1. Spirit Fanfics >
  2. As Empregadas Encantadas!!! >
  3. Família Doida é essa de Sr. Ban e Sr. Arthur!

História As Empregadas Encantadas!!! - Capítulo 18


Escrita por:


Capítulo 18 - Família Doida é essa de Sr. Ban e Sr. Arthur!


Fanfic / Fanfiction As Empregadas Encantadas!!! - Capítulo 18 - Família Doida é essa de Sr. Ban e Sr. Arthur!

ELAINE POV'S ON:

Elaine- Puta que pariu, ta cega Jericho?

Jericho- Aaa eu não vi você *sorriu*

Elaine- Meu cú pra tu desgraçada, eu não sou tão pequena assim no ponto de você passar por cima de mim e fazer eu derrubar o copo de bebida do senhor Ban!

Jericho- Aaa não me diga, não presta atenção por que não quer. 

Elaine- Mas que idiota, você que veio e agora diz que fui eu? Ta louca garota?

Mãe do Ban- Oq ta acontecendo aqui?

Jericho- Senhora, eu tava passando e ñ sei oq foi q deu nessa menina que esbarrou em mim e agora ta colocando a culpa em mim.

Elaine- Mas que cara de pau, é mentira dela senhora, eu nunca faria isso, estou aqui é pra trabalhar e não pra fazer esses tipos de coisas. 

Senhora- Elaine e Jericho, voltem para o que estavam fazendo eu vou conversar cm meu filho agora.

Ela saiu com uma cara fechada 

Elaine- Aff, só por que eu sou pequena ñ significa que eu ñ avance em cima de você ta bom?! Com licença. 

Jericho-...

Saí para pegar outra bebida para o senhor Ban e quando fui ate o escritório dele, escutei a mãe dele reclamando sobre algo, então fiquei na porta escutando. 

Senhora- Eu ñ quero saber, Ban! Jericho trabalha aqui tem mais de 2 anos e você quer proteger essa garota novata que entrou hoje e ja está quebrando os copos da casa?! Meu filho expulsa loga essa criança, a menina só tem 13 anos esse não é o lugar ideal para ela trabalhar. 

Elaine- Oque? 

Abaixei minha cabeça triste e quase que chorava só de pensar no senhor Ban me expulsando daqui há pontapés, mas aí Ban começou a falar.

Ban- Olha mãe, eu vou falar a última vez, Elaine não é uma criança, ela tem 17 anos e não... Eu não vou expulsar ela daqui só por que a senhora quer ou por que um simples copo se quebrou. 

Elaine- *sorri atrás da porta*

Senhora- E quanto a Jericho??! Elas não se dão bem de jeito nenhum meu filho.

Ban- Quer saber?! Foda-se a Jericho, não vou tirar a Elaine daqui anão ser que ela msm por conta própria saia dessa casa, ela é minha empregada pessoal e se a senhora ou qualquer outra pessoa pedirem pra ela fzr algo ela não vai fazer por que ja falei pra ela que ela vai trabalhar só pra mim, ta ouvindo mamãe?

Senhora- Mas horas você é um mal criado Ban.

Ban- A senhora que me criou neh.

Senhora- *parecia com raiva* Seu filho da puta.

Ban- Nossa mamãe, a senhora mesmo se chama assim?! Aproposito, a Elaine ta demorando eu vou ver se ela ta bem depois do que a Jericho fez.

Senhora- Tomara que ela ja esteja fora dessa casa.

Percebi que Ban tava vindo ate a porta então disfarcei e bati na mesma. 

Elaine- Senhor Ban, posso entrar?

Senhora- Affs

Ban abriu a porta e falou

Ban- Claro que sim querida, você é bem vinda em cada cômodo dessa casa.

Elaine- Obrigado *sorri*

Senhora- Está falando isso pra me irritar querido?

Ban- Não mamãe, imagina!

Senhora- Rum *saiu*

Elaine- Desculpa, eu escutei um pouco a conversa e pude perceber que sua mãe e a Jericho não gostam de mim. 

Ban- Não se preocupe com elas, vou falar cm a Jericho sobre isso e se ela fazer mas alguma coisa eu expulso ela daqui. 

Elaine- Mas a sua mãe não vai gostar nenhum pouco.

Ban- Mamãe tambem não tem nada que se intrometer na minha vida, ela só mora aqui de favor também. 

Elaine- Sério ? Por que?

Ban- Sente-se.

Ele colocou uma cadeira atrás de mim, e se sentou bebendo a bebida que eu trouxe.

Ban- Vejamos, mamãe só se casou com o papai por que ele era rico, mas quando ele morreu, deixou a casa antiga pra ela e a herança só pra mim e com isso ela vendeu a casa do meu pai e veio morar de favor comigo

Elaine- Nossa.

Ban- Foi a Jericho que tropeçou em vc não é ?

Elaine- Sim *abaixei minha cabeça*

Ban- Vou conversar cm ela depois, ja preparou seu quarto?

Elaine- Sim, mas eu preciso avisar a mamãe que não vou voltar pra lá por enquanto, o senhor me empresta esse telefone aq pra ligar pra ela?

Ban- Fique a vontade *começou a mexer no computador* Se você quiser ir visitar sua mãe tbm, pd me avisar que eu levo você lá quando quiser.

Elaine- Muito obgd senhor Ban *sorri*

Ban- *me olhou sorrindo* Q nada rsrs!

Elaine- Rsrs *pensamento* "Que sorriso encantador" *olhando pra ele*

Ban- *ainda sorrindo*

ELAINE POV'S OFF:

MERLIN POV'S ON:

Merlin- Você não tem juízo neh menina?

Disse olhando pra irmã mais nova do senhor Arthur que tava sujando o escritório dele com umas botas de chuva cheia de lama.

Irmã- Tenho e muito, puta!

Merlin- Arg, eu cansei de você sabia?

Irmã- A porta de saída ta bem ali, se quiser ir embora e nunca mais pisar aqui eu faço o favor de ir abrir ela pra voce!

Merlin- Hahahaha *dei gargalhadas* Vc jura que eu vou embora só por que você quer? Ta enganada meu bem. 

Arthur- *entrou no escritório* Irmã, oq é que você ta fazendo com essas botas cheia de lama no meu escritório? Não tá vendo que a Merlin ta limpando?

Irmã- É por isso que estou aqui hahaha eu quero que essa puta vai embora da nossa casa.

Arthur- Não fala assim dela, não a chame de puta, eu cansei de você está tentando expulsar todas as empregadas que eu consigo já chega, eu vou te mandar de volta pra onde a titia mora *pegou o telefone*

Irmã- Não Arthur, por favor eu não quero ir *começou a chorar* Por favor irmão, eu não gosto do titiooooo *chorando*

Arthur- Para de chorar, você ja fez de mais na minha casa, deixa eu ver só quantas empregadas minhas você colocou pra fora...

Enquanto ele falava ele ia apertando nos botões do telefone.

Arthur- 1, 2, 3, 4, 5, 6, e cm a Merlin é 7 se ela for embora!

Ele colocou o telefone no ouvido e ficou esperando alguém atender. A menina tava se matando de chorar ate que Arthur começou a falar cm alguém.

Arthur- Alô titia? Tô bem e a senhora?

Merlin- ... *pensamento* "Ta que essa menina é chata pra carai mas agora tô com dó dela"

Arthur- Era disso que eu queria falar tia, a minha irmã quer sim ir pra ir acredita?!

Irmã- Nãoooooooo eu juro que não vou mais encrencar cm a Merlinnnn *chorando*

Arthur olhou pra irmã dele supreso

Arthur- Então me prometa. *falou longe do telefone*

Irmã- Eu prometo *sorriu*

Merlin-...

Pude perceber que ela cruzou os dedos atrás das costas

Merlin- *sorri* 

Arthur- Eh tia, ela me falou que queria ir pra ir mas não agora sabe... Ohh sim, ano que vem então neh?! Ta ótimo, boa tarde tia, ate mais *desligou* Ano que vem você vai ir morar cm ela.

Irmã- Ta irmão, muito obgd... *limpou as lagrimas falsas e saiu sorrindo*

Merlin- Cara de pau.

Arthur- Disse algo?

Merlin- Aaa não, não rsrs.

Arthur- Sei *sorriu* Ja arrumou o quarto onde você vai dormir?

Merlin- Ja sim *sorri*

Arthur- Beleza linda.

MERLIN POV'S OFF:


Continua??



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...