1. Spirit Fanfics >
  2. As Deres >
  3. Os sentimentos não enganam, o coração não mente...

História As Deres - Capítulo 43


Escrita por:


Notas do Autor


Esse cap é bombástico!!! E eu exxxpero que goxxxtem!

Pessoal!! Muito cuidado com o corona virus, se cuidem tá 🤗

Capítulo 43 - Os sentimentos não enganam, o coração não mente...


Fanfic / Fanfiction As Deres - Capítulo 43 - Os sentimentos não enganam, o coração não mente...

Jellal chorava ao olhar Kagura em sua frente, a garota com um sorriso maldoso, o olhava sorridente...

Kagura - Então Jellal... - disse manhosa - Iremos começar por onde.

Jellal - N-Não!! - tentava se afastar mas sentiu as costas na parede.

Kagura - Não há escapatória Jellal hehe - se virou para trás procurando um objeto - Aqui está... - se virou para o azulado assustado - Hora de brincar hehe! - nas mãos da roxeada, estava um estilete afiado...

Enquanto ela andava em sua direção, turbilhão de lembranças ruins surgiram na mente de Jellal.

♡♡♡♡♡

Jellal - "N-Não, n-não q-quero isso!" - pensou tremendo vendo a garota se aproximar, seu corpo estava gelado e suas lágrimas desciam enquanto lembrava de memórias que parecem pesadelos...

"O garoto de 13 anos Jellal, nunca se destacou em nada, não era alto e nem popular como seus amigos, diferente deles, Jellal era desprezado constantemente...

O garoto andava cabisbaixo pela escola, ele estava sozinho... seus amigos, Natsu, Gray e Gajeel não tinham vindo na escola hoje... motivo? Os três estavam de suspensão por terem brigado no dia anterior contra uns garotos mais velhos, garotos esses que atormentavam o pequeno Jellal...

O pequeno é surpreendido ao ter seu material jogado no chão, ele cai e fita os três agressores, eram garotos mais velhos que Jellal.

'Você é tão magro', 'Que feio, ninguém nunca vai te querer gaguinho haha', 'Haha, olha essa mancha dele', os garotos riam deixando Jellal ainda mais triste...

Só que de repente surge uma garota de cabelos ruivos! Está é Erza Scarlet!

Erza - Deixe-o em paz ou saíram prejudicados! - disse séria.

Garoto - Tsc, por que defende esse lixo anormal?! - o líder do grupinho aponta para o garoto caído no chão. 

Erza então simplesmente segura com força o dedo do garoto!

Erza - Eu mandei vocês saírem! - a ruiva falou da forma mais fria e seria possível, os rapazes sentiram um frio na espinha e saíram correndo dali.

A garota ruiva ajuda Jellal a se levantar.

Jellal - O-O-Obrigado - disse rápido e corado, sentindo seu coração palpitar rapidamente... foi a primeira vez que alguém sem ser seus amigos o defendeu.

Erza - Não há de que, se aqueles garotos voltarem a fazer algo com você, pode me falar - disse sem expressão nenhuma no rosto, mas corou por achá-la bonita.

??? - Er-chan - uma voz fina gritou e Jellal viu uma garota baixinha com um laço na cabeça, ao lado dela estava outra azulada com um gorro azul e uma loira com uma fita rosa - As aulas começaram!!

Erza então correu em direção as amigas deixando um Jellal abobalhado para trás... ele não a conhecia, mas a ruiva o fez sentir o amor!

O que o azulado não havia notado, era que uma aluna observou a cena com raiva, é a garota de 14 anos chamada Kagura Mikazuchi...

♡♡♡♡♡

Ao passar do tempo, o amor que Jellal sentia por Erza só crescia, tirava momentos para observar a ruiva de longe, encantando com sua beleza e bondade, Erza é conhecida como a 'heroína' da escola, mesmo sendo jovem, a ruiva não deixava os alunos mais velhos fazerem coisas ruins com seus colegas e não foi mais de uma vez que Jellal presenciou a cena de Erza ajudando alguém.

Ele estava gostando dela, porém era extremamente tímido para confessar para ela, além disso ela era de outra turma.

O pequeno Jellal ama desenhar, e com este grande dom, ele sempre desenhava sua amada escondido...

Jellal admirava seu desenho que acabou de terminar, era Erza sorridente sentada lendo seu livro abaixo de uma Árvore Sakura... para ele aquele foi o desenho mais perfeito que já fez, pois Erza estava sorrindo, coisa que é bem rara...

Seu momento apaixonado é interrompido aí senti alguém puxando seu caderno de suas mãos.

Jellal - M-Meu c-caderno - se virou e se deparou com uma roxeada que usava uma fita branca no cabelo - K-Kagura... 

Kagura é da mesma sala de Jellal, a roxeada por algum motivo passou a perturbar constantemente o pequeno azulado.

Kagura - Olha só o que temos aqui hehe! - riu vendo os desenhos de Jellal, havia vários, mas o que o deixava especificamente envergonhado era o que tinha ele e Erza se casando.

Jellal - M-Me d-devolve p-porfavor!! - pediu tremendo de medo.

Além de zombar do azulado, sempre que ninguém via, ela agredia Jellal, ela por ser de família japonesa desde criança aprendeu golpes marciais que usava sem dó em Jellal... uma garota tão nova mesmo assim tão cruel.

Kagura - Então você gosta da Erza né... - Jellal sentiu um pouco de raiva na voz da garota.

Kagura apertou com força o caderninho, o amassando um pouco.

Jellal - N-Não!! M-Me devolve! - tentou se aproximar mas Kagura o empurrou o fazendo cair e então saiu correndo deixando o pequeno azulado chorando em prantos...

Os dias foram se passando, Kagura parou de atormentar Jellal, mas em um certo dia...

Jellal - M-Me solta!! - tentava se rebater mas a garota o jogou na pequena sala do zelador e ela se trancou junto com ele lá dentro - M-Me d-deixa se-sair aaargh!! - sentiu uma forte dor na barriga, Kagura havia o chutado.

Kagura - Cala a boca seu nojento! - pisou na mão de Jellal com força.

Jellal- Argh!

Kagura - Eu não gosto de você... - disse com um olhar repulsivo e chutou a barriga do garoto novamente, e começou a espancá-lo sem dó nenhuma....

Jellal chorava de dor, ele estava com medo e seus amigos não estavam por perto para o defender...

Kagura - Se você abrir a boca para alguém, vou contar para a Erza que você gosta dela! - disse séria e Jellal gelou... aquilo era tudo que ele menos queria.

Kagura saiu da salinha e foi embora deixando o azulado agonizando para trás...

Tempos se passaram e pelo menos uma vez por semana a roxeada o agredia, o fazia comprar coisas para ela, o tratava como escravo... tudo a cegas dos outros colegas, só Jellal reconhecia a maldade de Kagura.

Ele não podia falar com ninguém senão seu segredo seria revelado... então aceitou sofrer calado.

Foram anos de tormento no escuro e isso finalmente acabou quando Kagura e suas amigas Hisui e Minerva conseguiram um intercâmbio em Álvares...

♡♡♡♡♡

Jellal ainda tremia encarando Kagura que brincava com o estilete.

Kagura - Sabe gaguinho... eu senti sua falta - sorriu sádica - Lembra aquela vez que eu quebrei seu braço? Hahaha! - riu maldosa - E quando eu te tranquei nessa sala na sexta feira e você ficou o final semana todo aqui? Hahaha! Seus papaizinhos ficaram loucos!

Mais memórias ruins surgiam... mas olhando para as mãos de Kagura ele se lembra das piores de todas, quando Kagura o cortava lentamente.

Kagura gostava de fazer uma tortura psicológica antes...

Kagura - Sabe Jelly-kun, eu tenho pena da Erza - disse manhosa - Ela merece alguém melhor que um lixo como você haha!! - riu maldosa.

Jellal pretendia escutar calado, mas sentiu uma coragem surgir...

Jellal - A E-Erza n-não se i-importa com o-os defeitos d-das pessoas.... - disse fazendo Kagura ficar mais furiosa.

Kagura - Quem pensa que é para me responder?! - o chutou fortemente - Se enxerga garoto! DESISTA! ELA NUNCA VAI AMAR VOCÊ!!! - avançou seu estilete em direção ao azulado.

Pela surpresa de Kagura, Jellal segurou o braço de Kagura fortemente!

Jellal - NÃO!!! - ela ficou chocada com três  coisas, Jellal não gaguejou, Jellal gritou e Jellal se levantou bruscamente ficando de pé - E-Eu nunca d-desistirei da E-Erza... - sua voz doce veio a tona novamente - E-Eu a amo... e-eu irei fazê-la s-sorrir e c-conhecer o a-amor... e não i-irei d-desistir disso! - finalizou falando determinadamente.

Isso tudo deixou Kagura chocada, aquele garoto medroso havia mudado um pouco...

Kagura - P-Porque a Erza? - Jellal se assustou ao ver a garota chorando.

Agora ele já é mais alto que ela e conseguia ver um leve rubor nas bochechas de Kagura...

Jellal - K-Kagura... p-porque você m-me odeia?! - perguntou, Kagura se assustou um pouco, isso era algo que ela havia guardado dentro dela mesma.

Kagura já estava fragilizada e então decidiu revelar...

Ao finalizar as palavras, Jellal ficou chocado e até corou um pouco... ele nunca havia imaginado aquilo...

E agora, o que ele iria fazer ao escutar sobre os sentimentos de Kagura?

♡♡♡♡♡

Com a permissão do professor Scorpio, Erza estava andando pela escola procurando Jellal, fazia um tempo que ele foi buscar a água para os garotos do futebol desde então não retornou.

Enquanto andava, ela olhava para todos os lados, sentia algo em seu interior... ela estava preocupada.

De Repente ela escuta uma porta abrindo, era a salinha do zelador, mas fica chocada ao ver quem saia de lá...

Jellal e Kagura, ambos corados e com as camisas um pouco molhadas... seria suor?

Erza se escondeu rapidamente enquanto sentia uma dor em seu coração, o que eles estavam fazendo ali e por que saíram naquele estado?

Ela esperava do fundo do coração que o motivo do estado dos dois não seja igual ela via em mangás de romance, e que escutava das histórias pervertidas de Cana...

Os sentimentos não enganam, o coração não mente... será que essa ruiva vai descobrir o amor finalmente?



Notas Finais


Goxxxtaram??
Mds o passado de Jellal 😣 ele sofreu mals bocados... a Kagura revelou o motivo de odiar o Jellal e Erza finalmente descobriu o amor?? O proximo promete!!!

Perguntas!

1 - O que acharam do passado de Jellal?

2 - O que Kagura revelou para ele?

3 - O que Erza pensa no final?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...