1. Spirit Fanfics >
  2. Assassinato em Wood River >
  3. Quem Será A Próxima Vítima?

História Assassinato em Wood River - Capítulo 4


Escrita por:


Capítulo 4 - Quem Será A Próxima Vítima?


O Homem Misterioso deixou a caixa e o bilhete na porta do quarto de Aleck. Bateu e saiu andando na direção do cena do crime. Aleck, ainda pelado, se levantou e foi abrir a porta. Viu que não tinha ninguém, apenas uma pequena caixa com um bilhete em cima dela. Pegou sorridente achando que era um presente de Carlos no dia do aniversário de namoro deles. Fechou a porta e seguiu pra cama, onde pode abrir a caixa, e no mesmo instante, Aleck conheceu a dedo e a aliança. Uma lágrima desceu sobre seu olho, mesmo com ele não querendo acreditar de quem era aquele dedo.  Pegou o bilhete e começou a ler!

- Aleck: Filha de uma puta, eu vou te pegar! Nem que seja a última coisa que eu faça! 

Aleck vestiu suas roupas arrumou todas as suas malas e foi em direção a recepção. 

- Allef: Cadê seu acompanhante senhor? 

- Aleck: Você realmente  quer saber onde ele está? Então toma - jogou a caixa na frente de Aleck, que não demonstrou nenhuma reação - tá sabendo agora?

- Aleck: Espera, você não pode sair daqui assim! Ele deixou bem claro que temos apenas 5 horas pra saber onde o corpo de seu namorado tá! Todos nesse hotel corre perigo, até eu que não tenho nada haver com essa história de vocês! 

Allef ainda continuava a usar seu tom frio, sem esboçar nenhuma reação, nem sequer uma surpresa. Aleck apenas soltou suas malas e começou a chorar como uma criança de colo. Allef sem ver nenhuma outra saída, apenas deu meia volta e abraçou aquele corpo forte, grande e molhado por conta do suor da transa e das lágrimas. Aleck sentiu uma sensação estranha de prazer por estar abraçando Allef. Allef também sentia a mesma sensação, mas não esboçou em nenhum momento. O membro de Aleck começou a ficar duro, que fez ele se soltar de Allef na hora. 

-Allef: Leve suas coisas...

- Clary: Allef, foi muito boa a estadia nesse hotel, mas agora tenho que ir! 

Clary chegou de surpresa na recepção já com suas duas bolsas em mãos. Mas sua alegria foi rapidamente embora. 

- Clary: Mas que coisa! Meu carro não está mais onde deixei! 

- Allef: Como assim Clary? Você deixou ele ali ontem mesmo! 

- Clary: Sim, deixei e não tá mais alí!

Allef foi ao encontro da nossa deixando Aleck sozinho ali, e ela tinha razão, seu carro não estava mais alí!

- Aleck: Espera - disse ele enquanto se aproximava do ruivo e da morena - dependendo do lugar, eu posso te levar!

- Clary: Sério mesmo? 

Clary ficou um pouco animada e desconfiada. Ela não conhecia Aleck, ainda! Mas ela tinha que ir no cartório da cidade. De um jeito, ou de outro. 

- Aleck: Claro. Só me fala onde você quer ir. 

- Clary: No cartório, no centro da cidade! 

- Aleck: Allef, Esse é teu nome né?! Tem como você levar minhas malas de volta pro quarto enquanto eu levo essa moça até o cartório? 

- Allef: Claro!

- Aleck: Ótimo, vamos!

- Clary: Vamos! 

Clary tava achando muito estranho aquela situação toda. Seu carro foi roubado, e tem um estranho que aceitou dar carona pra ela, que era uma estranha pra ele. Mas ela tentou tirar esses pensamentos de sua cabeça. Até chegar no casei pelo menos!

- Aleck: Mas que coisa! Cadê as rodas do meu carro? Roubaram todas cara! 

Aleck chutava a parede e Clary tenta entender a situação toda, mas sem trocar uma palavra. 

Pensamentos de Clary on: 

"Mas o Quê está acontecendo por aqui? Primeiro o sangue no chuveiro ontem, depois meu carro roubado, esse rapaz sozinho mesmo depois de entrar com outro rapaz e agora, seu carro também foi sucateado. Alguma coisa está acontecendo aqui, e algo me diz que eu já passei por isso, mas não tenho a total certeza." 

Pensamentos de Clary of.

- Clary: Ei, acalma cara! Você vai acabar quebrando alguma coisa.

- Aleck: Tanto faz. 

Aleck seguiu pra dentro do hotel enquanto Clary ficava lá fora. Mas isso não demorou muito. O dia de pouco sol logo se cobriu de nuvens carregadas de chuva, e logo após pequenas horas caíram do céu. Fazendo Clary entrar no hotel. 

Aleck estava sentado na poltrona que tinha ali na recepção enquanto analisava a caicinha com o dedo do Carlos. 

Clary chegou perto de Aleck, mas com receio. 

- Clary: Tá tudo bem com você? 

- Aleck: Não! Não nada bem!

- Clary: Mas o que....

Uma pedra foi arremessadada contra a janela da recepção. Nela, havia um pedaço de papel dizendo: "Já se passaram três horas desde a morte de seu namorado. Lembre-se, falta só duas. Se o tempo não for respeitado, outras pessoas morrerão, e talvez a Clary,  o seu novo "Afer". O tempo está passando, tic tac, tic tac..." Clary ficou horrorizada pela notícia que acabou de receber. Ela começou a andar de um lado para o outro naquela recepção. 

- Clary: Tá vendo! Eu sabia! Alguma coisa tava errada. 

- Allef: O que você quer dizer com isso?

- Aleck: É, o qje você quer dizer com isso?! Aleck de levantou e seposfrente a frente de braços cruzados com Clary.

- Clary: Presta atenção! Ontem, antes de eu dormir fui tomar banho, com isso teve uma hora que não caia mais água pelo chuveiro, e sim sangue! E tudo indica que seja o sangue do Carlos! Depois, acordamos e vemos que nossos carros não estão do jeito que deixamos! E também, você chegou com um rapaz ontem, e você tava indo embora sem ele. E tem mais, pra esse assassino ter entrado aqui no hotel ontem a noite, ou ele deve ser um hóspede, ou ele chegou depois de vocês. Uma das duas coisas é certa! 

- Aleck: É, faz bastante sentido essa sua teoria! Mas me diz uma coisa, vice tá investigando assim sem nenhuma ajuda da polícia. Você acha que isso é certo? 

- Clary: Ele já matou seu namorado, pra matar agente vai ser daqui pra li, então, sem polícia. Pelo me os por enquanto. 

Allef nada falava, sua feição nunca mudava. Sempre aquela ar de frieza, seus olhos profundos, porém, muito bonitos. 

- Clary: Allef, precisamos da lista de todos os hóspedes que estiveram aqui depois que eu e Aleck chegou com seu namorado. Agora! 

Clary se levantou e foi pro balcão da recepção pra poder procurar os nomes. 

- Clary: Achei!



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...