1. Spirit Fanfics >
  2. As Crônicas da Legião >
  3. Sementes da Destruição - Encontrando seu caminho

História As Crônicas da Legião - Capítulo 133


Escrita por:


Capítulo 133 - Sementes da Destruição - Encontrando seu caminho


Gabi estava cansada. Extremamente cansada. E sentia dor. Muita dor. Mas não podia parar. Já havia ido muito longe, e tinha que terminar aquilo que começara. Havia deixado a segurança e o conforto da clareira para trás. Precisava se arriscar mais para conseguir sair daquele labirinto infernal cheio de criaturas ridiculamente amedrontadoras e poderosas.

Gabi estava com uma profunda dor nas costas. Principalmente pelo fato de que havia atravessado três paredes feitas com troncos de árvore. Mas isso não a impedia. Sua força de vontade era maior do que a dor.

Ela temia que encontrasse com o alienígena ou o ciborgue de novo. Não tinha chance de vencer nenhum dos dois em plena forma, imagina então com as costas raspadas até a carne.

Então a garota começou a ouvir um som. Um som metálico. Mas não parecia ser o General Starbolt. Era um som metálico que cortava o ar. Ao virar uma esquina do labirinto, Gabi então viu um machado balançando de um lado para o outro. Ela pegou o tempo do machado e correu. Passou sem maiores problemas. O que significava aquilo? Será que estava chegando na saída?

Ela começou a ficar animada. Finalmente teria a oportunidade de sair daquele inferno. Poderia começar a procurar alguém vivo do grupo, se é que ainda restaria alguém. Gabi viu um corpo ao longe. Um corpo decapitado. Ela chegou mais perto. Era o corpo de Adrian. Um dos recrutas. Ele também estivera lá, e encontrara alguma coisa. Mas fora decapitado antes. Gabi olhou para as paredes. Pequenos buracos longos e finos à meia-altura. Ela se abaixou, mas não conseguiu ficar com a cabeça abaixo dos buracos. Então se afastou. Ela só teria uma chance. Gabi correu para o lugar. Um pouco antes, ela pulou na parede e a usou para subir mais um pouco. Gabi passou longe dos buracos. Quando passou, uma estaca de metal afiada saiu de cada buraco e logo em seguida, voltou para dentro da sua respectiva parede. Mas Gabi estava lá no alto. Porém, quase que instantaneamente, outra estaca surgiu à frente da garota. E, no mais puro reflexo, Gabi inclinou-se para trás. A estaca cortou uma mecha de seus cabelos loiros. Gabi ainda deu um mortal no ar e caiu abaixada. Ufa. Aquela última fora por pouco. Por muito pouco.

Gabi olhou para trás. Parecia um caminho comum. Mas não era. Uma pena que Adrian não percebera. Mas ele ajudara a garota a perceber.

-Descanse em paz, colega. – Gabi falou antes de prosseguir.

Agora, ela andava. Não mais corria. Parecia estar no caminho certo. Ao virar outra esquina, Gabi pressentiu algo. Atrás dela. Ela se virou. Era uma raposa. Raposa? Como uma raposa estaria lá no labirinto? Isso só podia significar uma coisa. Ela estava muito próxima da saída. Ela pediu à pequena raposa que a levasse para fora do labirinto. Imediatamente, a raposinha começou a correr, seguida por Gabi. Segundos depois, a raposa passou entre duas paredes e sumiu. Gabi já entendera. Era um portal. A garota respirou fundo e correu. E ao atravessar o portal, tudo o que pode ver foi uma imensidão verde. Gabi se jogou no chão, aliviada. Não fazia a menor ideia e onde estaria, mas estava livre do labirinto.

-Leve-me até alguém! – ela disse para a pequena raposa, sem perder o ânimo.

A raposa correu, seguida por Gabi, que não fazia a menor ideia do que estava acontecendo...



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...