1. Spirit Fanfics >
  2. As crônicas da U.A. >
  3. Mineta, filho da...

História As crônicas da U.A. - Capítulo 17


Escrita por:


Capítulo 17 - Mineta, filho da...


Fanfic / Fanfiction As crônicas da U.A. - Capítulo 17 - Mineta, filho da...

Já eram 10 da manhã e Momo estava de saco cheio. Seu dia mal começou e já tinha Mineta te atormentando, entregando chocolate com flores, uma carta com corações dentro e até mesmo pegou sua bolsa para ver o que a garota mais gostava, mas Momo notou o sumiço e pegou de volta.



— Kyoka–san, estou dizendo... Ele não me deixa em paz! Estou farta dele nunca parar de me encher o saco e continuar insistindo em me chamar pra sair.

— Ou melhor, tenta — disse enquanto comia seu udon.

— Ah... — Suspirou brevemente — Ele nem gosta de mim de verdade, só quer me chamar para sair e sei lá o que vai fazer.

— Vai comer sua pizza? Senão eu fico com ela. — Apontou para o prato e a garota fez um "não" com a cabeça — Valeu!

— Hm...

Olhava de longe Mineta falando com Kaminari, ele parecia estar com as bochechas meio rosadas e com uma cara de besta. Ninguém além do amigo dele sabia do que se tratava, mas né? Dependendo do Mineta, seria algo sobre garotas bonitas (lê–se, com corpão).

Ela já havia rejeitado o garoto pela 3ª vez naquele dia com aquela cartinha com corações. A primeira foi com uma cantada suja pelas 6:40 da manhã. Depois, os chocolates com flores na troca dos turnos dos professores pelas 10:00, pois suspeitava ter alguma mini–câmera para lhe espionar e o chocolate poderia ter vindo com algo dentro. Rejeitou de todas as maneiras mais educadas e menos tóxicas possíveis, pois não queria magoar o colega e nem queria dar falsas esperanças, gostaria de "cortar o mal pela raíz", sem briga ou mal entendido.

— Yaoyorozu! Venha aqui, por favor? — Mineta chamou ela e a garota foi, com certa ideia do que poderia ser.

— Pois não?

— Quer sair comigo? — Perguntou com os olhos brilhando.

—Não. — Olhou para ele com raiva e cansaço de tanto insistir e não parar de uma vez. O brilho no olhar dele sumiu e ela voltou para seu lugar.

Quarto fora que tomou no dia e não desistiu. Momo, já quase arrancando a cadeira do lugar e jogando na cara dele, respirou fundo e viu Todoroki observando a cena.

— Todoroki–san?

— Mineta está te perturbando?

— Desde hoje de manhã. Não para de me pedir para sair com ele e quer sempre jogar "charme" em cima de mim.

— Por que não aceita?

— É que ele nunca vai querer me chamar para sair de verdade e ser romântico. Sei o quão pervertido e insistente ele é.

— Entendo. Quer que eu diga para ele parar?

— Não, não precisa. Uma hora ele cansa!



Fim do dia, aguentou Mineta lhe chamando e seguiu o conselho de Todoroki: Ignora que vai embora. E funcionou! Até eles chegarem nos dormitórios...

— Yaoyorozu~!

Ignore, ignore, ignore!

— Yaoyorozu! — Pulou na garota e prendeu uma de suas bolinhas nas costas dela, sorte que colocou seu casaco por cima, assim não tinha grudado literalmente nela.

— Mineta–san... Chega! — Tirou o casaco e jogou no chão, com Mineta abraçando o mesmo — Eu não vou sair com você! Não quero nada com você e não vou querer! Pode por favor parar de insistir sabendo que minha resposta será "não"?!

— Mas Kaminari–kun disse que você saiu com ele...

— Kaminari...san? — Bastou uma virada rápida de Momo, que fez Kaminari tremer até os ossos.

— Mineta! Fica quieto!

— Kaminari... Podemos conversar? — Perguntou com um sorriso falso de bondade, enquanto segurava um taco de beisebol.

Mais tarde, Mineta insistiu no Twitter e levou um "não".



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...