1. Spirit Fanfics >
  2. As Regras de Jeon Junkook. >
  3. Prólogo

História As Regras de Jeon Junkook. - Capítulo 1


Escrita por:


Capítulo 1 - Prólogo


Sempre tive tudo o que quero, quando quero, e como quero. Pode me chamar de mimado, eu aceito, pode me chamar de egocêntrico, eu também aceito, a única coisa que você não pode me chamar é de "sem coração". Eu tenho um coração, e ele é muito grande e afetivo. Quer todos os ômegas bonitos que encontra.

Se um dia eu parar de seguir as minha regras, eu mudo o meu nome! E já que esse dia nunca vai chegar, prazer eu sou Jeon Junkook. Modéstia a parte, eu sou muito desejado, arrastando corações por onde quer que eu passe, e eu não culpo esse pobres corações. Afinal, quem resiste a Jeon Junkook?

Que regras são essas? Bem, são as regra que eu sigo para continuar no topo. No total são oito regras, as que eu sigo desde que eu me conheço por alfa.

Regra Número 1- Nunca vou me casar ou namorar. Esse negócio de dormir com o mesmo ômega todo dia, é algo terrível. Minha mãe sempre me ensinou a dividir, lembro-me quando ela comprava um doce e dizia para eu dividir com meus colegas. Aprendi assim, gosto de ser compartilhado, não dá pra ser de um(a) só.

Regra Número 2- Nunca acordo com um ômega na sua cama. É muito desagradável, você dorme com um(a) príncipe/princesa e acorda com um ogro.

Regra número 3- Nunca compro presentes. O melhor presente pra alguém sou eu. Isso já e mais que o suficiente.

Rrgra número 4- Eu não aceito perder, nunca. Como um bom advogado que sou, na verdade um dos melhores, sempre tenho um bom argumento e um álibi. As minhas causas nos tribunais são sempre certas de vitória. Isso foi outra coisa que a minha mãe me ensinou. "Filho, você tem que aprender a perder". A questão é: não aprendi isso. Nunca vi vantagem em perder.

Regra número 5- Nunca digo coisas comprometedoras a um ômega. Tipo: "você tem um cheiro delicioso" "você é tão lindo(a)" "você é especial" "eu te amo", de jeito nenhum. O máximo de elogio que alguém consegue de mim é "você é muito gostoso(a)".

Regra número 6- Eu nunca odeio um ômega. Ômegas são seres divinos que nos proporcionam  prazer. Então você nunca pode odiar um ômega. Eles às vezes me irritam quando descobrem meu número de telefone, mas a irritação passa quando troco de chip. Preciso fazer isso com muita frequência.

Regra número 7- Nunca saio com um ômega duas vezes. Não posso me arriscar. Então eu saio com o ômega e digo "até nunca mais". Às vezes eles(as) não entendem e choram, então você diz que o problema não é ele(a), é você que não está aberto para relacionamentos, fala que você tem depressão, sei lá. Você inventa. Afinal, ômegas acreditam em qualquer coisa.

Regra número 8- Nunca quebro uma regra. Às vezes as pessoas me chamam de sem coração. Mas como eu já disse, ele é muito grande e afetivo, e não é só ele, as camas de motéis também são. 

Eu diria que tudo ia bem na minha vida, perfeitamente bem, na verdade. Eu diria até que não havia nenhum problema. A minha vida era uma farra, sem hora nem dia pra acabar. Até que um ômega entrou nela e quebrou todas as regras!

E quem seria esse ômega? Um amigo do marido do meu amigo, que por sinal também é padrinho - junto a mim - das filhas desse amigo. É meio confuso, eu sei, só acompanhando essa bagunça que eu comecei a chamar de vida para entender. E olha, eu acho melhor você apertar o cinto, por que vai ser uma verdadeira montanha russa.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...