - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Dragon Ball
Personagens Android 21, Androide Nº 16, Androide Nº 18, Babidi, Bardock, Bills, Borgos (Toteppo), Bra, Brolly, Bulma, Caulifla, Cell, Champa, Chaos, Chichi, Dabura, Dai Kaiohshin, Daishinkan, Dende, Enma Daioh, Freeza, Frost, Gohan, Goku, Goku Black, Goten, Gowasu, Grandpa Gohan, Jiren, Kaiohshin, Kakaroto, Kale, Kuririn, Kyabe, Magetta, Majin Boo, Marron, Mestre Kame, Mestre Karin, Mestre Mutaito, Mestre Tsuru (Tsurusennin), Miss Piiza, Moscow, Nappa, Oolong, Pan, Piccolo, Pual, Raditz, Rei Vegeta, Sr. Kaioh, Sr. Popo, Tarble, Tenshinhan, Tights Brief, Toma, Trunks, Turles, Vados, Vegeta, Videl, Whis, Yajirobi, Yamcha, Zamasu
Tags Babidi, Bulma, Goku, Guerra, Kakarotto, Luta, Morte, Romance, Vegeta
Visualizações 15
Palavras 654
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Esporte, Famí­lia, Ficção, Literatura Feminina, Luta, Romance e Novela
Avisos: Heterossexualidade, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Espero que gostem 💜
Fanfic criada a pedido de um amigo 💜

Capítulo 1 - 1 Face de Vegeta: Ódio


"As cinco faces de vegeta"

Ódio 

" eles diziam: Cuidado! Se pode matar com um olhar, com uma palavra, um golpe mal intencionado. 

Eu digo: Vermes! O ódio que predomina nosso interior faz morrer mais rápido." 

O corpo tremendo, como de costume. O sangue escorrendo pelo canto dos lábios. Frio. Chovia, os noticiários de TV haviam dito mesmo que iria chover. Hunmpft! Ele não sabia como os malditos faziam isso. Mas bem, bom para eles se tinham controle das previsões. 

Refletia, sobre os últimos ocorridos. Em pé, no cume de uma montanha, no corpo marcas de outro treinamento intensivo. Não sabia explicar os sentimentos que povoavam cada milímetro cúbico do seu ser. Estralou o pescoço. Os cabelos pretos, quando a água corria pelo seu rosto e corpo, até tocar o chão de terra. Gritou. Não se esquecia. Agora, ele tinha certeza do que acontecia com o seu corpo. Isso era a raiva, aflorando. Gritou, até sentir que iria perder a voz. As mãos fechadas em punhos na frente do peito ergueram-se e então aconteceu. Como um tornado de poder no meio dos céus. A chuva cessou, e o sol surgiu. Brilhante, ao ponto de causar cegueira. Dourado. Tanto quanto a cor de seus cabelos, neste momento. 

Super Saiyajin

Que merda! 

Ele havia ficado feliz, a princípio. Seus desafios estavam acima de oito mil. Ele, estava a altura de superar seus desafios, quando surgiram novos. E não foi capaz. Nem ele, nem o maldito do Kakarotto. Todos se foram. Todos. O maldito do Cell permanecia lá. Firme. Forte. Imponente. Seu filho havia sido morto. Goku havia sido morto. Gohan tentava lutar, em vão. 

Talvez, fosse a hora de admitir. Talvez, estivesse na hora de se entregar. Mas ele nunca fazia isso. Odiava fraqueza! Tornava-se forte. Dia após dia. Superando de dor em dor. 

Pensava. 

Precisava de um foco. 

Precisava se concentrar, obter poder. 

Centralizar seu ódio. 

Do que ele tinha ódio, agora, no final das contas?

Tudo começou enquanto assistia o reinado do rei Vegeta. Aquele, que se sentia o dono do mundo. 

Logo, seu mundo desmoronou quando virou um subordinado. De príncipe, a lacaio. Era o herdeiro de um trono num planeta que já não existia. Todo o seu exército foi ao chão, seu mundo ruiu, assim como as paredes terrenas das casas, como as árvores, plantações, como o restante dos Saiyajins. Se perguntava: Como? Porque foi salvo? Ele, ele e Kakarotto. Logo, os outros surgiram. Agora… Quem era ele? O líder de uma legião de seres mortos. O príncipe da destruição. 

Por um momento pensou em seus assassinatos. Todos, todos eles. No começo, uma ordem. Depois, uma distração. Por fim, uma esperança. Tudo, TUDO foi motivado pelo ódio.

Vingança

Lembrou. O sorriso sórdido, que crescia em seu rosto, a medida que sua mente era invadida pelas memórias de Freeza. Aquele lagarto maldito. 


Lutou. Lutou com veemência, e muita força de vontade para superar-se dia após dia. Não aceitava estar abaixo de ninguém. Quando bateu de frente com Kakarotto, sentiu-se desprezível. Um Saiyajin que vivia como os terráqueos, um guerreiro de classe baixa, alguém com uma quantidade de poder e força desprezívelmente enorme. Fez o seu possível para alcançar Kakarotto. Para superar o seu nível. 

Agora,nada disso fazia sentido.Freeza estava em qualquer outro lugar distante dele. Onde não se podia alcançar. Kakarotto, do outro lado do mundo. 

O garoto do futuro, que surgiu como uma ameaça. Estava morto, também. 

Quem era a motivação do único sentimento com o qual já estava familiarizado? Quem fazia seu corpo trepidar, a respiração falhar, e o sangue queimar abaixo da pelo conforme era dominado por uma áurea amarela? Cell. O causador dessas desgraças. 

Ele não sabia quantas vezes mais, iria passar por tudo isso. Quantos inimigos mais, iria enfrentar. Quantas vezes mais, superaria seus próprios limites. 

Mas sabia de algo! Ódio, era o nome da sua motivação para enfrentar as lutas que viriam a seguir de cabeça erguida. 




Notas Finais


ÓDIO 💙
VEGETA É BRABO NEEEE💙


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...