História "As I Was Before You" - Capítulo 16


Escrita por: ~

Postado
Categorias Barbara Palvin, Como Eu Era Antes de Você, Justin Bieber
Personagens Barbara Palvin, Jaxon Bieber, Jazmyn Bieber, Jeremy Bieber, Justin Bieber, Personagens Originais
Tags As I Was Before You, Barbara Palvin, Como Eu Era Antes De Você, Justin Bieber, Romance
Visualizações 92
Palavras 1.955
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


. Mais um amores ♡️
. Imaginem que na imagem é Lindsay e o pai se abraçando
. Ta quase acabando amores lembrando que é só até o capitulo 20

Capítulo 16 - 16' capítulo


Fanfic / Fanfiction "As I Was Before You" - Capítulo 16 - 16' capítulo

Miami / Flórida 

Point of view Narradora.. 

O reencontro de pai e filha foi simplesmente perfeito com pedidos de perdão, abraços e promessas foi emocionante eu diria após seu pai ir embora Lindsay agradeceu aos garotos incluindo Justin mesmo sem ainda o olhar diretamente mais enfim o dia amanheceu e hoje eles iam começar a resolver tudo pro Ian ir pra cadeia o pai da Lindsay falou com a polícia para fazerem tudo com discrição mais como eles precisavam de provas pra prender um dos homens mais influentes estando abaixo apenas do pai da garota e do Jeremy provas teriam que ter então Lindsay resolveu fazer um tipo de armadilha ia levar ele até a casa do Ryan onde a sala ia estar com cameras e gravadores escondidos e o pai dela precisava de um advogado pra defesa da sua filha e por ironia ele escolheu Jeremy que tremeu na base quando soube que a garota ao qual ele cuspiu era filha do homem que estava acima dele até mesmo na riqueza mais enfim ele aceitou agora tudo tinha que ser colocado em pratica os policias junto com o pai dela e Justin iam ficar escondidos no escritório da casa vendo e ouvindo tudo, então Lindsay ligou pro Ian ela conseguiu o número dele através do seu pai na como ele conseguiu ela não sabe.. 

-Alô? 

-Sou eu. 

-Anjo? Como conseguiu meu número? 

-Você é um homem rico e a mídia as vezes fala sobre seu sucesso encontrei o número de uma das suas empresas falei com sua funcionaria e após insistir ela me deu seu número particular, espero que não esteja atrapalhando. 

-Você nunca atrapalha meu anjo mas me diga o quer. 

-Eu entendi sua referência quando olhou pro meu namorado eu entendi sua ameaça em relação a ele. 

-Por isso que te amo meu anjo você sempre foi inteligente. 

-Eu volto pra você. 

-Que? 

-Eu volto pra você mais tera que concordar em deixar ele em paz. 

-Prometo o que quiser. 

-Eu não tenho como ir até você então tera que me buscar. 

-Claro meu anjo; onde você esta? 

-To na casa de um amigo vou mandar o endereço tente vir o mais rapido possivel quero aproveitar que ele teve que sair e só volta a noite. 

-Esta bem, tô indo ti buscar agora. 

-Não demora. 

-Eu te amo meu anjo. 

Após tais palavras ele desligou e Lindsay começou a chorar de desespero e seu pai a abraçou mal sabe ele o quanto ela desejou estar assim protegida em seus braços tudo foi preparado e ela estava mais calma era só esperar ele chegar depois dela ter mandado o endereço pra ele.. 

♧️♧️♧️♧️♧️

Lindsay tentava ficar calma o que era quase impossível e quando a campainha tocou ela ficou tensa mais lembrou que estava segura ali então foi e abriu a porta revelando o seu pesadelo em pessoa ele logo atacou seus labios em um beijo com desejo ela queria vomitar mais lembrou das cameras e devagar empurrou ele.. 

-Calma Ian. 

-Me chama de Daddy meu anjo. 

-Antes de irmos a gente precisa conversar_ela sinalizou o sofa e ele sentou com ela sentando ao seu lado_Como você sabe estou muito magoada com tudo que você me fez e quero dar um fim nisso pra isso sera necessário nossa conversa. 

-O que você quiser meu anjo? 

Ele estava tão alucinado querendo a garota que nem parou pra pensar que isso podia ser uma armadilha.. 

-Primeiro de tudo me responda; Por que eu? 

-Como assim porque você? 

-Por que fazee aquilo comigo Ian?_ela ficou de pé_Me diz o porque Ian. 

-Meu anjo aquilo tudo foi pro seu bem. 

-Meu bem? Sinceramente isso nunca me fez bem. 

-Meu anjo me escuta ok, quando eu conheci sua mãe eu só queria uma noite e nada mais só que ai ela começou beber e falar disse que seu pai a tinha largado por estar cansado dela não ser uma boa mãe pra você entre outras coisas e então ela disse que ia ti jogar em um orfanato e ela me mostrou sua foto e anjo quando eu vi você naquela foto a sua beleza e pureza foram minha cripitonita e então fingi estar apaixonado pela sua mãe e em pouco tempo me casei com ela mais eu só queria você e mais nada, e quando eu vi você pessoalmente aquele seu rosto angical mostrando pureza eu só pensava em ter você pra mim e acredite meu amor a nossa primeira vez juntos foi maravilhosa_Lindsay segurava as lagrimas_Eu lembro de cada detalhe daquelas noites eu entrando no seu quarto ti deixando nua e fazendo você ser minha.. 

-CHEGA EU NÃO QUERO ESCUTAR MAIS NADA. 

-Meu anjo sei que doeu em você que eu fui bruto mais eu te amava_ele se aproxima dela e toda seu rosto_Quando sua mãe disse que você contou tudo eu quis te matar mais ai ela disse que falou pra você que deveria me agradecer e ela ainda me disse que você era minha meu anjo ela me deu você e aquele dia foi o melhor da minha vida lembro como nossa noite foi prazerosa, eu estou tão feliz por você voltar pra mim eu achei que isso nunca ia acontecer mais você esta de volta pra ser minha mulher mais eu prometo que quando sua irmã fizer 15 anos eu deixo você livre. 

-Espera ai; voce pretende fazer com sua filha o mesmo que comigo? 

-Se ela for tão linda quanto você era não vejo porque não. 

-SEU MONSTRO NOJENTO. 

Lindsay partiu pra cima dele e lhe deu um tapa na cara e começou referir murros no peito dele que segurou seus pulsos e a jogou em cima do sofa e subiu em cima dela beijando seu pescoço nessa hora a polícia apareceu e puxou ele que não entendeu nada.. 

-Ian Somerhalder voce esta preso sobre acusação de estrupo tem direito de ficar calado ou tudo que disser a partir desse momento pode e sera usado contra você. 

Ele foi algemado e levado Lindsay levantou e correu pros braços do seu pai desesperada ele a abraçava com força e falava que tudo ia ficar bem ela olhou pro Justin que estava olhando pro Ian sendo levado ele estava com os punhos fechados e maxilar travado ela se soltou do pai e foi até ele e o abraçou mais ele ainda não retribuiu pois estava tremendo de ódio do Ian.. 

-Justin olha pra mim. 

-Lindsay eu sinto muito por você. 

-Eu também sinto mais acabou ele ira pagar e eu vou poder viver em paz. 

E então ele a apertou em um abraço seguro onde os dois acabaram chorando Lindsay se soltou de Justin e foi até seu pai que conversava com Jeremy.. 

-Pai. 

-Sim filha. 

-Eu quero a guarda da minha irmã, quero que ela seja tirada daquela mulher que foi cúmplice desse maldito eu vou cuidar dela prometo. 

-Farei isso filha não se preocupe mais primeiro temos que esperar a polícia pegar seu depoimento e Jeremy ja entrou com o pedido pra que o julgamento seja o mais rapido possivel enquanto isso vou entrar com um pedido pra ficar com sua irmã ate o dia do julgamento, sua mãe também sera presa após o que Ian disse então ela vai ficar comigo mais na verdade vou trazer ela pra ficar com você. 

Após Lindsay dar seu depoimento foi com a polícia, seu pai, Jeremy e Justin buscar sua mãe pra poder ser presa e sua irmã ao chegarem na mansão Lindsay nem se quer olhou ou falou algo pra sua mãe apenas a viu sendo levada doeu na garota mais ela logo se recompôs e então ela viu a pequena de cinco anos assustada no colo de um policial ela foi ate a menina.. 

-Oi como você se chama? 

-Me chamo Angel. 

-Nome lindo, eu sou a Lindsay. 

-Você é minha irmã? 

-Como sabe?_Lindsay tava confusa_Eles falaram de mim pra você? 

-Sim meu papai disse que meu nome era homenagem a minha irmã ao qual ele chama de anjo por isso meu nome é Angel. 

-Vem cá_ela pegou sua irmã no colo_Seu papai e nossa mamãe fizeram coisas erradas que e tiveram que ser levados pelos homens bons pra poder resolver a situação deles. 

-Eu não vou ver mais meus papais? 

-Eu não sei mais enquanto isso você vai ficar comigo tabom, prometo que vamos fazer muitas coisas de irmãs e também você vai conhecer a Luna. 

-Luna? 

-Sim ela é filha de um amigo meu você vai amar conhecer ela mais Luna ainda é um bebê. 

-Eu gosto de bebes. 

-Isso é bom, agora o que você acha da gente fazer uma malinha pra você? 

-Vamos no meu quarto. 

A pequena saiu puxando a irmã pela escada e Justin foi com elas e quando Angel abriu a porta e a garota percebeu onde estava seu corpo parecia ter congelado e ela começou a chorar deixando sua irmã confusa Justin abraçou Lindsay.. 

-Era aqui Justin era esse o meu quarto, é como se eu estivesse me vendo agora naquela cama. 

-Fica calma meu amor eu tô aqui com você, olha vamos fazer assim desce e fica lá com seu pai e eu faço a mala dela Tabom. 

Ela concordou em pegou sua irmã no colo ficando mais calma e pedindo desculpa pra pequena que apenas a abraçou.. 

♧️♧️♧️♧️♧️

Após os últimos detalhes serem resolvidos as cameras e gravadores foram tirados pela polícia e foram embora mais seu pai e Jeremy os acompanharam Angel não parava de conversar com todos os garotos e adorou a Luna ficou fazendo carinho nela a garotinha era um amor e muito esperta Lindsay olhava pra ela e lembrava de si mesma e nesse momento ela prometeu pra si mesma que ia manter sua irmã longe de qualquer perigo que jamais ia permitir que algo de ruim pudesse acontecer, eles jantaram todos juntos e estavam felizes riam e faziam graça pareciam família mais na verdade era isso que eles eram família.. 

-Vocês não sabem da novidade, Ryan e Chris estão namorando. 

-Que? Eles são gays? 

Justin perguntou fazendo todos dar risada. 

-Não idiota eles estão namorando irmãs gêmeas a Eloisa e a Eloa. 

-Espera ai Chaz são aquelas da faculdade as nerds? 

-Isso ai irmão. 

-Uou quem diria em rapazes. 

Eles zuaram muito e Lindsay colocou as crianças pra dormir as duas ficariam no mesmo quarto ela ligou pro seu pai que disse que tudo estava resolvido só tinham que esperar pra ter uma data certa pro julgamento, após falar com seu pai Lindsay tomou um banho demorado e desceu pra sala após se arrumar o único na sala era o Justin que estava bebendo vinho e encarando a tv desligada na sua frente.. 

-Esse filme deve ser bom_ela falou fazendo ele rir_É de suspense? 

-Você é bem engraçadinha quando quer né. 

-Esta sem sono? 

-Um pouco, meu pai me ligou foi estranho ele me pediu desculpas por tudo que falou e disse que ia devolver tudo que pegou de mim mais eu neguei quero ter minhas coisas pelo meu suor. 

-Entendo. 

-Ele disse que me ama foi a primeira vez que meu pai falou isso pra mim disse que a sua história com o seu pai fez ele enxergar o quanto eu e meus irmãos são importantes pra ele. 

-Isso é bom Justin. 

-É sim. 

Lindsay sentou ao lado dele e pegou a taça de sua mão bebendo o que restava e beijou Justin se sentando em seu colo as mãos dele foram pra bunda da garota onde ele apertou fazendo ela arfar baixinho só que mais uma vez ela quebrou o clima separando os dois Justin beijou a testa dela e os dois subiram pra dormir juntos apenas dormir.. 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...