1. Spirit Fanfics >
  2. As Crônicas de Fernanda Sun >
  3. Capítulo 6 - Scooby Doo- Verso

História As Crônicas de Fernanda Sun - Capítulo 6


Escrita por:


Capítulo 6 - Capítulo 6 - Scooby Doo- Verso


Fernanda então voltou à sala dos portais e percebeu que mais uma luz vermelha do 4o portal tinha aparecido no chão, e mais um portal tinha sido liberado, afinal conforme ela concluía uma missão em um portal, outro aparecia desbloqueado, e o anterior virava apenas um espelho, então ela olhou esse próximo portal e estava com um desenho em formato de dogue-alemão, usando o colar com s...

_ Jura?  Eu amo Scooby-Doo!

Então ela entrou no portal, e ela se viu dentro da Máquina de Mistérios, o carro da turma do Scooby-Doo.

_Scooby meu filho, você está vendo esse fantasma entre a gente? - disse Salsicha bobo e divertido como sempre.
_ "Aham" - disse Scooby Doo.
_ Oi eu sou a Fernanda Sun - assim que terminou Scooby pulou no colo do Salsicha e começaram a tremer.
_ Parem seus bobos, ela é humana, olá eu sou a Velma!
_ Como ela entrou na nossa Máquina de Mistérios? - disse Fred dirigindo e olhando Fernanda no retrovisor ao perguntar.
_ Me desculpem eu cumpro objetivos nos mundos dos portais da sala que estou presa e...- então o aparelho do bolso dela apitou e ela pegou, Salsicha curioso estava lendo a mensagem junto a Fernanda.

Sillywood:

Convença Scooby e sua turma a desmascarar Clodowald, o suposto fantasma em outra dimensão clone de Sillywood, consiga recuperar o objeto roubado por ele do Museu Rustydale.

_Nossa isso parece mais complicado - disse Fernanda.
_ O que estava escrito nesse aparelho? - disse Daphne.
_ Eu preciso da ajuda de vocês para recuperar um objeto que Clodowald roubou do Museu Rustydale, aqui virem aqui! Aqui é a entrada de Sillywood, segundo o aparelho é uma outra dimensão de onde moro, uma dimensão clone.
_ Às suas ordens - disse Fred.

Então eles viraram e entraram em Sillywood dessa outra dimensão, e logo mais à frente na rua oposta à casa dos Smith de Igaratone o fantasma aterrorizava as pessoas flutuando nas ruas, e em uma de suas mãos estava o objeto que ela precisava recuperar.

_ Precisamos de um plano, Fred qual o plano? - disse Fernanda sabendo que ele era o cara que bolava os planos.
_ Tudo bem, Scooby e Salsicha vocês distraiam o fantasma, enquanto eu e Daphne damos um jeito de pular no fantasma e a Velma pega o objeto.
_Ei e eu? - disse Fernanda se sentindo  de fora.
_ Você pode mobilizá-lo quando ele estiver no chão e assegurar que ele não fuja.
_ Tudo bem, agora está melhor.

Assim eles fizeram, Daphne e Fred pularam no fantasma enquanto Salsicha e Scooby iam dançando na frente dele, e quando ele caiu Velma pegou o objeto da mão dele, e então Fernanda o desmascarou.

_ Nossa era apenas um pano branco, parece uma toalha branca de mesa, e não acredito, você tinha um ventilador amarrado na sua cintura?
_ Me devolva a Adelix ! Eu não acredito que vocês estragaram a minha diversão, estaria tudo certo se vocês paspalhões, essa menina estranha e esse cachorro vira-lata não tivessem estragado tudo!
_ Eu não vou te devolver nada seu malvado, não fale assim dos meus amigos! - disse Velma irritada.
_ E eu não sou estranha! Apenas eu posso me xingar, ok? - disse Fernanda apertando mais os braços de Clodowald.

Então eles chamaram a polícia que prendeu Clodowald e Fernanda entregou a aparente Adelix para os policiais e disse que precisavam devolver para o Museu perto dali: Rustydale.

_Obrigada pessoal, nunca imaginei que fosse fazer parte de uma equipe como vocês resolvendo um mistério, muito obrigada mesmo!... - disse Fernanda - ... E scooby você é ainda mais fofo pessoalmente - então Scooby- Doo abraçou Fernanda.
_ Adeus pessoal.
_ Adeus Fernanda. - disseram eles e Scooby acenando com a pata, enquanto Fernanda começou a desaparecer.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...