História As paixões de July II - Capítulo 19


Escrita por:

Postado
Categorias CNBlue, EXO, Infinite, Monsta X, NU'EST, SHINee, VIXX
Personagens Baekho, Chanyeol, Dongwoo, Hongbin, Hoya, Hyung Won, Kai, Kang Min Hyuk, Leo, N, Personagens Originais, Ravi, Ren, Suho, Sunggyu, Taemin Lee, Won Ho
Tags Drama, Exo, Hospital, Infinite, Monsta X, Morte, Nu'est, Sangue, Shinee, Vixx
Visualizações 108
Palavras 1.205
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Hentai, Romance e Novela, Saga, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


01/07/2016 sexta-feira e 12/07/2016 terça-feira

Capítulo 19 - XIX


Fanfic / Fanfiction As paixões de July II - Capítulo 19 - XIX

Acordei e olhei para o lado, a cama parecia estar intacta. Ai foi só um sonho, acho que estou enlouquecendo, credo que sonho mais real... Vou me arrumar e tomar um café, depois irei ver a Kaila. Sai do meu quarto.

-Bom dia July! Dormiu bem?

-Não era um sonho! (Falei baixinho. Suspirei) –Bom dia, sim dormi! O que ainda faz aqui?

-Estou arrumando nosso café, na verdade já arrumei, estava esperando você levantar. Venha está tudo pronto.

O que faço? Acordar com esse sorriso, não de novo não! Tomamos café e levantei para tomar meus remédios. Ele começou a recolher as coisas.

-Deixe ai, eu arrumo. Quero que vá embora.

-Por quê? Achei que...

-Achou tudo errado, vá. Fizemos uma coisa que não queria que fizessem comigo. Traímos sua namorada. Nunca havia feito isso e não farei de novo. Sei o quanto machuca ser traída.

-Também sei, só que não estou com a consciência pesada, já que ela fez isso primeiro.

-Não justifica, tivesse terminado... Eu não quero ser motivo de vocês se separarem.

-Você já foi desde o dia do jantar. Só faltava ela saber.

-Vai embora, por favor!

-Desta vez não, eu voltei para ficar! A menos que você diga que não me ama mais, o que eu duvido, pelo o que aconteceu ontem à noite. Eu irei ficar com você.

-Não quero que fique!

-Isso não quer dizer que não me ama July.

Então ele se aproximou e me abraçou, tentei empurrá-lo, mas não consegui. Fiquei estática, sem conseguir reagir, foi quando ele me beijou. Me entreguei neste beijo... Já não conseguia mais conter meu coração.

-Diga agora olhando em meus olhos que não quer que eu fique que irei embora.

Baixei a cabeça.

-Está errado Dongwoo, existe outra pessoa que irá sofrer.

Ele me segurou firme pelos braços.

-Olhe para mim. Não existe mais ninguém nas nossas vidas. Quando descobri que havia terminado com Minhyuk eu terminei meu namoro. Estava apenas te dando um tempo e esperando uma oportunidade. E ela chegou. Soube que dispensou o Baekho e que não tinha ninguém para cuidar de você!

Comecei a rir. –O que aquela criança entende de cuidar de alguém!? Ele é um amor, mas só serve para uma adolescente desorientada. Ele que tem que ser cuidado! Vem cá como vocês sabem das coisas!!! Acho impressionante isso, e achei que o hospital fosse o foco das fofocas...

-Nunca deixei de te amar July! E eu sei do bebê e do problema que você ficou. No dia eles pediram para falar comigo... Nunca falei para ninguém. Entendi sua posição de querer voltar para casa dos seus pais, não concordei com ela, mas aceitei. Achei que não voltaria mais, quando descobri entrei em desespero, mas você não me procurou, continuei respeitando sua privacidade. Só que aquele dia do jantar, vi que ainda me ama, então resolvi lutar por você! Eu amo você July e senti “saudade”!

-Eu também senti saudade. Amo você!

-Eu sei! Agora vamos arrumar a mesa.

Arrumamos as coisas e fui buscar a Kaka para eles trabalharem. Ficamos com ela o dia todo.

                                                          *************************************

12/07/2016 terça-feira

Cheguei em casa as 8:00 da manhã, Dahye arrumou meu café, comi, tomei meus remédios  e fui me arrumar para deitar e dormir. Passei pelo quarto e Dongwoo estava dormindo. Tomei um banho e fui deitar. Deitei e ele me abraçou.

-Estava esperando você chegar. Tenho uma coisa escondida para você, só que tem que achar.

Levei a mão direto no objeto que eu queria usar.

–Opa, aí não! (Começou a rir) –Ainda não, tem que procurar, eu não seria tão obvio assim. Terá que se esforçar mais...

Comecei a vira-lo de um lado para o outro, não achei nada, deixei ele nu e nada.

-A não quero mais procurar! Quero aproveitar que está sem roupa e preparado...

Então ele puxou uma caixinha debaixo do meu travesseiro, claro que eu não olharia ali... Abriu-a.

-Não faremos nada mais sem isso, a outra tiveram que cortar, estou com elas guardadas, porém não quero usá-las, mandei fazer estas novas para nós! Só tiraremos quando casarmos se quiser troca-las.

Colocamos as alianças.

-E agora eu vou me despreparar e você irá dormir. Está a mais de 24 horas acordada.

Olhei-o desesperada.

-Jura que vai me deixar assim? Eu não vou conseguir dormir sem baixar minha adrenalina e agora já estou com a aliança, não quer inaugura-las? Eu sei como deixa-lo prontinho de novo...

-Não precisa...

Voltou para cama e inauguramos nossas alianças... Depois ele levantou e eu fui dormir. 3:00 da tarde meu telefone começou  tocar.

#Oi Sook, o que houve?

# Dra. temos uma emergência , o Dr. Antoni precisa da sua ajuda em uma cirurgia.

#Já estou indo, acredito que em meia hora estarei ai.

Levantei correndo, me arrumei.

-Dahye, avisa o Dong que tive que sair. Se sair antes, deixa um bilhete, por favor.

Cheguei no hospital, e me preparei para cirurgia, sentei com o Antoni para discutirmos o caso, realmente eu não levei fé na cirurgia. Mas vamos lá... Quase 5 horas e realmente para nossa infelicidade ele não resistiu... Fizemos de tudo, mas não conseguimos conter uma hemorragia interna. Sai da sala.

-Droga! Por que as pessoas procuram tarde demais!

-Conheço uma médica assim!!!

-Não te chamei no assunto, falei comigo mesma Antoni! Eu sei quando estou doente, e é diferente. Irei para casa. Sook tenta me colocar mais tarde hoje, preciso descansar mais um pouco. Se conseguir me colocar amanhã de manhã melhor.

-Dra. quinta você irá para Portugal de manhã, não esqueça.

-Ok, se conseguir me tirar da agenda lhe agradeço, quanto dias irei ficar?

-4 dias, irá fazer palestra em 2 hospitais.

-Obrigada.

Fui para casa, me arrumei e voltei para a cama. Levantei de madrugada, comi alguma coisa e fui trabalhar nos meus artigos. Dongwoo levantou e foi até o escritório.

-Ju são 5:00 da manhã, o que está fazendo?

-Eu estou trabalhando, perdi o sono. Quer alguma coisa? Ou fazer algo?

-Não, eu quero você deitadinha do meu lado, me ouvindo roncar.

-Não, irei ficar aqui trabalhando, a menos que me queira para outra coisa.

-Eu só quero você viva! Já comeu pelo menos?

-Sim, então vai dormir e me deixe trabalhar, se eu sentir sono vou para cama. Ah! Quinta estarei indo para Portugal, ficarei 4 dias.

-Está bem! Vou dormir mais um pouco, me dá um beijo aqui.

Levantei e fui ao seu encontro, então ele levou-me até a cama do quarto onde fica o escritório tirou meu roupão e minha calcinha, deitou em cima de mim e me tomou como sempre, com seu jeito, sua boca, olhar aquela boca é a melhor preliminar que existe, mesmo sendo mais tradicional e romântico, ele é o homem da minha vida... Consegue me realizar apenas com seu beijo.

-Vamos ficar aqui! Não levanta, fique... Quero ficar sentido seu cheiro!

-Está bem!

Deitei no seu ombro e ele me cobriu e me abraçou.

-Como eu queria ter isso de novo... Que falta senti de cuidar de você! July, não me deixe mais, converse comigo antes.

Fiquei em silêncio, estava gostoso ali, ele acabou dormindo. E eu fiquei pensando em tudo. Dei um jeito de levantar e voltar a trabalhar.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...