História As Criminosas Das Nossas Vidas - Capítulo 54


Escrita por: ~

Postado
Categorias Sou Luna
Tags Aguslina, Gaslena, Joara, Katjian, Liona, Michaentina, Michaetina, Ruggarol
Visualizações 383
Palavras 800
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Policial, Romance e Novela, Suspense

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Desculpe a demora pra postar. Essa semana foi bem corrida para mim,não tive tempo pra nada.
Vamos para mais um Capítulo.

Capítulo 54 - "Maxine"


Fanfic / Fanfiction As Criminosas Das Nossas Vidas - Capítulo 54 - "Maxine"

Pov Karol.

Sábado, 7:00.

Eu e Ruggero somos acordados por uma certa menina de cabelos longos.

Julia: mamãe, papai, acordem logo. Vocês tão dormindo muito. - acordamos e sentamos na cama.

Karol: o que quer, Jujuba? A mamãe tá cansada.

Julia: hoje é meu aniversário! - Fala muito contente.

Ruggero: a gente sabe, minha anjinha. Venha aqui e nos der um abraço! - ela abraça nós dois juntos.

Ruggero e Karol: Feliz aniversário, Jujuba.

Julia: Obrigada! - ela se separa - hoje também é a minha festa! E a May vai vir?

Karol: Vai sim!

Julia: eeeeeeh... Quero brincar com ela e bastante.

Karol: Você vai, minha bebê.

Julia: Vamos, agora levantem.

Karol: leve seu pai, eu vou depois. 

Ruggero: eu por quê?

Karol: Porque eu tô um pouco ocupada agora. Então vai fazer o café da Julia, vai!

Julia: ocupada fazendo o que, mamãe?

Karol: depois mamãe conta. Agora leve seu papai.

Julia: vamos,papai!

Ruggero: Ok. Estou indo.

Quando eles saem, eu volto a me deitar.

Karol: enfim, sossego.

...

Pov Chiara

Chiara: Vamos, Jorge! - gritei da sala.

Jorge: Já tô indo! - Grita do andar de cima.

Malena: Onde vocês vão? - pergunta aparecendo na sala.

Chiara: Vamos adotar uma criança!

Malena: aah sim. Mas não precisa ser casados para isso?

Chiara: achamos um orfanato que não tem essa frescura de casamento não. Podemos adotar qualquer criança.

Jorge: aqui estou eu. - aparece na sala.

Chiara: aleluia. Agora vamos! Tchau, Male.

Malena: Tchau! Boa adoção!

...

Chegamos no orfanato.

Chiara: pronto para adotar uma criança?

Jorge: super pronto!

Entramos no orfanato e entramos em contato com a diretora do local, Dona Maria.

D. Maria: venha conhecer as crianças. - acompanhamos ela até a sala principal.

Formos apresentados a seis meninas e quatro rapazes. Todos eram muito simpáticos, mas uma garota, da idade de Gabriel, nos chamou a atenção. Ela se chamava Maxine. Era uma menina ruiva cheia de sardas. Ela parecia bem tristonha.

Chiara: Jorge! - sussurro para ele.

Jorge: oi. 

Chiara: Vamos falar com a menina ruivinha. Ela parece triste. 

Jorge: certo. Falaremos com ela.

...

Estávamos passeando pelo orfanato, quando paramos no jardim dele. Vimos a Maxine sentada no banco que tinha lá. Decidimos aproximar dela.

Jorge e Chiara: oi! 

Maxine: é... Oi!

Chiara: você é a Maxine, certo? - ela assente - Então, Maxine, Podemos sentar ao seu lado?

Maxine: podem sim! - eu sentei de um lado dela e Jorge sentou do outro.

Chiara: Desculpa a pergunta, mas te notei tão triste. Aconteceu algo?

Maxine: Não é nada. Não precisa se preocupa!

Jorge: Você tem certeza disso? 

Maxine: tenho sim. Eu estou bem. Eu juro! - ela se levanta e sai.

Chiara: eu quero adotar ela.

Jorge: Opa, Dona Doida. Vai com calma aí!

Chiara: eu amei a Maxine, quero adota-la.

Jorge: nem conhecemos ela.

Chiara: Vamos falar com a dona Maria. 

Jorge: Está certo!

Chiara: Ótimo,vamos! 

...

D. Maria: Ah, Maxine... Ela é uma menina que não gosta muito de sorrir. Há muito tempo, ela foi agredida fisicamente pelo pai biológico. A mãe também foi agredida pelo pai, e infelizmente morreu. O pai foi preso, mas as agressões ainda vivem nela. Ela tem até uma cicatriz por causa de uma das agressões.

Chiara: Ai meu Deus. - me identifiquei um pouco com Maxine,mas, ao invés de pai, meu caso foi meu ex.

D. Maria: como ela é uma das mais velhas daqui, ela acha que nunca será adotada por nenhuma pessoa. 

Jorge: Nós queremos adota-la. 

D. Maria: Vocês querem mesmo? - assentimos.

Jorge: quanto tempo acha que dura a adoção dela?

D. Maria: como ela é uma das mais velhas e não tem ninguém que queira adota-la... Umas duas semanas. Está bom para vocês?

Jorge: Está ótimo!

...

Estávamos indo embora, quando escutamos uma voz.

--: Esperem! - olhamos para trás e vimos que era Maxine.

Chiara: oi Maxine. Precisa de algo?

Maxine: soube que vão me adotar.

Jorge: isso mesmo. - ela nos abraça.

Maxine: Obrigada, obrigada, Obrigada. Juro que não vou decepciona-los!

Chiara: sei que não! - beijo o topo da sua cabeça e elas nos solta - até duas semanas.

Maxine: até! - vimos um lindo sorriso no rosto dela e acenamos.

...

Jorge: vamos ser pais! - Fala entrando na casa.

Gaston: Quem é o filho? - Gabriel e Malena estavam na sala.

Chiara: correção, filha. Ela se chama Maxine. Ela é uma ruivinha muito fofa. Tem a idade de Gabriel.

Gaston: uma amiga para ele ficar aqui em casa enquanto estamos no trabalho.

Jorge: isso mesmo!

Malena: Então... Já sabem que horas vão pra festa da Julia hoje?

Chiara: Ai meu Deus. É aniversário da Julia e esquecemos de comprar o presente, Jorge.

Jorge: que Merda, é mesmo.

Chiara: Tchau de novo. Daqui a pouco voltamos!

.


Notas Finais


Espero que tenham gostado.
Mais uma criança pra essa família maluca.
Beijooooooooos


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...