1. Spirit Fanfics >
  2. As trigêmeas >
  3. Capítulo 37

História As trigêmeas - Capítulo 37


Escrita por:


Capítulo 37 - Capítulo 37


Fanfic / Fanfiction As trigêmeas - Capítulo 37 - Capítulo 37

Dia do baile


A semana passou bem rápido, e hoje ja é o dia do Baile, Íris veio aqui em casa. Ela estava estranha, não Sei, eu senti que vai acontecer algo. Ela veio com uma história que nos amava muito, e que nunca iria se esquecer da gente. Sinto que ela está aprontando algo. Estava do lado de fora de minha casa, Laura está recuperada, os ferimentos ja estão sarando, ela irá conosco para o Baile, ela e papai estão bem próximos. 


- Bom dia Jasmim! - olho pra o outro lado do cercado, vejo Damian


Jasmim - Damian! Que surpresa - Vou até lá e abro a porta, lhe dou um abraço antes que ele entre - Senti sua falta!


Damian - Achei que tivesse se esquecido de mim. Não foi mais em minha casa.


Jasmim - Estava sem tempo. Quer entrar? 


Damian - Não. Apenas vim te vê. 


Jasmim - Irá ao baile? 


Damian - Não gosto de bailes. 


Jasmim - Vamos! Por favor! - Não queria ficar sozinha naquele lugar 


Damian - Não...


Jasmim - Por favor!!


Damian - Tá bom! Mas não irei ficar até de madrugada. Irei embora antes das onze da noite.


Jasmim - Que velho ranzinza! 


Damian - A idade vem pra todos. Te encontro hoje a noite, mesmo que tenhamos de dançar as danças formais.


Jasmim - Até hoje a noite! - Ele vai embora 


Entro e vou vê meu vestido do baile, ele não era chamativo, tinha um pequeno decote, era simples, Violeta que escolheu um bem chamativo, presente do namorado dela, ela falou que ele não precisava gastar dinheiro com ela, mas ele insistiu. Além do vestido ele comprou jóias, e  um salto, acho que ele gastou toda a economia. Guardo novamente o vestido e vou limpar o quarto, está uma bagunça.


...


Já era quase a hora do Baile, estávamos nos arrumando, eu já estava acabando, coloco o último enfeite no cabelo e estou pronta, me olho no espelho e quase não me reconheço. Violeta pediu pra mim sair do quarto, pois queria fazer uma surpresa.


Frederico - Cadê sua irmã Jasmim? 


Jasmim - Ainda está se arrumando. - Olho para o seu elegante terno - Senhor Frederico irá abalar corações. 


Frederico - Estou elegante assim? - Pergunta ajeitando mais o terno. Ele parecia um tanto nervoso


Jasmim - Está lindo pai! 


Vejo Laura saindo do quarto, quando papai olha ele fica paralisado, ela estava com um vestido vermelho, com um pentiado lindo, ela estava maravilhosa.


Laura - Estou bonita? - Pergunta dando uma leva rodada


Jasmim - Está maravilhosa Laura - Ela pediu pra gente chamar ela de Laura, porque ela se sente velha se chamarem de senhora 


Ela olha para papai.


Laura - O que achou Frederico? - Acho que fui jogada de escanteio.


Frederico - Tá...ta linda - Fala secando um pouco do suor. Acho que devo deixar eles a sós.


Eu torço muito para a felicidade de papai, e se ele for mais feliz ao lado de Laura, que seja com ela que ele monte um novo futuro. Vou até o quarto e bato na porta.


Violeta - Estou pronta! - Quando ela abre a porta eu me surpreendo. - Está exagerado? 


Jasmim - Digna de uma Rainha! Você está linda meu amor! 


Violeta - Obrigada! 


Vamos para a sala, papai e Laura estavam conversando. 


Jasmim - Apresento a vocês a Rainha Violeta! - Saio da frente dela


Violeta - Para Jasmim! - Diz com vergonha


Jasmim - Mas você está tão parecida com uma nobre.


Frederico - Você está tão linda filha! 


Laura - Está mesmo.


Frederico - Agora vamos! - Vemos uma carruagem e entramos.


Ficamos o caminho conversando, quando chegamos no Castelo vejo várias pessoas, vários automóveis, cada pessoa mais luxuosa que a outra. Descemos da carruagem e vejo Damian me esperando, vou até ele.


Jasmim - Que bom que veio. 


Damian - Não ia te deixar na mão. - Ele me estende o braço - Vamos?


Jasmim - Vamos. 


Entro no enorme salão, há várias pessoas, já não me senti a vontade, minha irmã pela cara já amou, Violeta assim que entra ja chama atenção por acharem que é uma nobre, papai também já arrumou um par, Laura,  ainda bem  que estou com Damian. Olho para a entrada e vejo ele, sim Steven, extremamente lindo, mas há um defeito, estava acompanhado, com uma mulher linda e mais velha, não chego nunca aos seus pés. Meu coração está tão apertado, como se estivessem o furando com agulhas, nunca senti isso. Quando seus olhos se cruzam com os meus, ele desvia, e comprimenta algumas pessoas que estavam ali. Acho que ele achou que eu e Damian temos algo. Ainda estou muito magoada, nossa discussão me machucou muito, e as suas atitudes estão cada vez mais me machucando.


Damian - Me dê licença Jasmim. 


Jasmim - Claro - Minha voz saiu um pouco baixa, pois estava com o choro entalado na garganta.


 Saio daquele lugar, as lágrimas já não estavam mais aguentando a ficar presa, já estava sem ar. Vou para fora do salão, as lágrimas escorrem por o meu rosto, essa é a única forma de descontar toda a minha angústia e sofrimento. Estava chorando baixinho, até que ouço uma voz atrás de mim.


Adam - Está chorando? 


Jasmim - Não. - Passo as mãos em meus olhos - Toda vez que uso maquiagem eu fico assim.


Adam - Quer dançar? - Não estava com muita vontade de voltar para o salão, mas eu vim para me divertir.


Jasmim - Claro. - Seguro em sua mão e ele me leva para o salão, era uma música calma.


Começamos a dançar, Adam me girava com facilidade pelo salão, encontro novamente os olhos de Steven, dou um leve sorriso, que bom que ele sentiu o mesmo incômodo que eu. A valsa acaba.


Adam - Outra dança? - Antes que eu respondesse uma garota puxa Adam para dançar


Jasmim - Talvez outra hora - Sussurro para ele


Quando ia pegar uma bebida leve eu encontro Lírio, ele bebia um whisky.


Jasmim - Lírio? 


Lírio - Oi Jasmim. Está deslumbrante.


Jasmim - Obrigada. - Vejo Laura de aproximando


Lírio - Mãe? - Ele fala tao baixo que nao escuto


Jasmim - O que você disse? - Mas Antes de me responder ele vai abraçar Laura. Ele tava chamando ela de mãe. Saio dali e vou até o banheiro. 


Quando volto vejo Violeta sendo levada para o segundo andar. O que ela vai fazer la em cima? Tento passar para seguir Ela, mas o Rei chama a atenção de todos.


Emanuel - Boa noite senhoras e senhores. Esse Baile foi organizado para oficializar o casamento de Minha filha a Princesa Ana e o Príncipe Vicente. - Vejo a princesa sentada no trono, olho melhor e vejo Mayla. Nao pode ser!


A Mayla era a Princesa perdida, o príncipe nao está ali, a Rainha parecia está bastante feliz, já Mayla eu não posso dizer o mesmo. 


O Rei acaba o discurso e convida O príncipe Vicente e Mayla para irem para a frente, eles não falam nada, apenas Vicente coloca o anel de compromisso no dedo de Mayla. Quando isso acaba o povo aplaude. Que loucura! Quando viro de costas dou de cara com Steven.


Steven - Me concede uma dança? - O jeito que ele esquece tudo é diferente


Jasmim - Não devia preocurar sua acompanhante? Ela deve ter quase a sua idade. Não é isso que diz? Que devemos procurar alguém da nossa idade.


Steven - Como é rancorosa. Só uma dança.


Jasmim - Uma e mais nada.


Ele coloca a mao na minha cintura e começamos a dançar. Incrível como Steven pode me desestabilizar assim, uma hora atrás eu estava com raiva dele, e agora eu só queria sentir seus lábios nos meus.


No meio da música o príncipe chama a atenção de todos. Como estava de costas não consegui vê seu rosto.


Steven - Vamos sair daqui? Conversaremos melhor lá fora 


Jasmim - Acho melhor não.


Tento me virar mais Steven me vira novamente para ele.


- Cidadãos de nosso querido reino das Montanhas...


Steven - Por favor - Steven olha pra mim


- Eu queria vos apresentar minha noiva. - O príncipe continuava falando


Eu não pude vê quem era, pois Steven me arrastou para o Jardim. No Jardim quase não dava para ouvir a festa.


Steven - Bem melhor! 


Jasmim - Bem melhor.


Steven me puxa para mais perto e encosta nossos narizes, encostamos nossos lábios. Como eu estava com saudade! 


Steven - Vamos esquecer os problemas.


Jasmim - Mas Antes você tem que me responder algo.


Steven - O que? - ele me puxa pra sentar me um banco


Jasmim - Quando você falou do beijo... - Ele me interrompe


Steven - Vamos esquecer disso


Jasmim - Me escuta. Você...você era aquele lobo? 


Steven levanta rapidamente do banco, ele claramente se entregou.


Steven - Não sei do que está falando.


Levanto e o abraço por trás.


Jasmim - Pode me falar a verdade. Não vou deixar de gostar de você por isso.


Steven - Você jura? 


Jasmim - Claro. Esse foi o motivo por nao querer ficar comigo desde o início? 


Steven - Sim...


Jasmim - Eu te amo mais ainda por causa disso.


Ele se vira e fica de frente pra mim. 


Steven - Eu te amo.


Ele me da um dos seus beijos mais apaixonandos. Derrepente ouvimos gritos dentro do salão.


Jasmim - O que foi isso?


Steven - Fica aqui! Eu vou vê.


Steven corre para o salão e eu nao consigo ficar parada, vou correndo para o salão também, estava uma correria, todos querendo sair. Vejo várias bruxas e vampiros, eles estavam matando as pessoas, os guardas estavam lutando também. Tento encontrar minha família, mas não acho, ja estava desesperada. 


Quando estava correndo para a saída, uma velha segura em meu braço, ela estava me controlando.


- Finalmente o colar será meu! - Ela pega uma espada que tinha perto, não estava conseguindo me mexer. Ela enfia a espada em minha barriga, sinto uma dor horrível, ela puxa o colar de mim e corre, caio no chão, estou perdendo sangue muito rápido.


- Meu amor! - Vejo Steven me pegar nos braços - Aguenta firme


Minha vista ja estava  embaçada.


Jasmim - Você...foi o...único que...eu amei 


Minha vista apaga. Se esse for meu fim, morrerei feliz! 


Notas Finais


O que acham que vai acontecer?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...