História As lembranças Desse Amor - Capítulo 12


Escrita por: e kleudalyra

Postado
Categorias Linkin Park
Personagens Brad Delson, Chester Bennington, Dave Farrell, Joe Hahn, Mike Shinoda, Rob Bourdon
Tags Bennoda, Chester Bennington, Linkin Park, Mike Shinoda, Personagens Originais
Visualizações 35
Palavras 1.437
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Ficção, Fluffy, Hentai, Lemon, LGBT, Poesias, Policial, Romance e Novela, Saga, Yaoi (Gay)
Avisos: Adultério, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Droga ...porque tinha que acontecer assim?

Capítulo 12 - A culpa é sua!!


MIKE

-Anna porque você fica se metendo onde não chamo você?

-Mike, você enrola demais. Já era pra Chester saber a tempos dessa gravidez . Alias , ele ja devia saber a tempos que tinhamos o nosso amor. Mas você tem tanta pena dele.

-Anna chester foi meu marido por 15 anos, não é fácil falar estas coisas assim.

-É. ..mas eu te dei o que nem em 100 anos ele poderia te dar. Um filho. 

Eu olho bem ela . Tem horas que quero voar no pescoço dela, mas até relevo pois ela nunca vai entender minha vida com Chester.

-Olha aqui Anna. Chester meu deu 4 filhos . Além de uma felicidade que em 15 anos que não sei se terei com você.  A unica coisa que lamento é não aceitar a negligência dele que resultou na morte da miinha filha. 

- Eu nunca seria negligente. ..

-NÃO!  Não faz isso...Não se compare a Chester...Não tem ideia do ele ja fez por mim e pelos meninos. Agora vamos entrar , tenho uma reunião com os cara da gravadora. 

Entramos na Warner. Ela fixou me esperando na recepção.

Enquanto esperava os caras virem pra reunião, visão do semblante de Chester não saia da minha cabeça.  Não gosto de ver ele aflito. Mas  realmente tinha que ter contado antes mas como eu faria isso? Nunca foi o momento certo.

Lembrança 01:


-Chazzy, preciso falar com você. 

-O que? Claro. Fala.

Eu vejo seu rosto inchado de chorar.  Vejo as pílulas em cima da cômoda. 

-Você está bem?

-Sim, Mike.  Só cansado. Mesmo com remédios , eu tenho dormido mal. Sinto enjôo. Mas preciso tomar eles.

-Ja falou pro médico que sente isso?

-Já! Ele disse  que é por não me alimentar direito.

-Chester , por que não come enquanto estou em turnê com FM?

-Ah Mike. Não sinto fome e temho que cuidar dos meninos , de Lily.

-Porque não os deixa na minha mãe?  Precisa descansar.

-Eu vou ficar bem,amor.-Ele me abraça forte.-Você esta em casa!

-Ah Chester.!-Eu fecho os olhos.

-O que queria me falar, amor?

Vejo seus lindos olhos castanhos inchados e.cheio de olheiras. Penso um pouco. 

-Eu amo você! -Eu digo e ele sorri e me beija.


Fim da lembrança.


Ah meu Deus! Ainda é difícil. 

Quando ainda esperava,  meu telefone toca , era o Brad. 

-Mike??  Chester te procurou? 

-Claro ne Brad? Depois de tudo que tu falou.

-Que eu o quê? Mas eu não disse nada.

-Como não?  Ele veio aqui na frente da Warner. Fez uma barraco porque voce falou pra ele da gravidez da Anna.

-Eu??? Eu não disse...estavamos na casa do Dave conversando.  Eu até pensei em falar mas Dave disse não.  Dai ele saiu bufando daqui.

-Não disse mas ele falou que....Ah não! Ele blefou! Droga!!

-Mike? Cade ele?

-Não sei...ele descobriu da gravidez. Saiu daqui arrasado.

-Ah Mike. Será que ele esta bem?

-Não sei Brad.  Vou ligar pra ele.

-Liga e me avisa se ele ta bem.

Liguei mas o celular só da desligado.  Deve está chorando ou algo assim . Depois vou lá. Deixarei Anna na casa dela e visitarei ele. Essa conversa tem que continuar de forma calma. 

Mesmo ainda preocupado , segui com a reunião.  Quando Jaime me liga. 

-Jaime?

-Pai!!-Ele fala estranho parece chorando.

-Que foi, filho?

-Papai Chester sofreu um acidente.  Minha professora viu nas redes sociais. Os fãs estão postando e marcando todos da banda.

-O que? ?

-Pai,  vê o que houve e vem buscar a gente. 

Eu desligo e começo a ver meu twitter e Instagram.  Realmente , havia videos do carro dele  espatifado em um muro de proteção. 

-Ah meu Deus!!-Eu ainda vejo que filmaram ele machucado , com rosto cheio de sangue. -Chester? ??

Eu li  que o acidente foi ali perto. Largo todos ali e saio correndo .

-Mike? Que foi?- diz Anna.

-Fica ai! Depois venho te buscar. 

-Mas...-Nem escuto mais . Chego no carro , e vou até o local. 

Brad e Rob já estão lá. Eu falo com eles.

-Brad!!

-Acabamos de chegar.  Estão colocando ele na ambulância. 

-Pra onde ele vai?

-Parece que pro hospital Memórian.

Eu vejo as portas da ambulância fecharem. Entramos nos carros e seguimos a ambulância. 

-Mike, o que houve? - diz Brad no meu lado. 

-Ele soube. Saio dali desolado. Eu ia lá mais tarde. Agora...ah Brad.

-Ele vai ficar bem. Vamos pensar positivo.

-Estou tentando. 

Quando chegamos , vi levarem ele pra dentro. Tentei saber algo mas não me deixaram entrar.

Voltei pra recepção.  Brad e Rob ficaram lá também. 

-E ai?

-Nada. Temos que esperar. -Eu digo.


Ficamos ali uma tempao. Eu olhava pra aqueles corredores e lembrava do que aconteceu com Laila. Brad se aproxima.

-Mike, não quer ir ver seus filhos? 

-Rob foi buscá los e falei com Cristine. Assim que souber notícias de  Chester , irei pra casa deles.

-Fique com eles. Precisam de você agora.

-Eu sei....Brad!- ele me olha.- Lembra do que eu falei pra Chester no dia que Laila se afogou? Nesses mesmo corredor? 

-Impossível não lembrar.  Até hoje não esqueci. Foram palavras duras .


Lembrança 02:


Estou encostado na parede , de costas pra todos.  Estou com raiva, muita raiva. Chester se aproxima devagar. 

-Mike?- ele fala em tom baixo.

-O que é? 

-O...O doutor esta chamando.

Ando a passo firmes. Sem olhar pra ele.

O medico vem falar.

-Laila ficou muito tempo na água.  Faltou oxigênio no cérebro. 

-Isso quer  dizer o que?-Diz Chester. 

-Que a única coisa que não funciona é o cérebro. Na verdade o cérebro só esta mantendo os órgãos dela porque esta nos aparelhos. 

-Minha filha morreu? É isso? -Eu pergunto. 

-Praticamente sim Senhor Shinoda. Os órgãos estão funcionando porque o cérebro está nos aparelhos. 

-Mas ela pode acordar ? -Pergunta Chester. 

-Uma possibilidade bem remota. Muito remota.

Eu fiquei arrasado. Procurei não dar outro soco em Chester. 

-Olha...Quem sabe se doarem os órgãos delas podemos salvar muitas vidas.

-Ninguém vai dexar ela oca. Ela vai acordar. Eu sei que ela vai acordar.-Diz Chester. 

-Vai? Como? Olha pra ela Chester. Ela morreu. E sabe? A culpa é sua. 

-Mike..

-Não ...Não diz nada. Só olha pra ela. Porque cada vez que você olhar vai lembrar que ela esta assim por negligência sua. Eu implorei pra você me esperar. Mas não. ..agora veja ...e a culpa é sua.

-Pega leve Mike. -Diz Brad.-Ta todo mundo triste.

Eu sai dali com uma raiva imensa .


Fim.da lembrança


Acordo com médico chegando.

-Senhor Shinoda?

-Doutor?

-Seu marido esta bem. Apesar de uma pancada forte na cabeça. Ele quebrou o pulso. Mas fizemos exames e não aparenta sequelas na cabeça. 

-Posso vê -lo?

-Sim.

Eu acompanho o médico , mas meu celular toca.

-Mike?? Me deixou esperando lá na gravadora? Tive que pegar um taxi. Onde você está? 

-Anna, agora não posso falar. Preciso resolver algo . Fica ai no hotel. Depois te ligo.

Desligo na cara dela. Affs! Sem cabeça pra discutir com Anna.

Chego na enfermaria onde está Chester. Ele esta dormindo. O curativo na cabeça se destaca pelo inchaço. 

-Que galo hein! -Disse Brad.

-Enorme. Ah meu Deus!

-Mike calma cara. Ele vai ficar bem. Vai pra casa com meninos. Eu fico. Quando ele acordar te ligo.

-Ta...eu vou ...valeu Brad.

-Relaxa cara. Vai ficar tudo bem.

Eu sai e fui direto pra casa de meus filhos. Quando cheguei Jaime ainda estava acordado. 

-É tarde. -Falei

-Como ele esta pai?

-Vai ficar bem. Tem só um galo na cabeça. Mas vai ficar bem.

-Poxa pai. O que houve?

Pensei em falar mas resolvi que não. Vou deixar essa conversa pra quando Chester melhorar. 

-Vamos Jaime, hora de dormir.

Levei ele pra cama. 

-Pai...voce ainda o ama?

-Não é pergunta que se faça. 

-Ele me responde.

-É? E o que ele responde?

-Que ele te ama. E muito.

Eu fico olhando pra Jaime . Eu sorriu mas não respondo.

-Vai dormir meu filho. Eu vou ver seus irmãos. 

-Pai...se ele não te quiser mais? Vai gostar de ver ele se com.outra pessoa?

Eu não respondi. Mas também não sei explicar o que senti. Dei um.beijo nele e sai do quarto.

Otis já dormia. Beijei sua testa e fui ver Lily. Ela dormia tranquilo com a foto de Chester com ela e Laila. Peguei a foto e fui deixar em.uma comoda. 

Fui pro que era nosso quarto. Tomei um banho. Vesti um pijama dele. Meio apertado. Eu havia engordado um pouco . Resolvi ficar de roupão. Fui ao closet pegar um , mas me assustei ao entra numa parte mais ao fundo. Vi uma espécie de mural na parede. Era grande e timha fotos de Laila em coma. Dela também viva com Lily, os irmãos e nós.  

Havia anotações de dias e dias em que ela estava em coma. Eu li uma frase escrita por todos os cantos do mural...escrita varias vezes e em todas as fotos dela no hospital. 

"ENQUANTO EU VER ELA ASSIM . A CULPA É MINHA!"

Eu senti uma dor enorme. Uma dor como de uma facada.

-Ah Chazzy...Eu te deixei doente. Eu te deixei doente . 

Cai em prantos no chão.  





Notas Finais


Ah Mike...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...