1. Spirit Fanfics >
  2. As Viagens Universais de Geremias. >
  3. Preparação de Pedido

História As Viagens Universais de Geremias. - Capítulo 6


Escrita por:


Notas do Autor


O final de um e o começo de outro!

Capítulo 6 - Preparação de Pedido


— Posso receber meu pagamento extra agora, majestade? — perguntei enquanto guardava minha espada.

— Quanto você quer? — Retrucou.

— A questão não é quanto, mas o que, entende? — perguntei novamente.

— Então o que você quer? — Retrucou novamente.

— Sigilo. — Respondi — Você me garante isso?

— Sim, Sim! — Respondeu aliviado por não ser algo de muito valor. — Garanto que nada vai sair deste lugar sobre você!

— Muito bem, então divida meu pagamento entre os outros magos — Sugeri.

— Para que possa nos manter calados? — Deduziu Zantori — Que assim seja, eu aceito!

— E os outros aceitam também? — perguntei a todos os outros magos presentes.

— Sim! — Todos responderam fortemente.

O Rei então ordenou que Frederyk dividisse igualmente o valor que antes era meu para os outros magos em troca de sigilo, afinal, o dinheiro é o dono de qualquer coisa, seja ela física ou não.

— Bom, eu vou indo, até mais!

 

Dois anos depois, em algum lugar, qualquer universo por aí...

 

O som do canto dos pássaros, a folhagem e o aroma das flores faziam daquele, entre muitos outros que já estive, meu local favorito, não se tratava apenas da imensa solidão que atordoava o local com seu mais bruto efeito, mas sim, o a sensação de liberdade, de tranquilidade... Acabou rapidamente pela vinda de um novo pedido de ajuda mágica.

Surgindo do nada como o vento forte no topo de uma montanha.

Pedido um quanto, como posso dizer... diferenciado.

Dizia:

“Por meu deste pedido convoco Geremias, o mago de preto, para uma missão em mando do Rei de Dontrontosk, Vraught Den Van Prostk, a comparecer ao castelo real com a carta de pedido de audiência (Do outro lado do pedido).

Mais detalhes no local.

Número Universo: 2789724636

Com prazer, Central Multiuniversal de Pedidos Mágicos.”

O desanimo bateu... entrar novamente em uma missão sem detalhes e logo em um momento de tamanha paz... realmente frustrante!

— Infelizmente, o dever me chama!

 

Alguns dias depois do recebimento do pedido.

 

Cada universo tem sua cultura, alguns sua língua, outras raças diversas ou biomas perigosos.

Alguns passos tem que ser seguidos após o recebimento de um pedido, o primeiro é o estudo, a Confederação Multiuniversal de Magos exige que o mago após receber um pedido, se desloque a Central Multiuniversal de Estudos Mágicos para pesquisa do universo de destino, tratasse de uma grande biblioteca, localizada no universo número 3.

Os universos são catalogados por meu de um código de importância, sendo a Central de Estudos Mágicos o terceiro da lista.

Cheguei ao Portal Universo, local usado para transporte de universo a universo.

— Bom dia, Sr. Geremias, qual é seu destino? — disse o portal.

— Número 03.

— Iniciando transporte para Central de Estudos Mágicos, Universo 3.

O Portal Universo imitiu uma forte luz e quando se apagou já tinha chegado ao meu destino.

A Central Universal de Estudos Mágicos ou CUEM para os mais íntimos. Local onde se realiza incontáveis estudos para aperfeiçoamento da magia atual, em busca de novas tecnologias.

Possui em suas instalações gigantescas, o Grande Catalogo ou apenas Biblioteca de Universos.

Sempre lotada de muitos outros magos que acabaram de receber seus pedidos ou estão apenas estudando para uma visita ou viagem de férias com a família ou amigos.

As grandes estantes que ficam flutuando em um grande vazio branco e sem fim. Então como achar o que precisa nesta imensidão de escritos?

— Pedindo solicitação de procura.

Uma rápida maquina preta como o carvão apareceu em minha frente, aquela era a Maquina de Busca do centro de dados, rápida como a luz e precisa como uma arma de fogo moderna em um alvo a queima roupa.

— O que deseja, Sr. Geremias? — perguntou a máquina.

— Busca de conteúdo universal rápido.

— Por favor diga o Numero Universo do destino.

— 2789724636.

— Confirmado.

Alguns pequenos dispositivos pretos surgiram em minha mão, eram “drivers”, dispositivos que armazenam e distribuem dados, basta apenas engoli-los, e assim o fiz.

Depois de uma leve dor de cabeça tudo sobre o universo numero 2789724636, ou pelo nome dado pelos cidadãos, Grande Reino de Dontrontosk, comandando o gigantesco continente que se localiza.

Como todo grande estado, guerras civis buscando o comando de alguma área especifica acontecem com frequência, normalmente por raça ou território.

Mudando de assunto, o segundo passo a ser tomado por magos que aceitaram um pedido é cuidar de seu equipamento, ou seja, fazer sua manutenção.

A manutenção de equipamentos é feita no universo número 6 ou como é conhecido, Central de Equipamentos Mágicos.

Imediatamente fui até o Portal Universo mais próximo e realizei o transporte.

A grande Central de Equipamentos Mágicos, um local com grandes e pequenas lojas, fabricas e campos de teste e pesquisa de equipamentos mágicos, desenvolvendo de bolsas dimensionais que possibilitam o transporte de grande quantidades de recursos em pequenos espaços até cajados de ótima qualidade, como os fabricados pela família Braian, com sua importante loja no centro do mundo.

Estabelecimentos para manutenção de equipamentos é o que mais preciso no momento, por isso me dirigi até a Loja de Equipamentos do Senhor Estrunfet, meu camarada de longa data.

— Seja bem-vindo, o que deseja? — perguntou um homem virado de costas.

— Olá senhor Estrunfet! — respondi.

— Essa voz... — se virou com um grande sorriso — Geremias! A quanto tempo, o que precisa desta vez?

Era um anão gordo e pequeno com um avental.

— Quero que faça a checagem dos meus equipamentos, acabei recebendo um pedido de auxílio.

— Um pedido! — disse — Do que se trata?

Sentei em uma cadeira em frente ao balcão de atendimento.

— Não recebi muitos detalhes, acredito que seja para matar alguém ou algo assim.

— Realmente é o mais provável, — disse de forma tristonha — fico se perguntando, por que querer a morte de alguém! Há, essas pessoas maldosas, tenho medo que algum dia eu a ser o morto!

— Bom mais voltando ao meu pedido, quanto tempo acha que vai demorar? — perguntei.

— Hum... talvez uma 3 a 4 horas, pode esperar até lá ou vai fazer o terceiro passo enquanto isso?

Coloquei minha veste preta e meu cajado no balcão da loja.

— Vou partir para o último, assim será mais rápido. — Respondi.

O terceiro e último passo que deve se fazer ao receber um pedido de auxilio, confirmar que aceitou o requerimento na Central Jurídica Magica localizada no universo de número 2.

Amarei meus sapatos e fui em direção, novamente ao Portal Universo mais próximo, passei pelo portal e ali estava, a Central Jurídica Magica, um lugar chato, entediante, mas muito colorido.

Grandes arvores de diferentes cores, azul, amarelo, rosa ou o que for. Prédios de concreto massivo com inúmeros trabalhadores em suas vidas chatas e monótonas de trabalho encaminhando e confirmando pedidos.

Como qualquer universo importante, ruas cheias de magos e pessoas normais, diferentes raças, e universos natais.

O local mais lotado de todo e qualquer universo, a sala de confirmação de pedidos, milhares de magos novatos e iniciantes, confirmando seu auxilio ou rejeitando na cara dura. O velho ditado “não junge o livro pela capa” descreve de forma perfeita as operações neste ambiente tumultuado, o grande número de pessoas sendo atendidas dá a ilusão de que tudo é demorado, pelo contrário, trata-se de um trabalho rápido e eficiente, assim, em poucos minutos, já tinha confirmado meu pedido em uma máquina de atendimento rápido.

Rapidamente, cheguei ao Portal Universo, volvei ao universo 3 e fui a loja de Estrunfet.

— E aí, já acabou? — perguntei.

— Bem-vindo de volta, — disse Estrunfet — se esperar mais um tempo já vai ficar tudo pronto!

— Quanto? — perguntei.

— Uns 20 minutos. — disse.

— Ok, vou dar uma volta por aí.

 

25 minutos depois...

 

— Estou de volta! — disse com entusiasmo — Ta pronto isso aí?

— Sim — respondeu — Ta na mão! — entregou a vestimenta e o cajado em minhas mãos, vesti e guardei o cajado no suporte em minhas costas.

— Quando fica a manutenção? — perguntei.

— 5000 Denarios. — respondeu.

Entreguei o dinheiro guardado em uma bolsa que estava carregando.

— Até mais! — disse.

— Até! — respondeu — Tenha cuidado em, não quero um cliente a menos!

Novamente fui até o Portal Universo mais próximo.

— Bom dia, Sr. Geremias, qual é seu destino? — disse o portal.

— Número Universo 2789724636.

— Iniciando transporte para 2789724636.

O som dos pássaros e folhas passando uma grande sensação começaram, assim como a de uma grande explosão.


Notas Finais


Próximos capítulos em breve, até mais!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...