1. Spirit Fanfics >
  2. As flores do nosso jardim - Mystrade >
  3. Planos

História As flores do nosso jardim - Mystrade - Capítulo 6


Escrita por:


Capítulo 6 - Planos


Mycroft deu um gole na sua xícara de chá. O líquido quente aqueceu seu corpo enquanto ele olhava pela janela as nuvens pesadas se formando. Ouviu a porta do apartamento abrir e sabia que era seu namorado. Dean não havia voltado para casa para o almoço por ainda estar chateado com o fato de Mycroft fazer os favores da mãe. Dean tirou o casaco e foi até a cozinha encontrando Holmes em frente a janela. Ele soltou um suspiro e perguntou:
_E aí? O que era tão importante hoje cedo?
_Por que não atendeu as ligações? Mycroft perguntou calmamente enquanto sentava a mesa.
_Estava ocupado demais pegando um táxi, falando com acionistas, tendo reuniões... debochou ainda em pé ao lado da mesa.
Mycroft ignorou.
_Rose estava doente, mamãe queria que eu a levasse para ver a neta. Mycroft disse com convicção ainda que estivesse mentindo sobre o que de fato aconteceu.
_Oh... Dean pareceu surpreso. _E ela está bem?
_Agora está.
Ouve um silêncio.
_Eu vou tomar banho... Disse Dean Lewis saindo da cozinha.
Mycroft não podia mais ignorar aquilo, a frieza daquela relação o deixava mal. Levantou, colocou a xícara na pia e foi para o quarto.
Ao deitar na cama sofreu, pois sua mente fazia questão de o torturar mostrando a imagem de Henry, pai de Dean, deitado em sua cama fragilizado pelo câncer pedindo que ele prometesse ficar ao lado de Dean.
Não demorou muito para que Dean Lewis aparecece no quarto com uma toalha branca enrolada em seu corpo.
_Uma das corretoras ligou, conseguiu vender a casa de papai. Disse ele tirando a toalha que estava envolta em seu corpo e jogando na cama.
_Isso é bom...sempre quis vender aquela casa. Disse Mycroft pegando o celular do móvel que ficava ao lado da cama.
_Sabe o que também seria bom...
Mycroft nem teve tempo de pensar na resposta daquela pergunta pois Dean subiu na cama e deitou-se sobre o corpo dele o beijando. Ele beijava o seu pescoço e subia até a boca. Pegou os braços de Mycroft e os colocou para cima em uma posição de dominação fazendo o celular dele cair no tapete, mas ouviu Holmes gemer de dor e levantar rapidamente.
_O que houve? Perguntou ele um pouco irritado por ter sido tirado de sua posição.
Mycroft pensou bem antes de responder, já que tinha machucado braço no lago congelado.
_Machuquei meu braço quando fui pegar uma caixa para o John.
_Uma caixa?
_Era uma caixa que estava em cima de uma armário, acabei fazendo um movimento e acabei dando um jeito no braço.
Dean levantou uma sobrancelha.
_Ok... disse depois de um tempo. _Eu faço mais devagar. O deitou novamente.
Mycroft ainda com cara de dor argumentou.
_Dean, pare! Você hoje passou dos limites comigo e agora age como se nada tivesse acontecido.
_Amor, tudo foi porque eu te amo e gosto de te proteger. Disse ele beijando a bochecha de Mycroft. _Sua mãe gosta de te explorar.
_Ela e meu pai tem mais de 60, Dean... Holmes tentou falar mas Dean começou a deabotoar a camisa de Mycroft.
_Dean... Mycroft disse o empedindo de abrir os botões mas o homem continuou.
_Tudo que faço é por você. Disse quando terminou de desabotoar os botões.
Como Holmes estava cansado não tentou mais parar aquela situação, apenas existiu ali mesmo que sua mente vagasse em terras distantes.
°•°•°•°•°•°
Mycroft acordou no meio da noite, ultimamente perdia o sono quase todos os dias da semana então sentava e ficava no notebook tentando adiantar algumas coisas para o trabalho. Como trabalhava com a segurança londrina, ele analisava desde câmeras até mensagens enviadas por suspeitos, o trabalho era interessante, mas também tinha momentos de total desânimo.
Percebeu que ainda estava sem roupa dado a situação de mais cedo e que Dean estava virado para o outro lado, então ele apenas levantou vestiu sua calça e foi para a sala com seu notebook.
Nem percebeu o tempo passar só sentiu as mão de Dean em seu pescoço o desejando bom dia.
Aquilo o fez olhar para a janela e ver que o sol já havia raiado o fazendo suspirar cansado.
_Sabe o que eu estava pensando... Começou Dean sentando ao seu lado. _O aniversário da sua mãe é domingo que vem, que tal comprar uma daquelas flores que ela gosta.
_Flores? Mycroft perguntou parando de digitar e olhando para o homem.
_Ano passado nós demos uma gucci para ela e ela agiu como se tivesse recebido uma caneta no amigo secreto. Disse Dean indignado.
_Eu avisei que ela não usa muito bolsas...
_Era uma gucci!
Mycroft balançou a cabeça. _Flores são uma boa ideia.
_Ótimo! Compra alguma lá naquele florista da rua dela. Disse ele levantando do sofá e indo para a cozinha.
_No Lestrade? Mycroft perguntou mesmo que a resposta fosse óbvia.
_Lestrade? Eu não faço ideia do nome mas se for aquele estranho que estava lá na casa dela, sim.
_Estranho? Mycroft perguntou fechando o notebook e indo para a cozinha. De repente tinha ficado muito interessado.
_Ele acha que trabalha muito vendendo flores, amor. Dean gargalhou.
Mycroft rebateu. _Deve ser difícil ta regando elas e fazendo tudo sozinho, parece que ele não tem nenhum funcionário.
_Pesquisou sobre ele foi? Disse Dean colocando água para ferver.
_Papai deve ter mencionado algo sobre... Mycroft tentou desviar o foco daquele comentário.
_No dia do aniversário dela vai ter um jantar na empresa, aí nós demoramos pouco lá e vamos ao jantar. Disse Dean enquanto separava algumas ervas para o chá.
_Vai ser no domingo, será que a floricultura estará aberta? Disse Mycroft tirando do armário e colocando duas xícaras na mesa.
_É melhor ir no sábado. Você vai a tarde e compra alguma flor lá, eu vou resolver os papéis com os novos donos da casa do meu pai.
_Você tem alguma preferência por qual flor?
_É uma flor, Mycroft. Ou seja irrelevante.
Mycroft concordou, não via o porquê de tanta animação por flores, mas ficou ansioso pela escolha dela.



Notas Finais


Babes, espero que estejam gostando e me desculpem pela demora.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...