1. Spirit Fanfics >
  2. As Marotas (reescrita) >
  3. Natal - Parte 1

História As Marotas (reescrita) - Capítulo 17


Escrita por:


Capítulo 17 - Natal - Parte 1


- Ei, Cat - chamou Alice ao entrar na sala comunal da Grifinória - você tá arrumando suas coisas lá no dormitório?

- Você por acaso você já me viu limpando alguma coisa por vontade própria, Alice?

- Então por que tá tudo revirado?

 -  Revirado? - perguntou ela de volta surpresa

- É...sua cama, seus armários, suas coisas... tudo revirado

- Ahh foi aquela filha da puta enton

- Filha da puta?

- É, aquela obra satânica autêntica da Elizabeth acha que fui eu que sumi com aquele diário ridículo dela...agora ela veio e desgraçou mi lado do dormitório. Mas deixa ela que voy devolver ela de volta pro capeta...

- Catarina, calma...- pediu Alice antes de segui-la até o dormitório que era de Elizabeth e de outras alunas



- Foi ela! Eu tenho certeza - exclamou Elizabeth com a voz ardida de sempre, no seu dormitório para Lily, que foi chamada até lá

- Mas o que aconteceu exatamente?

- A Catarina veio aqui e acabou com o meu armário... Você é monitora e é pra você ir lá levar ela pra detenção! Anda!

- Ai, meu Merlin... - suspirou Remo (que também era monitor) cansado do lado de fora do dormitório

- Mas o que te faz pensar que foi a Catarina? - questionou Lily impaciente

- E como não pensar que não foi ela? 

- Ô, quimera...- disse Catarina entrando no dormitório

- Aí ela! Pega ela! - exclamou Elizabeth esganiçada 

- Ô, anticristo...o que que você foi fazer no meu dormitório, hein?

- O que? Como assim? - perguntou Remo do lado de fora

- É até bom que vocês já estejam aqui... já podem levá-la. A ratazana radioativa ficou com raivinha porque sumiu o diário dela e foi lá foder com as minhas coisas no meu dormitório

 - Pera aí, foi você que veio aqui ferrar com o meu dormitório! - respondeu Elizabeth

- Gente, isso não é um mal entendido? - perguntou Lily olhando para Catarina - a Elizabeth chamou a gente aqui justamente porque você supostamente revirou as coisas dela, e agora você está aqui falando que a Elizabeth ferrou com as suas coisas também

- Calma, fizeram isso com suas coisas também? - perguntou Catarina para Elizabeth

- Fizeram! - respondeu Elizabeth indignada

 - Bem feito 

- Estão vendo? Levem essa arruaceira! 

- Eu e Remo vamos olhar por aí pra ver se os outros dormitórios também estão assim - e saiu sendo seguida por Remo - por favor, se entendam

- Gente, será que não é o Pirraça quem tá fazendo isso? - sugeriu Alice

Dito e feito. Pirraça saiu do armário e começou a rodopiar em volta delas, brigando

- Briga! Briga! Briga! Não vai ter briga? 

E saiu pela porta

- Sorte a sua que foi ele, eu já ia mandar uma coruja pro Departamento de Criaturas Mágicas pra te denunciar

- Por que ME denunciar pra eles?

 - Você acha que vou ver um animal solto e estudando aqui e no vou denunciar? - zombou Catarina

- Sai do meu dormitório agora! - exclamou

- Sai você do seu dormitório, eu vou é chamar a Divisão de Feras 



Era véspera de Natal, e a maioria dos alunos estavam organizando suas coisas para passarem as férias de fim de ano em casa. Alguns alunos iam ficar em Hogwarts mesmo, e Severo Snape era um deles. Preferia mil vezes ficar por ali do que ir pra casa

- Tem certeza que no quer passar o feriado com a gente? - perguntou Catarina

- Não, com certeza o lobinho vai estar lá, e se bobear até o Black. No seu aniversário eu dou uma passada por lá pra te dar os parabéns

Catarina revirou os olhos

- Aí de você se no escrever para mim nesses dias. Se no escrever aí que eu reviro um dormitório mesmo quando voltar, e vai ser é algum da sua casa - brincou ela

- Ah, é? - respondeu ele rindo - e se você não me escrever eu conto pra todo mundo que você roubou uma varinha de alcaçuz na Dedosdemel

- Ahh você no faria isso...

- Faria, e ainda te levava pra detenção porque agora sou monitor

- Ahh filho da puta...vem cá - e deram uma abraço antes de Catarina sair do Salão


***********


- Você vai ficar bem na sua casa com a sua família? - perguntou Helena preocupada, quando já tinham  viajado e chegado a Plataforma 9 ¾

- Vou sim - suspirou ele - logo isso acaba

- Eu já te disse que pode ir lá pra casa passar o feriado, minha mama mesmo falou pra te chamar... só no entendi como ela te conhece - disse pensativa

- Não quero atrapalhar o Natal de vocês

- Nós somos judias, no comemoramos Natal...e de qualquer forma, você no atrapalharia

Sirius deu um sorriso pra ela. Eles estavam se dando tão bem e estavam tecnicamente "juntos", mesmo com ela falando que eles não tinham "nada demais"

- Eu te agradeço muito mesmo, Lena - sorriu ele ainda mais - mas vou pelo Régulo, ele me pediu pra tentar - suspirou

- Bom, enton boa sorte e feliz natal pra vocês - sorriu ela, antes de dar um beijo nele

- Não temos nada demais, é? - riu ele

Ela riu e virou os olhos. 


 -Tchau, Bella - sorriu Régulo ao saírem juntos do trem - no seu aniversário prometo te mandar um presente

- Oh, no faça isso - riu ela - no precisa de presente. Sua amizade já é o bastante - sorriu ela

- Amizade...claro - riu ele 

Ela lhe deu um beijo na bochecha, antes de sair saltitando pra se encontrar com as irmãs


A Sra Hernández esperava pelas filhas. Usava um elegante sobretudo cinza, que constratava com seus olhos azuis. Era uma mulher alta, elegante e com os cabelos compridos e cacheados presos em um coque bem feito

- Mama! - exclamou Jane acenando para a mãe. Se aproximou com Remo

- Filha, que saudades! - disse abraçando Jane - como vocês estão? - e viu Remo - Ahh, e você deve ser o Remo! - deu um enorme sorriso! Como ele é bonito, Jane - riu Olga abraçando Remo - muito mais do que visto pela lareira 

- É um prazer conhecer a senhora ao vivo, Sra Hernández - sorriu

- Ahh já te disse que senhora é a minha falecida mãezinha...pode me chamar de você - riu ela - e que bom que seus pais deixaram você passar o feriado de fim de ano conosco! Eu fui pessoalmente conhecê-los e eles são adoráveis! Eu e Hope já somos boas amigas, já até trocamos correspondência - riu e depois olhou para os lados - eles já devem estar chegando para te ver antes de irmos

- Mama! - exclamou Lena, chegando com Sirius e Catarina.

As três se abraçaram e Olga logo abraçou Sirius

- Pelas barbas de Merlin, eu só tenho genros bonitos!

- Mama! - pediu Lena

 - Nem vem com essa de mama, que eu te conheço...ah, já vou avisando agora...nós vamos ter um convidado hoje. Por favor sejam amigáveis com ele! - olhou para as filhas e fixando o olhar em Catarina

As três se entreolharam desconfiadas 


Bella chegou com Lily, Alice, Frank, Marlene e Mary

Olga conheceu os amigos de suas filhas e pediu para os pais para deixarem que eles fossem ao aniversário das meninas que seria no dia de ano novo. Todos permitiram, e Olga bateu um bom papo com a Sra Evans e com Augusta Longbottom.

Até que os pais de Remo chegaram e e juntaram a conversa. Eles amaram Jane

 -Pode ficar tranquila, Hope! Vamos cuidar muito bem dele! - garantiu Olga para a Sra Lupin

- Se comporte hein, meu filho. Obedeça a Olga e juízo - olhou para ele e Jane - os dois

- Mãe...- corou Remo


 - Petúnia! - chamou Lily - essa é a Helena - sorriu da amiga para a irmã, as apresentando

- Olá, Petúnia! - sorriu Helena

- Outra aberração? - perguntou Petúnia entediada

- Petúnia, isso são modos? - exclamou o Sr Evans - como vai, Helena?

- Muito bem, Sr Evans, obrigada! E o senhor?


Quando estava quase quase na hora de irem embora, Sirius e Helena se despediram, trocando mais um beijo

- Te vejo logo - sorriu ele

- Se cuide, por favor - pediu ela preocupada lhe dando mais um beijo

E viu ele se juntar aos Black, que também já tinham chegado para buscar ele e Régulo

- O que você estava fazendo no meio daquela gente? - exclamou a Sra Black irritada

 - E isso importa? - peguntou Sirius debochado

- Quando chegarmos em casa, "conversamos" melhor

E saíram os quatro, mas Helena não tirava os olhos de Sirius

- Vamos, Lena! - chamou a Sra Hernández 

- Podem ir na frente! - gritou ela - eu vou logo depois!

- Cuidado para não se perder hein! Qualquer coisa você me dá um sinal que vou ao seu encontro!

- Podem ir! Logo chego em casa! 


E saíram elas com Remo. Helena discretamente segui a família Black até o Largo Grimmauld. Não tinha uma boa impressão sobre aquela noite.








 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...