História As estrelas de Stranger things - Capítulo 53


Escrita por:

Postado
Categorias Stranger Things
Personagens Personagens Originais
Tags Caleb Mccauling, Fillie, Finn Wolfhard, Gaten Matarazzo, Millie Bobby Brown, Noah Schnapp, Sadie Sink, Stranger Things
Visualizações 190
Palavras 1.135
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Fantasia, Festa, Ficção, Ficção Adolescente, Musical (Songfic), Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Spoilers
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 53 - T2: Personal... Rafinn?


Rafah on

- Vamos!! - todos gritaram em um unisom.

- Mas chega de álcool! - disse Millie. Não duvido nada que eu, ela e Sadie seremos as únicas a saírem daqui sem um gota que alguma tipo de bebida alcoólica no organismo.

Todos nos sentamos em uma rodinha no chão da sala. E parece que todos ignoraram o que Millie disse e logo Gaten, Caleb, Noah e Finn já estavam com garrafas de cerveja na mão.

- Eu começo! - disse Sadie girando a garrafa vazia de vodka que Ana havia tomado.

- Humm Caleb para Millie... - disse Finn.

- Verdade ou desafio Mills? - perguntou o moreno.

- Verdade... - respondeu minha amiga.

- Você e o Finn usam camisinhas diferentes? Tipo, de morango, neon e essas coisa assim? - completou Caleb.

- Sim. Próximo. - respondeu Millie tomando posse do jogo.

- Sadie para Rafah - disse Ana já quase deitada no ombro de Gaten.

- Verdade ou desafio migaaa! - disse a ruiva.

- desafio! - respondi.

- coloca uma venda! - disse a ruiva pegando um tecido que estava em cima do sofá. 

- Pra que? - respondi em quanto ela colocava a venda em mim.

- o Noah e outra pessoa vai te dar um beijo na bochecha. O que você achar que é seu marido você tem que dar um beijão de língua! - concluiu minha amiga. Bufei em confirmação, por que querendo ou não, eu terei que cumprir.

Fiquei ali parada em quanto eles decidiam quem seria a pessoa que me daria um beijo na bochecha. Algum tempo depois eles chegaram a uma conclusão.

- número um... - disse Gaten e senti um beijo na minha bochecha.

- número dois... - disse Millie e senti outro beijo no mesmo lugar.

- e aí, qual é o Noah? - perguntou Caleb.

- número dois! - respondi confiante. 

- Porra Rafah! - disse meu marido indignado em quanto alguém tirava minha venda.

- Não fica puto! - respondi rindo.

- Mano, como você não reconheceu o Noah? - Finn perguntou indignado.

- o Noah não costuma me dar beijos na bochecha... E sim em outros lugares... - todos gargalhamos. - mas enfim, vou ter que beijar quem? 

- Finn! - Millie gritou. Quando o olhamos ele havia acabado de virar o resto de uma garrafa de whisky.

- Caleb, pega o Mike aqui por favor que agora eu vou taca-lhe o beijão em alguém! - eu disse e todos começaram a rir.

- Então taca-lhe beijão em mim! - Gritou Ana e nós começamos a dançar com as pernas entrelaçadas.

Segurei o pescoço da minha amiga de infância e a beijei. Foi muito rápido e o gosto de vodka era extremamente perceptível.

- Olha que essa boquinha tá com gostinho de quero mais! E não é da minha boca! - eu disse encarando Gaten que procurava algumas músicas mais tranquilas para irem tocando em quanto jogávamos.

E ele nem deu bola. Ana já teve daqueles crushs temporários nele, mas meu primo sempre foi perdidamente apaixonado por ela. 

- Alguém dormiu... - disse Caleb com meu filho nos braços.

- Isso não é justo! Eu demoro umas duas horas para fazer ele dormir! - eu disse revoltada em quanto pegava a babá eletrônica na bolsa do meu filho.

- Já tentou usar "paninho"? - eu neguei com a cabeça e todos ali começaram a encarar Caleb pelo fato dele ser tão informado com crianças.

- Como assim? - Noah perguntou entrando na conversa.

- Tipo, deixa o paninho com o cheiro de vocês, molha com seu leite, até uma camisa sua, sei lá. E deixa junto com ele no berço! Ele vai pensar que está com vocês... - disse me entregando Mike. 

- Obrigada viu Caycay! - usei um apelido antigo que só eu usava.

Levei Mike para o quarto de Ana e fiz tipo um berço com os milhares de travesseiros que estavam ali. Deixei a babá eletrônica virada para ele e quando voltei para a sala conectei na televisão, então meu pequeno estava sendo vigiado.

- Vai, continua! - disse Finn girando a garrafa.

- Ana para Noah- disse Millie. Gaten continuava focado no celular.

- Verdade! - respondeu minha amiga antes do meu marido perguntar.

- Seu crush famoso é:... - perguntou Noah.

- Ah e-eu não t-tenho crush fa-famoso! - gaguejou e eu comecei a encara-la com um sorrisinho malicioso.

- AI MEU DEUS! É O QUE EU TÔ PENSANDO? - eu disse um pouco mais alto e ela assentiu com a cabeça.

- O que!? - Sadie e Millie perguntaram assim que se ligaram do que estávamos falando.

- Man, mulher deve ter telepatia só pode! - disse Finn revoltado.

- Achei uma playlist legal... - disse Gaten sendo praticamente ignorado por todos, menos por mim.

- Isso, Vamos dançar! - eu disse animando todo mundo.

(Ouça J Balvin - X (equis) para completar a cena 🖤)

E nós começamos a dançar igual retardados. Era impossível não rir ali no meio daquelas pessoas tão especiais para mim.

Ana já começou descendo até o chão e caralho, que saudade eu estava dessa peste! No refrão da música nós meninas ficávamos rebolando para dar uma provocada nos meninos.



Gaten on

Mano, essa mulher vai me levar a loucura. Ana tá ali, dançando e eu tô aqui sentado no sofá, me segurando para não ir lá e agarrar aquele pedaço de mal caminho.

- Vem dançar Gaten! - disse a mesma me puxando e trocando de música. (Música: Dancin - AaronSmith)

E todos começaram a pular a dançar loucamente. A música é até que calma, mas é impossível não dançar.

Ela dançava próximo a mim, e seu cheiro era perceptível. Já falei que sou apaixonado no cheiro dela? Não? Pois é, eu sou.



Finn on

Ana trocou de música de novo. Mas eu sinceramente não esperava que fosse justo aquela música. 

(HRVY - Personal)

Ela colocou Personal. É a música "tema" de Rafinn. Olhei para Rafah e ela entrelaçou nossos dedos e começamos a dançar como amigos.

Ela olhava no fundo dos meus olhos enquanto dançava. Noah e Millie também começaram a dançar, mas eles não sabem o que essa música significa para nós.

This the part where I’m gonna get hurt

(Essa é a parte em que eu vou me machucar)

I never listened and but didn’t deserve it

(Eu nunca escutei e nem merecia isso)

I was young and she was my first love

(Eu era jovem e ela era o meu primeiro amor)

So they say that you live and you learn

(Então eles dizem que você vive e aprende)


Like ye she gone mess with you head

(Oh sim, a vai bagunçar a sua cabeça)

Oh ye and she’ll flirt with your friends oh ye

(Oh, ela flertará com seus amigos, oh sim)

Make you wish you were dead

(Fazer você desejar estar morto)

Everytime she moves on she says

(E toda vez que ela se move ela diz)

Don’t take it personal

(Não leve isso para o lado pessoal)

Don’t take it personal

(Não leve isso para o lado pessoal)

Everytime she moves on she says

(Toda vez que ela se move,ela diz)

🖤 Leiam as notas finais 🖤




Notas Finais


Gostaram? Eu amei!
E estão aí três músicas que estão na minha playlist!
Rafinn shippers: essa história da música tema será o assunto do próximo capítulo de "Rafinn Moments" ❤️
E será que Gana (Gaten e Ana) é real?
Vocês shippam?
Comentem suas teorias que vou avaliar todas e a mais provável de acontecer estara nas notas iniciais do próximo capítulo!

Leu até aqui? Comente: "Personal 🖤"


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...