História As desilusões do amor- Bughead e Varchie - Capítulo 7


Escrita por:

Postado
Categorias Riverdale
Personagens Alice Cooper, Antoinette "Toni" Topaz, Archibald "Archie" Andrews, Cheryl Blossom, Chuck Clayton, Elizabeth "Betty" Cooper, Forsythe Pendleton "FP" Jones II, Forsythe Pendleton "Jughead" Jones III, Hal Cooper, Jason Blossom, Josephine "Josie" McCoy, Kevin Keller, Marmaduke "Moose" Mason, Melody Valentine, Polly Cooper, Reginald "Reggie" Mantle, Trev Brown, Valerie Brown, Veronica "Ronnie" Lodge
Tags Bughead, Riverdale, Varchie
Visualizações 275
Palavras 934
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Fantasia, Festa, Ficção, Ficção Adolescente, Mistério, Romance e Novela
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Não pude postar ontem com havia falado, por motivos de saúde, mas hoje estou postando um capítulo dedicado a Bughead. <3

Capítulo 7 - Bughead


Fanfic / Fanfiction As desilusões do amor- Bughead e Varchie - Capítulo 7 - Bughead

Vamos Jason, você já conseguiu acabar com a noite mesmo - Diz Betty desanimada para o companheiro.

Fala sério Elizabeth - Diz Jason logo depois de soltar um ruído com a boca e ir em direção a saída, sem nem ao menos esperar por Betty que vinha logo atrás dele.

Acho que a noite foi um fracasso mesmo - Diz Cheryl ao olhar o casal a sua frente e sendo seguida por seus amigos que apenas concordaram silenciosamente.

E assim a noite acabou para todos, que foram instantaneamente para suas respectivas casas, a noite havia sido cansativa e o que eles mais queriam nesse momento era: Deitar e dormir.

No outro dia pela manhã...

Betty, acorda filha - Diz Alice tentando sem sucesso acordar a menina.

Que horas são mãe? Fala sério, você sabe que eu cheguei tarde - Fala Betty tapando o rosto com o cobertor.

Disso eu sei, o que eu não sabia é que você tinha um trabalho da escola para a próxima semana e ainda não tinha nem começado, se não fosse por o seu companheiro do trabalho; sua primeira nota no novo colégio já seria 0 - Diz Alice agora impaciente com a menina, mas não por muito tempo pois ao ouvir isso Betty se levantou em um pulo.

Jughead está aqui? - Pergunta Betty agora espantada para a mãe.

Ao vivo e a cores, querida Betty - Diz Jughead que até então assistia a cena quieto.

Mãe, será que você poderia nos deixar a sós para começarmos o trabalho? - Diz Betty agora impaciente com a presença do garoto, na manhã seguinte de brigar com seu... bem com Jason.

Ok Elizabeth, mas vá lavar a cara e escovar os dentes, antes de qualquer trabalho - Diz Alice com o tom autoritário de sempre, logo após sair do quarto deixando assim Betty e Jughead sozinhos.

O que você pensa que está fazendo aqui, não basta ter estragado a minha noite passada? - Pergunta Betty agora indo em direção de Jughead que achava graça.

Então querida Betty eu apenas defendi os meus amigos, assim como o seu querido Jason defendeu os dele, então afinal os dois tem a mesma parcela de culpa; não acha? - Diz Jughead levantando as sobrancelhas de forma divertida para a garota.

Que seja - Diz Betty se dando por vencida sem olhar nos olhos do garoto.

E então, você já conversou com ele sobre isso? - Diz Jughead agora curioso.

Na verdade não, ele saiu de lá e não quis falar comigo por ter ''separado a briga''; então vim direto para minha casa e você percebeu que eu acordei agora - Diz Betty dando de ombros.

E ele deixou você voltar sozinha para casa, naquele horário? - Diz Jughead com os olhos arregalados.

Bem na verdade, Trev me trouxe em casa; mas porque todo esses espanto? Não sabia que você era o maior cavalheiro da história - Diz Betty achando graça do garoto.

Ah Trev - Diz Jughead pensativo por um instante, mas logo em seguida voltou a si - Na verdade eu sou muito cavalheiro senhorita Cooper, sou o homem que sua mãe pediu como genro - Diz Jughead sorrindo, logo após bater em seu peito de forma divertida.

Deve ser mesmo, mas a sogra que teve sorte foi a de Jennifer - Diz Betty como se tivesse deixado escapar e ficando vermelha ao perceber o que havia dito.

Na verdade eu e Jennifer não temos nada sério Betty, não por falta de insistência dela, mas acredito que ela não seja a garota certa para Jughead Jones se entregar - Diz Jughead dando de ombros.

E quem seria? - Pergunta Betty agora com os olhos brilhando.

Na verdade ainda não sei bem, conheci uma garota e talvez seja ela, mas não acredito que teria como dar certo - Diz Jughead pausadamente enquanto se perdia no olhar de Betty.

Entendo - Diz Betty olhando com a mesma intensidade para os olhos de Jughead - Mas então, vamos começar esse trabalho? Afinal você já me acordou mesmo, só vou no banheiro rapidinho me lavar e já volto - Diz Betty logo após entrar no banheiro de seu quarto.

Jughead e Betty estavam ensaiando uma peça romântica que havia sido inventado por ambas as partes, cada um deu uma ideia e no fim juntaram tudo, Jughead era um solitário apaixonado que encontrou em Betty um motivo para viver e Betty era uma menina oca por dentro que encontrou em Jug um motivo para ser feliz novamente, mas a duvida pairava no ar...

Betty, cena romântica sem beijo, é como praia sem mar; não existe - Dizia Jughead pela décima vez, tentando convencer a garota.

Ok Jughead, você venceu, mas é apenas um beijo técnico. Então sem gracinhas - Diz Betty apontando para o garoto.

Ok, a senhora quem manda - Diz Jughead levantando as mãos em forma de rendimento.

Então os dois foram se aproximando, lentamente Betty envolveu os braços em torno do pescoço de Jughead que suspirou com o seu toque e acabou tirando uma mexa de cabelo de Betty que estava em frente a sua boca a colocando atrás da orelha e assim foi se aproximando do seu destino final: a boca de Betty, os dois tremeram com o toque de suas bocas se unindo, aquilo não seria tão fácil como parecia, mas então o inesperado aconteceu...

Elizabeth Cooper, você pode me explicar porque esta agarrada com esse serpente? - Dizia Jason na porta de seu quarto enlouquecido e com a mãe de Betty ao seu lado que se assustou ao ouvir a palavra serpente.


Notas Finais


Sei que não foi tão grande, como provavelmente vocês esperavam, mas eu realmente estou sem condições de escrever mais hoje e por isso pretendo postar dois ou três capítulos amanhã para recompensar, me desculpem e espero que gostem do capítulo e se apaixonem por bughead assim como eu. <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...