1. Spirit Fanfics >
  2. As escolhidas (BTS) >
  3. "Nós sentimos muito..."

História As escolhidas (BTS) - Capítulo 62


Escrita por:


Notas do Autor


Já que estou de TPM,aproveitei pra escrever um capítulo skksks. Espero que gostem e desculpem qualquer erro ortográfico ♥️

Capítulo 62 - "Nós sentimos muito..."


Fanfic / Fanfiction As escolhidas (BTS) - Capítulo 62 - "Nós sentimos muito..."


Cap 62


Elas saíram da casa sentindo seus corações pesarem um pouco menos em seus peitos. Logo atrás vinham os garotos. Eles estavam sentindo seus corações despedaçados,parecia que vários espinhos e cacos de vidro estavam perfurando seus corações. Eles estavam se odiando nesse momento,estavam se xingando mentalmente e se perguntando o por quê de terem aceitado a bebida se suas falecidas ex's namoradas. Se perguntavam se elas iriam os perdoar por terem sido tão idiotas e cruéis. Eles tinham a total consciência de que as machucaram profundamente,sem dó nem piedade. Eles nem sabiam como falar com elas ou como falar com elas,o que falar pra elas. Todos estavam muito arrependidos e tinham vontade de morrer, literalmente. Jin pigarreou,chamando a atenção das garotas. Elas viraram e os olharam sem nenhuma expressão em seus rostos,seus olhares estavam frios, tentavam não demonstrar o quão magoadas estavam. 


Lua:o que foi Jin?

Jin: podemos.... Ir com vocês?

Mari:podem, além do mais a casa ainda é de vocês. Os bebês também sentem a falta de vocês, já que em todo esse tempo vocês falavam que não se importavam com eles e nem se daram ao "trabalho" de irem vê-los nem que fosse por 5 míseros minutos.

Hoseok: nós sentimos muito.... Muito mesmo...

Yoongi: nós não sabíamos o que dizíamos nem o que fazíamos... 

Jungkook: não estávamos em si quando fizemos e falamos aquelas coisas...

Kéfany:ah,acho que eram vocês,somente estavam sob uma poção do amor.

Amanda:sabemos que nem tudo o que aconteceu foi por causa da poção,vocês somente falaram o que estavam bem lá no fundo.

Suellen:vamos pra casa,depois conversamos.


Eles suspiraram e assentiram,seus olhos estavam marejados. A vontade de chorar até não aguentar mais estava sendo meio insuportável,estavam com o coração apertado. As garotas estavam travando uma guerra interna,queriam abraçá-los e não soltá-los tão cedo,mais suas mentes as lembravam de tudo o que passaram e não iriam se permitir desabar em frete à eles. Sem mais todos partiram para casa.

Chegando lá elas entraram primeiro,encontraram os lobos com seus filhos. Eles correram para abracá-las,mas,se assustaram quando viram suas roupas sujas de sangue.


Jay Park:o que aconteceu lá?

Tay:aquelas garotas tiveram seus corações arrancados, literalmente.

Irene:minha nossa!

Hyunjin:e os garotos?

Michele: estão aqui. Entrem.


Eles entraram timidamente. 


Eles:oi...

Os lobos:oi...

Jisung: por quê só a Michele,Mari e Lua estão com um buraco nas blusas?

Lua:ah, não foi nada...

Amanda:claro que foi! Os três aí quase arrancaram o coração delas.

Os lobos:como é?!!


Jennie,Hwasa e Irene ficaram furiosas. Elas foram em direção à Namjoon,Taehyung e Jimin e deram um forte tapa em suas faces,fazendo suas cabeças virarem para o lado. Eles não fizeram nada,sabiam que mereciam isso e muito mais.


Jennie: vocês têm demência por acaso?!

Hwasa:como puderam fazer isso porra?

Irene:se vocês a tivessem matado,podem ter certeza que nós mesmas iríamos arrancar a cabeça de vocês!

Kéfany: se eles tivessem feito isso, nós mesmas iríamos matá-los.

Namjoon: nós estávamos furiosos porquê elas tinham quebrado o pescoço das garotas...

Jimin: nós estávamos "apaixonados" por elas,como vocês sabem...

Taehyung: nós agimos sem pensar e estamos pagando as consequências.


Os bebês olharam para seus pais e soltaram gritinhos fofos enquanto esticavam os pequenos bracinhos,tentando alcançá-los. Os garotos os olharam e seus olhos marejaram mais uma vez.


Jungkook:p-podemos pegá-los no colo?

As garotas assentiram e eles sorriram tristemente. Os lobos pegaram os bebês e os entregaram para eles. Eles enrolaram os bracinhos nos pescoços dos pais enquanto os olhavam com os olhinhos brilhando. Os garotos não se seguraram mais e se permitiam chorar,eles os aconchegaram mais enquanto pediam perdão para os filhos,mesmo sabendo que eles não iriam respondê-los. Uma lágrima solitária e teimosa acabou descendo pelas bochechas das garotas,mais logo as limparam. Dóia ver aquela cena mais elas estavam sendo fortes e tentavam ao máximo não "fraquejarem" e acabarem fazendo um "rio" de lágrimas ali mesmo. 


Soobin:tenho certeza que não está sendo nada fácil para vocês essa situação,isso não faz nada bem para os bebês.

Jisung:sentimos a saudade que eles estavam de vocês.

Hoseok:e-eles estão com dentinhos novos....


Sua voz era embargada por conta do choro.


Suellen:sim,acreditamos que logo estarão falando. 

Jin:fomos tão idiotas por termos aceitado e permitido a aproximação delas naquela noite...:

Mari:pois é,foram. 

Yoongi: nós fomos tão estúpidos.

Tay:ah, você tem toda razão,Min.

Namjoon: será que vocês irão nos perdoar?

Kéfany:iremos conversar sobre isso,mais não iremos dizer que serão perdoados.

Michele: vocês nos machucaram demais. Não sabem o que passamos,as noites em que passamos acordadas chorando e sentindo como se nossos corações estivessem sendo esmagados lentamente enquanto vocês transavam com outras e se divertiam do nosso sofrimento!

Jay Park:eu acho melhor vocês conversarem nos quartos.

Jennie:o Jay tem razão, vão para os quartos e deixem os bebês aqui.

Hyunjin: só tentem não fazer muito barulho,por causa dos bebês.

Amanda:pode ter certeza que o único barulho escutado seria dos nossos gritos e xingamentos com eles.

Taehyung:vamos subir...


Eles suspiraram pesadamente e deram os bebês para os lobos. As garotas subiram,sendo seguidas por eles. Os "casais" entraram em seus respectivos quartos e fecharam as portas.


Com Namjoon e Michele...

Michele entrou e olhou para as paredes enquanto escutava Namjoon fechando a porta e andando até ela,a baixa garota não queria ter contato visual com o maior. 


Namjoon:senta na cama, por favor...

Michele: não, tô bem assim.

Namjoon:olha pra mim...


Ela respirou fundo,tentando controlar suas emoções e o olhou.


Namjoon:me dói ver você me olhando desse jeito...

Michele:e você acha que eu me senti como quando você me disse que a porra da transa com a Seulgi foi melhor do que as nossas?! E quando você me disse que não sentia mais nada por mim e que amava ela?!!

Namjoon:eu tava fora de mim! A poção estava me dominando!


Ela riu sarcasticamente.


Michele:nem tudo o que você e os outros disseram foi pela poção Kim.

Namjoon:eu nem sei mais o que dizer... Só te peço perdão...

Michele: não é fácil Namjoon, não é!

Namjoon: por favor, não me deixa...


Os dois já se encontravam chorando. Namjoon pegou delicadamente nas mãos dela,suas mãos foram praticamente engolidas pelas dele. 


Michele:eu... Eu não sei Namjoon,eu preciso de um tempo,na verdade um longo tempo. 

Namjoon:eu entendo... Só saiba que eu te amo com todas as minhas forças, e que eu amo a nossa filha também...


Ela se soltou das mãos de Namjoon e saiu do quarto,ela foi para fora da casa,precisava chorar para tentar parar nem que fosse um pouco a dor que ela sentia por dentro.


Com Kéfany e Jin.

Os dois se estavam sentados na cama,encontravam-se afastados um do outro, Kéfany não conseguia ficar muito perto dele,pois sua mente a mandava se afastar,para que ela não sofra mais do que já está. Mesmo que seu coração mandasse ela se aproximar,dessa vez ela optou por seguir sua mente,e no momento essa era melhor escolha a se fazer.


Jin: que situação cabulosa não?

Kéfany:Jin, não é hora pra suas piadas.

Jin: desculpa... É que eu não sei bem o que te dizer...

Kéfany:ah,mais eu tenho.


Os dois se olharam. O olhar de Jin transmitia dor e o de Kéfany transmitia dor e ódio.


Kéfany: você tem idéia do que eu senti quando eu te vi naquela cama com outra?! Por essa parte você não tem muita culpa mais naquele dia na cidade quando eu te vi e fui tentar falar com você você tem! Eu como uma boba fui tentar falar com você e te ajudar a abrir os olhos,mais você me destroçou e zombou de mim!

Jin:eu me odeio por ter feito isso com vocês,me odeio por ter falado que não me importava com nosso filho!

Kéfany:eu tinha esperança de que você naquela tarde iria entender a situação e acreditar em mim,mais não, você disse na maior cara dura que só me usou e que os outros também usaram as meninas! O meu filho chorava toda noite, obviamente por causa de você!


Jin abaixou a cabeça triste.


Jin:eu sinto muito, de verdade... Eu te amo profundamente e não queria te magoar e machucar o nosso filho. Eu sou um babaca.

Kéfany:talvez eu não fui destinada à vocêe viver "feliz para sempre". Talvez o destino só quis brincar comigo.

Jin:baby... Não diz isso porfavor...

Kéfany:eu preciso ficar afastada de você por enquanto.


Ela saiu com seus olhos marejados e também foi pra fora.


Com Suellen e Hoseok.

Depois de Hoseok fechar a porta ele agarrou suavemente a mão de Suellen.


Hoseok:amor...

Suellen:me solta Jung!


Ele a soltou imediatamente. Hoseok estava sofrendo muito com a situação, porém Suellen estava mais e ele não fazia idéia da dor que ela sentia. Seu rancor estava misturado com a dor e o amor que ela sentia por ele estava ali,bem no meio disso tudo.


Hoseok:por favor,me perdoa...

Suellen:ah,Hoseok. Pra mim perdoar você não vai ser fácil,e olha,eu nem sei se vou conseguir te perdoar. Eu sei que a poção estava te afetando completamente mais você não deve colocar a culpa somente nisso!

Hoseok: é... Eu sei... Admito que errei,errei feio! Estou me responsabilizando pelos meus atos e acredite,estou pagando as consequências.

Suellen: você merece isso,merece sofrer também! Por mais que eu te ame ao ponto de doer na minha alma se alguma coisa acontecesse com você eu também estou magoada, irritada e muito triste! Não é fácil passar por tudo o que eu passei e me jogar nos seus braços e dizer que te amo agora. Dói, dói muito dizer que eu ainda te amo depois de tudo isso.


Hoseok:eu estou destruído por dentro, só de pensar nas coisas horríveis que eu te disse meu coração se aperta ao ponto de sentir como se ele estivesse sendo arrancado do meu peito...

Suellen:eu te trouxe de "volta" por causa do nosso filho. Ele estava morrendo de saudades do pai,eu iria te superar e conseguiria criar ele sozinha,mais sei que não seria a mesma coisa.

Hoseok:eu... 

Suellen:estamos resolvidos Hoseok. Talvez um dia eu te perdoe.


Ela saiu sem dizer nenhuma palavra a mais.


Com Amanda e Yoongi.


Os dois ficaram em pé,no meio do quarto. Nenhum conseguia falar,muito menos olhar na cara um do outro.


Yoongi:ei...

Amanda o olhou friamente.


Amanda:espera, não diz nada. Você já falou demais e me machucou muito,agora EU  vou falar!


Ele assentou e suspirou. Ela se aproximou mais dele e o olhou nos olhos.


Amanda: você é um imbecil!

Yoongi:eu sinto muito por ter te ferido e feito você chorar...

Amanda: você em algum momento pensou na Stacy?

Yoongi:eu... Eu não pensei...

Amanda:seu idiota!


Ela o "xingou" enquanto batia em seu peito.


Amanda: você trepava com aquela vampira idiota enquanto eu ficava aqui acalmando ela! Eu xingava os dois todas as noites e torcia para que alguma coisa a matasse e você sofresse já que estava "apaixonado" por ela! Você não merece o nosso amor Yoongi! Você dizia não estar apaixonado por mim por causa da maldita poção mais isso não interferia em nada pelo o que você sentia pela minha filha! Nossa filha Yoongi!!!

Yoongi:eu estava confuso!

Amanda:confuso é o caralho! Eu não vou mais chorar por você, não vou! E provavelmente eu não te perdoe! 

Yoongi:mais... Mais eu te amo Amanda! Eu tô destroçado por dentro.

Amanda:talvez isso não seja o suficiente Yoongi, você me destroçou primeiro.


Amanda saiu dali o deixando no chão chorando feito um bebê.


Com Mari e Jimin.

Jimin sem pensar duas vezes agarrou a cintura de Mari. Ela tentava se soltar enquanto sentia seus olhos arderem.


Mari:me solta Park!

Jimin:vida,me perdoa porfavor...


Ele falava em um susurro doloroso e suplicante enquanto sentia suas bochechas serem molhadas pelas lágrimas. 


Mari:Jimin,eu tô quebrada por dentro, você não faz idéia do quanto dói ver a pessoa que você ama com outra.

Jimin:eu senti um pouco disso na balada e sei que dói...

Mari:eu só queria que isso não tivesse acontecido. Mais vocês foram idiotas em aceitar a bebida delas! Foram idiotas em terem deixado que elas se aproximassem de vocês!

Jimin:eu sei,fomos estúpidos...

Mari: vocês sabiam que elas estavam doidas por vocês e agora olha como estamos,eu com meu coração esmagado dentro do peito e você chorando feito um bebê.

Jimin:eu tô tão arrependido...

Mari:estar arrependido não vai fazer essa dor passar Jimin, não vai compensar a saudade que a Jade estava de você, não vai compensar as milhares lágrimas que eu derramei. Eu realmente preciso de um tempo.


Ele a soltou e a deixou sair do quarto.


Com Taehyung e Lua.


Taehyung a abraçou rapidamente enquanto acariciava o cabelo de Lua. O corpo dela não estava reagindo aos seus comandos e ela não conseguiu sair dos braços dele. Seus corações estavam acelerados e batiam dolorosamente em seus peitos. 


Taehyung:Lua,eu sinto muito... Eu não queria ter feito você e a nossa princesa sofrerem.

Lua:mais fez Taehyung. Doeu muito tudo o que aconteceu, e ainda dói. Eu não sei se vou conseguir te perdoar.

Taehyung:ah amor,anjos como você não podem voar até o inferno comigo... 

Lua:eu te amo tanto,mais você me feriu de uma maneira incapaz de descrever...

Taehyung:eu sei e sei que não te mereço.

Lua: você me fez tão feliz e depois pisoteou meu coração. Eu sei que a poção fez você agir assim mais você disse coisas que foram verdade Taehyung.

Taehyung:eu sou muito idiota... Eu te peço perdão novamente.

Lua:eu quero ficar longe de você por enquanto, é o melhor...


Ele não tinha o que fazer,apenas beijou a testa dela e soltou,deixando-a sair do quarto.


Com Jungkook e Tay.


Jungkook agarrou o pulso de Tay e chegou mais perto dela. Ele agarrou o queixo dela com delicadeza enquanto olhava profundamente em seus olhos. Dava-se para notar o quão destruídos os dois estavam só pelos olhares.


Jungkook: você... Você ainda me ama?

Tay:eu te amo e te odeio Jeon! Eu passei os últimos dias da minha vida chorando feito uma condenada e me odiando por te amar mesmo você me fazendo sofrer tanto! O Jeogsan se parece tanto com você que toda vez que eu olhava pra ele eu tinha vontade de te matar!

Jungkook:eu mereço isso meu amor,eu mereço esse ódio...

Tay: dói tanto te amar Jungkook...

Jungkook: você não sabe a vontade que eu tenho de voltar no tempo e consertar tudo...

Tay:mais você não pode Jungkook.

Jungkook: você é minha destinada,eu te amo e eu te magoei profundamente...

Tay:sim Jungkook, você me magoou tanto que se eu pudesse eu apagaria minha memória pra não me lembrar mais de você. Desculpa mais eu preciso sair daqui, não consigo ficar perto de você,eu lembro de tudo que você me fez e minha vontade é de socar a sua cara mais não faço isso porquê a culpa não foi toda sua!


Ela também saiu do quarto. Todas foram para fora da casa,os lobos não quiseram se meter nisso mesmo que as vissem uma por uma saindo dos quartos com mágoa e rancor estampados em suas faces. Todas se encontravam fora,elas se olharam e viram e sabiam a dor que cada uma estava passando,elas correram para se abraçar enquanto se permitiram chorar. Elas eram o porto seguro uma da outra e sentiam seus corações pesarem um pouco menos quando estavam juntas.



Continua...
















Notas Finais


Só dor e sofrimento com esse capítulo 😔💛


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...