História (Reescrevendo)As crônicas de uma garota suicida - Capítulo 10


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Depressão, Original, Suícidio
Visualizações 37
Palavras 430
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Ficção Adolescente, Romance e Novela
Avisos: Suicídio
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Vou postar os um limosine capítulos hoje então...

BOA LEITURA!

Capítulo 10 - Adeus...


Fanfic / Fanfiction (Reescrevendo)As crônicas de uma garota suicida - Capítulo 10 - Adeus...

 Após tomar um banho e me vestir(um blusão largo de mangas compridas cinza e uma calça preta rasgada colocando nos pés meus calçados favoritos-meu all star preto)...

      Decido escrever uma carta com meus sentimentos,afinal pensei que seria melhor ao menos me despedir por escrito,já que me faltava coragem para o ato cara a cara:

                *Carta on*

"Querido alguém que se enteresse por esta carta,
 Pode parecer estúpido o que fiz,mas assim que contar minha vida a você não pensará mais desta forma.
  Minha vida desde pequena não tem sido fácil,meu pai me deixou quando eu tinha apenas oito anos. Cresci ouvindo comentários desagradáveis das pessoas á minha volta:idiota,isolada,sem amigos,maluca...para vocês que faziam esses comentários,espero que estejam felizes em saber que suas expectativas foram alcançadas, e...Obrigada pelo conselho de me matar.A depressão...simplesmente me isolei mais ainda do mundo e as pessoas notaram...bom...pelo menos algumas,e agradeço a elas por terem tentado me ajudar,apenas lamento não ter funcionado.
  Mãe,para você só tenho a dizer "obrigada",por sempre tentar me ajudar e fazer sempre o possível,mas ao mesmo tempo não agradeço por isso,pois comecei a me sentir um enorme fardo para você:todos os remédios,e consultas,você não tinha que ter feito isso...
Por que fiz o que fiz?Muito simples:
  Eu simplesmente cansei de sofrer e causar desgosto aos que me cercavam...
  Eu fui idiota em pensar que nas horas difíceis alguém realmente iria me ajudar...
  Eu sentia como se errasse todos os dias...
E aqui deixo uma frase para refletirem:
  O suicida não é covarde,apenas não encontrou outro modo para matar uma dor que o matava todos os dias...

Adeus,
Madyson. "

                           *carta off*

*Pov narrador*


      Ao terminar sua escrita de despedia a garota já se afogava em suas lágrimas,levantou-se e deu uma ultima olhada em seu quarto,desceu as escadas e rondou toda a casa uma ultima vez chorando mais a cada cômodo. Colocou o papel em cima de uma mesinha que havia na sala e andou para o quintal dos fundos rumo a piscina se virando de costas para a mesma ao chegar em sua borda. Naquele momento ela não pensou em mais nada,queria apenas acabar com tudo isso logo,assim que se recuperou do choro intenso não pensou duas vezes e se jogou.

      A água fria que até então a rondava apenas no exterior de seu corpo começou a invadir seus pulmões causando uma dor insuportável,e ali ela ficou,até que acabou sem ar e inconsciente.

      E assim a garota até então apenas mais uma entre muitas deu fim a seu sofrimento da pior (para ela a melhor) forma possível,dando um fim á sua própria vida...






Continua



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...