História As sete peças do sistema solar - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Visualizações 5
Palavras 446
Terminada Não
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Ação, Aventura, Ficção Científica, Magia, Romance e Novela, Sci-Fi, Steampunk

Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Oi gente, desculpem o primeiro capítulo ser pequeno mais esse e os próximos serão maiores.
Beijos e boa leitura.

Capítulo 2 - Oque aconteceu?


No capítulo anterior

-Não esta tudo silencioso demais?-

-Sim, mais... não era para as pessoas estarem em pânico-

As mesma olhariam para o lado, logo arregalariam os olhos é...

Neste capítulo

Os dois veriam umas espécie de gosma roxa, ela se chamava, musgo roxo do diabo, ele nascia em lugares onde não averia luz, ele se alimentava de pedras de calcário e marmore. Após os dois observarem mais um pouco perceberiam corpos feitos de pedra, eram todos aqueles que estavam na sala naquela hora, eles tinham expressões normais, e estavam cobertos pelo musgo. Amaterasu naquele estante deu um grito:

-Aaaaaaaaa!- O grito ecoava pela sala, era estridente, quando ele batia e voltava, mais logo Luan colocaria a mão na boca dela, fazendo ela parar de gritar- Luan?

-Calma esta tudo bem, sou eu, não precisa se preocupar, temos que descubrir oque causou isso, não vai adiantar ficar gritando-

O mesmo tinha razão, logo Amaterasu abraçou o irmão, os dois foram andando pelos corredores a procura de alguém, que não estaria petrificado. Eles ja teriam esquecidos da mãe, ja que ela tinha mandado uma mensagem, quer dizer que ja estaria em Vênus, mas estaria peucupada com os filhos. Os dois continuariam a andar e procurar alguém, quando chegariam até o elevador, que por algum motivo estava funcionado, foi quando Luan disse:

-Que estranho, não era para bada estar funcionando aqui, mais se ele esta funcionando quer dizer que se conseguirmos chegar ao último andar poderemos ver oque aconteceu.

-Deve ter alguém vivo ainda lá fora, mais daqui não podemos ver, e as saídas estão trancadas, então a única opção e subir.

Os dois entraram no elevador, a maioria dos botões não funcionavam, somente o do trigésimo quinto andar, a torre teria 47 andares, teriam que subir de escada, e foi oque eles fizeram. Bom como não aconteceu nada de mais na subida irei pular essa parte. Quando chegaram no último andar estavam muito cansados quando Luan falou:

-Isso foi muito cansativo, não achei que essas escadas seriam tão longas

-Também não achei, mais olha conseguimos chegar no último andar.

Os dois iriam até um dos grandes vidros da sala e veriam um grande domo negro, que não deixava nenhum raio de luz entrar, esse domo estava sendo criado do salão do tribunal da cidade, era onde eles teriam que ir para destruir esse domo negro e de pura escuridão, foi quando Amaterasu falou:

-E lá onde nós iremos destruir esse domo, e salvar essa cidade

-Virou super-heroína agora

-Deu vontade então eu falei

Contínua...

No próximo capítulo

-Que coisa e essa?

-Nós não vamos nós render a você

-Que coisa e essa? Parece uma parte de chave!

 


Notas Finais


Obrigado por ler, e até o próximo capítulo.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...