1. Spirit Fanfics >
  2. As profundezas do meu coração. >
  3. Tão azul.

História As profundezas do meu coração. - Capítulo 1


Escrita por:


Capítulo 1 - Tão azul.


Fanfic / Fanfiction As profundezas do meu coração. - Capítulo 1 - Tão azul.


Gostar de alguém é um sentimento muito forte, você pensa nela o tempo todo e faz lembranças com essa pessoa.


Kenny amava Craig do fundo do seu coração, era um sentimento tão puro, tão único, tão bom; só de estar do lado da pessoa amada já fazia seu coração bater mais forte.


A amizade que eles tinham era uma coisa íntima, uma coisa rara, que fazia um sentimento bom, correr pela corrente sanguínea dó coração, para a cabeça, olhos e pulmão. 


Kenny pensava, olhava e queria respirar Craig, não era atoa, que seus suspiros aumentavam, quando ele estava por perto.


Tudo que Kenny queria era ficar ao lado de Craig, seja como amigo ou algo à mais. Séria egoísmo se declarar para um amigo tão precioso, para simplesmente poder ter os olhos dele e a tenção dele só para você? Sim, séria.


De algo tão bom, para algo ruim. O sentimento de rejeição abalava o coração angustiado de Kenny McCormick, mas nem ao menos, ele se declarou para confirmar o motivo, do abalo que seu coração, que sofria tristemente em um silêncio profundo, que nem o mais fundo dos mares, que afogava seus olhos, em uma cachoeira sem fim de lágrimas salgadas como o oceano.


Como Kenny queria mergulhar no azul dos olhos de Craig, tão azul quando o céu de uma noite sem estrelas, tão bonitos, tão azuis, tão imensamente profundos, que fizeram o pobre coração se afogar.


Kenny não podia aguentar ou se confessava ou se afogava.


O dia dos namorados chegou e antes que qualquer outra garota se confessasse, Kenny entregou sua carta, feita inteiramente com seus mais puros sentimentos.


Kenny- Craig, eu te amo, já faz muito tempo, se não for perdir demais, por favor, aceite meus sentimentos. - olhar nós olhos dele seria suicídio, respirar séria o mesmo que consumir veneno e chorar seria um afogamento sem fim.


Craig levantou o rosto de Kenny e o beijou na bochecha.


Craig- mesmo não sabendo como te amar ou retribuir seus sentimentos, vou tentar, simplesmente por que é você... - não importava se ele iria se matar, envenenar ou se afogar. Aquele momento era especial e únicamente deles.


Felicidade era uma palavra com pouco sentimento, para descrever o quão satisfeito Kenny estava, o deleite era um alívio. Kenny poderia sair voando agora mesmo, que o peso da culpa caiu de seus ombros, ele poderia finalmente ficar aliviado, despreocupado totalmente entregue e muito bem aceitado por Craig.


Ou era o que ele pensava...


O ônibus da escola chegou atropelando o pobre rapaz, deu para ouvir o barulho dos ossos sendo quebrados, mas seu coração ainda pulsava fortemente... 


O motorista foi para frente e a roda frontal esmagou todos os membros de Kenny, seu coração parou de pulsar, ele não estava afogado em um mar de desespero e sim amaçado por um ônibus.


Foi uma morte horrível, uma dor mil vezes pior, mas renascer no outro dia, foi a pior experiência de todas...


Do outro lado da rua onde ontem, ele tinha sido brutalmente morto, Craig segurava Tweek em seus braços, dando beijos em sua testa.


Uma cena forte, uma mágoa que queimava seu coração nas chamas de um inferno congelado, mas ardente como o mais quente dos infernos.


Vazio. Tudo que Kenny sentia era um sentimento de vazio, faltava algo dentro dele, faltava um Craig, que ontem mesmo era todo seu e hoje se esquecera de sua morte e também dos sentimentos dos seus sentimentos.


Stan- Tweek se confessou para o Craig ontem. - stan parecia feliz.


Kyle- e ele aceitou? - Kyle estava preocupado.


Stan- é o que parece, não é mesmo? - stan se divertia enquanto ele sofria calado.


A cena dos dois se beijando, as palavras dos seus melhores amigos, a amargura em seu coração, tudo subiu à sua cabeça, se derramando em seu olhos, em lágrimas amargas e soluços doloridos.


Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...