História As Crônicas Do Olimpo - Capítulo 17


Escrita por:

Postado
Categorias Naruto
Personagens Akamaru, Gaara do Deserto (Sabaku no Gaara), Hinata Hyuuga, Ino Yamanaka, Itachi Uchiha, Jiraiya, Karin, Kiba Inuzuka, Naruto Uzumaki, Neji Hyuuga, Orochimaru, Personagens Originais, Rock Lee, Sai, Sakura Haruno, Sasori, Sasuke Uchiha, Shikamaru Nara, Shino Aburame, Shisui Uchiha, Suigetsu Hozuki, Tamaki, Temari, TenTen Mitsashi, Tsunade Senju
Tags Mitologia Grega, Mitologia Romana, Naruto, Outros Casais, Romance, Sasusaku
Visualizações 128
Palavras 9.025
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Esporte, Fantasia, Festa, Ficção, Ficção Adolescente, Hentai, Lírica, Luta, Magia, Mistério, Misticismo, Romance e Novela, Saga, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Canibalismo, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 17 - Acordando do Casulo


Fanfic / Fanfiction As Crônicas Do Olimpo - Capítulo 17 - Acordando do Casulo

Sasuke sendo levado por duas mulheres com assas de vespas essa é ultima coisa que Sakura se recordar ver, nem sabia como isso acabou acontecendo tudo parecia tão vago em sua mente, mas o fato importante agora era que de alguma forma o tempo havia parado. Sim, Sakura estava parada numa espécie de cena de filme aonde alguém havia apertado o botão de pausa, a diferença era que ela não conseguia enxergar nada além de uma luz rosada poderosa e muito irritante para sua visão, era como olhar para um refletor de um estádio de futebol, e o mais estranho era que a luz caminhava em sua direção.

 

             Estaria ela morta? Não já pensou assim e acabou conhecendo Sasuke, será que iria conhecer outro garoto rebelde e mal humorado, ou simplesmente estava tendo uma alucinação maluca, era tudo meio incerto, a única coisa certa ali era que luz ficava cada vez mais perto de Sakura até pensou em correr, mas pra onde o mundo parecia ter sumido restando apenas um vazio de uma tela rosa que cheirava á um perfume que nossa heroína até achava familiar.

 

      De fato conhecia aquele aroma único, era fino e caro, se tratava de um perfume francês que sua mãe amava e a rosada também, este perfume era extremamente caro e raro poucas pessoas o possuíam, era conhecido como cirisier rose /cerejeira rosa, era um aroma tão bom que Sakura até se desligou do mundo ao seu redor.

 

- Bonjour, mon cher/Saudações minha querida – Uma voz sedutora e com um perfeito sotaque francês acordou Sakura de seu devaneio com o aroma que inebriava o local –

 

       A rosada piscou acordando de um transe e olhou envolta, estava numa praça de shopping, sentada em uma adorável cadeira rosa que lembrava uma cadeirinha de casa de boneca a sua frente uma mesa também rosa estava colocada de maneira elegante.

 

       A mesa era toda posta da forma chique das etiquetas francesas, Sakura conhecia bem essa área por que sua mãe era francesa e lhe ensinou algumas coisas da etiqueta do país. Havia pequenos croaçãs eles emanavam um aroma tão bom, cookies em uma adorável cestinha, um belo bule de chá de uma porcelana fina de cor branca decorado com desenhos de cerejeiras, e as xicaras que seguiam o mesmo designer do bule.  

 

- Onde estou? – Se perguntou Sakura totalmente perdida –

 

- Você estar tomando um chá –

 

          Sakura finalmente notou aquela mulher sentada de frente pra ela, e como não a havia notado antes, ela era extremamente linda, uma beleza que chegava fazer os olhos da rosada arderem.

 

- Afrodite? – Disse Sakura pasma –

 

     Sim, ela estava diante de sua vida passada, como podia ter tanta certeza disso? Bem à beleza estonteante era inegável, não havia um único defeito naquela mulher, sua pele era tão macia e feminina que Sakura foi capaz senti-la sem ao menos toca-la, seu corpo, bem esse era esculpido de uma forma única, duvidava que outra mulher no mundo tivesse um corpo tão bem feito como aquele, e somente a presença daquela mulher definia a palavra elegância.

 

- Olá Sakura – Sorriu Afrodite e foi como se todos os problemas do mundo sumissem com aquele sorriso –

 

- Você estar realmente aqui – Gaguejou Sakura meio sem ação –

 

- É claro que estou – Disse a deusa dando uma leve jogada de cabelo -

 

    E nossa como os cabelos dela eram radiantes, chegavam ficar faiscando um brilho solar, era até difícil deduzir a cor deles, hora pareciam louros, ruivos, castanhos, morenos não importava a cor eram sempre radiantes, mas no final a cor que se estabeleceu nas madeixas da deusa foi um louro bronze bem vivo ressaltando os olhos verdes de Afrodite.

 

- Como? Você não estava morta e outros deuses e... -

 

- Sakura fique calma – Pediu Afrodite e no mesmo estante Sakura se acalmou – No momento o que precisa saber é que nós deuses maiores podemos nos comunicar com vocês Cratos, mas podemos fazer isso somente uma vez, então devemos aproveitar essa chance –

 

        Sakura nada disse, na verdade ficou com medo de falar a voz de Afrodite era tão presente e intimidadora, se perguntava se ela também era assim quando usava o charme.

 

- Não você não é igual a mim quando usa o charme – Disse Afrodite atraindo uma expressão de espanto de Sakura – Consigo ler sua mente –

 

- Quer dizer que sabe tudo que pensei sobre você – Envergonhada e assustada definiria bem o estado de Sakura agora –

 

- Não se preocupe não levei nada para o pessoal – Disse Afrodite observando suas unhas pintadas de vermelho o que combinava com seu vestido da mesma cor – Mas estou aqui pra falar de você e não de mim... –

 

- De mim? – Disse Sakura apontando pra se mesma –

 

- Eu sei que tudo na sua vida não foi fácil... Mas vou ser bastante clara se fecha para amor não irá lhe fazer mais forte... –

 

- Eu não compreendo o que...  –

 

- Sakura seu coração se recusa abrir espaço para qualquer rapaz – Afirmou a deusa logo depois ela serviu um pouco de chá a Sakura –

 

- Não quero um namorado – Afirmou a rosada abaixando olhar, fitou o chá na xicara, parecia ser de hortelã –

 

- Não estou pedido pra você noivar meu bem, mas pra dá uma chance a qualquer sentimento bom que você venha a sentir – Explicou Afrodite –

 

- Mas e se eu quebrar a cara, e se tudo der errado como com Scott, Levi ou idiota do Sasori – Argumentou Sakura, suas péssimas experiências amorosas a fez ter certeza que podia contraria a deusa do amor –

 

- Dan la avie, dreux choses sont vraies amour et mort… - Falou a deusa do amor com um perfeito sotaque francês –

 

- Na vida duas coisas são certas o amor e a morte – Traduziu á rosada as palavras da deusa –

 

- Cabe a você decidir se vai aguardar a segunda certeza da vida sem saber o que é a primeira – Disse Afrodite – Mas posso lhe garantir uma coisa deixar o amor entrar na sua vida não lhe fara fraca... –

 

       Sakura de imediato pensou em Sasuke lhe falando que o amor era uma fraqueza para pessoas como ela e ele.

 

- Ah não vai dá ouvidos a reencarnação de Zeus, vai? – Disse Afrodite de uma forma descontraída – Nos duas sabemos que aquele garoto tem seus próprios problemas para lhe dá –

 

- Isso é bem verdade – Riu a rosada –

 

- Esta risada acabou de lhe fazer florescer... Como uma lagarta que saí de seu casulo se transformando em uma bela borboleta – Disse a deusa -

 

     Num estalo de dedos Afrodite mudou as vestimentas de Sakura como também o peteado e a maquiagem... Enfim fez uma mudança no visual da moça sentada a sua frente.

 

- Pensamentos leves pedem um visual leve – Comentou a deusa – Ah quase me esqueço... –

 

       Afrodite tirou de baixo da mesa uma caixa rosa enlaçada com uma adorável fita vermelha, ela mesma abriu e mostrou o conteúdo a Sakura, uma bela gargantilha de ouro com um pingente na forma de uma borboleta.

 

- Eu usava um cinto, mas caia entre nós, cintos já saíram de moda – Disse a deusa para com um novo estalo de dedos fazer a gargantilha surgi no pescoço de Sakura –

 

- É muita linda... –

 

    A peça de joia encantou Sakura de uma maneira que ela esqueceu por uns cinco minutos que estava na presença de Afrodite.

 

- Você sabe alguma coisa sobre... – Sakura parou sua pergunta ao levantar olhar e não ver mais Afrodite ali - Afrodite –

 

                                   A deusa havia sumido!

 

      O som de vidro se quebrando soou no local e de repente Sakura estava novamente no cassino em Vegas parada próxima a borda de um dos andares do local.

 

- Como eu vim parar aqui? – Se perguntou Sakura muito confusa, porém ouviu mais uma vez o som de vidro se quebrando –  

 

        O olhar da Haruno foi para cima e avistou Sasuke enfrentando as estranhas mulheres com assas, e o som de vidro se quebrando era das bordas dos andares que eram feitas de vidro. Sasuke havia jogado uma das vespas humanas contra as bordas quebrando a superfície.

 

- Sasuke! – Gritou a rosada acenando para o Uchiha –

 

       Alguns andares acima Sasuke enfrentava as mulheres vespas que pessoalmente o Uchiha achava irritante, o que não era novidade, poucas coisas Sasuke não acha irritante. Mas de fato as comedoras de lótus eram seres que davam nos nervos, suas unhas medonhas já haviam feito um bom estrago no ombro esquerdo de Sasuke, sua camisa se encontrava banhada de sangue e ás cincos unhas dá sua inimiga estavam cravadas em sua pele, foi difícil, mas conseguiu se livrar da dona das unhas, porém essa deixou as unhas ali na pele do rapaz como uma recordação.

 

- Maldita vadias de assas de inseto – Resmungou Uchiha puxando as cinco unhas do seu ombro, e notou que elas haviam indo fundo –

 

      Apesar de Sasuke ter jogada a dona das unhas contra a borda de vidro ainda havia muitas comedoras de lótus lhe rodeando como um enxame de abelhas.

 

- Podem vim vadias! – Chamou Sasuke rodando sua espada em mãos –

 

       Suas inimigas obedeceram ao chamado de Sasuke, elas partiram aos montes pra cima do nosso herói arrogante. A primeira teve a cabeça cortada fora, a segunda teve o dorso do seu corpo partindo ao meio, á terceira conseguiu arranhar a face de Sasuke e ele para retribuir cravou sua espada bem na cara dela.

 

- O que acha disso inseto – Ralhou Sasuke torcendo o cabo da espada para o lado esquerdo despedaçando a face da adversaria que se reduziu a pó –

 

       A quarta comedora de lótus atacou Sasuke, e diferente das outras foi astuta e venho por baixo, ela cravou suas unhas no calcanhar do rapaz e o puxou.

 

      Sasuke não evitou a careta de incomodo ao sentir as unhas da inimiga penetrar em sua pele, e as coisas são pioraram quando ele começou a ser arrastador pelos ares. Ele tentou se soltar, mas as unhas da comedora de lótus pareciam ter uma supercola que prendeu na carne do seu calcanhar de uma maneira precisa.

.......  

 

- Essa não – Disse Sakura observando tudo assustada –

 

     Pensou que as coisas não podiam piorar, entretanto a moça vespa que arrastava Sasuke começou a gira e gira e depois do nada largou Sasuke.   

 

        Tudo que Sakura viu depois foi um vulto rodar no céu em uma velocidade extraordinária passar pela zona do andar numero nove e bater em alguma coisa lá dentro que fez um estrondoso barulho.

 

- Sasuke! – Gritou ela desesperada –

 

        O que poderia fazer?  Seu batom, sim estava com ele no decote, se perguntava como ele foi parar ali, mas isso era o de menos, precisava ajudar Sasuke, e uma espada era uma boa opção, porém como iria lutar com aquelas coisas com assas.

 

- Dane-se, preciso ajudar o Sasuke – Sem um plano Sakura simplesmente ergue os braços e começou a sacudi-los– Ei! Aqui suas feiosas! –

 

    O enxame de comedoras de lótus fitou Sakura e partiram em direção a rosada. Ok, a parte de chama atenção funcionou bem, agora ela faria exatamente o que? Bom ela correu.

 

     Correu na direção esquerda, mas não foi muito longe, duas moças com assas de vespas se colocaram bem na sua frente, se virou num elegante giro de atriz e parou subitamente quando viu três loiras voadoras ali.

 

                        É Sakura estava cercada.

 

- Ferrou... – Disse a rosada encostando-se a borda de vidro -

 

        Ela não podia ir pra direita e nem pra esquerda, e não iria longe se corresse para frente, lhe restou saltar, sim pular do andar numero sete, era isso ou ser retalhada pelas unhas grandes das comedoras de lótus.

 

- É só pular –

 

      Encorajou-se a rosada, deu uma olhada pra trás e pode comprovar que era bem alto. Fechou seus olhos e se deixou cair de costas. Sabe aquela cena do filme O espetacular homem aranha ameaça de elétron quando a mocinha Gwen Stacy está caindo em direção á morte, era bem assim que nossa heroína se via agora, provavelmente iria bater forte com as costas no chão, só esperava cair antes que as bizarras mulheres vespas alçassem seu corpo.

 

      Então era isso mesmo Sakura tinha se suicidado, mas o que poderia fazer? Acabou se lembrando das palavras de Afrodite, “Na vida duas coisas são certa o amor e a morte” no momento Sakura estava certa da sua morte.

 

                                  Mas enquanto ao amor?

 

       Não! Ela não acabar assim, se sua vida passada disse que ela ainda poderia acha o amor não deveria se entregar a certeza da morte, se deuses gregos existiam havia uma mínima possibilidade de haver um milagre. Um que a salvasse.

 

     Milagre, ou não, a gargantilha que Sakura usava brilhou em uma luz rosa e corpo da Haruno ganhou uma sustentação repentina, depois ela foi impulsionada pra cima como num disparo de focos de artificio, e de fato a rosada explodiu nos céus, mas não no sentido literal.

 

        Nossa heroína explodiu em uma nuvem de perfume, um aroma doce e viciante que coloriu o ambiente com a cor rosa, e no centro dessa nuvem Sakura pairava no ar com um par de assas de borboleta.

 

- Minha nossa eu tenho assas! –

 

       Exclamou em um estado de espanto, estava vendo um par de assas de borboletas rosadas, porém custava acreditar que essas saíam de suas costas. Ela poderia ficar ali parada no ar pasma com assas, se não fosse o detalhe das comedoras de lótus subindo em sua direção.

 

- Tá legal eu tenho assas espero saber usa-las –

 

/\/\/\/\/

 

    Naruto detestava cobras eram animais tão nojentos e para sua infelicidade os antes seguranças carecas emitiam um chiado de cobra quando atacavam. No exato momento ele focava em se esquivar da série de ataques de um dos inimigos que usava suas garras grossas não muito longas e brancas como sua principal arma de ataque.

 

       O homem réptil desferia golpes como socos de mão aberta tentando acertar Naruto bem na sua frente, Naruto por sua vez esquivava-se dos ataques aguardando o momento certo para agir, e quando viu este momento não hesitou em cravar sua espada no peito do inimigo.

 

- Te peguei – Sorriu o Uzumaki empolgado –

 

       Seu inimigo se dissolveu em poeira e ele partiu para o próximo só não contava que o próximo fosse saltar de trás do bar do cassino e cair bem encima dele.

 

- Que bafo nojento – Disse Naruto usando sua espada para manter o homem réptil longe de seu rosto –

 

     Há alguns metros dessa cena Neji encontrava-se encima de uma das mesas do cassino atirando nos comedores de lótus, regra número quando se é um bom arqueiro e está em uma brinca, procura um local onde você possa ter uma boa visão do ambiente e dos inimigos.

 

- Essas coisas são rápidas –

 

        Mesmo com uma boa visão Neji tinha dificuldade em acetar os inimigos, eles se moviam de uma forma reptiliana mostrando uma excelente agilidade para desviar das flechas dele. 

 

        Sua única ideia foi espera uma aproximação direta do inimigo, e essa venho mais rápido do que ele esperava, um dos Lotófagos andava pela estrutura do palco próximo do nosso herói, o réptil humanoide saltou pronto para pegar Neji de surpresa.

 

                                  Foi uma Péssima ideia!

 

       O Hyuuga se jogou de costas encima da mesa ao mesmo tempo em que disparava uma flecha pra cima a mesma cravou bem na testa do Lotófagos, depois Neji rolou para o lado saindo da frente do corpo que se espatifou encima da mesa.

 

- Nunca se surpreende um Hyuuga temos olhos de falcão – Comentou Neji rodando uma de suas flechas nas mãos –

.........

 

       Hinata adentrou no cassino perdida e querendo ver Naruto e seu irmão, quando viu os homens cobras parou subitamente e ficou sem reação.

 

- O que são essas coisas? – Se perguntou ela -

 

     Olhar de águia de Hinata percorreu o ambiente foi quando avistou a cena da calda de lagarto balançando animada e o dono dela tentava a qualquer custo abocanhar a face de Naruto.

 

- Preciso ajuda-la –

 

        Hinata deu uns três passos em direção a Naruto, porém parou ao se recordar do detalhe que não tinha uma arma para usar, não fazia ideia de onde colocou seu arco, na verdade ela nem sabia o porquê de estar ali e vestida com uma roupa tão provocante, sentia-se tão exposta.

 

- “Foco Hinata” –

 

        Pensou a Hyuuga, devia focar em ajudar Naruto, ela podia não ter muitas características de Artêmis, mas tinha o dom de pensar como uma caçadora pronta para agir como uma sobrevivente. E ver uma taça de vidro passar rolando aos seus pés deu a Hinata uma ideia.

 

- É isso – Sorriu Hinata pegando a taça -

 

       Ela precisou fazer força para quebrar a taça, sem esforço gerou um bom resultado.

 

          Com perfeição Hinata conseguiu separar a haste e a base (Parte de baixo da taça) do bojo e a boca, (Parte de cima da taça) depois ela mirrou e jogou a haste na direção do homem réptil que atacava Naruto.

 

         A arma improvisada da Hyuuga foi girando até o inimigo encima de Naruto e cravou com perfeição na nuca do faminto comedor de lótus, esse jogou a cabeça pra trás enquanto emitia um chiado de dor. Naruto vendo a chance perfeita para se livrar de seu adversário cortou a cabeça do mesmo fora.

 

- Naruto! – Chamou Hinata acenando para o Uzumaki –

 

- Hina –

 

      Naruto abriu um largo sorriso ao ver Hinata chamando seu nome e acenando para ele, foi uma sensação parecida com a de quando ele era criança e sentia o doce cheiro da torta de amora do seu pai Iruka.

 

      Estava tudo perfeito pra Hinata, acabava de ajudar Naruto e começava a ter uma vaga ideia de como venho para naquele cassino, entretanto ela foi puxada pelo uns dos seus pés, alguma coisa havia enlaçado seu pé direito e arrastado nossa heroína pra trás. Ela havia caindo de costas, virou seu corpo rapidamente e pode ver o homem cobra com sua calda escamosa enlaçada na sua perna direita.

 

- Hinata! – Gritou Naruto, ele não pensou duas vezes e correu para ajudar a Hyuuga, mas foi interceptado por outro inimigo –

 

      Sem digamos um príncipe encantado Hinata teve que lutar com seu pé livre e começou a chutar a calda escamosa que enrolava sua perna, podia sentir o osso de seu calcanhar se mover, era uma dor bem intensa, e sim ela quis gritar de dor ou chorar.

 

- Ahn! – Arfou Hinata em um choramingo –

 

         Ela sabia que não foi uma boa ideia vim nessa balada em Vegas. E agora? Qual deveria ser sua atitude diante daquela situação, ia acabar tendo o osso de sua perna quebrado se não tomasse uma atitude.

 

                     Então pare de chorar e faça algo.

 

    Esse pensamento explodiu na mente da Hyuuga em uma onda de energia, e sem saber exatamente o que fazia pegou um dos seus saltos pontudos e enfiou na calda escamosa que lhe prendia.

 

- Aaah! – Respirou ela em grande alivio quando seu pé foi libertado –

 

      Irritado o dono da calda encarou nossa heroína caída no chão emitindo um chiado de cascavel enquanto mostrava seus dentes de laminas. 

 

     Animais agem por extinto, e Artêmis sempre foi uma deusa que agia pelo extinto, ou seja, sua vida passada deveria agir por extinto também, e mesmo não sabendo de onde venho àquela atitude Hinata correu em direção ao digamos...  Predador.

 

      Naruto acabava de se livrar do seu adversário sua primeira reação foi procurar Hinata. Há principio achou estar vendo coisa, mas de fato viu mesmo a doce Hinata saltar sobre os ombros do homem réptil dando uma chave de pernas como aquelas da Viúva Negra e isso nem foi não o fato mais estranho, a serpente feita de uma energia platinada transparente que contornou corpo de Hinata foi.

 

- Argh! –

 

      Urrou a Hyuuga fazendo força quebrando o pescoço do seu inimigo como uma cobra que enroscar e quebra um corpo de uma capivara. O Lotófagos despencou no chão se desmanchando em poeira, já Hinata soltou o ar dos pulmões em um suspiro rápido, ela pode ver no reflexo de uma bandeja de prata no chão que seus olhos passavam de um olhar de réptil para a cor perolada de sempre.

 

- Caramba – Disse Naruto vendo Hinata com outros olhos –

 

/\/\/\/

 

- Ahhhh! –

 

      Ter um par de assas não era como andar de bicicleta ou apreender a dirigir, se fosse Sakura estaria mais ferrada, sempre foi péssima nessas tarefas, porém a rosada aprendia a voar sobre pressão, pois ela era perseguida pelas estranhas mulheres vespas e esse fato a fez pegar o jeito da coisa mais rápido.

 

      A parte fácil era que as assas de borboleta não pesavam nada, na verdade ela nem as sentia, e para elas se moverem bastava Sakura tentar mover os quadris como num rebolado, já à parte difícil era ficar estável no ar, era muito difícil, se perguntava como Sasuke fazia parecer tão fácil.

 

- Sakura mantenha o foco – Dizia a rosada voando como um uma fada que bebeu muita vodka e talvez tivesse tendo um ataque epilético –

 

      Esse jeito excêntrico de voar da rosada deixava suas perseguidoras intrigadas e distraídas.

 

- Essa não! –

 

        Exclamou Sakura indo direto para a parede, não sabia como parar era sempre mais fácil aprender correr já á parar era outra historia.

 

- Espera! Talvez seja como dançar –

 

     Sorriu a rosada se lembrando do treino com Neji, inclinou seu quadril pra frente e seu corpo se firmou, ela parou a centímetros da parede, havia conseguido, porém ainda tinha ás cincos mulheres vespas vindo direto na sua direção.

 

- Alô Sakura! – Bateu ela na sua testa –

 

       Sakura usou seus pés para ganhar impulso na parede, fez força pra frente inclinado seu corpo um pouco pra cima, suas assas bateram com força e Sakura passou por cima das moças vespas, quando deixou essas para trás procurou na cintura sua adaga e ela estava lá, jogou a arma na direção das inimigas e uma delas acabou com adaga espelho cravada na testa.

 

- Uhu eu acertei! – Comemorou a rosada –

 

     Ela se empolgou de mais, não viu pra onde voava e acabou batendo contra a borda de um dos andares, tombou pra trás e saiu rolando no chão até bater suas costas em algo duro, porém áspero, Sakura ouviu um som que antes só havia ouvido pela televisão.

 

     Ao se virar viu o traseiro grande de um elefante havia caindo bem próximo da pata de um elefante indiano.

 

- Ahhhh! – Gritou à rosada se afastando do elefante –

 

- Ali está ela! – Apontou uma das três Lotófagos restante –

 

- Ainda tem três delas – Disse Sakura atenta às inimigas que acabavam de pousar onde a rosada estava –

 

    Sakura não pensou em correr puxou sem batom (Espada) e se preparou para lutar com as inimigas.

 

- Lembre-se ela deve ficar viva – Disse uma das Lotófagos –

 

- Elas me querem viva –

 

        A Haruno achou estranha aquela informação, todos os monstros queria matar e devorar os Cratos, mas aquelas mulheres insetos há queriam viva, não pode deixa de lembrar-se do Venti que também falou que queria a rosada viva para ser uma rainha. 

 

                  Chega ela tinha que ter respostas.

 

- Por que me querem viva? – Soou Sakura com toda a convicção que pode buscar na sua alma –

 

     As comedoras de lótus pararam seus passos e trocaram olhares, estavam confusas com motivo de serem tomadas por uma necessidade extrema de responder Sakura.

 

- Andem falem! – Mandou a rosada firme –

 

- Ele quer você – Disse uma das inimigas –

 

- Ele quem? –...

 

- Cadmo – Respondeu outra das inimigas –

 

- Cadmo – Repetiu Sakura aquele nome, era o mesmo nome do homem do seu sonho, sim tinha certeza que era o mesmo –

 

     Sakura se pegou pensando naquele nome e esqueceu-se que estava diante de inimigas, isso é um erro grave em batalha, as suas adversarias não hesitaram em partir pra cima da rosada.

 

          A flecha de Neji foi dispara e acertou uma das Lotófagos bem no peito, atenção de Sakura foi até o Hyuuga encima de uma pilastra feita de água, ao lado de Neji estava Naruto se concentrando para manter a água firme.

 

     Ver os amigos fez Sakura ganhar animo para atacar as duas inimigas restantes. A cena pareceu se desenvolver em câmera lenta, elegante a rosada deu um belo giro e a lamina de sua espada fez um perfeito corte na barriga da primeira inimiga, a segunda venho na direção da rosada, mas antes foi atingida por um disparo de água, essa acabou presa e uma bolha de água tendo uma morte por afogamento.

 

- Acetei! – Comemorou Naruto fazendo uma dancinha estilo break –

 

- Meninos! – Sakura correu na direção dos amigos –

 

- Sakura! Você tá com um par de assas, mudou de roupa e cortou o cabelo também...  – Disse Neji pulando de cima da água que ele Naruto usaram para chegarem até andar sete –

 

- Depois eu explico, mas agora temos que ajudar o Sasuke ele estar no ultimo andar e deve estar ferido – Disse a rosada apontando para o andar nove –

 

- Todos á abordos do elevador Uzumaki – Disse Naruto –

 

          O trio seguiu subindo até o andar nove, e deve se dizer que Naruto e seus poderes eram mais rápidos que um elevador.

 

- E Hina e a Ino? – Questionou Sakura –

 

- A Hinata tá bem ela foi encontrar com o Sai e a Ino, o Sai mandou uma mensagem avisando que a Ino também tá bem – Disse Neji – E você tá tudo bem? Estar ferida? –

 

- Eu estou bem Neji – Sorriu Sakura

 

         A conversa que ela teve com Afrodite voltou á mente dela, com toda certeza Neji despertava algo novo na rosada, restava saber se ela daria uma chance a essa novidade.

 

- Galera temos que nós apresar – Disse Naruto, ele apontou para baixo e andando pelas paredes homens repetis seguiam nossos heróis –

 

- Nossa melhor chance é dá o fora daqui – Afirmou Neji disparando flechas contras os inimigos –

 

           O Hyuuga teve êxito em cinco disparos, de cinco flechas que ele havia disparado ó que deixou Sakura bem impressionada.

 

- Precisamos achar o Sasuke – Disse Sakura focando no real momento –

 

       Nossos heróis desbarrancam no ultimo andar e de cara viram Sasuke caindo descordado dentro de uma espécie de vitrine despedaçada, o corpo do Uchiha estava caindo abaixo de uma rocha grande indicando que ele havia batido contra a mesma, e entorno de Sasuke três ursos pandas cheiravam o rapaz inconsciente.

 

- Esse lugar é um cassino ao um zoológico?! – Exclamou Naruto –

 

- Sasuke! –

 

        Sakura correu para socorrer o Uchiha. Mais perto dele pode ver que o vidro da jaula dos ursos pandas cortou bastante o corpo de Sasuke e a testa dele sangrava.

 

- Sasuke, Sasuke – Chamou Sakura – Anda Sasuke você não morreu quando foi engolido por um gigante, então não pode morrer na jaula de pandas! –

 

- Ahã pessoal, nós temos campainha – Alertou Neji –

 

       Os comedores de lótus do sexo masculino saltaram no andar nove e caminharam em direção a nossos heróis esquio iguais às cobras.

 

- Naruto que tau o lance com a água – Disse Neji –

 

- Eu não sei se consigo nesse andar, outro estava banhado em água do aquário mais esse estar seco então eu... –

 

- Já saquei nada de água – Interrompeu Neji a explicação de Naruto –

 

- Sasuke acordar – Sacudiu Sakura o Uchiha, sem outra opção ela perdeu o controle e deu uma tapa no rosto de Sasuke –

 

       E de fato funcionou Sasuke abriu os olhos e se erguem agitado.

 

- Inimigos! – Disse Sasuke. Olhou envolta e piscou confuso –

 

- Pelo visto você é bem resistente – Disse Sakura atraindo atenção de Sasuke para ela –

 

- Sakura? O que tá rolando aqui? Minha cabeça tá doendo, e tive um sonho com ursos pandas me beijando... –

 

- “Serio que ele não notou o par de assas em mim” – Pensou Sakura revirando os olhos -

 

- No momento o que você precisa saber é que precisamos dá o fora desse cassino maluco – Disse Sakura puxando Sasuke pelo pulso –

 

- Espera! Isso são ursos pandas de verdade?... –

 

- Rapazes o Sasuke tá acordado – Informou a rosada –

 

- Ótimo. Só precisamos acha uma saída agora – Disse Neji depois de disparar mais uma flecha –

 

- O buraco no telhado...

 

         Sakura teve um rápido fleche de memoria de Sasuke explodido o telhado do cassino com um raio, e quando ar puro entrou no recinto ela vomitou a lótus.

 

- Podemos usa-lo – Disse a Haruno correndo em direção a Neji – Sasuke você leva o Naruto! –

 

- Que? Leva o Naruto? Ei isso a e são assas? –

 

     Só então Sasuke notou as assas de borboleta de Sakura enquanto ela corria em direção a Neji, a rosada levantou voou e estendeu a mão direita para Hyuuga segurar, àquela cena de alguma forma fez Sasuke se sentir excluído.

 

- Irritante – Ralhou Sasuke se preparando para voar -

 

         Atrapalhada Sakura voava enquanto segurava Neji com suas mãos, e como o Hyuuga era pesado, ainda bem que só teve que voar do ultimo andar até o teto, mesmo assim ela não aguentou muito tempo, Neji teve que saltar e se agarrar há um pedaço de ferro estufado pra fora do concreto despedaço pelo ataque de Sasuke.

 

              Restou então para o Hyuuga escalar pra fora do cassino.

 

- Ahn! –

 

         Ofegante Sakura caiu de joelhos no teto do cassino, suas assas sumiram em uma luz rosa e ela começou a buscar ar, tinha conseguido estava fora do cassino, realmente ela tinha conseguido, até lutou, e ganhou assas e viu Afrodite, “Que noitada mais intensa”. Pensou a Haruno sorrindo.

 

- Valeu pela corona – Disse Neji –

 

         A rosada inclinou a cabeça pra trás e sorriu para o amigo.

 

- Foi um prazer...

 

- AHHHHHHH! – Gritou Naruto sendo literalmente jogado fora do cassino, despencou no chão com seu traseiro pra cima – Maldito Uchiha –

 

      Ultimo a sair foi Sasuke que pousou no telhado com estilo, ele olhou pelo grande buraco no concreto e os comedores de lótus não ousaram sair do cassino.

 

- Estamos seguros eles não saí do cassino – Disse Sasuke caminhando até Sakura – Que assas eram aquelas? E por que você me parece diferente? –

 

- Meninos vocês vão pirar com minha historia – Disse Sakura animada sentia-se mais confiante, mais viva, mais rosa, mais Sakura –

 

/\/\/\/\/\/\/

 

10h55min Da Noite Monte Olimpo

 

         Karin odiava o ser humano, e não achem que ela não tinha motivos. Veja bem, a ruiva estava tranquila aproveitando a boa lua cheia para banhar sua pele de brilho, quando resolveu guarda tudo e ir dormir, se virou e viu uma face monstruosa oculta em uma capa negra sua reação obvia foi gritar, mas se ela soubesse que era somente Gaara lhe pregando uma peça não teria gritado e sim jogado a cadeira de sol no ruivo.

 

          Gaara já estava sem sua mascara vermelha de monstro e a capa, ele ria horrores da cara que Karin havia feito quando o viu.

 

- Eu devia ter filmado – Disse ele entre os risos –

 

- Seu idiota! – Gritou Karin irada – Quantos anos você? Cinco, para estar fazendo essas brincadeiras idiotas –

 

- Hora, é o que você ganha por ficar dando uma de patricinha enquanto eu pego no pesado – Disse Gaara observando sua mascará –

 

- Me desculpa se feri seus sentimentos – Foi sarcástica a ruiva –

 

- Agora eu poso ir dormir em paz – Sorriu Gaara. Parou seus passos assim que seus ouvidos captaram um ruído - Ouviu isso? –

 

- Me poupe – Disse Karin distraída enquanto fechava a cadeira de sol –

 

- Não, sério eu ouvir algo – Afirmou Gaara –

 

- Gaara não tem mais graça – Disse Karin – Já deu o clima de filme de terror –

 

         Karin ignorou Gaara e seguiu com suas coisas, precisava tomar um banho relaxante, talvez assim ela esquecesse que morava com pessoas com um cérebro de pirralhos de cincos anos de idade.

 

         Gaara continuou parado observando ambiente, tinha alguma coisa ali e não era alguém usando uma mascará. Como um tigre o ruivo examinou o campo de treino, não viu mais nada então resolveu ir dormir, e quando se virou deu um salto pra trás tomando um susto com Shisui parado ali.

 

- Cê tá bem? – Perguntou Shisui erguendo uma das sobrancelhas –

 

- Seu moleque miserável – Disse Gaara – O que faz aqui? –

 

- Eu esqueci meu celular aqui – Disse Shisui – Você se assustou, achei que você fosse o cara que nunca se assusta –

 

- Não me assustei! – Afirmou Gaara – Só fui pego de surpresa –

 

- É claro... – Disse Shisui revirando os olhos – Eu seu jeito de mancho valentão pode ser uma casca para um cara sensível –

 

- Sensível é meu saco seu moleque – Disse Gaara – Agora vai brincar de boneca e me deixa em paz –

 

- Brincar de boneca essa é sua melhor ofensa para um gay? – Questionou Shisui mostrando um talento tão bom quanto Ino para irritar as pessoas –

 

- Não tira minha paciência – Ralhou Gaara visivelmente irritado –

 

- A não fica bravinho se quiser pode brinca de casinha comigo – Sorriu sacana Shisui –

 

- Já chega vou esganar você moleque! –

 

        Gaara partiu pra cima de Shisui que obviamente correu.

 

/\/\/\/\/\/

 

          Sai estava sentado com suas costas encostando-se a um carro que ele desconhecia o modelo, pensava na proposta de Perséfone.

 

- Droga – Disse ele bagunçando os cabelos –

 

- Que beijinho doce que ele tem depois quê beijei ele nunca mais amei ninguém... – Cantou Ino enquanto dormia –

 

     Sai desviou o olhar para a loura deitada ao seu lado e sorriu. Queria tanto ser como Ino vivendo de uma forme leve pensando sempre no lado divertido da vida.

 

- Sai! – Hinata acenou para Sai e correu ao encontro dele – O que houve com a Ino? –

 

- Ela só estar de ressaca – Disse Sai –

 

- Você estar bem? – Perguntou Hinata notando a face distante de Sai –

 

- Sim... – Sai espantou o dialogo que teve com Perséfone de sua mente e tratou de focar no agora – E os outros? –

 

- Neji e Naruto foram buscar a Sakura e o Sasuke... –

 

- Galera! – A voz de Naruto chamou atenção de Hinata e Sai. O Uzumaki descia a escadaria de incêndio vinda do teto do cassino –

 

- Graças aos deuses... – Suspirou Hinata aliviada – Todos estão bem –

 

Alguns minutos depois...

 

- E foi assim que fomos parar no cassino –

 

       Hinata terminou de contar à aventura em Vegas, sua memoria voltava ao normal se recordava bem de como acabaram no cassino lótus e de como tudo pareceu estranho depois que ela bebeu o drink lótus.

 

- E isso tudo por que vocês queriam uma vida noite de curtição – Disse Sasuke lançando um olhar irritado diretamente á Neji – Certo Neji? –

 

- Poderia ter sido uma noite melhor – Disse Neji retribuindo olhar de Sasuke com um sorriso sarcástico -

 

- Sasuke não pode culpar ninguém por querer ser normal – Disse Sakura já prevendo um bate boca entre Sasuke e Neji então era melhor ela dá um fim naquele assunto - O importante é que tudo acabou bem –

 

- Tem razão Sakura – Concordou Naruto sorrindo – Só temos que espera a Tenten e... -

 

- Eu estou aqui – Tenten seguiu caminhando pelo estacionamento e sua face não era das melhores, ela tinha palha nos cabelos e estava suja de lama –

 

- Que cheiro é esse? – Questionou Neji captando um cheiro desagradável no ar –

 

- É lama de porco – Tenten fitou Neji irada – Eu tive que pega carona em uma caminhonete cheia de porcos... E antes disso um guaxinim me atacou no deserto, mas eu não me surpreendi porque antes disso um emu correu atrás de mim por que eu pisei no ninho DELE! –

 

- O que é um emu? – Questionou Naruto –

 

   O Uzumaki recuou quando Tenten lhe lançou um olhar sinistro.

 

- É eu acho que podemos ir pra casa, a Ino precisa de uma cama – Disse Sakura intimidada com aura negra entorno de Tenten –

 

- Quem está com á perola de Perséfone? – Perguntou Tenten –

 

- Aqui – Entregou Hinata á Tenten – Ino me pediu pra guardar -

 

- Mas só tem uma perola não dá pra todo mundo – Comentou Sai -

 

- Não se preocupe Sai. Eu já sei a carona perfeita para o Neji, Sakura, Ino e a Hina - O sorriso maléfico de Tenten assustou Sakura Hinata e Neji –

 

/\/\/

 

- AHHHHHHH! –

 

     Gritava Sakura agarrada no banco do carona do taxi de Killer Bee, no banco de trás Hinata estava de olhos fechados pedindo proteção aos deuses, ao lado da morena Neji estava com uma face enjoada e Ino dormia com a cabeça apoiada no ombro do Hyuuga.

 

- Pelo visto a Tenten ficou chateada – Disse Sakura –

 

- Ela pode ser bem vingativa – Disse Neji –

 

- Ah meu deus cuidado com o cacto! – Gritou Sakura –

 

/\/\/\/\/\/\/\/

 

Na Manhã seguinte...

 

       Quando o sol surgiu no Monte Olimpo à maioria dos nossos heróis ainda estavam no meio de seus deliciosos sonhos, foi uma longa noite e cada um deles merecia o sono dos justos.

 

          O relógio marcava sete e meia da manhã quando Hinata passeava pelas proximidades dos bosques do Olimpo, ela pensava na loucura que foi em Las Vegas, estava com tanta vergonha, mas de certa maneira Hinata sentia-se mais despojada para encarar o sexo masculino, talvez até devesse agradecer a Madame lótus e seus amigos Lotófagos por terem colocado a Hyuuga num estado despreocupado de êxtase.

 

- Foi uma noite muito louca – Disse Hinata sorrindo com as lembranças da noite passada, a pior parte foi voltar no taxi do ciclope de nome Killer Bee, deveria pedir desculpa a Tenten e prometer que nunca mais iria sair do Olimpo sem permissão –

 

     Hinata caminhava distraída até ouvir alguém cantado, na verdade era difícil no ouvir a pessoa desafinada, ela seguiu o som e acabou no riacho de Naruto.

 

       Era justamente o louro quem cantava a musica Call Me Maybe da Carly Rae Jepsen o Uzumaki arriscava até uns passinhos, observando a cena estava Torrão o Hipocampos mastigava uma pilha de feno a beira do riacho enquanto apreciava o momento pop star de Naruto. 

 

       O faro de Torrão captou o doce cheiro de Hinata e ele deu um relinche alto assim que notou a Hyuuga ali.

 

- Hina – Naruto parou sua dança e sorriu constrangido –

 

- Não queria interromper – Hinata soou doce, mas ela sentiu uma necessidade de rir da apresentação de Naruto –

 

- Eu só estava sendo contagiado pelo clima da noite passada – Disse Naruto colocando suas mãos atrás da cabeça – Alias Hina você deu um show ontem, e quando você fez aquele lance com as pernas... Na verdade queria saber onde aprendeu aquilo? –

 

- Pra ser sincera não sei – Hinata não fazia ideia de como fez aquele movimento ousado, simplesmente fez –

 

- Bom... Você foi incrível – Elogiou Naruto, nunca pensou que um dia veria Hinata sendo tão poderosa e sexy em uma única noite –

 

       O elogio do Uzumaki fez Hinata ficar com a face corada. Um silêncio se estalou entre dois jovens, foi Torrão que o quebrou dando um relinche, até parecia que o ser marinho havia falado “Se beijem de uma vez”.

 

- Oi Torrão – Hinata se aproximou do Hipocampo, este abaixou sua cabeça em um pedido por carinho e Hinata não teve medo de acaricia-lo daquela vez - 

 

- Ele gostar de você – Disse Naruto se aproximando –

 

    Os olhares dos jovens se cruzaram e lá ficaram observando um ao outro em um jogo de adivinhar o que outro pensava, era fato um explicito surgia ali uma conexão forte, entretanto essa conexão foi interrompida quando Kiba surgiu suado sujo e cambaleando igual a um bêbado.

 

- Pelos deuses é o Kiba! – Exclamou Hinata correndo para socorrer o Inuzuka que acabava de cair –

 

- Eu nem sabia que ele estava acordado – Disse Naruto seguindo Hinata –

 

- Eu também não – Hinata tocou na testa de Kiba e notou o quando ele estava quente – Ele está febril –

 

- Vamos leva-lo para a Shizune – Sugeriu Naruto –

 

/\/\/\/

 

    Sakura terminou de petear suas madeixas rosadas e sorriu para o reflexo do espelho de sua penteadeira, acordou tão disposta, quem diria que falar com sua vida passada a faria ter uma visão melhor de todo o mundo dos deuses.

 

         Porém seu sorriso morreu quando ela se recordou do tio, deveria ter pedido ajuda a Afrodite em relação a isso.

 

- O que eu faço –

 

     Suspirou Sakura se levantando e observando a luz do sol entrar pela janela de seu quarto, desviou olhar para cama e viu seu aparelho celular, pegou objeto, abriu a sua biblioteca de musicas, procurou uma melodia que a fizesse cantar e espantar as ideias ruins.

 

- Perfeita – A rosada apertou o play e se jogou na cama –

 

      (Trilha sonora da cena: Fergie big girls don’t cry)

 

     Aquela musica se encaixa com momento, o próprio titulo dela dizia tudo, “Grandes garotas não choram” isso até deveria se tornar um mantra na vida de Sakura.

 

- Sakura – Chamou Neji –

 

- Pode entrar Neji – Disse a rosada antes de se organizar na cama –

 

      Neji abriu a porta do quarto de Sakura e sorriu ao ver a rosada, gostou da musica que embalava ambiente.

 

- Queria falar com você sobre o lance de Afrodite e... –

 

- Neji nós dois sabemos que você não estar aqui às oito da manhã para falar sobre Afrodite... – Sakura admirava persistência de Neji, ele até a divertia com todo aquele seu charme extravagante –

 

- Tá legal! Eu vim aqui para você me dá um bom motivo que me faça aceitar a fato que eu não tenho chance com você! – Neji estava cansado de ser indireto, a sua noite de aproximação de Sakura foi um fiasco, ou seja, era chegada hora de agir diretamente –

 

- Por que quer tanto ficar comigo? – Perguntou Sakura –

 

- Na verdade não sei... No começo era o lance de você ser a deusa do amor, mas depois não sei, eu conversei com você aquele dia e percebi que de baixo da deusa do amor tem uma garota legal... –

 

        Sakura viu sinceridade nas palavras de Neji, e como Afrodite mesma falou ninguém ali estava querendo que ela noivasse com Neji.

 

- Dane-se –

 

      A rosada partiu ao encontro do Hyuuga e tascou o beijo no rapaz, este foi pego de surpresa, mas foi só questão de tempo para ele corresponder o beijo dando inicio assim há um beijo afoito e cheio de presa, podia se notar isso na maneira que Neji agarrou a cintura de Sakura ou nas mãos da rosada envolvendo o pescoço do Hyuuga.

 

      Era um beijo intenso, um beijo cheio de energia, houve uma excitação de ambas as partes, as coisas esquentaram rápido entre Neji e Sakura. Em um minuto eles estavam parados perto da porta, no outro o Hyuuga prendia o corpo da Haruno contra a parede.

 

        As mãos ousadas do rapaz deslizaram pelas cochas da moça, como Sakura usava um short jeans curto Neji teve liberdade de explorar aquela região com ousadia, e Sakura não fez a garota tímida, as mãos dela deslizaram para dentro da camiseta de Neji e aproveitaram o corpo sarado do rapaz.

 

- Atenção! Quero todos os jovens deuses no salão cristal em vinte minutos, isso é uma ordem! – A voz de Kakashi soou pelos alto falantes na parede do quarto acabando com pegação de Neji e Sakura –

 

- Péssima hora Kakashi – Suspirou Neji apoiando sua testa no ombro direito de Sakura. O cheiro da rosada lhe agradava –

 

- Ouviu o chefe temos reuniões – Disse Sakura empurrando Neji em direção à porta –

 

- Não pense que vai escapar de mim – Neji roubou um profundo beijo de Sakura e depois saiu do quarto –

 

                   A Haruno fechou a porta e suspirou ofegante.

 

- É Sakura agora não tem mais volta – Disse ela –

 

/\/\/\/\

 

- Tome beba vai lhe fazer bem –

 

      Kiba pegou a xicara com um liquido verde dentro das mãos da bela mulher de corte Chanel. A cabeça dele estava tão confusa, á ultima coisa que se recordar é de estar vindo para o Monte Olimpo com Sai e Sasuke, depois foram atacados por vultos negros que andavam de quatro patas, ele se separou dos outros então alguma coisa lhe atacou.

 

- Estou confuso, onde estão Sai e o Sasuke? – Questionou Kiba depois de beber o liquido verde –

 

- Aconteceu muita coisa Kiba – Disse Shizune – Você ficou em coma por meses –

 

- Em coma! – Exclamou ele surpreso –

 

- É cara, Sasuke e Sai acharam você inconsciente... – Disse Naruto –

 

- Eles trouxeram você para o Monte Olimpo dês de então você estar dormindo, bem isso até hoje – Disse Hinata –

 

- Você acordou ontem à noite, eu e os sátiros procuramos você à noite inteira, até que o Naruto e a Hinata acharam você – Contou Shizune –

 

- Então eu estou no Monte Olimpo – Kiba piscou perdido era muita informação para ele entender, mas o importante era que havia chegado ao Monte Olimpo, uma nova vida lhe aguardava –

 

- Sim, eu sou o Naruto e essa é a Hinata somos Cratos como você... –

 

- Você é a reencarnação do Dionísio – Comentou Hinata –

 

- Pessoal acho melhor deixamos o Kiba descansar – Disse Shizune – Ele precisar entender todas essas novidades –

 

- Melhoras cara – Desejou Naruto antes de sair com Hinata –

 

- Naruto por que será que ele saiu andando no meio da noite? – Disse Hinata pensativa –

 

- Não faço ideia – Dá de ombros o Uzumaki – Mas agora é melhor agente se apresar o Kakashi parecia bravo –

 

         Ó casal de jovens correram em direção à sala de cristal. Eles foram os últimos a entrarem no local e quando chegaram ao mesmo notaram diferentes cenas no recinto.

 

      Havia um Sasuke com os pés encima da mesa cutucando as unhas com seu canivete, Karin lixando as unhas, Sai pensativo, Gaara de cara fechada, Shikamaru cochilando debruçado encima da mesa, Shisui conversando com Tenten, Neji observando Sakura, Ino com uma cara de ressaca segurando uma xicara de café forte nas mãos, Sakura com rosto apoiado em suas mãos sobrando uma mecha do seu cabelo.

 

- Espero que tenham dormindo bem – Disse Kakashi de costas para os jovens, lentamente ele se virou e encarou cada um dos presentes – A ultima Cratos foi encontrada...

 

- Ela está aqui?! – Exclamou Tenten –

 

- No acampamento meio sangue. Uma missão de ataque será organizada para lá, o local foi tomado pelos inimigos... –

 

- Essa não – Disse Tenten preocupada –

 

- Temari já partiu para encontrar a reencarnação de Héstia, a tarefa de vocês é ajudarem os semideuses a tomarem o acampamento...

 

- Você faz parece fácil – Comentou Naruto –

 

- E fácil – Disse Sasuke arrogante –

 

- Vou pular essa parte – Murmurou Shikamaru em meio a seu cochilo –

 

- Minha cabeça vai explodir – Resmungou Ino depois de um gole de seu café –

 

- Podemos focar na reunião – Pediu Tenten irritada –

 

- Quanto estresse fofa – Comentou Karin -

 

- Falta de sexo – Disse Neji em meio á uma falsa torce –

 

- Estamos perdendo o café da manha pra isso – Ralhou Gaara –

 

- Pessoal deixem o Kakashi falar – Disse Hinata –

 

- Ele pareceu ter mais atitude quando conversamos – Comentou Shisui observando Kakashi –

 

- Ele acabou de dá encima do Kakashi? – Questionou Sakura com Ino –

 

- Um dois três... –

 

        Contava Kakashi de cabeça baixa massageando suas têmporas com tranquilidade, ele ergueu sua cabeça e numa mudança rápida de personalidade ele bateu com força na mesa e todos ó jovens olharam espantados.

 

- O que foi! – Exclamou Shikamaru acordando atordoado -

 

- CHEGA DE SEREM CRIANÇAS! VOCÊS NÃO TEM IDEIA DOS PERIGOS QUE AGUARDAM VOCÊS, EU FIZ MINHA PARTE AGORA VOCÊS DEVEM FAZER A DE VOCES, ENTÃO PAREM DE AGIR DE COMO JOVENS MIMADOS E TOMEI ATITUDE DE HEROÍS! – Gritou Kakashi em um desabafo –

 

     Cada um dos jovens sentiu o poder das palavras de Kakashi, então se organizaram em seus tronos e deram atenção ao mentor. Kakashi notou a pose disciplina dos Cratos e respirou voltando a ficar calmo.

 

- A missão para recupera acampamento meio sangue é de extrema importância. Quíron irá ajudar você no próximo passo para se tornarem mais fortes contra Gaia... –

 

- E qual seria esse passo? – Questionou Tenten –

 

- Armas – Respondeu Kakashi – As armas forjadas pelo próprio Hefesto que pertenceram as suas vidas passadas –

 

- Elas ainda existem! – Disse Tenten surpresa –

 

- Sim... Quíron irá colocar vocês na pista certa para acha-las – Disse Kakashi –

 

- Como todos nós vamos sair do Monte Olimpo, não muito é chamativo e perigoso também – Disse Neji -  

 

- Shikamaru tem a solução para esse problema – Disse Kakashi levando todos á olharem para Shikamaru Nara –

 

- O que ele pode fazer? – Questionou Karin em tom de deboche –

 

- Duas palavras... – Shikamaru fez uma pausa dramática – Argo dois –

 

- Argo dois? O que isso? – Questionou Sasuke –

 

- O meu navio voador! – Respondeu Shikamaru –

 

- Um navio voador, maneiro – Disse Naruto –

 

- Shikamaru o navio já estar pronto? – Perguntou Tenten animada –

 

- Pronto para o teste final – Sorriu Shikamaru orgulhoso –

 

- Excelente – Sorriu Kakashi – Se preparem é chegada a hora de uma viajem bem longa –

 

- Ahn já vir que vou precisa de uma dose maior de café – Comentou Ino –

 

- Kakashi – Levantou Sakura a mão como uma boa aluna – É comum os Cratos terem encontros com a sua vida passada? –

 

- Você teve um?! – Exclamou Kakashi –

 

- Ahã – Balançou Sakura cabeça em sinal positivo –

 

- Quando? – Questionou Tenten –

 

- Ontem à noite lá no cassino – Respondeu Sakura –

 

- Sakura e Afrodite o encontro de duas gatas – Disse Neji dando uma piscadela para Sakura que riu com atitude do Hyuuga –

 

                   Sasuke logo notou algo mais ali.

 

- Isso é um bom sinal – Disse Kakashi animado – Quer dizer que vocês estão evoluindo –

 

- Não entendo, por que logo com ela – Disse Karin apontando pra Sakura –

 

- Aff o gente invejosa – Disse Ino – Karin deixa de ser recalcada... –

 

- Não se mete Ino – Disse a ruiva – Você estar com o filme bem queimado depois da sua fuga de dois dias –

 

- Eu não estou preocupada com isso, estou plena, linda e loira, então dá licença dona do recalque – Disse Ino finalizando suas palavras com um beijinho no ombro –

 

- Sua ridícula – Disse Karin –

 

- Oh desviei – Disse Ino fingindo desviar de algo –

 

- Desviou de que? – Perguntou Hinata confusa –

 

- Do recalque da Karin – Disse Ino tirando uma risada de Naruto –

 

- Shikamaru faça possível e o impossível para fazer esse navio voar, os outros ajudem o Shikamaru no que for preciso a prioridade agora é fazer esse navio voar... – Disse Kakashi –

 

/\/\/\/

 

(08h30min Da Manhã Long Island, Nova York)

 

      Temari já se encontrava na mata fechada da ilha Long Island no estado de Nova York era ali que o acampamento meio-sangue ficava a tarefa dá loura achar á ultima Cratos, deveria fazer isso passando despercebida e usando a bussola de oura extra que Kakashi lhe deu.

 

     A loura chegou à Nova York as cinco da manhã resolveu encontrar um local seguro para cochilar, iria precisar está disposta para seguir com sua busca, principalmente pelo fato dela poder esbarrar com um ou dois inimigos a qualquer momento.

 

- Vamos acabar isso – Disse Temari observando o ponteiro da bussola como da outra vez que ela olhou continuava apontado para o sul, isso queria dizer que a garota que procurava não estava se movendo –

 

     Temari caminhou por uns vinte minutos e já ouviu vozes se aproximando dela, rápida ela escalou uma das arvores e tirou de sua bota de caminhada uma pequena faca de caça que se transformou em uma espada.

 

- Eu disse para viramos a esquerda -...

 

- Parar de ser rabugenta –...

 

- Pessoal falem baixo aquelas coisas podem ouvir -...

 

- V-você a-achar q-que e-eles p-podem a-achar a-agente? -...

 

- Difícil dizer se vão ouvir você e essa gagueira irritante -...

 

 - Quem são esses? – Sussurrou Temari. Do seu esconderijo ela observou o quarteto que se aproximava.

 

       Todos aparentavam ter seus quinze anos de idade, na frente do grupo seguia o garoto mais forte, ele tinha pele clara, um corpo bem desenvolvido para pouca idade, cabelo castanhos despenteados parecia ser o líder o grupo, andando atrás do rapaz bonitinho estava uma garota ruiva de cabelos caindo sobre ombros, olhos cintilantes, se destacava pela beleza, depois era a vez de um garoto louro de óculos, de pele um tanto pálida, ele visivelmente estava apavorado, e por ultimo tinha a garota de cabelos pretos com mecha em um azul marinho, ela era aqui mais passava uma sensação de intimidação.

 

- Admita Yuko estamos perdidos – Disse a morena de mecha azulada –

 

- Não. Eu sei para aonde estamos indo Veronica– Afirmou o garoto de nome Yuko o líder do grupo -

 

- É claro que sabe – Foi sarcástica a garota de nome Veronica –

 

- Estou cansada – Deu um suspiro a garota bonitinha – Estamos andando há horas, não sabemos pra onde ir, aquelas coisas estão por toda parte e não temos ideia de onde está o Quíron –

 

- Kat nós vamos ficar bem – Disse Yuko tentando animar amiga –

 

- P-pela posição do sol nós estamos seguindo para o sul – Falou o garoto loiro mostrando um problema de gagueira na voz –

 

- Bela observação Fred – Disse Veronica ainda sarcásticas –

 

         Temari teve a certeza que aqueles garotos não eram um problema então saltou da arvore bem na afrente do quarteto peculiar.

 

- Q-Quem é você? – Perguntou Fred apavorado –

 

- Meu nome Temari, e não entre em pânico garoto sou uma semideusa como vocês, estou em missão, viram a reencarnação da deusa Héstia?...

 

- A Tamaki – Disse Kat – Não a vejo dês do ataque, foi horrível –

 

- Hum... E o que atacou acampamento? – Perguntou Temari –

 

- Monstros grandes, pareciam feitos de lama tinham uma aparência humana, mas agiam de forma selvagem – Descreveu Yuko as criaturas –

 

- Nascidos da terra – Disse Temari pensativa – São porre de chatos...

 

           A loura observou os quarto jovens ficou intrigada com olhar de suplicas de dois deles.

 

- Encontrem um lugar para se esconderem – Orientou Temari –

 

- Não podemos ficar com você? – Questionou Kat –

 

- Não - Respondeu Temari firme – Vão me atrapalharem –

 

- A e podemos ajudar – Afirmou Yuko –

 

- Sabem lutar?... –

 

- Mais o menos – Respondeu Yuko incerto –

 

- Eu sou ótima em esgrima – Comentou Veronica –

 

- Por favor, não podemos ficar sozinhos com aqueles monstros andando pela floresta – Disse Kat –

 

        Temari parou e analisou situação, não queria ser responsável pelas mortes de quatro semideuses, mesmo sendo um fardo não tinha opção deveria ajudar aqueles garotos.

 

- Está bem – Disse Temari em um suspiro – Mas não me atrapalhei -

 

 


Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...