1. Spirit Fanfics >
  2. As Crônicas da Legião >
  3. Sementes da Destruição - O outro lado

História As Crônicas da Legião - Capítulo 114


Escrita por:


Capítulo 114 - Sementes da Destruição - O outro lado


Gabi acordou deitada debaixo da árvore, exatamente no mesmo lugar onde adormecera. Ela olhou para a saída da clareira. Era exatamente onde X-35 estava, sentado, do mesmo jeito, no mesmo lugar. Gabrielle começou a ficar preocupada. Já haviam se passado 2 dias, e ela precisava sair daquele labirinto. Mas com aquele bicho de tocaia o tempo todo, ela não teria nenhuma chance.

A garota tentou pensar em alguma coisa para se livrar da criatura. Como ela poderia fazer isso? Gabi pensou em usar alguma coisa de isca para atrair a besta para longe, mas a única coisa que poderia servir de isca além dela seria sua comida, que ela não poderia gastar, já que só tinha o suficiente para mais 3 dias.

Gabi tentou escalar a árvore para ver mais longe. A garota começou a subir na árvore, mas logo caiu. O tronco era liso demais, não havia muito jeito de escalá-lo. Em seguida, Gabi começou a pensar em sair pelo outro lado da clareira. Mas aquilo seria arriscado. Gabi ainda não tinha tentado sair pelo outro arco, e não sabia se lá haveriam coisas diferentes ou piores do que o primeiro lado. A última coisa que ela queria era outro alien a vigiando pelo outro lado. Mas ela pensou melhor. Aquela saída era sua melhor chance de sair de lá.

Com os olhos fechados, Gabi caminhou na direção do segundo arco. Quando ela o atravessou, X-35 rosnou ainda mais alto.

Gabi abriu os olhos. Á sua frente, um caminho exatamente igual ao outro se seguia até onde os olhos viam. A garota continuou caminhando, até que sentiu necessidade de correr. Ela corria e seus passos ecoavam pelo labirinto. A rocha que servia de chão, do outro lado era cinza. O deste lado, era negro. Isso podia significar alguma coisa ou não. Mas Gabi não quis pensar nisso naquela hora. E se significasse alguma coisa ruim, paciência. Ela descobriria mais adiante. Gabi não parou de correr por algumas horas. Quando se sentiu cansada, forçou-se a ir um pouco mais adiante.

E quando não aguentava mais correr, parou, se sentou e descansou. Gabi respirava, juntando fôlego para ou tentar voltar, ou tentar ir mais adiante e chegar em algum lugar. Mas seu descanso foi interrompido por algo. Uma respiração, que logo se conteve, provavelmente por perceber que havia sido notada. Gabi estava tão cansada que mal conseguia se manter em pé, mas, com sua força de vontade, se levantou.

-Quem está aí? – Gabi tinha certeza de que sua pergunta não seria respondida, mas a fez mesmo assim.

Surpreendentemente, a pergunta foi respondida. Com um rugido. Como era possível que a besta tivesse corrido mais que Gabi, sem nem mesmo ela ver?

X-35 caminhou devagar e com a guarda alta na direção da garota. Gabi estava em estado de surpresa. Mas após alguns milissegundos, ela começou a pensar enquanto se afastava devagar: se o alien havia chegado lá antes dela, sem ela perceber, significava que ele conhecia o labirinto. Conhecia seus caminhos, suas passagens, seus desafios. Se Gabi conseguisse, de algum modo, estabelecer contato com a criatura, poderia talvez roubar alguma informação útil de lá.

Gabi tentou estabelecer contato visual com o alien. Ela olhava fixamente para os olhos azuis e frios do alien. Eles pareciam congelar sua alma, mas Gabi não desviava o olhar. Ela estava concentrada, tentava a todo custo entrar na mente dele.

Mas X-35 percebeu o que a garota tentava fazer. E no auge da concentração dela, o alien rugiu. X-35 saltou com suas garras apontadas para a cabeça de Gabi. No susto, a garota se jogou no chão. X-35 passou direto. Quando caiu, inesperadamente correu para longe.

Gabrielle se levantou devagar. Ela não entendera a atitude do alien. Atacá-la e depois fugir sem êxito. Talvez houvesse algo mais do outro lado. Talvez o alien soubesse de algo que ela não sabia. E isso não seria legal...



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...