História As Nove Marcas do Diabo (Interativa) - Capítulo 10


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Visualizações 22
Palavras 2.296
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Drama (Tragédia), Ficção, Hentai, Lemon, LGBT, Luta, Magia, Orange, Romance e Novela, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Shoujo-Ai, Sobrenatural, Survival, Terror e Horror, Violência, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Mutilação, Pansexualidade, Suicídio, Tortura, Transsexualidade, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


LEIAM AS NOTAS FINAIS, É IMPORTANTE!

Boa leitura.

Capítulo 10 - A Partida.


-Wow, tudo isso de uma vez? É muita coisa pra raciocinar. - Falou Jinki.

Yuki conversou com o ruivo sobre a jornada e o plano de salvar a vida do avô dos dois irmão marcados.

-Eu sei, mas é necessário, precisamos fazer isso, precisamos achar os outros 3 marcados, e ainda tem mais as marcas divinas. - Falou Yuki. - Não sei se vou conseguir guiar vocês como meu avô me pediu, não sei se sou bom o suficiente para salvar o mundo inteiro!....- Falou Yuki.

-Yu....-Falou Jinki, o chamando por um apelido.

-Mas eu vou conseguir, nem que seja a última coisa que eu faça. - Falou o azulado com determinação. - Vai embarcar nessa jornada comigo? - Perguntou Yuki, sorrindo para ele.

-Claro que vou. - Falou Jinki. - Eu disse que me tornaria um herói, e é isso que eu vou fazer. - Falou o ruivo.

Os dois estavam sentados na cama do ruivo, Yuki na frente de Jinki, este que o abraçava por trás.

-Acha que vamos derrotar o espectro? Acha que conseguiremos fazer com que os outros marcados venham conosco?......- Perguntou Yuki. - Eu tenho medo....

-Vai dar tudo certo. - Falou Jinki. - Você consegue, nós conseguimos, juntos. - Falou o ruivo abraçando-o mais forte.

-E....c-como fica nós d-dois? - Perguntou Yuki, corando.

-Simples. - Falou Jinki, num movimento rápido ficando de quatro por cima de Yuki, que sorria corado. - Eu e você estamos juntos. - Falou Jinki corando levemente.

-T-tipo...N-namorando? - Perguntou o azulado e Jinki se aproximou o ouvido dele e sussurrou de maneira rouca.

-Sim. - Ele falou e Yuki se arrepiou corando.

E nesse mesmo momento Isly entra no quarto.

-Eu fiz um....-A mulher falou e quando viu os dois deitados na cama daquele jeito ela corou assim como os dois. - NÃO VI NADA, NÃO SEI DE NADA, USEM CAMISINHA! - A mulher falou saindo do quarto correndo.

Os dois se olharam e riram.

-Socorro, que vergonha. - Falou Yuki, escondendo o rosto com as mãos.

-Vamos descer, minha mãe deve ter preparado algo, estou sentindo o cheiro daqui. - Falou Jinki, corado. - E não tenha vergonha. - Ele falou segurando o rosto do azulado e beijando o canto de sua boca. - Vamos.

Os dois desceram, Hinki olhava pra Yuki com um olhar mortal, Isly estava com a face corada e os olhos brilhando, Kijinki estava na cozinha.

-Papai vai cozinhar hoje? - perguntou Yuki.

-Sim, ele disse estar com saudades do trabalho e foi fazer a comida. - Falou Isly. - Mais e ai...e vocês dois? - Perguntou a mulher com um sorriso perigoso.

-São amigos, apenas amigos e nada mais que amigos! - Falou Hinki.

-Cala boca pirralha. - Falou Jinki dando um soco na cabeça da menina que reclamou.

O ruivo se aproximou da mãe e contou algo em seu ouvido.

A mulher quase teve um treco.

-ESTOU TÃO FELIZ! - Falou Isly. - Tenho um genro maravilhoso, minha vida já está completa. - Falou a mulher.

-Eu ouvi genro? - Perguntou Kijinki aparecendo com a comida e a colocando na mesa.

-Sim! - Falou a mulher.

-Bem vindo a família Yuki! - Falou Kijinki, afagando os cabelos do menino.

Todos se sentaram a mesa e viram os salgados diversos e outras comidas que Kijinki fez.

-Eu me empolguei um pouco, acabei fazendo bastante. - falou o mais velho.

-Está tudo bem, vai comer conosco? - Perguntou Isly.

-Não, eu acabei de comer. - Falou Yuki e Jinki ficou emburrado.

-O que ele e o Shi fizeram. - Falou Jinki, de maneira baixa, apenas Yuki ouviu.

-Filha....nada de faca, vai comer de colher, estou com medo de perder um genro. - Falou Kijinki, tirando a faca da mão da menina, que tentou lutar contra.

-Hum! - A menina empurrou.

Yuki se levantou da mesa e se ajoelhou na frente de Hinki.

A ponta do dedo de yuki criou uma chama negra, Hinki se impressionou com isso.

Ele fez a chama queimar em seu braço, fazendo uma queimadura feia e Yuki reclamar de dor.

-Se isso te deixa mais feliz, deixe que eu mesmo me machuque, mais do que já me machuquei na vida. - Falou Yuki sorrindo pra menor, se levantando e batendo a cabeça da menina com o dedo indicador.

A menina se acalmou e estava levemente triste por Yuki.

-Como fez isso Yuki? Não se machucou? - Perguntou Isly.

-É Ilusionismo, não se preocupe.

Depois deles comerem Jinki acompanhou Yuki até o lado de fora.

Ele olhou o braço de Yuki e viu o machucado.

-Não deveria ter feito isso. - Falou Jinki.

-Não se preocupe. - Calou Yuki estalando os dedos e a queimadura sumiu. - Eram pequenas chamas de coloração diferente, minhas chamas não me machucam, não se preocupe. - Falou Yuki.

-Ok, até amanhã. - Falou Jinki que iria apenas abraçar Yuki.

Mas, Yuki foi mais rápido e o abraçou pelo pescoço dando um selinho nele.

-Até. - Falou Yuki.

O azulado foi sumindo do seu campo de visão enquanto ele mantinha um sorriso bobo e o rosto levemente corado.

Yuki chegou em casa e ela estava toda arrumada, viu na lixeira que Sayuri havia almoçado alguma coisa que pediu por delivery.

Quando foi tirar os sapatos percebeu outros pares de sapatos desconhecidos.

Yuki foi indo até seu quarto e ouviu um barulho no quarto de risadas.

Yuki então bateu na porta e ouviu um entre.

-EU QUERO REVANCHE! - Gritou Sayuri.

-Vai perder de novo, só pra deixar de ser trouxa. - Falou Fimmel.

-O...la? - Falou Yuki.

-Ahh! Yuki, finalmente! - Falou Sayuri.

-De quem e o video game? - Perguntou Yuki.

-Estava no guarda roupa, tem problema? - Perguntou Ichinose que estava sentado na cama.

-Mas ele estava quebrado, totalmente, precisava de um concerto. - Falou Yuki.

-Esqueceu que temos um gênio entre nós? - Perguntou Ichinose, alimentando o próprio ego.

-Sabe mexer nessas coisas? - Perguntou Yuki.

-Sei, já montei um computador, sozinho, sem ajuda e usando peças aleatórias, quando eu tinha 8 anos. - Falou ichinose, virando a página do livro que lia.

-Eita, você é bom. - Falou Yuki.

-Ah, e esse livro tem muitas coisas sobre as marcas, é seu? - Perguntou o moreno.

-Era do meu avô, ele sempre disse que eu era especial. - Falou Yuki. - Eu sempre li esse livro e as vezes ele lia pra mim.

Eles conversaram mais um pouco.

Sayuri perdeu mais partidas no vídeo games e Ichinose soube outras coisas de sua marca pelo livro.

Logo veio a noite e todos foram pra duas respectivas casas, dormir.

(Quebra de tempo, alguns dias...)

Eram exatas meia noite, a lua cheia brilhava no céu.

Ichinose estava dentro do seu carro, junto com Fimmel e Jinki.

No hospital, no quarto do senhor Susano'o Hell Heaven, avô de Tênis e Shi, os dois netos estavam no quarto do avô junto a Yuki e Sayuri.

-Ok, se concentrem. - Falou Yuki, sussurrando. - Estendam as mãos. - Falou Yuki.

Os dois estenderam as mãos, Tenshi e Sayuri.

Yuki colocou a mão de Tenshi por cima da mão de Sayuri.

-Respirem e se concentrem. - Falou Yuki. - Sayuri pense na mais poderosa magia de cura, Tenshi pensa na melhor forma de devolver uma vida. - Falou Yuki.

Os dois fecharam os olhos. Suas mãos brilharam, em uma branco esverdeado.

Abaixo do homem um círculo apareceu, como se fosse a fusão da marca de Sayuri e a de Tenshi.

Eles viram a respiração do homem voltar ao normal, os batimentos cardíacos também.

-Continue se concentrando, mantenham a energia sincronizada. - Falou Yuki.

-Magia de Marca Dupla: Cura Da Vida Natural. - Falaram Tenshi e Sayuri.

Todos os ferimentos internos e externos foram cansados, a fadiga foi tirada do seu corpo, todas as células foram regeneradas, todas as dores foram embora, um ferimento que podia causar uma grave hemorragia interna foi curado, e o homem até parece rejuvenescido.

O show de luzes cessou, o homem parecia estar muito bem, mas ele estava ainda melhor que isso.

Tenshi e Shi olharam o avô que tinha aparência de ser o tio ou até mesmo pai deles, ele estava bastante rejuvenescido, parecia ter no máximo 40 anos.

Então eles ouviram o toque de uma trombeta.

-As trombetas da dimenção da morte! Temos que ir! - Falou Yuki.

Um bilhete foi deixado na casa de cada um, e um foi deixado para o avô dos dois irmãos.

Yuki segurou todos pela mãos e voou para fora do prédio hospitalar.

Eles posaram ao lado do carro e Ichinose o ligou.

Todos os 7 entraram no carro, sendo este grande e espaçoso, todas as suas coisas estavam na mala, Yuki precisou sentar no colo de Jinki, Sayuri ficou no colo de Tenshi. (Mais um shipp pra vocês, ou será que não? Muahahaha...parei ;-;) e shi ficou na janela.

Mais uma trombeta foi tocada.

-Precisamos nos disfarçar. - Falou Yuki.

-Deixa com a gente. - Falaram Fimmel, Shi e Tenshi.

Os três foram pro teto do carro em movimento (Oloko meu) os irmãos ficaram um de costas pro outro.

-Escudo da marca! - falaram os dois fazendo um grande escudo juntos que cobriu todo o carro.

-Camuflagem do reflexo lunar! - Falou Fimmel.

A luz da lua foi em direção a eles e ela deixou o carro e a barreira invisível.

-Agora precisamos esconder as energias das nossas marcas. - Falou Yuki. - Ichinose, deixa eu dirigir, eu consigo aguentar a minha energia baixa e ficar consciente.

Yuki e Ichinose trocaram de lugar, mesmo com o carro em movimento. (Velozes e furiosos 9).

-Fechem os olhos e relaxem, vocês também ai em cima. - Fou Yuki e os três entraram de novo no quarto.

Jinki passou pra frente antes e o resto estava atrás.

-Fechem os olhos e suas marcas suprimiram a energia de vocês, mas vocês vão acabar dormindo.

Assim foi o que todos fizeram e Yuki também.

Ele diminuiu a velocidade do carro para não acabar batendo, eles dormiram e Yuki aguentou acordado.

Yuki estava muito amedrontado, a energia da dimensão da morte circulava eles, e eles tinham sorte da rua está deserta.

Aquilo continuaria por umas 3 horas, mas estava tudo no plano.

Yuki, depois de umas 1 hora e meia de viagem chegaram ao aeroporto.

-Acordem. - Falou Yuki e as marcas devolveram a energia deles.

Eles foram acordando, e quando já acordado se sentirem amedrontados.

A energia de Yuki também voltou.

-Sei que estão amedrontados, mas, não se preocupem, vistam as roupas que eu dei pra vocês, iremos lutar um pouco. - Falou Yuki.

-Wow, acabamos de acordar e vamos recepcionar o inimigo assim? Que incrível. - Falou Sayuri vestindo a roupa totalmente preta.

-Teremos um pouco de ação, pra variar. - Falou Fimmel.

-Vamos botar pra quebrar. - Falou Tenshi.

-Não se animem, seus pontos fracos ficam óbvios se vocês se deixam levar pelas emoções. - Falou Ichinose.

O resto se manteve calado se vestindo.

Eles saíram do carro que não estava mais protegido.

Todos estavam usando roupas totalmente pretas, uma blusa preta, que no caso de Yuki tinha um buraco para mostrar sua marca assim como a de Sayuri e Ichinose, um colete, também com um buraco no caso de Sayuri,Yuki e Ichinose. Uma luva preta, que no caso de fimmel só tinha uma pra mostrar a marca da outra. Uma calça preta. Um sapato preto e uma máscara.

No caso de Jinki a camisa dele era uma regata e ele amarou a jaqueta na cintura.

A máscara de Yuki era totalmente preta, com olhos azuis e um sorriso de dentes roxos, a máscara era um rosto pegando fogo por chamas negras.

A máscara de Sayuri era uma flor, uma rosa branca, está com sua metade intacta e sua outra metade morta e despedaçada.

A máscara de Fimmel era uma lua, esta que tinha os olhos negros com a íris amarela e um grande sorriso que continha sangue.

A máscara de Ichinose era como a mira de uma sniper, porém melhorada, com a mira nos dois olhos.

A mascara de Tenshi era o símbolo de Yang e a de Shi a de Yin., com a esfera branca e preta com um buraco para mostrar bem a marca de seus olhos.

A máscara de Jinki eram três rostos fundidos, o rosto do sol, da lua e de uma estrela.

Vários seres negros apareceram em volta deles e muitas pessoas viam aquilo tirando fotos.

-Fantasmas de Espectro, sofram a ira dos 7 marcados. - Falou Yuki.

Todos invocaram seus bastões e escudos.

Porém o bastão de Yuki, Tenshi e Shi brilhavam.

-Sayuri! - Bradou Yuki.

A menina pulou ficando a sua frente. Ela fechou a mão e sementes apareceram.

Ela jogou as sementes e os seres riram.

-Ira da floresta: Jaula! - Falou Sayuri.

As sementes germinaram e várias plantas circularam os seres fazendo uma jaula.

Eles lançaram uma maçã de energia era enorme e Shi se colocou à frente de todos.

Suas mãos brilhavam de maneira escura e o ataque sumiu assim que tocou as mãos de Shi.

-Tenshi! - Falou Shi.

-Ok! - foi o menino.

Ele tocou o chão e mãos de terra socaram a jaula, e respetivamente, os monstros.

Fimmel e Jinki foram para os lados da jaula de folhas mantida por Sayuri.

-Diminua a sua energia e aumente a da marca, a resistência da jaula aumentará assim como sua resistência. - Falou Ichinose.

-Obrigado, Tokya! - falou a menina e assim foi feito.

Várias esferas amareladas apareceram em volta de jinki e esferas azuladas meio brancas apareceram ao redor de Fimmel.

-Esfera de Luz Solar: Esfera múltipla! - Falou Jinki.

-Primeira Ponta Lunar: Raios da Luz Lunar! - Falou Fimmel.

As esferas brancas meio azuladas lançaram raios e as esferas de luz acertaram, assim como os raios, monstros do lado de fora da jaula.

-Yuki! - Falaram todos.

Yuki sorriu.

Uma energia negra meio avermelhada o circulou.

-Terceira Ponta do Meu Inferno: Grande Esqueleto de Armadura! - Falou Yuki.

A energia negra avermelhada tomou forma, de um grande esqueleto, parecia que um manto cobria seu corpo. Ele segurava uma grande espada e ela cortou todos os monstros daquela área.

As pessoas que viram filmavam e torciam pros 7 marcados.

-Se você, em algum lugar do mundo, tiver uma dessas marcas, nos espere, nós estamos indo, você é um de nós! - Falou Yuki.

Mostrando os desenhos das marcas.

Eles se esconderam tiraram suas roupas e se trocaram e foram pegar o primeiro vôo deles.

O vídeo logo que postado viralizou e 3 pessoas em lugares distintos do mundo sentiram suas marcas brilharem.

-Existem outros. - Falaram eles.....






Continua....


Notas Finais


Ola pessoas, Tudo bom? Bom, eu tava ideia aqui, me digam se concordam.

Alguem aqui ja "jogou" RPG por Whatsapp? Sabe? Usando ações e etc? Pois então, eu estou pensando em fazer um.

Mas....meus amigos não são fãs dessas coisas, então, queria saber se vocês aceitam essa ideia, aceitam?

Se sim, eu divulgo o link do grupo amanhã mesmo.

E é isso, até.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...