1. Spirit Fanfics >
  2. As consequências do orgulho >
  3. Lisa and Jayson part 2

História As consequências do orgulho - Capítulo 7


Escrita por:


Notas do Autor


Esse epsiodio vai ser maior do que os outros, tudo pom 🖤

Capítulo 7 - Lisa and Jayson part 2


Fanfic / Fanfiction As consequências do orgulho - Capítulo 7 - Lisa and Jayson part 2

Jayson On

Eu acordo de manhã com uma forte dor de cabeça e a Angela não estava não ali, eu olho meu despertador e vejo que já são 13:00 e eu enfio minha cabeca no travesseiro sem saber o que fazer em relação ao meu encontro. Derrepenre a Angela entra no quarto junto com Nicolas, Vini ,Kris e Peter 

- Você banho agora - fala Peter e Nicolas vem em minha direção puxando minha coberta

- Ontem eu liguei pra Hope e perguntei o que ela esperava desse encontro - eu arregalo os olhos pra mesma - relaxa, ela me disse que gosta de coisas simples coisas que dizem ela conhecer você, ENTAO SE VIRA - Ela vem ate mim e da um beijo no topo da minha cabeca - eu tô indo pra casa dela ajudar ela a se arrumar beijo meus amores - ela da um selinho e Nicolas e sai do quarto 

- Anda, levanta toma um banho frio e vai toma um aspirina - fala Nicolas já sabendo o que havia acontecido noite passada 

- A Angi te contou né? - falo olhando pro mesmo com a cara de " fala sério" 

- vara eu te conheço a quase 8 anos, conheço quando você tá mal - ele vem até mim basicamente me jogando pra fora da cama o que me fez levantar e ir andando até o banheiro e tomando um banho demorado, saio do banheiro e vejo Vini, Peter separando algumas roupas e Nic no telefone olhando pra mim e Kris 

- É ele acabou de sair do banho e vamos almoçar e procurar uma roupa pra ele....- ele me encarav -ta bom, beijo amor - ele desliga o celular e pego uma calsa de moleton e um casaco preto e coloco uma meia e decemos pra almocar e ddescemos, novamente meus irmão estavam ali e nois apenas nos sentamos e ficamos conversando entre si até que meu irmão se entromete no assunto 

- Você é o capitão do time de basquete da Outros school ? - ele me pergunta com um sorriso sinico no rosto e eu apenas concordo

- Então filho quando vai ser o próximo jogo ?  - pergunta minha mãe animada  - faz tempo que nao vou a um jogo seu, devia começar a ir 

- Porque ? Como  a senhora disse faz tempo que você não vai, porque comecar a ir agora - pergunto ainda comendo 

- Jayson- fala meu pai olhando sério pra mim - Olha o respeito com sua mãe 

- Mas eu eu não desrespeitei em nenhum momento -falo e quando termino de comer me levanto e peço licença e antes de ir pro meu quarto na esperanca de beber mais um pouco Peter vem atars de mim me seguindo 

Eu entro no quarto e ele me segue e eu me jogo na cama pegando a garrafa embaixo da cama e ele me encara 

- Não vai me em pedir de beber ? - pergunto curioso 

- Eu? Não mesmo, isso é escolha sua, se você acha que a Hope vai gostar de te ver bebado no encontro com ela, isso e um probelma seu - fico encarando a garrafa por alguns segundos ate joga-la novamante pra debaixo da cama e Peter me olha com um sorriso orgulho - Olha prarece que alguem tomou juizo 

- Não enche - falo me levanatando olhando as roupas que eles haviam separados e eu simplesmente não iria usar isso - por que so separaram ternos pra mim ? E um encontro nao uma festa 

- Você tem que tá elegante pro seu encontro - fala vini entrando no quarto com Nicolas e Kris 

- Vocês separaram ternos pro Jay ??? - pergunta Kris rindo e Nicolas começa a rir tambem- caralho o Peter eu até entendo mas voce Vini??? 

- Eiiii ele tem que está elegante ,já viram as fotos da família da Hope? - todos enganos e o Peter pega o celular nos mostrando uma foto da Hope e sua irma e mais uma garota, una num vestido com tecido tipo de camisola com uma cor que parecia bege, e a Hope e a Ana estavam com o mesmo estilo de vestido a única diferença era que o vestido da Hope era preto e o da Ana era vermelho, todos estavam boquiabertos com a foto - Eeeeee vai nessa  por isso eu separei ternos- explica Peter 

- Mesmo assim eu não vou de terno - Afirmo e todos me olham com um olhar de " Agente vai te colocar nesse terno nem que seja a forca" - Quero que ela goste mim eu sendo quem eu sou, não o que eu visto 

Hope On

Ficamos conversando um tempo até que elas decidiram que era hora de me arrumar e eu me joguei na cama e elas começaram revirar meu closet atrás de roupas 

- Hope cadê suas roupas ??? Aqui só tem moletons e calsa jeans - Fala minha irmã que logo me encara 

- Eu doei, eu não ia mais a festas com nossos pais depois do Ceistian entao eu doei - quando eu falo isso a Angela me olha assustada 

- Você doou todas aquelas roupas bonitas que você tem foto ????????? LISAAAAAAAAAAAA por que fez isso ?????Eu ia te colocar naquele vestido preto lindo -Angela fala um pouco alterada 

-Gente E um encontro nao e uma festa chique - falo voltando minha cabeca ao travesseiro e elas me olham - eu quero que ele goste de mim pelo que eu sou, não pelo que as pessoas querem que eu seja 

Despois delas brigaram comigo por causa do vestido a Angela atende o telefone 

- Fala amor, já conseguiu que ele entrasse no terno ? - flaa Angela ao telefone - Aaaaa a que menino teimoso do caralho... não ela também não quer entrar no vestido - ela fala e me encara -o que? Isso pode funcionar , faz isso e me fala se deu certo - ela desliga o celular e vai correndo ate o meu closet e pega um moleton Rosa ecrito "The Rose" com letras pretas, uma calsa Jeans e um tênis all-star e eu sorrio 

- Agora você está falando minha língua Angi -fslo sorrindo e a mesma sorri dando pulos de alegria e elas vieram me abraçar mas se levantaram logo me entregando a roupa me enfiando no chuveiro e eu tomo um banho e olho a hora no meu relógio eram 17:50, ai eu percebo o quanto o twmpo passou rapido, eu tomo um banho quente e demorado e elas ate batem na porta achando que eu havia morrido de tanta demora, saio do banho e coloco a roupa que eu relamente tinha gostado, a Angela acertou no meu gosto me olho no espelho e dou um pequeno sorriso lembrando do mesmo todo embolado tentando me chamar pra sair . Saio do banheiro a Angela estava tão feliz que mau conseguia me olhar sem os olhoa lacrimejarem, ela vem ate mim e faz um penteado que ers preso na frente e o resto solto 

- Você tá linda irmãzinha - fala minha irma que vem me abracar - eu vou te fazer um pedido Hope- ela sai do abraço me encarando- Não evita mais o amor a todo custo, permite-se se sentir bem, feliz ,divirta-se , viva , ame... faça isso por você tudo bem ? 

Apenas sorrio como é sinto uma lágrima boba descer pelo meu rosto e a Ana começou a chorar e se sentou na minha cama com as mãos no rosto 

- O que ouve Ana?- pergunta Angela abaixando perto da mesma 

- É que... E.. A Hope derramou uma lágrima, eu nunca tinha visto isso cara - quando ela fala isso eu vou ate a mesma e a abraço 

- As lágrimas são o jeito do nosso corpo dizer o que sentimos sem palavras - eu saio do abraço e me sento no chão da sala até alguém bater na porta- Entra 

- Oiii filhas e ... Ue onde vao ? -meu pai pergunta curioso 

- A Hope vai a um encontro - A Ana fala e eu a encaro e depois olho pro mesmo que estava com os olhos cheios de água 

- Pai se tá bem ? - pergunto preocupada 

- É que faz tanto tempo que eu não te vejo assim, você parece tão radiante- ele fala isso entre lágrimas e eu me levanto e o abraço- Filha quero que se divirta muito, tudo bem só chegue antes das 02:00 tudo bem ? - ele fala e eu limpo seus olhos sorrindo, até que ouvimos a campainha e descemo ate o ultimo degral da escada e minha mãe havia atendido era o Jay com um com moletom azul claro uma calsa Jeans e um tênis da Vans com um sorriso imenso no rosto e uma rosa nas maos, eu olhava pro mesmo da escada ,ele estava falando com a minha mãe até que olha pra escada e me vê e seu sorriso almenta mais ainda, eu vou ate ele junto com meu pai e a Ana 

- Humm - essas foram as últimas palavras da minha mãe ao me ver e sair da li 

- Então, voce e o garoto que vai leva minha filha pra sair ne ? Qual seu nome rapaz ?- fala meu pai tentando ser durao e eu apenas olho pra ele que me olha e eu começo a segurar a risada 

-Errrrr.. Jayson senhor - ele fala com a voz meio trêmula 

- Aaaaaa que isso Jayson precisa ficar assim não, pode me chamar de Matteo, olha quero que cuide da minha filha, tudo bem ? - eu olho pro meu pai sorrindo e ele me abraca de lado - Vai lá filha, divirtam -se 

Agente ia sair pela porta quando alguém grita 

- Eiiiii Locky- quanso vemos era minha irmã- toma conta da minha irmã em - ela fala sorrindo 

- Claro que sim - ele fala sorrindo e me estende a mão e eu seguro a mesma e começamos a andar até um carro branco, quando entramos colocamos o cinto e o  carro comecou a andar -Aonde vamos ? 

- Bom na verdade, você quer primeiro a surpresa e comer depois ou ao contrário? - ele me pergunta me deixando curiosa 

- surpresa primeiro, mas agora eu tô curiosa - ele sorri - tem hora pra voltar ?- ele me pergunta me olhando emquanto o sinal estava fechado 

- Tenho até as 02:00 - ele me olhou surpreso- mas aonde agente vai ?

- A pergunta não é Onde e sim quantos - fico meio confusa - Agente vai em vários lugares, quero que me conheça, se divirta - ele fala isso e eu solto um pequeno sorriso bobo  

- É qual o primeiro destino ?- pergunto olhando pro mesmo 

- isso agente vai ver conforme formos andando- Agente ficou conversando por um tempo rindo bastante ate eu falar 

- meu sonho é escrever meu nome em uma placa de STOP - Falo rindo e ele também 

-TA bom -lho pra ele meio confusa - vamo procurar uma placa de STOP

- É sério ? - Ele confirma com a cabeça - Aiiiii meu Deus- falo trabalhando, ele para o carro abre o porta luvas e pega uma caneta pilot e me entrega, agente sai do carro e eu fico na ponta do pé e escrevo "Hammer time, Lisa e Jay estiveram aqui " ,quando acabo de escrever olho pro mesmo que me olhava sorrinso e acabei dando um sorriso enorme.

Nois entramos no carro e como até um prédio e subimos ate o telhado ele segura minha mão e me ajuda a subir e ficamos olhando o horizonte ja estava anoite entao estava basicamente tudo escuro porém aquele momento estava maravilhoso e a paisagem não importava tanto, vamos lá até umas 20:00 ele desceu da plataforma e virou de costas 

-Vem sobe 

- Por que? 

- O elevador para de funcionar as 20:00 oas sabados, entao eu vou te carregar ate la embaixo - eu arregalei os olhos e desci da plataforma 

-TA doido ? São mais de 8 andares, eu não vou deixar você me carregar tudo isso, vamo apostar uma corrida ? Quem chegar por último paga o jantar - eu sorrio e pego sua mão ele me olha e concorda, nois saimos correndo quase 9 lances de escada e então quando chegamos lá embaixo coloco as mãos no joelho e respiro ofegante e ele o mesmo 

- Nunca... Mais... Eu desço correndo 9 lances de escada - ele fala tentando controlar a respiração 

- Nem... Eu- falo tambem tentado controlar a respiração mais ao mesmo tempo rindo - Vamo deixa o carro aqui e pegar um ônibus? 

- ônibus? 

- Vai me dizer que nunca andou de ônibus??- ele nega e Eu o olho meio espantada - Então prepare-se vai ser sua primeira viagem de onibus - eu pego a mao do mesmo puxo pro  ponto de onibus mais perto do local e por coincidência estava vindo um ônibus então eu dou sinal e nois entramos e nos sentamos, eu pego meu celular peço pro mesmo segurar pra mim e começo a tirar a maquiagem que as meninas tinham colocado 

- Meu Deus aposto que foi minha irmã quem fez isso - ele fala rindo e eu sorrio porem nego 

- Foi a minha irmã e a sua 

- Elas são bem parecidas no quesito " maquiagem "

- Sinceramente odeio maquiagem, ai meu deus a sensação de que tem algo no meu rosto me encomoda, mas quem gosta gosta né - falo depois de tirar tudo coloco meu celular no bolso e proveitanos a viagem conversando sobre as nossas famílias até chegar no assunto "irmãos " parece que nois dois temos probelmas com nossos irmaos 

-Mas os seus são com a Ana , nao ne ? 

- Não, e outro irmão que eu espero não ver mais, e o seu ?Não e com a Angela,nao e ?

- Não, pelo contrário, são meus dois irmãos mais velhos  eles sao gemeos o probelma e em dobro, eu tambem gostaria de nao ver mais eles, porem eles estavam la em casa ontem, hoje e ate de manha 

- Porque ? - pergunto curiosa 

- A a Angela inventou um jantar com o Nicolas e minha mae chamou eles, na verdade... Lisa quer ir no janatr amanha ? - ele me pergunta e eu fico um pouco vermelha 

- Quer que eu vá ? Mas nao e um jantar de família?

- Nesse jantar eles estão levando pessoas que gostam, entao queris saber se gostaria de ir - ele fala com um sorriso envergonhado nos labios 

- Claro, eu adoraria ir -falo com um sorriso frouxo no rosto 

O ônibus para em um pequeno shopping e nois descemos e começamos a andar, colocamos os IPod cada um com um pado e damos as maos e comecamos a caorrer .

Acho que nunca havia me divertido tanto como hoje,nois entramos em tudo quanto era loja do pequeno shopping, experimentamos óculos e tiramos.varias fotos, entramos nas lojas Americanas pelo meu tamanho ele me levantou em que as costas pra poder alcançar os salgadinhos , rodamos o shoppin inteiro ate irmos pra rua, comeca a tocar uma musica " If the World  Was Ending" ele estende a mão e começamos a dançar no meio da rua, era uma das melhores sensações que eu já havia sentido em toda minha vida, agente ficou dancando e sorriano igual a dois bobos o tempo inteiro, ficamos assim por um bom tempo até que vimos que já eram 21:30 então decidimos ir pegar o metrô até perto de onde estava o carro. Nois entramos no trem e eu deitei em sua perna e ficamos conversando 

 - Tá animada pra festa de fim de semestre ? - ele me pergunta acariciando meus cabelos 

- Pra falar a verdade sim, o que ouve nas outimas festas ?  - pergunto pois Angela tinha comentado sobre uns problemas que aconteveram na ultima festa 

- A os Badboys da escola, eles  nao gostam muito de mim nem, e pra me afetar eles estragaram a festa - ele fala e enclina a cabeca pra tras 

-Você liga de nao gostarem de você? - pergunto mechendo em meus proprios dedos 

- Na verdade, infelizmente sim - ele fala e olha pra mim sorrindo 

-Sabe não deveria ligar pra quem não gosta de você, a amaioria das pessoas esta lutando  prs gostar delas mesmas, mas em fim me conta porque alguém tão popular e legal como você chamaria a mim pra um encontro ?

- Sabe algumas coisas na vida simplesmente vai ter respostas como " foi o destino " ele fala e eu o encaro com os olhos cerrados com um bico fofo 

- destino e só uma desculpa boba, pra esperar que as coisas aconteçam ao invés de faze-las acontecer 

- É eu esperei e agora eu estou aqui com você- ele fala isso e eu bato palmas 

- Parabéns, conseguiu me ganhar nos argumentos, tem meu respeito absoluto - falo me levantando e me curvando 

- Ai meus deus- ele fala rindo 

- Vossa alteza me dá a Honrra de levá-lo ao Mcdonalds? - pergunto ainda curvada e levanto um pouco a cabeça e piscando e logo em seguida dando um sorriso

- Claro Srta - ele fala se levantando e entrelaçamos nossos bracos e saimos andando ate o carro que nao estava muito longe da estação

Nois entramos no carro e fomos pro Mcdonalds, pedimos nosso lanches e fomos pro estacionamento e nos sentamos no chão e começamos a comer 

-Acho que nunca me diverti tanto na vida - els fala comendo seu hambúrguer 

- Eu também , devíamos sair mais vezes- falo mordendo meu hambúrguer 

-Concordo - depois de um tempo percebo o tinha dito e fiquei vermelha como um pimentão- mas então agente ainda vai se ver amanhã no jantar - ele fala sorrindo

- Voce vai me ver a semana toda, vai acabar enjoando da minba cara -falo brincando 

- Isso é impossível- ele fala e leva aquele sorriso fofo ate mim que faco o mesmo - quem enjoa de você não é normal 

- qual a graça de ser normal ? - pergunto pegando uma batata - Se eu pudesse criar um munso so pra mim ele seria feito so de absurdos. Nada ia ser o que é, por que tudo seria o que não é - sorrio fraco 

Jayson On

O fato dela ser uma pessoa incrívelmente sonhadora e incrível já fez eu me apaixonar por ela logo quando a vi pela primeira vex na quadra de basquete, ela me fez ficar impressionado com a mesma apenas por existir, isso e possivel ? 

Nois terminamos os lanches e fui deixá-la em casa  , eram 01:00 nois saímos do carro e eu fiz questão de leva- lá até a porta

- Bom, boa noite Jay, e até amanhã- ela fala e me dá um selinho e entra correndo em casa e eu fico igual a um idiota parado la feliz porem sem entender o que havia acabado de acontecer, vou dando pulos de alegria ate o carro e ligo o mesmo indo pra casa dormir 




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...