História As Gêmeas (Luan Santana) - Capítulo 76


Escrita por: ~ e ~bibilins_

Postado
Categorias Luan Santana
Personagens Luan Santana, Personagens Originais
Tags Luan Santana Gêmeas Amor
Visualizações 327
Palavras 1.210
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Esporte, Famí­lia, Festa
Avisos: Álcool, Estupro, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Mais um❤

Capítulo 76 - Pronta pra mim?


Fanfic / Fanfiction As Gêmeas (Luan Santana) - Capítulo 76 - Pronta pra mim?

《Jhúlia》

Beatriz me olhava impaciente, enquanto revirava os olhos. 

Beatriz: Eu tô com sono, me deixa em paz!~ Passou por mim indo para o banheiro mas eu a puxei bruscamente pelo o braço a fazendo me olhar assustada.~ Tá louca?~ Esbravejou puxando seu braço da minha mão. 

Jhúlia: Você ainda não me viu louca!~ Afirmei a olhando brava e ela riu sarcástica.

Beatriz: Olha aqui...

Jhúlia: Olha aqui você!~ Falei apontando pra ela ameaçadoramente.~ Para de ser ridícula!~ Esbravejei enquanto ela me olhava assustada por a forma que eu falava.

A verdade é que eu cheguei no meu limite. Eu tentei, de todas as formas, eu tentei...Mas ela não entende!

Beatriz: Se você tá nervosinha por causa das fotos saiba que foi eu mesma, quem mandou você ficar se agarrando com o Davi no meio da sala?~ Sorriu cínica. 

Nesse momento eu não era mas eu.

A raiva, a decepção, o cinismo dela, tudo...foi a gota d'água pra mim. Como se fosse algo automático minha mão foi diretamente na sua cara.

Beatriz me olhou extremamente raivosa, mas antes que ela pudesse falar ou fazer qualquer coisa eu peguei em seus cabelos e a joguei na cama enquanto ela tentava fazer o mesmo comigo, o que foi em vão, já que eu tinha a pego de supresa e por isso estava com vantagem.

Beatriz: Para sua louca!~ Falou tentando me empurrar de cima dela mas eu continuei intacta enquanto segurava seus cabelos firmemente e a fazia me olhar.

Jhúlia: Eu só vou falar uma vez porque quem repete as coisas é papagaio.~ Sorri cínica e ela me olhou brava enquanto se debatia para sair de baixo de mim.~ A próxima vez que você sonhar em fazer qualquer contra mim e o Luan, pode ter certeza que eu vou acabar com a sua raça!~ A olhei no fundo dos seus olhos e a vi estremecer.~ Eu não pensei que eu pudesse sentir tanta raiva de você um dia Anna Beatriz. ~ Sorri triste enquanto sentia meus olhos lacrimejarem.~ Eu te amo, mas eu não consigo nunca mais te ver como a irmã que você já foi um dia. ~ Soltei seus cabelos e sai de cima dela sacando as lágrimas.~ Olha só ao ponto que chegamos.~ Apontei pra ela deitada na cama toda descabelada e com o rosto vermelho.~ Eu não queria isso, não mesmo.~ Neguei com a cabeça. ~ Mas você não me deu escolhas, e que fique bem claro que se eu tiver que partir pra violência outra vez, vai ser muito pior que hoje.~ A alertei e segui até a porta deixando minha irmã complementamente perdida.

Entrei no meu quarto e bati a porta com tudo respirando nervosamente.

Eu não vou chorar, eu não vou chorar, eu não vou chorar... 

E CHOREI.

Que droga drogada!

Eu tô com tanta raiva, mais tanta raiva da minha irmã que...

Aaaaa

Por que isso tá acontecendo? 

Nós sempre fomos as melhores irmãs do mundo e o que somos agora? 

Bom, agora somos duas pessoas que vivem em pé de guerra e que só se falam para ferir a outra...Eu juro que eu não queria que tivesse sido assim, mas agora não dá pra voltar no tempo, já foi!

Parei de chorar e me joguei na cama olhando o teto.

A verdade é que o que eu fiz com Bia me deu um alívio imenso e é disso que eu tenho medo...

JÁ CHEGA!

Eu tenho que parar de pensar na Bia e focar no Luan agora, amanhã eu vou na casa dele e explicar tudo, espero que ele me entenda!

.....

Acordei por volta das 8:00 da manhã, tive uma noite péssima, mal dormida.

Tomei um banho para espairecer um pouco e desci encontrando Malu já tomando café. Passei amanhã toda conversando com ela e só vi Bia na hora do almoço.

....

As 15:00 horas fomos levar papai no aeroporto para sua viajem e resolvemos passar pela casa da tia Isabel. Talvanes me falou que os pais de Luan tinham ido fazer uma viajem também e que ele tinha combinado uma festinha na casa dele.

Como assim Brasil?!

Será que esse idiota já tá querendo me trair?!

Talvanes me convidou pra ir mas eu me neguei, se ele não me chamou lá eu não apareço!

Talvanes: Você tem que ir Jhúlia!~ Falava pela décima vez.

Jhúlia: Eu não vou!~ Afirmei convicta.

Talvanes: Sabia que ele convidou a Jade?~ Sorriu malicioso e eu bufei irritada.

Jhúlia: Talvanes eu não vou pra essa merda!

Talvanes: Então você vai deixar ele te trair?~ Perguntou sério e eu senti um aperto no peito.

Jhúlia: Eu não posso impedí-lo.~ Falei de cabeça baixa.

Talvanes: É claro que pode.~ Afirmou me encarando.~ Vai lá e explica tudo pra ele.

No fundo eu sabia que Talvanes tinha razão, eu não posso perder Luan por um orgulho idiota.

Jhúlia: Tudo bem Talvanes, eu vou.~ Me dei por vencida e ele sorriu comerando satisfeito. 

Demoramos alguns minutos na casa de tia Bel, mas logo tivemos que ir pra casa.

....

Jhúlia: Mãe eu vou pra casa do Luan com o Talvanes.~ Falei colocando a cabeça dentro do seu quarto.

Brenda: Uma hora dessas?~ Olhou para o relógio de parede que marcava pouco mais das sete.~ Fazer o que?

Jhúlia: Um churrasquinho. 

Brenda: A Bia vai?

Jhúlia: Não.~ Respondi rápido. 

Brenda: Por quê? ~ Perguntei desconfiada e eu dei de ombros como quem diz: Sei lá, acho que ela não quer.~ Tudo bem, pode ir, mas volte cedo. 

Jhúlia: Okay. ~ Falei revirando os olhos.

Me arrumei rápido e liguei pra Talvanes que pra variar vacilou comigo! Ele falou que tinha me esquecido e que já tava na casa do Luan, então tive que ir com o pobre de seu Pedro que já se preparava para dormir.

As oito da noite. Tadinho.

Cheguei na casa do Luan e dispensei seu Pedro dizendo que ia com Talvanes. Passei pela portaria e estranhei o fato de não ver nenhum carro estacionado ou qualquer movimentação. Toquei a campainha e ninguém então entrei assim mesmo já que a porta estava aberta. 

Não tinha ninguém na sala, não tinha ninguém em porra nenhuma! A casa estava totalmente deserta.

Avistei um papal no sofá e caminhei até ele o pegando e lendo.

Bilhete 01:

"O primeiro passo você já deu, veio até aqui mesmo contra sua vontade, agora suba as escadas e vem pra mim."


Eu estava completamente perdida, mas segui as escadas e ao seu final tinha mais um bilhete.

Bilhete 02:

"Tá esquentando amoorr, agora vire a direita e abra a segunda porta."


Novamente fiz o que o bilhete pedia e cheguei em frente a porta do quarto do Luan, meio trêmula e com a boca seca abri a porta e me deparei com um caminho repleto de rosas no chão. Segui com os olhos aquele percurso até chegar na cama onde ele estava sentado, assim que me viu Luan abriu um sorriso de orelha a orelha e eu sorri emcionada.

Jhúlia: Não tá com raiva de mim?~ Perguntei chorosa e ele riu negando enquanto se levantava e vinha até mim.

Luan: De jeito nenhum.~ Sorriu segurando meu rosto em suas mãos.~ Em nenhum momento eu duvidei de você meu amor.~ Sussurrou me deixando aliviada.

Jhúlia: Esse tempo todo você tava me enganando? ~ Estreitei os olhos e ele riu assentindo. ~ E o Talvanes?

Luan: Também. ~ Riu, dando de ombros.

Olhei ao redor do quarto, na cama repleta de pétalas de rosas e depois olhei pra Luan que tinha um sorriso lindo em seus lábios. 

Luan: Pronta pra mim?


Notas Finais


Hummm😏

Será que é agora Brasell?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...