História Ashes of Secrets - Capítulo 58


Escrita por:

Postado
Categorias Eldarya
Personagens Ezarel, Jamon, Keroshane, Leiftan, Mery, Miiko, Nevra, Personagens Originais, Valkyon
Tags Eldarya, Nevra
Visualizações 68
Palavras 1.066
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Hentai, Luta, Magia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


NAO TO MORTA KKKKKKKKKKKKKK
SÓ TO COM ESCOLA SENDO PUXADA PRA CARALHO PQ TEM PROFESSOR Q ADORA FUDER EM VEZ DE ALIVIAR NO 4 BIM
E AINDA MAIS SE É ENS MEDIO
MAS BOA LEITURA AE!!
OBS: pra quem tinha lido o cap antes desse, considera as informacoes, mas pra historia considera esse, apaguei o outro e quando eu tiver paciencia e tempo vou adaptando as informacoes pra vcs nao se perderem, e to querendo fazer só mais essa temporada em vez de 3, ai dou uma encurtada na historia da segunda e junto com a terceira pra aliviar pra mim klkkkkkk

Capítulo 58 - O Inicio


Fanfic / Fanfiction Ashes of Secrets - Capítulo 58 - O Inicio

~*~

Sozinha... ela estava sozinha, como sempre, já havia perdido quem cuidava dela uma vez, e então quando estava tudo bem, com outra pessoa de bom coração cuidando dela, aconteceu de novo. E em sua mente, isso repetiria várias e várias vezes, sem ter um fim. A única maneira de se permitir não ferir ninguém, era ficar só, e não confiar ou amar. Seu lema a partir daquele terrível dia era:

“Ame, e será destruída. Confie, e será quebrada. Permaneça só, e nada acontecerá”

~*~

ASHES OF SECRETS: SEGUNDA TEMPORADA

 

Miiko

Três semanas, três semanas que voltamos para casa....

E ainda não era fácil de absorver tudo o que tinha ocorrido, o fato de que uma real guerra estava vindo já era um dano psicológico, e saber que Salem havia voltado dos mortos para ser nosso inimigo nesta guerra, era o que fazia ter preocupações maiores, e com Raven desaparecida, não ajudava muito.

A reunião com o conselho tinha terminado a pouco tempo, onde discutimos as alianças que tínhamos e as que deveriam ser conquistadas. Ao todo temos apenas 3 aliados, os Fenghuang, os Humanos e Severnoye, no nosso continente ainda falta o território de ninguém, uma vasta floresta onde tem ninfas, elfos e outras criaturas, mas as principais que queremos focar, é na família de Ez, da parte da realeza e na minha, mas duvido que me ajudem, me deserdaram, é mais fácil enviar telegrama para poupar a viajem só para zombarem de mim. O território da matilha Dikiy e o reino de Shifa, os lobisomens de Dikiy são os mais fortes, não apenas lobisomens, mas qualquer um que esteja sendo treinado a mais de 5 anos é um guerreiro em potencial, e em Shifa, os Mumtazquianos tem poderes de luz, o que pode ajudar para cegar os inimigos, e o poder de cura junto.

Do nosso continente esses são os que temos como prioridade, depois iremos atrás dos Kappas e dos seres do subterrâneo, e em seguida iremos para Krasny, que é um reino, por pouco, maior que Severnoye, e tem um outro território vazio junto, nele não nasce nem cresce ou vive lá, é uma terra morta e abandonada por um povo antigo... e então para o continente afastado ao sul, onde temos nove territórios que ainda não se nomearam, acham que nomear um território é algo mais egoísta e perca de tempo já que sabem onde começa um e termina outro.

Após concluirmos tudo, Leiftan me ajudou a explicar para os outros membros líderes. Graças ao oraculo Nevra estava melhor do que no dia que Raven sumiu, Ezarel e Valkyon passaram dias convencendo ele de que ela saberia se virar se algo ocorresse e que se algo ruim viesse a acontecer, ele sentiria por conta da parceria, e graças a Karenn, a presença dela ajudava ele a perceber isso, com ela relembrando ele da missão que fizeram juntas, que mesmo com tudo levando a morte, as duas saíram vivas.

Depois de cada um receber sua missão diária no QG, chamei por Karenn e Chrome, pouco tempo depois os dois surgiram na sala do cristal.

-Já devem saber da situação atual que estamos. Preciso que os dois vão para o norte, no território Dikiy e convença-nos a fazer aliança conosco na guerra.

-Por que não envia somente o Chrome? Sabe como os Dikiy são conservadores, parece até que vivem na era media ainda.

-Porque você é boa de lábia, e de estiver com um lobisomem como amigo, vão permitir escutar vocês, podem ser conservadores, mas quando a situação aperta escutam qualquer um para saber qual tem mais forca para ajudar. Peguem suprimentos para a viajem, vocês saem amanhã de manhã. Não se esqueçam de levar mais roupas quentes, o Norte é mais frio que aqui, ainda mais que estamos no inverno. –Eles apenas assentiram e saíram, me sentei na mesa olhando Eel pela janela, branca por conta da neve, iguais aos olhos de meu mentor. –O que é que eu vou fazer….

~*~

Raven

Meu quarto estava frio, e as paredes em pedra preta com detalhes prateados faziam parecer mais frio, mesmo com a lareira queimando nela, enquanto observava, vi uma pequena tubulação ligada entre a lareira e o banheiro do quarto, mesmo com um braseiro nos 3 cantos da banheira que ficava apenas uns 10 centímetros acima do chão, grande o suficiente para 3 pessoas.

Decidi sair do quarto, caminhar um pouco pelo castelo negro de obsidiana, quando olhei pela janela, vi uma roseira seca, apenas uma rosa vermelha resistindo ao frio, no meio daquela neve, pequenos trechos de memorias embaçadas passaram em minha mente em poucos segundos, mas a que era mais visível, era a do sangue na neve.

Eu havia causado aquilo, mesmo que indiretamente, eu causei, deveria ter vindo há muito tempo para cá, para treinar, mas não foi o que fiz.... E eu deveria aceitar que nem tudo se pode evitar.

Conforme eu caminhava pelo lugar, vi Ashkore saindo de uma sala, mas em vez de madeira, a porta era de obsidiana também, e tinha um sistema feito de ferro, que ela só poderia ser aberta do lado de fora, e se trancava automaticamente quando fechada.

-O que tem aí? –Falei me aproximando devagar, agarrada ao meu casaco grande peludo e quente. Ele me encarou por um tempo, e pude ver os olhos vermelhos da máscara brilharem de leve.

-Seu treino mental, quando achar que está pronta para enfrentar o que tem ali, basta entrar, deve ir por livre e espontânea vontade.

-E em quanto tempo acha que eu levaria para poder entrar ali?

-O básico que tem que aprender para entrar, é levantar seus escudos mentais, depois disso, você decide se se prepara mais ou simplesmente não.

-Quando vai me treinar? –Ele caminhou em minha direção e parou na minha frente.

-Você é quem vai aprender sozinha, posso até ajudar a te testar, mas o resto é você quem fara, o único treino que precisa é o mental, seu físico precisa apenas ser retomado, amanhã de manhã te espero no salão, vou explicar como começar o mental, e depois decide de fará o físico ou mental, mas aconselho a fazer o mental. Caso queira ler, tem uma biblioteca do outro lado do corredor virando à esquerda. Cuide-se Raven. –Ele soltou uma risada abafada, e senti garras afiadas acariciando minha mente antes de ele sumir, levando-as com ele.


Notas Finais


OBRIGADA POR LEREM!!
TALVEZ OS PROXIMOS SAIAM EM NOVEMBRO OU LA PELO FIM DE DEZEMBRO, MAS NAS FERIAS É CERTEZA Q VOU ESCREVER E VOU IR POSTANDO AOS POUCOS!!
VALEU AE!! AMO VCS <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...