1. Spirit Fanfics >
  2. As cores de hongjoong >
  3. Hongjoong era vermelho

História As cores de hongjoong - Capítulo 1


Escrita por: e hajoon


Notas do Autor


debut oficial na categoria ateez finalmente meu pai, p comemorar até fiz disso aqui longfic rsrsrs
só p avisar eu coloquei o seonghwa com acromatopsia só para me basear já que não encontrei nada parecido com o que eu queria de fato trabalhar, na história não é retratada como a acromatopsia é de fato blz.

obg sthe @inferus princesinha do meu castelo por betar esse treim < 3
agradecimentos tbm a jhenseph que me obrigou a postar logo........

Capítulo 1 - Hongjoong era vermelho


ー Seonghwa, se você não descer agora eu vou subir e te puxar pelo cabelo! ー O Park ouviu sua mãe gritar do andar de baixo. Todo dia era isso, ele não aguentava mais! Chegou a cogitar se fingir de morto para não ter que ir para escola, mas ele já havia feito isso uma vez e sua mãe simplesmente o derrubou da cama e mandou ele ir se arrumar. Concluindo: se fingir de morto estava fora de cogitação por ser figurinha repetida.

 

Sabendo que não teria como fugir, Seonghwa não demorou para descer e ir de encontro com aquela que diz ser a sua mãe ー’cá entre nós, Seonghwa não acreditava muito nisso, afinal, que mãe derrubaria o próprio filho da cama com uma imensa frieza? Isso mesmo, nenhuma!.

 

ー Eu não aguento mais ir para escola, ー Começa com o drama matinal. ー eu faço lá a mesma coisa que faço aqui em casa, ou seja, nada! 

 

ー É por falas como essa que eu me questiono todo dia onde foi que eu errei. ー A mais velha olha com desgosto para o filho.  ー Enfim, você sabe que uma família acabou de se mudar para a casa ao lado e eles vieram aqui ontem, quando você estava na casa do Yeosang, se apresentar e tudo mais.

 

ー Entendo, e o que isso tem a ver comigo? ー Questiona, em um tom deveras malcriado. ー Eu sei que você ama falar e falar sobre o seu dia, mas a função de ouvir não é minha, bobinha. Essa função é do seu namorado. ー O projeto de homem nem havia terminado de falar e sua mãe já havia dado um tapa em sua cabeça. ー Calma, eu estava brincando, humor!

 

ー O filho deles é bem simpático, bem diferente de certa pessoa. Na verdade, todos eles são. Conversamos sobre várias coisas, inclusive sobre o fato de que o filho deles vai estudar na mesma escola que você e como vocês vão para escola juntos. ー Sorri docemente.

 

ー Vamos? ー pergunta confuso.

 

ー Sim, eles estavam falando que não conhecem muito bem os arredores, então, eu prontamente te ofereci para ajudar o filho deles e eles ficaram muito felizes. ー Seonghwa olha incrédulo para sua mãe. ー E não adianta me olhar desse jeito que não tem volta! O lindinho logo mais vai estar aqui.

 

ー O lindinho logo mais vai estar aqui. ー Seong repete com uma voz infantil. ー Vou ir colocar meu uniforme. ー diz, rumando até o andar de cima.

 

Seonghwa tinha acabado de entrar em seu quarto e a mãe já estava gritando para ele descer.

 

ー Me deixa em paz, mulher! ー exclama, descendo as escadas enquanto terminava de abotoar sua camiseta. Já ia reclamar com sua mãe até perceber outra pessoa na sala. ー Oi… ー cumprimenta sem jeito.

 

ー Seonghwa, esse é o Hongjoong, filho dos vizinhos. ー O garoto de cabelos alaranjados sorri gentilmente em direção a Seonghwa. ー Agora se apressa que vocês vão se atrasar!

 

Os dois garotos obedecem a mais velha e rumam até a escola.

 

ー Muito obrigado por me acompanhar até a escola, de verdade. Eu não conheço um milímetro da região. Aliás, prazer, me chamo Hongjoong, eu sei que a sua mãe já me apresentou mas eu acho que soa melhor eu mesmo fazer isso. ー Sorri.

 

ー Sem problemas, eu tenho que fazer o mesmo caminho de qualquer forma. ー diz em um tom de voz desinteressado. Seonghwa caminha distraído até que repentinamente ele sente algo puxá-lo fortemente para trás.

 

ー Seonghwa! ー Hongjoong exclama preocupado. ー Você está louco? O sinal está vermelho, ー aponta para o farol. ー você poderia ter sido atropelado!

 

ー Misericórdia, você me assustou! ー Seonghwa grita, colocando a mão no peito, só para ter certeza de que ele seu coração estava batendo. ー Eu não percebi que o farol estava fechado, desculpa.

 

ー Como não perceber quando está brilhando desse jeito? ー questiona incrédulo.

 

ー Talvez porque eu tenho acromatopsia? ー fala em um tom furioso, revirando os olhos. Seonghwa faz menção de continuar a andar mas Hongjoong segura seu pulso.

 

ー Me desculpa, eu… eu não sabia. ー Seonghwa murmura que não tinha problemas, então Hongjoong abre um sorriso enorme ao ter a confirmação de que estava tudo bem. ー Então agora eu que vou cuidar de você, vamos! ー Hongjoong começa a andar puxando Seonghwa pelo braço.

 

Por um breve momento, Seonghwa achou ter visto seu pulso ficar em um tom vermelho. Ele estava delirando, afinal, era impossível voltar a enxergar cores, certo?

 

ー Não tente me guiar como se você soubesse o caminho. ー murmura, deixando ser levado por Hongjoong que tagarelava animado sobre coisas aleatórias.

 


Notas Finais


o segundo capitulo sai quando deus colocar a mão na minha cabeça e falar "tá né hora né fia"


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...