1. Spirit Fanfics >
  2. As cores que me faltavam - Taekook >
  3. Confuso

História As cores que me faltavam - Taekook - Capítulo 14


Escrita por:


Notas do Autor


eu só demorei uma semana dessa vez, rapida🤪🤪🤪

eu diria que esse capítulo, como todos os outros, tá bem aleatório

ta meio merda, mas eu prometo que o proximo vai ser melhor

bem, sem mais enrolações

boa leitura e perdoem qualquer erro

Capítulo 14 - Confuso


Fanfic / Fanfiction As cores que me faltavam - Taekook - Capítulo 14 - Confuso

Já é domingo, tudo continua na mesma desde quinta, não aconteceu mais nada muito "uau" entre eu e Jungkook.

 

 Bem, eu não deitei no ombro dele de novo desde quinta, na sexta a gente não foi pra sacada e ontem a gente só estudou. As coisas voltaram a sua velocidade normal, eu diria. Estava tudo indo rápido demais de forma repentina, foi incrível, mas puta merda meu coração quase não aguenta.

 

De qualquer forma, eu ainda acho que possa sim ter alguma chance de Jeon Jungkook gostar de mim. Me chame de iludido, mas até que pode ser. Afinal, que outro menino seria? Ele nunca me falou de ninguém! Eu sei que tem uma chance de não ser eu, mas ao menos uma vez na vida eu quero ser otimista.

 

 O único problema é que, sendo eu ou não, eu não tenho coragem de fazer nada.

 

Bem, voltando para o momento atual, eu estou pronto para ir para casa de Jungkook, — já notaram que minha vida gira em torno desse garoto? — apenas arrumando coragem pra sair da cama.

 

Eu não tenho ideia do que vamos fazer hoje, a única coisa que eu sei é que a gente vai começar Shingeki no Kyojin. Mal sabe ele que eu disse que queria ver Shingeki como ser humano já pra ele pedir pra ver comigo. 

 

Bem, provavelmente não vamos estudar, estudamos a semana inteira e um dia de lazer não seria nada mal, mas é possível que Jungkook queira revisar os assuntos levando em conta que amanhã mesmo teremos prova.

 

Ok, eu vou logo, eu disse que chegava lá de 12:00 ontem e já são 12:10, do jeito que o Jeon é dramático ele vai fazer o maior escândalo por eu ter me atrasado.

 

O caminho pra casa de Jungkook é curto, logo cheguei, e o mesmo veio abrir a porta pra mim.

 

— TAEHYUNG MEU DEUS FINALMENTE EU TAVA PREOCUPADO JÁ SÃO 12:15!!!! - nossa, bem que eu disse.

 

— Eu sabia que você ia fazer um escândalo desses.

 

— Claro né, você se atrasa 15 minutos sendo que sua casa é pertinho daqui.

 

— Eu me atrasei porque eu tava com preguiça de sair da cama.

 

— Bem a sua cara mesmo.

 

— Sim.

 

— Aliás, minha mãe mandou perguntar se você já almoçou, e ela acrescentou que se tiver almoçado vai almoçar de novo com a gente.

 

— Eu esperava algo assim então não almocei.

 

— Ótimo!

 

— Seu pai também tá aí?

 

— Tá, por que?

 

— Taeyeon e Kangin juntos só dão pra mandar eu me assumir e dizer que eu tenho que namorar com você, só perguntei pra estar preparado pra isso.

 

— Bem, sobre a parte de se assumir, no final eles sempre estiveram certos, né?

 

— É, só acho que seria meio constrangedor dizer pra os seus pais que eu sou queima rosca.

 

— Bem, você pode ser gay, mas não queima porra nenhuma.

 

— Obrigado por me lembrar que eu sou encalhado e que ninguém me quer.

 

— Eu não disse que ninguém te queria. - VOCÊS TAMBÉM VIRAM ISSO NÉ? ASSIM SÓ PRA SABER SE EU NÃO TO DOIDO!

 

— Isso foi algum tipo de declaração? - disse num tom mais "engraçado" pra não deixar óbvio meu leve surto interno.

 

— Vai se iludindo aí. - eu vou mesmo.

 

— Eu vou mesmo. - CALMA NÃO ERA PRA TER DADO ESSA RESPOSTA EU PENSEI ALTO!

 

— Ih. - o que foi isso? "Ih" pode ser algo ruim? Ok, ele não fez num tom sério então, não sei???

 

— Ok, só vamo logo almoçar.

 

— Não vai deixar sua mochila no quarto?

 

— Hm, tá.

 

— Eu vou com você.

 

— Ok.

 

Apenas fomos até o quarto, eu deixei minha mochila e voltamos, indo direto para cozinha. 

 

— Oi Tae! - Taeyeon e Kangin disseram em uníssono.

 

— Oi! 

 

— Como vai a vida? Já se assumiu e pediu meu bebê em namoro? - toda vez isso cara.

 

— Infelizmente não, eu não tenho coragem tia, você deveria mandar o Kook me pedir em namoro! - entrei na brincadeira, porque logicamente ela não iria  mandar eu me assumir seriamente.

 

— Vai Kook, pede o TaeTae em namoro. - disse Kangin.

 

— Deixem o Taehyung em paz e vamos apenas comer. - eu acho incrível que mesmo sempre sendo assim, o Kook sempre fica com vergonha.

 

— Você deveria ser mais solto Kook, qualquer coisinha você já fica todo vermelho. - disse Taeyeon.

 

— Vocês que falam coisas constrangedoras.

 

— Mas nem tudo que a gente fala é sério. - rebateu Kangin.

 

— Bem, a parte que você e o Tae dariam um ótimo casal é verdade. - esclareceu Taeyeon.

 

— Ok, mãe. Agora vamos comer, daqui a pouco a comida esfria de tanto que vocês ficam falando.

 

— Você reclama demais, quando era pequeno era o que mais falava. - disse Kangin.

 

— Adolescentes. - acrescentou Taeyeon.

 

Depois disso, todos foram colocando seus pratos e comendo, de vez enquando Taeyeon ou Kangin soltavam alguma coisinha, mas Jungkook sempre os repreendia. É sempre engraçado almoçar com essa família. 

 

— Ok, mãe, pai, eu e o Tae vamos ver Shingeki no Kyojin agora e eu pretendo ver o dia inteiro, então por favor, não incomodem.

 

— Primeiro, a gente que dá as ordens aqui, segundo, por que caralhos a gente incomodaria nosso casal enquanto vocês estão sozinhos no quarto? Imagina a gente entra lá no meio de alguma coisa, tá doido?

 

— Eu nem vou comentar sobre isso, pai.

 

— Kangin tá certo Kook, imagina a gente resolve dar uns pegas e eles entram lá?

 

— Não dá corda, Taehyung!

 

— O Tae me entende. - disse Kangin.

 

— Ok, vamos logo Taehyung.

 

— Vamos.

 

Chegando no quarto, Jungkook bateu a porta e suspirou aliviado, foi como se o mesmo dissesse "Finalmente eu saí daquele lugar" e eu apenas me segurei pra não rir.

 

— Ok, vamos começar Shingeki! - disse Jungkook quebrando o silêncio anteriormente presente no quarto.

 

— Eu tô muito ansioso pra ver isso, eu ouvi falar que é incrível.

 

— Eu também, não vi uma pessoa sequer na internet dizendo que tinha achado ruim, o anime só tem comentários positivos.

 

— Exatamente!

 

— Calma, deixa eu conectar a Crunchyroll a TV pra colocar aqui.

 

— Ok!

 

— Pronto, já foi!

 

— Bota logo Shingeki!

 

— Calma, porra!

 

— Tá.

 

— Satisfeito? - disse Jungkook assim que o primeiro episódio do anime começou.

 

— Muito.

 

— Caralho o anime já começa com um titã gigante atacando daí do nada aparece uns cara a cavalo fugindo de uns titãs aleatórios, aí do nada o tal Eren acorda chorando porque aparentemente tudo era um sonho e tem uma menina chamada Mikasa carregando madeira???????? Nossa que anime confuso, eu me perdi aqui. - Jungkook não estava errado, minha cabeça já estava girando nos primeiros 4 minutos do anime.

 

— Pelo que eu vi a gente vai ter que esperar um tempo pra assimilar as coisas, mas só por esse começo o anime parece ser muito bom.

 

— Tenho minhas duvidas, troço confuso eu hein.

 

— Só assiste Jungkook.

 

— Tá.

 

[...]

 

Algumas horas se passaram, já são 20:30 e ainda estamos deitados debaixo do cobertor vendo Shingeki no Kyojin, no máximo paramos pra comer algo.

 

Meu comentário sobre o anime até agora é: Puta merda, que anime perfeito. 

 

— Ei Jungkook, eu acabei de decidir uma coisa aqui.

 

— O que?

 

— Acabei de nomear o Levi como dono oficial do meu cú.

 

— Tá, mas ele já é o dono do MEU cú.

 

— Que isso Kook, tem que aprender a dividir! Ele é dono do nosso cú. 

 

— Justo.

 

— Mas nossa o Levi é foda demais, se brincar as muralhas só servem pra proteger os titãs do Levi.

 

— KKKKKKK! Bem isso mesmo.

 

— Um cara vai assaltar o Levi, e o Levi que leva a carteira dele.

 

— Levi não usa relógio, ele define as horas. 

 

— A palavra capitão leva o título de Levi, cara. - (n/a: pra quem já viu aot, vocês sabem de onde eu tô tirando isso, né?)

 

— Ok, chega, vamos prestar atenção porque eu não quero perder tempo precioso que pode ser usado pra ver Shingeki.

 

— Tá.

 

Continuamos assistindo Shingeki, e o tempo foi passando rápido, até que, quando menos esperávamos, já eram 22:30.

 

— Ei Tae, acho que a gente deveria dormir, amanhã tem prova, vai ser bem pior se estivermos cansados.

 

— Realmente. Aliás, quais são as provas de amanhã mesmo?

 

— CALMA, VOCÊ NÃO SABE QUAIS SÃO AS PROVAS, COMO ASSIM????

 

— Fala baixo.

 

— Tá, mas como assim você não sabe quais são as provas de amanhã?

 

— Sei lá, a gente estudou todas as matérias, como eu vou saber qual é exatamente a de amanhã se eu não olhei o horário?

 

— Ah.

 

— Tá, e quais são?

 

— Não sei.

 

— KKKKKKKKKKK VAI SE FUDER!

 

— CALMA EU TO BRINCANDO!

 

— Então diz aí quais são.

 

— Resumidamente, linguagens.

 

— Ah, vai seguir a ordem de sempre? Tipo primeiro tem linguagens, aí depois humanas, depois biologia, química e física e no último dia matemática?

 

— É, basicamente.

 

— E na sexta não tem prova nenhuma?

 

— Na sexta tem simulado e a gente vai ficar na escola até de tarde, vai ter almoço lá e tudo mais, mas quem quiser pode ir em casa almoçar e depois voltar.

 

— Que cú, ficar na escola em horário integral é uma bosta.

 

— Realmente.

 

— Hm, nesse dia, quer almoçar lá em casa?

 

— Claro que quero!

 

— Ótimo! 

 

— Ah sim, agora que a gente vai dormir, quem vai tomar banho primeiro?

 

— Eu vou.

 

— Hm, por enquanto eu vou falar com o ser humano. - KKKKKFUDEU O QUE EU FAÇO???

 

— É-é, ele tá acordado?

 

— Deve estar, ainda são 22:40.

 

— Não sei. - ok, calma, o celular tá na bolsa com as minhas roupas e dá pra usar quando eu estiver no banho, agora, se molhar fudeu. Hm, quando eu for sair do banheiro eu digo que vou dormir e tá resolvido.

 

— Vou mandar mensagem.

 

— Ok, vou tomar banho.

 

Entrei no banheiro logo pegando o celular para responder Jungkook.

 

[Jungkook]

oi!

a gente nem se falou hoje

o tae ta aqui

a gente passou o dia todo vendo shingeki

é realmente muito bom .

 

[Você]

OI

nossa vcs passaram o dia todo vendo anime, mds

que desocupados

 

[Jungkook]

demais

aliás, gostaria de dizer que me apaixonei 

 

[Você]

por quem?

 

[Jungkook]

levi ackerman.

 

[Você]

AHKKKKK

claro que seria pelo levi

 

[Jungkook]

sim

dono do meu cú af

 

[Você]

ele é tudo pra mim.

 

[Jungkook]

pra mim também 

ei

 

[Você]

oi

 

[Jungkook]

nada a ver com o assunto de shingeki

mas eu tava pensando aqui e 

nossa

a gente só começou a se falar pq eu sou um sem noção que chegou do nada querendo te tirar da depressão 

 

[Você]

sim.

mas no fim eu nem era tão depressivo assim---

ou era, não sei honestamente 

você me anima e sla

eu não consigo ficar mal falando com você 

você é muito importante pra mim, jungkook

 

[Jungkook]

você também é pra mim, ser humano

a conversa ficou gay do nada slk

 

[Você]

real

hm, o que cê tá fazendo no momento atual?

 

[Jungkook]

esperando o tae tomar banho

 

[Você]

chega a dar agonia o tanto que vocês se veem

tipo

vocês tão sempre juntos

 

[Jungkook]

realmente 

não sei como aguento ele

insuportável af

 

[Você]

calma

serio?

acha ele insuportável?

 

[Jungkook]

KKKKKCLARO QUE NÃO 

eu falo brincando mesmo

ele é um dos meus melhores amigos, não seria se fosse insuportável 

quer dizer

ele é um pouquinho

mas eu não deixaria alguém completamente insuportável dormir na minha cama.

 

[Você]

...ele dorme na sua cama?

tipo

ele dorme com você?

 

[Jungkook]

sim

pq?

 

[Você]

sla---

uau

 

[Jungkook]

KKKKO QUE 

 

[Você]

queria ser esse taehyung 

 

 

Gente eu queria ser eu, olha que lindo.

 

 

[Jungkook]

agora que eu entendi----

to com vergonha, não sei o que responderKKKKKK

 

[Você]

assim de saúde

 

[Jungkook]

nossa o tae ta demorando no banho

será que desceu pelo ralo?

 

[Você]

eu fui ai e sequestrei ele pra ele não dormir com o amor da minha vida

 

CALMA EU DISSE ISSO MESMO????

 

[Jungkook]

no momento eu não sei dizer se isso foi ironia ou se você falou sério 

 

[Você]

eu diria que um pouco dos dois

 

[Jungkook]

nossa eu to com muita vergonha

 

[Você]

NOSSA JÁ SÃO 23H TENHO QUE DORMIR

 

[Jungkook]

ah-

ok

pode ir

boa noite

dorme bem

beijos

e bons sonhos

 

[Você]

boa noite

dorme bem também 

beijos

bons sonhos

 

Saí do banho depois de um bom tempo com aquela água quentia caindo sobre mim enquanto eu falava com Jungkook.

 

Guardei o celular, me troquei e saí do banheiro.

 

— Nossa, você demorou.

 

— Talvez um pouco.

 

— Hm, vou lá também, não dorme antes de eu chegar.

 

— Por que?

 

— Porque eu tive que esperar você tomando banho.

 

— Justo.

 

Jungkook demorou pouco mais de 10 minutos no banheiro e saiu. Ele estava vestido com um pijama de coelhinhos e calçando pantufas, também de coelhos. Seu cabelo estava molhado, as pontas pingavam em seus ombros e molhavam o pijama acinzentado, o que lhe dava uma mistura de fofo e sexy. Nossa, esse garoto é muito lindo.

 

— Tae, posso te pedir uma coisa?

 

— Pode.

 

— Me abraça no lugar do travesseiro? - wow.

 

— C-como assim?

 

— Sei lá, é que você gosta de dormir abraçando um travesseiro, mas às vezes você me abraça no lugar do travesseiro e é tão confortável. Eu fico quentinho. - ok Taehyung, não surte.

 

— Jungkook, por que cê tá tão gay esses dias?

 

— A-ah, não tipo, sei lá, não precisa dormir me abraçando, eu só, af não sei.

 

— KKK NÃO PRECISA FICAR NERVOSO!

 

— Não to nervoso.

 

— Hm. De qualquer jeito, eu aceito te fazer de travesseiro. - me poupe que eu ia perder a oportunidade, né? 

 

— A-ah, legal.

 

— Mas por que exatamente você quer isso?

 

— Caralho pra que tudo isso, eu já disse, é confortável e eu fico quentinho. Apenas isso.

 

— Hm.

 

— É sério porra, não é porque eu quero que você me abrace que eu tô completamente apaixonado por você né caralho. - a verdadeira questão é, quando eu disse que ele tava completamente apaixonado por mim?

 

— Eu nem tinha cogitado isso. 

 

— A-ah, n-não é que tipo, do jeito que você falou e-eu--- AH, SEI LÁ! Você tava duvidando de mim como se eu quisesse muito dormir abraçado com você e, é, sei lá.

 

— Então você não quer que eu te abrace?

 

— Quero, mas não é como se fosse tipo "Meu Deus eu só durmo se o Taehyung me abraçar" né, por mim tanto faz. - se eu disser "então eu vou dormir abraçando o travesseiro mesmo" eu posso perder de dormir abraçando o Jungkook, mas eu quero ver a reação dele.

 

— Então eu vou dormir abraçando o travesseiro mesmo, por mim tanto faz também.

 

— M-mas você já tinha dito e se você disse, é, não sei. - ok, ele realmente quer que eu abrace ele, eu não tô bem.

 

— KKKK JUNGKOOK!

 

— O QUE É?

 

— Por que você tá tão confuso?

 

— Eu também não sei ok, só ignora e me abraça logo pra a gente dormir. - eu provavelmente vou me arrepender do que eu vou dizer agora, mas ok.

 

— Antes da gente dormir, posso te perguntar uma coisa?

 

— O que? - "eu sou a outra pessoa?" é o que iria dizer.

 

— A-ah, amanhã a gente pode acordar umas 6h pra chegar no colégio de 6:30? Tô cansado, não quero acordar antes das 6. - KKKKKK QUE ÓDIO, EU PERDI A CORAGEM!

 

— Ah, isso. Tudo bem.

 

— Hm, boa noite Kook.

 

— Boa noite Tae.

 

Jungkook apagou a luz e deitou comigo, e ainda com certa vergonha eu abracei o mesmo. 

 

Eu não sei ao certo o que vem acontecendo esses dias, tudo tem andado na velocidade da luz, Jungkook do nada aparenta gostar de mim e, eu não sei explicar, eu não sei mais se eu acho que ele realmente gosta. Eu sei que parece, mas tá tudo tão incrível que nem parece real, tudo tem parecido uma fanfic, daquelas bem aleatorias onde um dia o personagem nem tem chances com a pessoa que ele gosta, e do nada a pessoa passa a gostar dele também. Não parece ser real, tá rápido demais.

 

Quer dizer, quais as chances de alguém como eu estar aqui, dormindo abraçado com a pessoa pelo qual eu me apaixonei, a pedido dessa pessoa.

 

Não parece real, é como se eu estivesse sonhando.

 

Ter Jungkook todo encolhidinho nos meus braços e saber que ele mesmo pediu, ou seja, que ele gosta disso. 

 

Apenas não parece real.

 

[...]

 

Já é de manhã, ainda não deu 6h então o alarme ainda não tocou, Jungkook ainda está dormindo e continuamos exatamente na mesma posição. Eu diria que minha cabeça está muito confusa, Jungkook do nada parece gostar de mim e eu não sei se isso é real, sei lá, é tão estranho quando as coisas dão certo na minha vida que é difícil acreditar que o primeiro cara que eu gostei gosta de mim também.

 

— Você também tá acordado, Tae? - ele tá acordado?

 

— Sim, não sabia que você estava.

 

— Eu não queria te acordar, você disse que não queria acordar antes das 6h.

 

— Eu acordei, mas não propositalmente.

 

— Faz tempo que você está acordado?

 

— Não, eu acordei há uns 20 minutos e fiquei só pensando desde então.

 

— Entendi, também não faz muito tempo que eu acordei.

 

— Quer levantar?

 

— Quando o alarme tocar a gente levanta, aqui tá tão bonzinho.

 

— Você é gay demais.

 

— Não é isso, só, sei lá, eu tô quentinho aqui.

 

— Eu não julgo, na minha opinião também tá bem confortável.

 

— Nossa, se meus pais entrassem aqui agora eles iriam encher nosso saco mais ainda.

 

— Por que exatamente?

 

— Bem, logicamente dormimos de conchinha.

 

— Real.

 

— Na verdade eu entendo porque acham tanto que a gente é um casal, a gente parece pra caralho.

 

— Por que?

 

— Não sei explicar, só, você tá sempre comigo, você dorme aqui na minha cama comigo todo domingo, não é a primeira vez que a gente dorme de conchinha. Fora que a gente faz umas coisas bem duvidáveis.

 

— Hm, é.

 

— Mas mó nada a ver isso, eu e você e tals. Sei lá, as chances de rolar algo são mínimas. - kk depressão.

 

— Sim. - dor.

 

— Quais as chances de Kim Taehyung, um puta coração de pedra gostar de mim. - calma, nesse caso não rolar nada entre a gente seria minha culpa?

 

— Primeiro, não tenho um coração de pedra. Segundo, as chances de você gostar de mim aparentemente são menores ainda.

 

— Hm, justo. — não gostei da resposta.

 

Nossa minha cabeça fica tão confusa com o Jungkook, desisto honestamente. 

 

Minha vida parece estar sendo escrita pela pessoa mais aleatória que existe. (n/a: exatamente.)

 

— Hm, o alarme tocou, melhor levantarmos, Tae.

 

— Toma banho primeiro, tô com preguiça de sair daqui.

 

— Já parou pra pensar que meninas tomam banho juntas? Tipo, amigas tomam banho juntas e é normal, mas se amigos tomam banho juntos são gays. Injusto.

 

— Isso foi algum tipo de convite?

 

— KKKKK TAEHYUNG!

 

— Que? Você falou disso do nada.

 

— Sei lá, veio a minha cabeça. Não é por isso que eu quero tomar banho com você, né?

 

— Não sei??? Você tá tão estranho esses dias que se você brotar dizendo que gosta de mim eu já nem fico muito chocado.

 

— Q-que?

 

— KKKKK EU TO BRINCANDO CALMA!

 

— A-ah.

 

— Bem, depois dessa gaguejada o que eu disse se torna levemente mais real.

 

— Não tipo, eu fiquei sem reação, porque sei lá, vai que você acha isso mesmo. Eu não quero que você pense isso, vai que você se ilude demais. - ok, pelo menos ele disse num tom de "brincadeira".

 

— Não fui eu que praticamente implorou pra dormir de conchinha, o iludido certamente não sou eu. - claro que sou eu.

 

— Ok, eu já entendi, não faço mais.

 

— Pode fazer, mas admita que foi bem gay.

 

— Só se você admitir que adorou.

 

— Eu adorei mesmo, você é bem melhor de abraçar que um travesseiro.

 

— Que ódio, você deu essa resposta e ela não pareceu tão gay quanto o fato de eu ter pedido.

 

— Eu não sou gay.

 

— Você é.

 

— Não tipo, eu não sou boiolão.

 

— Hm, justo.

 

— Você não ia tomar banho?

 

— Eu to indo agora.

 

— Vai lá.

 

Jungkook levantou indo direto para o banheiro e eu apenas comecei a encarar o teto. "Será mesmo que ele gosta de mim?" é o que eu me perguntava.

 

Será que eu sou a outra pessoa? Sendo assim, ele só gosta de mim? Ou se ele soubesse que o ser humano sou eu ele iria ficar com raiva ou desapontado? 

 

Não sei ao certo. 

 

Às vezes parece que ele gosta, às vezes parece que não.

 

Jungkook é muito confuso e me deixa tão confuso quanto.

 

De qualquer jeito, ao menos ele gosta do ser humano, eu sei que ele não sabe que sou eu, mas isso já é algo. Às vezes eu me pergunto o que aconteceria se ele descobrisse que o ser humano sou eu. Seria estranho, eu acho.

 

Mas ele provavelmente nunca vai descobrir e vai acabar não rolando nada entre a gente, até que em um dia nós vamos acabar tomando caminhos diferentes e o tempo vai nos afastar ainda mais.

 

Essa é a realidade das paixões da adolescência, até quando namoram, é raro durar pra uma vida. É quase que perda de tempo namorar na adolescência.

 

Hm, tudo que eu sei é que eu não tenho certeza de nada.

 


Notas Finais


foi isso glr

obg por ler e comentem suas opiniões


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...