História As Diferenças Nos Completam - EXO ♥♡ - Capítulo 3


Escrita por: ~ e ~any-_-toddynha

Postado
Categorias EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Chen, D.O, Kai, Kris Wu, Lay, Lu Han, Personagens Originais, Sehun, Suho, Tao, Xiumin
Tags Baekhyun, Drama, Exo, G. Dragon, Jyp, Kpop, Park Boom, Romance, Xiumin
Visualizações 18
Palavras 3.460
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olá meus amores! ❤ O cap hoje está longo, mas espero que gostem

(Não me matem por nada)

Capítulo 3 - Cadê o Lay??


Fanfic / Fanfiction As Diferenças Nos Completam - EXO ♥♡ - Capítulo 3 - Cadê o Lay??

• Autora on • 

Tarcila não soube o que fazer apenas soltou um grito e começou a chorar, outras pessoas perceberam a gritaria de Tarcila quando T.O.P havia fugido e demorou um tempo para perceberem o que havia acontecido. 

Eles tentaram fazer Yane acordar, mas não conseguiram. Cada vez saía mais sangue do Xiumin, e muito mais depressa. A ambulância havia chegado e levaram ele e Yane. 

Não haviam deixado os meninos entrarem, pois eles eram muitos, mas Tarcila gritou com o rosto vermelho de raiva

 - ELE É MEU IRMÃO!! 

 Woozi gritou a mesma coisa em relação a Yane e os dois entraram preocupados. Chegando lá, lágrimas desciam pelo rosto de Tarcila, mas limpou logo depois que viu os meninos chegando. Ela, geralmente, não gostava de que a vissem chorando.

 • Tarcila on •

 Eu preferia ter levado a facada no lugar dele. Tanto que eu lutei para manter meu MinMin seguro... E longe do perigo... Principalmente depois que ele perdeu o poder do Congelamento... Foi culpa minha... Senti que mais lágrimas estavam querendo sair, mas eu não deixei. Não queria que ninguém visse... Xiumin era a minha única família, era uma das pessoas mais importantes da minha vida...

 Jimin: Onde está o MinMin? - perguntou uma voz feminina que havia se aproximado. 

- Ainda está na sala de cirurgia Jimin... 

- Tive vontade de dizer que apenas EU chamo ele de MinMin!

 Jimin: Tadinho do meu oppa... 

Quem ela pensa que é? O Xiumin não é oppa de ninguém! Apenas ignorei seu chorinho, que eu podia jurar que ela estaria mentindo ou exagerando. 

 Jimin: Eu queria ver o MinMin... - Disse se lamentando. Tive vontade de bater nela. TODOS queríamos ver o Xiumin Aish... 

 Apareceu o médico dizendo que Yane já havia acordado, e que estava bem. Porém não mencionou nada do Xiumin... Fiquei preocupada, mas decidi ver Yane para descobrir o que de fato havia acontecido com o T.O.P...

 Entrei na sala e ela estava deitada olhando para a perede oposta, e chorando.

 - Yane... - Me aproximei, mas ela não havia me dado atenção. 

 - Yane? - Perguntei chegando mais perto e olhando pro seu rosto. 

- Preciso falar com você... Ela apenas balançou a cabeça e eu respirei fundo e perguntei:

 - O que houve com seu tio? Soube que ele saiu...

 Yane: Promete que não conta pra ninguém? - Ela perguntou se virando pra mim. 

- Prometo. 


 Yane: É uma longa história... Mas é fácil de entender... Meu tio sempre quis a furtuna do seu irmão, no caso meu appa, então como eu sou mais velha que o Woozi, Eu receberia a herança. Então ele tentava me matar. Faz uns 2 anos que ele tenta. Ele conseguiu dessa vez me encontrar porque eu sai sozinha... 

- E por quê você não contou nada pra sua omma ou seu appa? 

Yane: Eu já disse pra minha omma. Mas ela me bateu quando eu disse. 

Fiquei espantada, então perguntei o porquê. 

Yane: Ela disse que não era pra eu ficar falando mentiras do meu tio, e um monte de sermão que eu não lembro.

 - E por quê você não disse nada pra polícia? 

Yane: Ele ameaçou machucar o Woozi se eu dissesse alguma coisa, e ele tem um amigo que trabalha com ele também.

 - E o que você vai fazer? 

Yane: Me esconder dele... - Disse dando um suspiro. Eu já ia protestar contra essa atitude, porque afinal ela não ia conseguir se esconder pra sempre, mas o médico entrou bem na hora.

 Médico: Senhorita Kwon, está liberada. Yane se levantou, e foi até mim. 

Yane: Por favor, não conte pra ninguém.

 - Certo.

 Yane: E o Xiumin?

 - Ainda não tem notícias. - Respondi triste, ao lembrar do meu dongsaeng MinMin... Nós saímos, e o Kai esbarrou em Yane. 

Yane: Obrigado pela educação Kai! 

Kai: Yane você viu o Lay?

 Yane balançou a cabeça negativamente. 

 Chen: Ele sumiu! - Quando ele disse isso, apenas pensei que devia ser de madrugada... 

 Suho: Verdade, quando ele disse que tinha que ir no banheiro, não voltou mais, ele não está na mansão. Ficamos preocupados conversando até que o Soo mudou de assunto 

 Soo: Mas eu ainda queria saber... Como foi que o Xiumin se cortou?

 Eu olhei pra Yane, mas ela apenas explicou calma. 

 Yane: Eu estava com uma faca, e o Xiumin apareceu e me assustou, foi um acidente e eu acabei... - Ela parou um instante e depois completou - cortando ele. 

 Todos olharam pra Yane de boca aberta, menos eu. Se eu não soubesse a verdade, já tinha batido nela por machucar meu irmão... Mas ela quis esconder essa história do T.O.P... Depois eu acabei falando

 - Tá, mas e o Lay? 

 Todos se entreolharam e ficaram discutindo, até a senhora Lee aparecer. 

Sra. Lee: Meninos, eu sei que gostariam de ver seu amigo, mas está tarde... Amanhã vocês tem escola... Inclusive a Tarcila também... Eu olhei pra os meninos, em seguida pra ela e me arrisquei a falar. 

 - O Lay sumiu senhora Lee. Ela me pareceu preocupada, mas insistiu para irmos pra casa. Pedi para ver o Xiumin, mas não deixaram. Fiquei triste por isso e voltei com eles sem dizer nada. Apenas me segurando... 

 Quando cheguei, queria ir pro meu quarto, mas a senhora Lee pediu que eu lavasse a louça antes de dormir, e pediu para os meninos para irem se arrumar pra dormir, eu dei um boa noite cansada e me virei para a pia. Ela estava MUITO cheia, iria demorar uma hora Aish... Antes de ir, Chanyeol se aproximou de mim e me consolou sobre o Xiumin.

 O que me deixou um pouco melhor, ouvir sua voz, mesmo assim, eu fervia de raiva e queria chorar, por não me deixarem vê-lo! Ele deu boa noite e saiu da cozinha junto com os meninos. Eu me virei pra louça e começei a lavar. Eu prometi para mim mesma não deixar, mas minhas lágrimas simplismente caíram e eu não pude fazer nada, eu chorava quase quando minha omma havia morrido, se eu perdesse o meu irmão, não havia razão pra viver, só de pensar no que pode acontecer, já sinto um aperto no coração e mais lágrimas vindo...

 Ouvi alguém entrar, que me assustou. Me virei e era Baekhyun que já estava de pijama. Meu instinto era limpar as lágrimas e disfarçar, mas apenas olhei pra ele. Ele olhou de volta, eu simplesmente não sei explicar o que aconteceu, só lei que vi algumas estrelas... 

E minha respiração estava rápida, mas eu não havia feito nenhum exercício... Depois de uns segundos ele perguntou 

Baek: O que houve? Finalmente limpei aquelas lágrimas que teimavam em cair mais ao lembrar dele.

 - É que... O Xiumin... - Não consegui terminar, pensar nele doía, doía muito. 

 Baek: Tarcila... Seu irmão, vai ficar bem... Eu sei como é isso... É o que eu estou sentindo agora... o Lay é meu irmão... 

 Ele chegou mais perto e eu soltei a louça, olhei pra os olhos dele novamente, mas antes de vir aquela sensação de novo ele continuou.

 Baek: Você precisa acreditar que tudo vai dar certo... Não sabemos o futuro...

 - É que se acontecer alguma coisa com o meu Xiumin... Eu nunca me perdoaria... 

 Baek: Não foi culpa sua... 

 - Mas eu tenho que protegê-lo... 

Baek: Por quê? Eu não poderia falar a verdade pra ele, então simplesmente respondi. 

 - Porque eu sou a Noona.

 Ele continuou me olhando, e depois de uma pausa disse:

Baek: Não se preocupe... Xiumin vai ficar bem... - E colocou a mão no meu ombro.

 - Desde quando você se importa com os outros? 

 Baek: Você acha que eu não tenho sentimentos? Eu estou preocupado também!! - Disse indignado. 

- Calma... Eu não falei sério! 

 Baek: Ah bom... 

 Não sei quanto tempo ficamos nos olhando na cozinha. Mas aí eu voltei a si. 

 - Mas o que está fazendo aqui? Baek: Ah... - Ele parecia ter se esquecido. - Vim comer - Completou, e depressa pegou um pacote de biscoito e um toddynho, e saiu. Eu voltei a lavar a louça, muito cansada...

 • Yane on • 

 Acordei, e fui logo procurar meu uniforme, e arrumei meu cabelo, não tinha dormido bem. Fiquei uma boa parte da noite pensando no Xiumin, em como ele deve estar... Eu estava tão preocupada... 

 Eu pensei em visitá-lo, mas não deixaram ninguém ver ele depois da cirurgia, então simplesmente fiquei na minha cama, olhando para o teto, pensando no Xiumin... Até dormir. Quando desci as escadas, estava morrendo de fome e quando vejo Tarcila dormindo com a cabeça deitada na mesa da cozinha. 

 - Ham... Tarci? Ela não acordou. Sacudi um pouco ela e ela abriu os olhos, estavam muito inchados e vermelhos, ela devia ter chorado muito...

 - Yan... - Ela tentou falar, mas voltou a fechar os olhos e quase bateu a cabeça na mesa, sorte que eu segurei. Demorou uns 3 minutos para ela conseguir se acordar de vez e ela me pediu desculpas por não ter feito o café, e eu tranquilizei ela e comi uma maçã, com toddynho e uns biscoitos... 

Depois ela comeu um bolo e leite e foi correndo pra cima fazer suas higienes e trocar de roupa, quando ela voltou, seus olhos continuavam inchados, eu me ofereci para dar uma maquiagem pra ver se ajudava, mas ela disse que não tinha importância. 

Giovanna chegou logo cedo, e eu me encontrei com ela no jardim, ela e Tarcila conversaram e gostaram muito uma da outra. Nós entramos no carro e ele nos levou pra escola. 

A viagem inteira nós ficamos conversando, mas Tarcila ficou calada a viagem toda. Quando chegamos, eu mostrei um pouco da escola pra ela, e fui apresentar ela para os meus amigos, o Kris, Tao e Luhan.

 Ela estava meio desanimada, provavelmente pelo Xiumin... Ao Lembrar dele fiquei triste também. Quando fomos entrando na sala e não tinha muita gente, quando vi meus primos comentando sobre o Lay e fiquei ainda mais triste... Ele era meu melhor amigo, e estava ficando com um enorme medo, porque minha omma não deu nenhuma notícia ainda...

 • Tarcila on • 

O Professor chegou e a aula começou. Ele se dirigiu a mim e disse que se chamava Kim Seung Jin. Ele apenas perguntou meu nome e me desejou boas vindas. Ainda bem. Eu não gostava muito desse negócio de ir pra frente e se apresentar... 

A aula de matemática inteira eu senti que alguém estava olhando pra mim... Só não me virei pra ver quem era. Eu prestei atenção em tudo, e anotei a maioria das explicações dele, eu precisava aprender esse assunto, estou bem atrasada nos estudos. 

Depois que tocou o sinal, a proxima aula foi de química, Yane me explicou. Yane: Ele se chama Yoo Lee Seok, e que ele era bem amigável com todos, mas também não teste muito a paciência dele. Concordei, e realmente ele tinha cara de gente boa. Prof: Hoje, será em dupla. 

Todos começaram cochichar entre si para escolher seus pares, até o professor disse que escolheria. Todo mundo ficou protestando, mas mesmo assim ele anunciou as duplas. 

Prof: Giovanna e Kyungsoo, Yane e Kai, Chen e Baekhyun, Tarcila e Luhan, Chanyeol e Suho, Sehun e Sun-Hee, Irene e Joy, Seulgi e Yeri, Wendy e Namjoon, Kris e Tao. que eu vi o Luhan, ele que eu vi o Luhan, ele parecia ser tímido, não falava muito. Mas quando ele sentou ao meu lado pra começarmos a estudar, ele ficou todo animado fazendo várias perguntas e e falando sobre sua vida.

 Nós ficamos tentando fazer o experimento, mas era um pouco complicado, principalmente entender essas instruções. O Luhan entendia tudo sobre a matéria, e nós nos demos bem. Depois que a aula acabou entregamos as anotações e a experiência de química, e o professor aprovou. 

Ele sabia muito bem da matéria, (Sendo que eu não tinha entendido quase nada) 

Lu: Eu te ajudaria, mas eu tenho curso de inglês, de canto e também aulas de flauta... 

- Entendi, tudo bem o Soo prometeu me ajudar. 

Lu: Ok, então, mais uma vez seja bem-vinda! - Deu um sorriso e acenou quando foi pra outra sala. Eu retribui, e fui logo procurar a próxima aula, quando esbarrei num cara e derrubei meu celular. 

???: Desculpa! Eu não vi você! - Levantei a cabeça e vi um homem bem alto e bonito olhando pra mim. Ele estendeu a mão pra me ajudar a levantar mas eu disse que não precisava, e levantei.

 ???: Meu nome é Namjoon, você novata não é?

 - Sou sim... 

Nam: Eu sou representante do 3 Ano.

 - Prazer, sou Tarcila. E apertei a mão dele, o mais leve que consegui. Ele me falou uns negócio que eu nem entendi, e devolveu meu celular do chão e saiu, depois de um tempo Yane veio até mim. 

Yane: Fica longe do Namjoon doida!

 - O que tem ele? 

 Yane: Ele é um safrado!

 - Quê? 

 Yane: Não importa, só fica longe dele, tô te avisando! E saiu com Giovanna.

 Ok né... 

Fui procurar a próxima aula e era de história, mas eu fui logo no banheiro antes de ir. Quando cheguei na porta tinhas umas meninas do 3 ano que eu já havia visto na sala.

 - O que foi? Perguntei pra uma das meninas 

Yeri: Mais um problema nos canos! Acontece toda vez e ninguém consegue ligar a torneira, a Irene tá tentando sendo que ela é bem forte, mas não consegue. 

Eu fiquei com medo, mas muita gente estavam reclamando do lado de fora, então eu resolvi tentar ajudar. Quando entrei fui tentar puxar a torneira bem de leve pra não usar a "Super Força" mas ela veio mesmo assim, ela veio e eu acabei arrancado a torneira e um enorme jorro de água veio em mim e eu acabei me inundando toda, e depois começou a molhar o banheiro todo. 

Seulgi foi correndo chamar o zelador que estava nos corredores, enquanto umas meninas me olhavam surpresas como eu tinha conseguido arrancar a torneira. 

- Ela já tava quase saindo mesmo... - Disfarcei enquanto tentava fazer a água parar de sair pelo buraco. Apareceu o zelador e desligou a passagem de água e quando foi tentar encaixar a torneira havia tocado. 

Demorou um pouco e eu finalmente usei o banheiro e sai apressada, nem havia dado tempo de me secar então eu entrei na aula de história completamente molhada. 

 Prof: O que foi que aconteceu com a senhorita?

 - Um problema no banheiro... - Disse e todo mundo riu, então ela disse apenas pra ter cuidado e não molhar os livros, porque eu só poderia me secar depois da aula. 

Eu aceitei e fui me sentar. Quando ela se sentou e foi fazer a chamada, quando sinto que alguém me cutuca atrás. Me viro e vejo que é o Chany.

Chany: Você mal chega, e já inundou o banheiro? - E riu de mim.

 - Não foi minha culpa! Já tava quebrado e quando eu fui tentar ajudar deu nisso! Ele parou de rir e ficou olhando pra mim. Eu me senti um pouco desconfortável, não sabia o que ele havia pensado. E eu fiquei só calada olhando pros olhos dele. Esse povo tem mania de encarar os outros também... Mas a professora tinha notado que eu me virei então e dei uns tapas de leve no seu rosto e falei:

 - Presa atenção Dumbo! E me virei e ri um pouco baixo. Esse apelido era engraçado...

 • Fim da Aula • 



 • Yane on • 


 Quando nós duas saímos da sala, perguntei pra Tarcila o que ela tinha achado do seu primeiro dia. 

Tarci: Ah foi bom... O povo é muito legal... O problema é que acabei toda encharcada... 

- Verdade que você arrancou a torneira? 

Tarci: Foi... Mas ela já estava quase saindo também...

 - Ata...


 Nós entramos no carro e ela continuou com essa mesma cara triste que estava quando de manhã... Quando chegamos em casa fui direto falar com o Sehun. 

Sehun: Você quer ir ver o Xiumin? 

- Junto com a Tarci, ela tá muito triste também...

 Sehun: E o que eu posso fazer?

 - Me ajudar a convencer os meninos a irmos lá.

 Sehun: E a tia Chaerin vai deixar? 

- Minha omma não precisa saber... Por favor Oh Sehun!

 Ele cedeu e nós fomos contar o plano para os meninos, e que depois íamos cuidar de procurar o Lay e eles aceitaram. Almoçamos rápido, e eu contei pra omma que eu ia sair com eles. Tarcila quando chegou, começou a limpar a casa. 

Foi uma boa hora pra sairmos e minha omma deixou, pensando que íamos apenas passear e era para o Sehun tomar conta de nós.

 Quando chegamos lá, pedimos para ver o Xiumin, e a moça que nos atendeu não quis deixar mas aí eu disse que era filha de G-Dragon e ela na mesma hora mudou de idéia e nos deixou entrar. O Xiumin dormia, e eu pedi para os meninos não fazerem barulho, quando fomos chegando perto em silêncio, fazendo de tudo para não acordar ele. 

Mas o Baekhyun derrubou uns remédios em cima da mesa, fazendo barulho porque eram de vidro e quebraram. Olhei com raiva pra ele, e depois vi que o Xiumin se mexia e abria um pouco os olhos. Fiquei apenas olhando eles se abrirem devagar...

 E sua boca se mexer sem emitir som, e todo o esforço que ele fazia pra nos ver... Era tão fofo... 

O médico chegou bem na hora e perguntou o que estávamos fazendo aqui. Eu expliquei pra ele, mas ele continuou com raiva. Pensei que seria porque tínhamos entrado sem a premiação dele, mas na verdade foi porque Baekhyun derrubou os remédios. Eu já estava pra bater nele, quando o médico disse para sairmos. 

- Mas quando ele vai poder sair? 

Médico: Eu só posso dizer isso para o pai ou responsável, o que vocês são dele?

 Fiquei calada, mas logo disse que ele era órfão, e ele trabalhava na minha mansão, enfatizando também que eu era filha de G-Dragon. 

Médico: Mas ele não tem ninguém que seja responsável por ele.

- Ele tem uma irmã mais velha maior de idade... 

Médico: Qualquer informação eu direi a ela. Nós saímos de lá e fomos lanchar, num lugar na frente do hospital. Depois voltamos pra casa e avisamos a Tarcila que o Xiumin tinha acordado, ela disse que ia ver ele assim que terminasse o trabalho e voltou a limpar os móveis. 

Nós começamos agora a planejar como iríamos procurar o Lay. Tarcila terminou e eu implorei pra ir junto com ela. 

Tarci: Por que você quer ir?

 - Xiumin é meu amigo! 

 Tarci: Ok então... Vamos.


 • Tarcila on •


Chegamos no hospital e eu me registrei como responsável por ele e o médico conversou comigo. Ele disse que ele teria que ficar mais 5 dias internado, por conta de um problema de colesterol no sangue que ele havia recebido por doação, porém o corte já tinha sido limpado e fechado, e que demoraria umas 3 semanas para cicatrizar. 

Eu perguntei se podia ver ele, e o médico disse que sim. Eu entrei. E vi o meu bebê precioso na cama olhando pra mim, e eu fiquei com uma vontade enorme de correr para abraçá-lo. Mas eu Lembrei do que o médico disse. 

Então apenas falei com ele. Sua voz doce saía um pouco fraca, porém eu fiquei apenas acariciando seu rosto e quando estava na hora de ir dei um beijo em sua testa.

 - Tchau MinMin... 

Xiumin: Tchau Solzinha... 

Yane também se despediu dele e nós fomos voltar pra casa com o Sehun já que a senhora Lee não deixava Yane sair sozinha. Voltamos eu estava muito cansada e triste por ficar 5 dias sem ver meu MinMin, mas eu iria visitar ele todos os dias. Entrei no meu quarto e fiquei olhando pro teto...

 - Omma... Desculpe... Eu prometi que cuidaria do Xiumin... Mas não se preocupe eu vou fazer isso, vou proteger ele como prometi. E dormi. 

• T.O.P on • 

Foi difícil ficar com ele, mas seus poderes não adiantavam nada, ele ia ficar preso até eu matar Yane pegar aquele dinheiro que me pertence. 

 Lay: Por favor não machquem Yane!

 - Cale a boca, se aquele menino imbecil não tivesse entrado na frente finalmente eu teria acabado com isso... 

Lay: A Tarcila não vai deixar você fazer nada com Yane!

 - Tarcila? Aquela menina ridícula? E o que ela vai fazer? 

Lay: Nem queira saber...

 - Eu não tenho medo de uma menina idiota! Eu vou acabar com Yane, e se reclamar de novo Yixing, Woozi, Tarcila e Xiumin morrem junto!


Notas Finais


Qui suspensi...

Até a próxima amores espero que tenham gostadu ^^ ❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...