História As lavadeiras do zodíaco - Capítulo 11


Escrita por:

Postado
Categorias Saint Seiya
Personagens Afrodite de Peixes, Aiolia de Leão, Aioros de Sagitário, Aldebaran de Touro, Asterion de Cães de Caça, Bian de Cavalo Marinho, Camus de Aquário, Dohko de Libra, Geist de Serpente, Hyoga de Cisne, Ichi de Hidra, Ikki de Fênix, Io de Scylla, Isaak de Kraken, Jabu de Unicórnio, Julian Solo, June de Camaleão, Kanon de Dragão Marinho, Kanon de Gêmeos, Kasa de Lymnades, Kiki de Appendix, Krishna de Chrysaor, Marim de Águia, Marin de Águia, Mascára da Morte de Câncer, Miro de Escorpião, Misty de Lagarto, Mu de Áries, Nachi de Lobo, Poseidon, Saga de Gêmeos, Saori Kido (Athena), Seiya de Pégaso, Shaina de Cobra, Shaina de Ofiúco, Shaka de Virgem, Shion de Áries, Shiryu de Dragão (Shiryu de Libra), Shun de Andrômeda, Shura de Capricórnio, Sorento de Sirene, Thetis de Sereia
Tags Afrodite, Aiolia, Aiolos, Aldebaran, Camus, Destak, Dmxkanon, Dohko, Drama, Geisty, Hentai, Hyoga, Ikki, Jabu, Julian, June, Kanon, Kiki, Lavadeiras, Lemon, Marin, Milo, Misty, Orange, Romance, Saori, Seiya, Shaka, Shina, Shion, Shiryu, Shun, Shura, Thetis, Yaoi, Yuri
Visualizações 63
Palavras 1.339
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Bishounen, Comédia, Drama (Tragédia), FemmeSlash, Festa, Hentai, Lemon, LGBT, Luta, Orange, Romance e Novela, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Shoujo-Ai, Slash, Violência, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Cross-dresser, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Olá!

Olha quem apareceu no meio da madrugada pra atualizar... Kkkk ain, triste perder o sono. Enfim, deixando mais um capítulo pra vocês.

Beijão e até as notas!

Capítulo 11 - Um homem prevenido vale por dois


Fanfic / Fanfiction As lavadeiras do zodíaco - Capítulo 11 - Um homem prevenido vale por dois

Uma hora e meia depois, Kiki saiu completamente exausto do porão de DM. Ao passar pela cozinha para largar o balde e rodo, encontrou o italiano abrindo a geladeira.


– Agora sim, eu acabei.


DM olhou para o garoto e abriu a long neck, tomando alguns goles da bebida.


– Legal… Quer uma? – ofereceu.


– Não, obrigado. As revistas eu posso esconder do senhor Mu, mas se ele me pega bêbado, aí tô ferrado de vez.


– Imagino. – riu e fechou a geladeira. – Venha, vou dar a recompensa pelo seu trabalho.


O garoto que estava pra lá de “jururu”, se animou no mesmo instante e o seguiu até o salão quase que saltitando.


DM sentou no sofá e apontou para o assento ao lado, onde continha três revistas, como foi o combinado. O menor se aproximou e foi barrado com as pernas de DM que se colocaram em seu caminho, impedindo sua passagem.


– Quero saber se posso contar com você amanhã. – disse o mais velho ao bebericar da bebida que segurava.


– Não vou lhe prometer nada. O senhor sabe que é arriscado pra mim vir até aqui.


– Sei e sinceramente, estou cagando pra isso. – soltou um arroto.


O ruivo fez uma careta e cruzou os braços.


– Olha, eu tenho que ir e…


DM olhou seriamente para o garoto e antes de lhe entregar as  revistas, teve mais uma de suas idéias “brilhantes”.


– Tenho uma proposta per te, mio jovem curupira.


O garoto ergueu a sobrancelha e olhou de lado para o cavaleiro.


Ih, lá vem… o que será que o vovô tá pensando em aprontar agora? – pensou.


– E, qual seria?


DM sorriu e terminou de tomar o conteúdo e lhe alcançou a garrafa vazia.


– O que é isso?


– Primeiro toca isso no lixo. Depois pega outra gelada e me traz.


– Se me permite dizer, o senhor é bem folgado, hein? – comentou e foi emburrado até a cozinha.


Instantes depois, entregou outra long neck para o canceriano.


– E, aí? O que tem pra me dizer?


DM abriu a garrafa com uma lentidão que faz até o mais calmo perder a razão e suspirou, tomando um gole da bebida.


– Alcança aquela caixinha ali. – apontou.


Kiki estreitou o olhar e pegou a caixa impacientemente. Entregou nas mãos de DM e o mesmo puxou um charuto. O ariano apenas aguardava o pronunciamento do mais velho, que fazia tudo somente para irritar o jovem.


– Pois bem… – acendeu e tragou. – O que acha de entrar para o clube?


Kiki mudou a expressão do rosto e coçou a nuca confuso.


– Clube? Que clube é esse, senhor siri?


– Antes que eu lhe dê mais informações, prometa que isso não vai sair daqui.


– Prometo.


– Se eu souber de algo, saiba que tenho vários meios de lhe castigar sem que ninguém saiba de nada. – sorriu sarcasticamente.


O ruivo engoliu seco e assentiu com a cabeça.


– Sei… Eu sei, sim.


DM tragou novamente e voltou a olhar para o garoto.


– Bom, o clube foi criado per me e por Kanon. Não são todas as pessoas que participam dele, pois a maioria aqui são um bando de bundões. – suspirou. – Enfim, nos reunimos pra beber, jogar e falar da vida alheia, já que non nos restou muitas coisas pra fazer, como deve saber.


– Entendo. E, como o senhor Mu não faz nada disso, creio que ele não seja membro desse grupo.


– Não. Ele não é. Seu mestre é um porre e meio.


– É, eu sei. – suspirou.


– Bom… o que me diz?


– Parece ser legal, mas e os outros cavaleiros? Eles não vão “dar com a língua nos dentes”?


– Fique tranquilo. Em nostro clube, todo mundo é “parça”.


– Legal… e quando vocês vão se reunir?


– Hoje à noite.


Kiki abriu um sorriso e esfregou uma mão na outra, mas logo se deu conta de que aquilo tudo parecia muito estranho. DM não convidaria alguém como ele para o clube, se não tivesse algum fim. Ficou pensativo e resolveu tirar a sua dúvida:


– Me diga uma coisa… – pausou. – O que eu vou ter que fazer pra entrar nesse grupo?


– Ainda bem que perguntou, ragazzo.  É bem simples. Além de me ajudar com a limpeza da minha casa, terá que nos servir quando estivermos em reunião.


Kiki fez beicinho e voltou a cruzar os braços.


– Mas isso não vai ser nenhum um pouco vantajoso pra mim, senhor siri


– Você que pensa… as reuniões costumam ser bem interessantes. – sorriu de canto.


– Sei… interessante pra quem vai estar lá sem precisar fazer nada, porque o trouxa aqui… – apontou pra si. – ...vai ficar trabalhando feito um jumento.


– Você que sabe.


– Prefiro ser jumento do senhor Mu, pelo menos ele me trata bem.


O canceriano terminou de tomar a cerveja e olhou para o corpo esguio do jovem (já com seus 14 anos) e pensou se seria uma boa idéia fazer o que tinha em mente.


– Se você fosse mais velho, eu poderia tentar lhe convencer o contrário…


Kiki olhou para o mais velho e sentiu o rosto corar.


– Eu tenho que ir. – pegou as revistas. – Tchau, senhor siri. – disse e saiu correndo.


DM acompanhou o mais jovem com os olhos e riu.


– Você non presta mesmo, DM… – falou sozinho e soltou um riso.



Horas depois…


Pouco a pouco, os cavaleiros chegavam na casa de câncer sendo recebidos pelo próprio, no entanto, faltavam três pessoas. Kanon, Afrodite e Milo ainda não haviam dado o ar de sua graça.


DM resolveu “dar um pulo” na casa ao lado para ver o que tinha acontecido com o geminiano, já que ele era sempre o primeiro a chegar e agora estava mais do que atrasado. Como já tinham uma certa intimidade para entrarem e saírem tanto da casa de um, quando a de outro, entrou sem cerimônias, procurando pelo mais velho.


Ao se aproximar do quarto de Kanon, ouviu algumas risadas e ergueu a sobrancelha.


Ele está acompanhado? – pensou e avançou devagar, procurando esconder o cosmo.


– Tá bom, Sô…mas, quando? Eu já estou ansioso. – pausou. – Sei… mas você tem que dar um jeito. Dê uma desculpa pro Julian e venha me ver. – pausou novamente. – Está bem. Beijo, amor.


DM conteve o riso e olhou para o geminiano que ainda mexia no celular de frente pra sua cama. Sem pensar, entrou no quarto e o abraçou por trás, dando um beijo em seu pescoço


– Amore, é? E, o que sobra per me?


Kanon fechou os olhos por um instante e se virou  bruscamente, empurrando o italiano para longe.


– Nunca mais faça isso! – disse e disfarçou o fogo momentâneo ao se aproximar da cômoda. – Deu pra me espionar agora, é?


DM soltou um riso e olhou para o outro maliciosamente.


– Você anda comendo o Sorento, é? Ou é ele que te come?


Kanon sentiu o rosto esquentar e abriu a gaveta para disfarçar o constrangimento.


– Não é nada disso, seu idiota. É que faz muito tempo que não o vejo mais e sempre fomos amigos… Então, combinamos de nos encontrar.


– Num motel?


Kanon se virou e encarou seriamente o mais novo.


– E, se for? Está ciuminhos? – devolveu de forma maliciosa.


– E, se eu estiver? – se aproximou. – O que vai fazer a respeito?


Kanon engoliu seco e se virou, controlando o fogo pra não pular em cima daquele “pedaço de mau caminho”. Recuperou o fôlego e estremeceu, assim que as mãos de DM afastaram o longo cabelo louro para o lado. Sentiu outro beijo em seu pescoço, enquanto o italiano deslizava as mãos até sua cintura.


– Por que non admite logo que me quer? – perguntou em sussuro ao pé do ouvido e depositou um beijo ali.


Kanon sentiu seu corpo arrepiar e mordeu o lábio.Se virou e olhou para o italiano, enquanto envolvia o pescoço do mesmo com seus braços. Aproximou a boca de seu ouvido e lhe respondeu da mesma forma:


– Eu quero, DM… quero você bem longe de mim! – disse e o puxou, acertando uma joelhada naquele lugar.


DM se curvou e se escorou, sentindo uma dor terrível. O ar chegava a lhe faltar. Kanon apenas saiu pela porta e lhe deixou sozinho, partindo para câncer.


– Ai, figlio di putanna… – resmungou e caiu no chão, gemendo de dor.



Afrodite saía de sua casa, quando deu de cara com um certo cavaleiro na porta de sua casa.


– Camus?


Notas Finais


Kiki é mais esperto do que DM pensa. Melhor pensar melhor sobre as propostas do italiano, pequeno ragazzo. Por falar no italiano... Que foi isso em gêmeos, hein? 🌚🌚🌚🌚

Camus em Peixes? Ihhh aí tem.

Muito obrigada por acompanharem, meus lindos!

Beijão


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...