História As I Was Before You - Katnic - Capítulo 16


Escrita por:

Postado
Categorias As Peças Infernais, Kristen Stewart, Os Artifícios Das Trevas (The Dark Artifices), Os Instrumentos Mortais, Shadowhunters
Personagens Céline Herondale, Imogen Herondale, James "Jem" Carstairs, Jocelyn Fairchild, Jonathan Christopher Morgenstern, Julian Blackthorn, Kristen Stewart, Mark Blackthorn, Personagens Originais, Stephen Herondale, Tessa Gray, Will Herondale
Tags Emeberto, Ficnova, Katnic, Krisnathan, Marry, Shadowhunters
Visualizações 124
Palavras 1.598
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Ficção, Ficção Adolescente, LGBT, Mistério, Musical (Songfic), Romance e Novela, Saga, Shoujo (Romântico), Suspense, Universo Alternativo, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


SÓ VEM T-R-E-T-A!
BOA LEITURA!
OBS: ÚLTIMO CAP DA MARATONA ;-;

Capítulo 16 - Unwanted Visits


Fanfic / Fanfiction As I Was Before You - Katnic - Capítulo 16 - Unwanted Visits

“ 'Cause I wanna touch you, baby

And I wanna feel you too

I wanna see the sun rise

On your sins, just me and you

Light it up, on the run

Let's make love tonight

Make it up, fall in love

Try

(Baby, I'm right here)” Dusk Till Dawn –Zayn ft. Sia

 

No capítulo anterior…

-O que acabou de acontecer aqui, meu Deus! –eu disse rindo muito.

-Sua amiga sensualizando bêbada no palco de uma boate, isso que aconteceu. –Dominic disse e rimos.

-E você gostou, não? –perguntei arqueando uma sobrancelha.

Fiquem agora com o capítulo de hoje...

 

{Ponto de vista Dominic}

O que ela quis dizer com essa pergunta? Okay, eu sou homem, e é natural me sentir atraído por mulheres. Mas o que ela está insinuando está totalmente fora de contexto. Eu sou apaixonado pela Katherine.

-Dominic!? –ouvi ela exclamar, só então percebo que ela estava me chamando.

-Oi, desculpe. O que você disse? –perguntei a olhando.

-Você gostou do que viu? –ela perguntou. –Da dança sensual da Kristen.

-Kat, eu não sei onde quer chegar com isso. –mentira. –Mas não, por mais que seja natural do homem gostar de ver mulheres dançando, não, eu não gostei. –disse firme.

-Ah. –ela pareceu desconfiar. –Entendo.

-Será mesmo? –sussurrei, mais pra mim mesmo.

-O que disse? –ela perguntou.

-Nada. –dei de ombros e passei a mão no cabelo, tirando os fios grudados na testa. –Vou pegar mais um drink.

Ela assentiu enquanto eu ia na direção do bar...

 

{Ponto de vista Katherine}

Não, eu não gostei. Não faço ideia do por quê, mas essas palavras do Dom encheram meu peito com um estranho alívio. Tudo bem, seria totalmente normal ele se sentir atraído pela Kristen, ela é jovem, saudável, bonita, atraente... Qualquer homem sentiria interesse. Talvez Dominic esteja mentindo, talvez ele esteja nesse exato momento me masturbando e pensando nela. Olhei pro bar pra me certificar. Não. Ele está lá, no bar. Outra pontada de alívio passou pelo meu corpo. Mas em seguida, um arrepio, tão forte e de repente, me preencheu por completo, e não era do tipo bom.

-Olá Clarissa, parece que estamos destinados a nos encontrarmos, não? –ele. Will. Sussurrando com seu bafo terrivelmente fedido a álcool.

-Will? –torci pra que minha voz não houvesse  saído trêmula. –Está me perseguindo?

-Eu chamo de atração magnética, mas interprete como quiser. –ele sorriu, ah, aquele sorriso diabólico. O mesmo que ele usou quando me estuprou. –minha mente lembrou.

-Por que voltou pra NY? –perguntei fria.

-Tem algo aqui que me arrependi de ter deixado. –ele me fitou de cima a baixo, e mordeu o lábio interior. –Você está uma delícia nessa roupa.

-Me deixe em paz! –praguejei e me virei pra ir embora, mas seus braços fortes me puxaram de volta.

-Calma, querida. –ele me puxou pra si segurando meus pulsos com o punho. –Ainda não terminamos nossa conversa.

-Não temos nada o que conversar! –eu esperneei mas nem consegui me mexer. Seus braços são extremamente fortes. –Me solta, Will!

-Me diz, a sua amiga Stewart é uma gostosa, não? Estamos tendo um caso. Eu gostaria de saber se você apoia. –ele me olhou, seu olhar penetrante.

-Fique longe da Kris! –exclamei com lágrimas já acumulando nos olhos. –Você destrói tudo o que toca! Se afaste de mim e dos meus amigos! –tentei me debater de novo, sem sucesso.

-Por que você torna tudo tão difícil? Eu só quero consertar as coisas entre nós! –ele disse com um falso tom de inocência.

-Me solta! Me solta, Will! –me debati contra seus braços, usando toda a minha força. Novamente, sem sucesso.

Desespero tomou conta do meu ser. Céus, onde está Dominic? Quando mais preciso dele, ele some! Dom, aparece, por favor!

-Já sei um jeito de consertar tudo. Bom, nos contos de fadas, o príncipe sempre salva a princesa com um beijo de amor verdadeiro, não? –ele disse sorrindo torto.

Não. Não, você não pode fazer isso, não tem o direito!

-Você não é o meu príncipe. Não mais. –disse fria. –Me solta, Will! Me deixa ir!

-Só depois do nosso beijo, minha querida princesa. –ele disse firme, seus olhos gélidos aparentavam desejo.

E no exato momento que olhei para o bar, vi Dominic vindo com nossas bebidas, sorri quase que de imediato. Mas, quando percebeu meu sorriso e pra quem era, Will me beijou.

 

{Ponto de vista Dominic}

Eu já tinha pegado as bebidas, e estava voltando para Kat. Mas assim que me virei para ir em sua direção, eu a vi sorrir, e um cara a beijou. Um cara a beijou. Céus, não existe número para contarem os cacos do meu coração partido. Ela está beijando outro, outro que não seja eu. Isso acabou comigo. Senti meus olhos marejarem, mas não iria me dar ao luxo de chorar por ela, ainda mais quando ela está beijando outro. Então me virei e rumei de volta ao bar, onde Kristen apareceu.

-Ela não gostou da bebida? –Kristen perguntou apontando com o queixo para os copos de vodca que estou segurando.

-Não é isso, mas acho que ela não quer mais a minha companhia. –disse, e percebi minha voz ter saído falha.

-Como assim, Dominic? Ela é louca por você, por quem mais no mundo ela te trocaria? –ela perguntou, como se tivesse levado um tapa na cara.

-Não conheço o substituto, mas também não lembro de ter visto ele alguma vez aqui em NY. –digo colocando a bebida no balcão, e quase deixo uma lágrima cair ao dizer “substituto”.

-Espera aí... –ela cerrou os olhos ao olhar na direção da Kat, e logo depois os arregalou com a mão na boca. –Pelo anjo, Dominic, aquele é o Will!

Aquele é o Will.

Não consegui ver ela depois disso, só sei que no instante depois eu corri na direção da Kat e a tirei dos braços daquele desgraçado, e logo lhe dei um soco perfeito no queixo, o fazendo cair. Abracei a Kat, e a minha pequena chorava e chorava nos meus braços.

Céus, o que eu fiz?!

Will levantou, cerrando a mandíbula, e saiu dando o dedo do meio. Na verdade eu tô bem foda-se pra ele, depois eu vejo o que faço com ele.

A abracei mais apertado, a levando na direção das salas Vips. Sentei ela no sofá e tirei minha jaqueta, colocando nos ombros dela.

-Pequena, me desculpe, eu... –eu tremia, não mais que ela mais eu tremia. Só conseguia abraça-la para provar que estou aqui.

-Dom... –ouvi ela sussurrar, e logo depois voltar a chorar. –Obrigado. Obrigado, obrigado, obrigado! –ela repetiu me abraçando forte.

-Eu estou aqui, minha pequena. –disse afagando os cachos ruivos dela. –Eu vou te proteger. Ele não vai encostar em você de novo.

Em seguida ela me olhou, com as suas esmeraldas verdes, mas havia uma parte vermelha, por conta das lágrimas. Então eu a beijei, colocando minhas mãos em seu rosto, a trazendo mais pra perto. Ela se acalmou instantaneamente, e retribuiu o beijo, colocando as mãos no meu peitoral. Pela falta de ar, nos separamos, e voltamos a nos abraçar, ela com a cabeça encostada no meu peito.

-Canta... Pra mim... –ela sussurrou, mas não entendi direito.

-O que disse? –perguntei passando um polegar suavemente em sua maça da bochecha.

-Canta pra mim... –ela pediu, sua voz ainda um pouco trêmula.

Sorri quase que automático, já sabendo o que ela queria ouvir.

 

[Call Out My Name –The Weeknd]

 

We found each other
I helped you out of a broken place
You gave me comfort
But falling for you was my mistake

I put you on top, I put you on top
I claimed you so proud and openly
And when times were rough, when times were rough
I made sure I held you close to me

So call out my name (call out my name)
Call out my name when I kiss you so gently
I want you to stay (I want you to stay)
I want you to stay, even though you don't want me
Girl, why can't you wait? (Why can't you wait, baby?)
Girl, why can't you wait 'til I fall out of love?
Won't you call out my name? (Call out my name)
Girl, call out my name, and I'll be on my way and
I'll be on my

I said I didn't feel nothing baby, but I lied
I almost cut a piece of myself for your life
Guess I was just another pit stop
'Til you made up your mind
You just wasted my time

You're on top, I put you on top
I claimed you so proud and openly, babe
And when times were rough, when times were rough
I made sure I held you close to me

So call out my name (call out my name, baby)
So call out my name when I kiss you
So gently, I want you to stay (I want you to stay)
I want you to stay even though you don't want me
Girl, why can't you wait? (Girl, why can't you wait 'til I-)
Girl, why can't you wait 'til I fall out of loving?
Babe, call out my name (say call out my name, baby)
Girl, call out my name, and I'll be on my way girl
I'll be on my

On my way, all the way
On my way, all the way, ooh
On my way, on my way, on my way
On my way, on my way, on my way
(On my)….

E quando eu acabei de cantar, e olhei em seu rostinho, percebi que ela havia dormido…

 

Continua....


Notas Finais


ESPERO QUE TENHAM GOSTADO AMORES!
DEIXEM SUAS TEORIAS NOS COMENTS!
BJS DE LUZ E ATÉ O PRÓXIMO CAP! 3-3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...