História As escolhas que mudarão tudo - Capítulo 4


Escrita por:

Postado
Categorias Dragon Ball
Personagens Androide Nº 17, Androide Nº 18, Bardock, Bills, Brolly, Bulma, Caulifla, Cell, Champa, Chaos, Chichi, Cooler, Dai Kaiohshin, Daishinkan, Dende, Freeza, Frost, Gohan, Goku, Goku Black, Goten, Gowasu, Grande Patriarca (Saichourou), Hit, Kaiohshin, Kakaroto, Kale, Kami-sama, Kuririn, Kyabe, Magetta, Majin Boo, Marcarita, Marron, Mestre Kame, Mestre Karin, Monaca, Moscow, Mr. Satan, Nappa, Oob (Uub), Pan, Personagens Originais, Piccolo, Porunga, Raditz, Rei Cold, Rei Vegeta, Senhor Kaioh (Kaioh do Norte), Sr. Kaioh, Sr. Popo, Tarble, Tenshinhan, Trunks, Turles, Vados, Vegeta, Vermoud, Videl, Whis, Yamcha, Zamasu, Zen'Oh
Tags Bardock, Bargeta, Bills, Chichi, Frezza, Gohan, Goku X Black, Kakavege, Raidtz, Rei Vegetal, Vegekaka, Whis)
Visualizações 70
Palavras 2.940
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Ficção Adolescente, Ficção Científica, Hentai, Lemon, LGBT, Lírica, Luta, Magia, Mistério, Orange, Romance e Novela, Saga, Sci-Fi, Survival, Suspense, Universo Alternativo, Violência, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Spoilers, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Hello galera!
Então, aqui está mais um cap que eu penei a escrever, fiquei ontem o dia inteirinho escrevendo pq não conseguia parar!.
Espero que gostem! Kissuss

Capítulo 4 - Capítulo IV


Narrador.

“ O quê? Quem ele pensa que é para debochar de mim assim? Eu vou mostra a esse maldito o que o nanico aqui pode fazer!”

Vegeta caminhava batendo forte os pés enquanto Kakaroto ia ao seu lado com os braços apoiados na cabeça e com um sorriso no rosto, comprimento todos os soldados que ele via e falando que “iria acabar com a raça do príncipe”. Rapidamente o castelo inteiro parece já estar sabendo da luta entre o Príncipe Vegeta e a Lenda Kakaroto e uma procissão começava a segui-los.

Junto de Kakaroto estava seu pai e seu irmão, que tinha chegado logo depois de Vegeta falando algo sobre a mãe deles. Ambos davam dicas e desejavam boa sorte para o maior assim como os soldados e empregados que os seguiam.

Vegeta andava sozinho, porém ele não ligava, como alguém da realeza Sayajin ele estava acostumado com o medo e falta de proximidade de todos.

Chegaram ao pátio do castelo. O pátio era uma ala ampla, cheia de bonecos de pano com palha e saco de pancadas, olhando para cima era visível uma plataforma, que era usada quando o Rei e o Freeza, este quando estava no planeta, usavam para dar qualquer tipo de palestra ou discurso.

No pátio se encontrava alguns homens treinando, outros apenas matando tempo. Ao notar a chegada dos dois o pátio fica rapidamente em silêncio, todos os homens param e observam a procissão adentrar e ocupar o local, Bardock e seu filho levantam vôo e pousam ao lado do Rei, que estava na plataforma a obsevar tudo silenciosamente.

Kakaroto para em uma ponta e Vegeta em outra, virando para frente dele, logo ele olha em volta e observa todos alí, o surpreendendo por momento.

— Vocês três! — ele aponta para três homens a direta dele — Tirem todos os equipamentos daqui. Rapido!

— Sim Senhor! — Os três correm e rapidamente a área envolta de Kakaroto e Vegeta esta vazia.

— Kakaroto! Vamos começar logo com isso, e não ouse se segurar! Se não eu te mato sem dó, nem piedade!

— Como se você conseguisse... — Responde Kakaroto e logo se coloca em posição de luta.

Sem nenhuma cerimônia Kakaroto voa rapidamente para cima de Vegeta deferindo um soco, Vegeta que já estava em posição se posiciona para se defender do ataque, porém no momento do impacto Kakaeoto coloca dois dedos na testa e some.

— O que...?! — Vegeta olha envolta a procura de Kakaroto, que não parece estar em lugar nenhum, nem mesma a energia de Kakaroto Vegeta sentia mais. — Esta se escondendo? Verme maldito! Volte!

— Não se preucupe, eu não me escondo.

Kakaroto reaparece atrás de vegeta, desferindo um chute. Infelizmente Vegeta é pego despreparado e voa para longe e bate em uma pilastra, que por sorte era forte o suficiente para aguentar o impacto e não cair.

Kakaroto reaparece logo na frente dele com uma aura de energia azulada a sua volta, sua energia subindo lentamente, ele pega Vegeta pela perna e o joga para cima, quando Vegeta percebe Kakaroto esta acima dele e junta as mãos dando um soco para baixo e arremessando Vegeta para o chão com força, fazendo uma cratera.

— Isso é tudo que você tem, príncipe? — Kakaroto grita, rindo.

— Não comece se achando verme! — Vegeta levanta vôo em alta velocidade uma energia roxa envolta de si, ambos os punhos para Kakaroto. Ele o acerta o jogando em uma parede fazendo ele a atravessar.

Kakaroto volta voando na mesma velocidade já com um soco preparado, ainda no ar vegeta defende e eles começam a trocar poderosos golpes, surpreendendo a todos que lá estavam.

— Nunca que você ira ganhar de mim assim, Kakaroto! — Diz Vegeta.

— Fica quieto e luta como um Sayajin! — Diz Kakaroto que desfere um chute na boca do estômago de vegeta, o mesmo segura com um sorriso vencedor.

Com a outra perna Kakaroto da um chute giratório, acertando o lado esquerdo de Vegeta que solta a perna dele, Kakaroto segura o rosto de Vegeta e voa com velocidade contra o chão, fazendo outra cratera. Uma nuvem de poeira levanta sumindo com ambos.

— O que foi meu príncipe? O que aconteceu com toda aquela segurança? — Ainda com a mão no rosto de Vegeta, Kakaroto chega perto do ouvido dele e sussurra.

— Não se ache tanto! — Vegeta diz entre um rosnado de raiva. — Você não é nada!

— É o que veremos!

Kakaroto levanta vôo, deixando Vegeta solto no chão e na poeira.

Vegeta levemente machucado se levanta, arfando e com uma baita raiva. Ele solta um grito enquanto levanta seu nível de poder para 15.000

— Vamos ver se você segura isso! — Vegeta diz enquanto Kakaroto faz o mesmo em puro silêncio.

— Venha!

Vegeta solta rajadas de energia em direção a Kakaroto, que defende fazendo o mesmo. Em um momento de distração de Kakaroto, Vegeta voa com alta velocidade para cima dele. Acertando um forte soco em seu rosto, um chute em sua barriga e uma cotovelada nas costas, o arremessando ao chão, antes da colisão, Vegeta segura Kakaroto pelo rabo e o arremessa de um lado para o outro batendo seu corpo contra o chão, depois o arremessa para cima e solta uma rajada de energia que acerta o Sayajin em cheio. Os soldados gritam de emoção.

— Há!

— Argh! — Kakaroto grita enquanto aumenta sua energia para 15.000 e atvia o Kaioken, que multiplica sua força e velocidade para 30.000

Sem falar nada, Kakaroto levanta vôo e parte para cima de Vegeta, que faz o mesmo, ambos com punhos fechados e apontados para o rosto um do outro. Ao chegarem perto, ambos acertam o golpe, jogando a cabeça para trás. Vegeta se recupera rapidamente e dá uma joelhada em Kakaroto que geme de dor.

Kakaroto ao se recuperar, coloca dois dedos na testa e começa a desaparecer e reaparecer envolta de Vegeta, mal sabia o príncipe que esse era o plano e ele implantava pequenas bolas de energia pelo campo que no momento certo iriam crescer e ser arremessadas no menor.

— Pare com isso verme! — Gritava Vegeta, enquanto arremessava esferas e rajadas de energia onde Kakaroto estava. — Lute como um verdadeiro Sayajin!

— É para já! — Kakaroto para na frente de Vegeta e levanta as mãos. Todas as pequenas esferas se levantam e crescem, se transformando em bolas, Vegeta olha envolta confuso. — Se prepare, Principe.

— O que?! Ah...! — Kakaroto junta as mãos e todas as esferas voam na direção do príncipe, explodindo repetidamente e jogando o príncipe de um lado para o outro.

Ao parar, Kakaroto se teletransporta para trás do príncipe enrrola seu antebraço em sua calda e aperta o pescoço do Vegeta com o outro, enquanto diz.

— Você é bom, príncipe. Mas admita, o Super Sayajin sou eu. — Ele puxa a calda com o antebraço, fazendo o príncipe dar um grito estranho de dor, aos ouvidos de Kakaroto, soava com um que de prazer no grito. — Você gosta? Há! Vamos como você vai ficar quando eu acabar com você... na minha cama.

Kakaroto aperta a bunda do príncipe e chuta suas costas, o arremessando longe. Vegeta com raiva, sua roupa rasgada e destruída, com cortes no corpo, grita e aumenta sua energia, colocando no mesmo nivel que Kakaroto, que não deixa de se surpreender.

O príncipe junta as mãos ao lado da cabeça enquanto reune uma energia purpura, Kakaroto ao notar a sua intenção coloca às mãos ao lado do corpo e reune uma energia azulada.

— Galick ....

— Kamehame...

— Ha! — Grita os dois em unioso, liberando ambas as energias.

Elas se chocam, causando um rastro de destruição no chão e uma grande ventania, a plataforma onde Bardock, Raditz e Rei Vegeta estavam é destruída e eles ficam planando no ar, buracos são criados nas paredes e os soldaods a volta deles colocam a mão no rosto para se proteger.

— aah! — Grita Vegeta, aumentando a sua energia para 35.000 e aumentando o jato que ele lançava.

— triplo Kaioken! — Kakaroto grita, e sua energia sobe para 45.000 quase obliterando o príncipe, que com mais um grito aumenta sua energia se equiparando ao maior.

Vegeta não deixa de estar surpreso, seu poder no máximo era de 50.000 e não tinha noção do quanto Kakaroto poderia ir. “Que merda! Esse idiota não tem limites?!”

Rei Vegeta observa de longe, levemente surpreso do quão longe Kakaroto estava indo. É claro que o mesmo sabia que 10.000 não era o poder maximo da forma base de Kakaroto e ficou feliz em saber que Vegeta teria alguém com quem treinar, alguém igual a ele. Mas ainda se pergunta, por que será que o mesmo não lhe mostrará o verdadeiro poder que tem.

“Quer saber, que se foda!” Kakaroto pensa e aumenta sua energia uma ultima vez.

— Kaioken quatro vezes! — Ele grita, sua energia sobe loucamente, oara o nivel de 60.000.

O príncipe olha surpreso, nunca que sentira alguém com uma energia tão alta, tirando o seu pai que chegava aos 80.000 no nível maximo. Ele aumenta a energia para 50.000, porém não é o suficiente e ao Kakaroto aumentar o jato do Kamehameha Vegeta é facilmente acertado por ele.

— Mas que merda!!! — Vegeta grita sendo atingido pelo golpe de seu rival. Que atravaessa a parede atrás do príncipe o arremessando longe.

Vegeta voa e quando a energia acaba ele cai em cima de algumas construções, destruindo tudo numa área de dois kilometros, tudo ferido e esgotado, Vegeta fica lá, deitado.

Aos poucos alguns soldados que estavam no patio chegam tanto para pegar o Príncipe e e levar de volta para o castelo, como também para dispersar a população que olhava para o príncipe assustados e com medo.

No meio da caminho devolta para o castelo, o príncipe, que até então estava desacordado, abre os olhos repentinamente. “ Eu não irei perder para um soldado, não ligo se ele é de elite ou não. Eu sou o príncipe, o número um da minha geração! Eu não vou ser derrotado tão facilmente!” Vegeta solta um grito e explode em energia, jogando os soldados longe, aumentando seu poder surpreendentemente para 62.000 e voa com velocidade para o cestelo.

— Não pense que a luta acabou Kakaroto! Eu ainda não perdi! — O príncipe diz quando pousa.

Kakaroto estava da mesma forma que Vegeta, com as roupas e a armadura semi destruída. A sua volta estava seu pai e alguns soldados, Kakaroto estava de costas para o príncipe.

Vegeta solta uma rajada de energia nas costas de Kakaroto, que desvia desaparecendo e reaparecendo ao seu lado. As pessoas que os cercavam levantam vôo.

— Eu não pensei. — Kakaroto tira o que restou de sua armadura e a joga no chão, ativando o Kaioken novamente. A aura vermelha o circula.

— Venha seu verme! — Vegeta desfere um soco forte em Kakaroto, jogando ele longe para fora do pátio.

Vegeta estava mais rápido e usa isso a seu favor, surgindo ao lado de Kakaroto enquanto o mesmo levanta, Vegeta desfere um chute no rosto dele e sorri quando vê um dente voar.

Kakaroto rola enquanto quica pelo chão e destrói algumas casa da cidade, logo ele da uma cambalhota em pleno ar e para cuspindo sangue e sorrindo.

— É assim que um verdadeiro Sayajin luta! — Kakaroto voa para cima de Vegeta desaparecendo e reaparecendo enquanto da uma voadora em Vegeta, que com velocidade segura sua perna e o arremessa ao chão.

Kakaroto se levanta e levanta as mãos, fios de energia sobem para a atmosfera e somem, Vegeta observa os fios, esperando eles voltarem, porém não nota que isso não era um simples ataque, Kakaroto agora soca a cara de Vegeta, segura no que sobrou de sua armadura e começa a socar repetidamente seu rosto. Logo depois ele pega Vegeta pela nuca e arrasta a cara dele no chão, o arremessando longe logo em seguida.

Vegeta rosna de raiva e se levanta também cuspindo sangue, ele voa para cima de Kakaroto porém os fios que o maior tinha soltado volta e se amarram ao corpo de Vegeta o deixando imóvel. Com um movimento de mão, Kakaroto controla a energia e trás Vegeta para perto dele.

— Bem, meu príncipe, você é bom. Isso não pode passar despercebido. Mas eu sou uma lenda, e não serei desposto do meu lugar tão facilmente. — Kakaroto diz enquanto passa os olhos pelo peitoral do príncipe.

“ Como eu nunca percebi que esse príncipe é tão atraente?!”

— Cale a boca. Eu sou mais forte!

Kakaroto sorri e as cordas apertam mais Vegeta, que grita de dor e raiva. Kakaroto fecha os punhos e as cordas explodem.

Vegeta é atirado para trás com velocidade, mas para em pleno ar e volta com a aura roxa.

Vegeta acerta um soco no estômago de Kakaroto, que não percebeu a aproximação repentina do príncipe, Kakaroto é arremessando para trás e Vegeta segue ainda com o punho em sua barriga enquanto grita de raiva.

A luta havia se deslocado para toda a cidade, focos de incêndio era viseis em certos pontos e soldados voando de um lado para o outro também. Vegeta e Kakaroto estavam agora voando para um tipo de florestar, ainda destruindo casas e tudo mais.

Vegeta solta Kakaroto e coloca sua mão aberta na sua frente.

— Big Bang Atack! — ele grita, e uma bola grande de energia sai de sua mão e voa com velocidade para Kakaroto o acertando em cheio.

“ Merda! Ele está mais forte que antes!” Kakaroto se levanta, ainda mais machucado “ assim eu vou ter que me superar, mas não sei se consigo o Kaioken 5 vezes, meu corpo já esta no máximo!”

Vegeta voa lentamente até Kakaroto. Que o observa se aproximar dele.

— Meus parabéns, nunca que imaginei alguém chegar ao meu nível e me fazer me superar dessa forma! Mas essa luta acaba aqui, com a minha vitória.

— Mas não mesmo! — Kakaroto se curva e começa a gritar, a emergia vermelha que caracteriza o Kaioken sobe cada vez mais alto, assim como o poder que Kakaroto emana.

— Mas que merda! — Vegeta exclama.

— Kaioken 5 vezes.

As árvores que haviam envolta deles agora são jogadas para longe com a força de ambos, Vegeta também aumenta o seu poder mais uma vez, porém não chega no mesmo que Kakaroto.

E assim a batalha dos Sayajins mais fortes continuam, em alguns momentos Kakaroto parece vencedor e outros Vegeta, porém nada determina a vitória. Ambos estão tão concentrados na batalha que não notam que o Rei e o Bardock estão a observá-los de uma distância segura.

Em um momento que vegeta baixa a guarda Kakaroto decide usar mais uma das técnicas que ele aprendeu, o Tayioken, criado por outro terráqueos que um alienígena havia aprendido.

Kakaroto coloca as mãos abertas na testa e concentra um flash de energia branca e forte, que cega Vegeta momentaneamente. Kakaroto então voa para cima dele, que por não enxergar direito não pode desviar, e arremessa uma cotovelada na cabeça dele, seguido por uma serie de fortes golpes que o arremessa cada vez mais longe. Quando Vegeta já esta no alto Kakaroto lança um Kamehameha nele.

Felizmente vegeta se recupera rápido e com o Kamehameha perto dele ele lança um golpe ainda mais forte, o Final Flash, que rebate o Kamehameha para baixo.

Kakaroto aumenta mais sua energia e com um grito de fúria consegue acertar Vegeta que é novamente é arremessado para o alto, Kakaroto em seus últimos momentos de força se tele transporta para cima de Vegeta e desce voando para encontro com o príncipe, com os dois joelhos apontados para a barriga do menor.

Ao colidir, Vegeta é arremessado com uma velocidade e força incrível para o chão fazendo uma nova montanha em meio a floresta. O príncipe finalmente se encontra desacordado.

Ainda no ar, Kakaroto sorri, cansado, machucado e destruido, tanto fisicamente quanto mentalmente. Mas ele ri.

— Eu... Ganhei... — Diz ele entre tentativas de respirar direito. Então o mesmo fecha os olhos e cai em direção ao chão.

Bardock e Vegeta voam ao encontro de seus filhos, ambos com sorrisos de orgulho e surpresa estampado nos rostos. Ele os pegam no colo e em um acordo tácito voam em direção ao castelo, que já estava sendo arrumado por alguns Sayajins assim como o resto da cidade.

Ao chegarem ao castelo eles vão rapidamente para a enfermaria, tiram as roupas deles e colocam ambos dentro das máquinas regenerativas, ativando e vendo elas encherem com o líquido que ajuda na recuperação.

— Nossos filhos serão bem mais fortes que nós dois... — Comenta Bardock.

— Isso é bom. Quem sabe um dia eles poderão libertar nossa raça da tirania de Freeza. — Vegeta entrelaça os dedos com Bardock, que os aperta com força.

— Assim eu espero...

Ao longe, dentro da vila das anciãs, um ritual era finalizado.

Quatro das mais fortes anciãs se encontravam no centro da vila fazendo uma previsão para o futuro. Algo que anualmente tem que se feito para saber o destino da raça.

Enquanto elas cantavam a balançavam os ossos dentro das bacias, visões do futuro eram capitadas. Visões essas que mudam inimaginavelmente o futuro de todo o universo.

Repentinamente, as anciãs para de cantar e tudo fica em silêncio, então as quatro olham para o céu e gritam com toda a força que tem.

— Tudo começa hoje!


Notas Finais


Então? Quase 3.000 palavras ein. Me superei.
Sabe, eu estava cogitando a possibilidade de fazer parte 1 e 2, mas eu nem gosto disso, então eu falei "Quer saber? Vai só um cap mesmo" e aqui está!
Gente, fazer luta não é la muito meu forte, mas eu me esforcei.

Peço perdão por qualquer erro que tenha passado por mim na revisão e agradeço a cada um que esta seguindo a fic, isso significa muito.
Kissuss


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...